Cientistas Descobrem Novas Pistas de Como a Corrida Pode Prevenir o Câncer

Especialista:
atualizado em 04/03/2020

Se você tem pouco tempo para se exercitar, cerca de 20 a 25 minutos por dia, a corrida pode ser a sua única (e melhor) opção, e isso não é algo que as pessoas apenas falam por aí, mas sim o resultado de várias pesquisas.

Correr é um ótimo exercício físico, ele faz bem para a sua saúde mental, funções cognitivas, envelhecimento, e para todos os sistemas fisiológicos.

Agora, o que pode ser que muitas pessoas ainda não saibam, é que correr também ajuda a prevenir o câncer.

O fato de que o exercício físico faz muito bem à saúde, muitas pessoas já sabem, mas ele também pode limitar o desenvolvimento do câncer, além das evidências de que também pode melhorar os resultados e a capacidade funcional em pacientes com câncer, até mesmo a ponto de suprimir os tumores. Porém, os mecanismos por trás disso, o porquê que isso ocorre, é algo ainda desconhecido.

E foi então que um novo estudo publicado na revista acadêmica Cell chegou a público, descrevendo não apenas os efeitos efetivos na “limitação” dos tumores em camundongos corredores, mas também em como isso realmente ocorre via ativação das células imunes conhecidas como NK, do inglês Natural Killer – exterminadoras naturais, um tipo de linfócito ou célula branca do sangue, cujo próprio nome já diz qual é a sua função.

“O sistema imunológico tem uma capacidade poderosa de combater o câncer, mas a inflamação crônica também tem sido associada a várias condições de tumorigênese [cuja nomenclatura vem do latim, tumor – inchaço e génesis – origem],” explica o estudo que foi realizado por uma equipe de oncologistas liderados pelo Hospital Universitário de Copenhagem – Copenhagen University Hospital’s Pernille Hojman.

“No lado protetor, ao infiltrar células imunes citotóxicas foram comprovados fatores prognósticos positivos quanto à evolução da doença e sobretudo quanto à sobrevivência de pacientes que sofrem com diversos tipos de câncer. Assim, a mobilização de células imunes citotóxicas durante o exercício físico pode representar um mecanismo de defesa indireta contra o crescimento do câncer”.

Além de incentivar a produção de células NK (exterminadoras natural) do sistema imunológico, correr também funciona para criar um microambiente para o tumor em que essas células são mais eficazes.

Acontece que os ratos são animais que realmente gostam de correr, e correm muito, provavelmente muito mais do que a maioria das pessoas, inclusive você.

Os camundongos que estavam com câncer que foram estudados nesta pesquisa de Hojman corriam em suas rodas por cerca de 4 a 7 quilômetros por dia, dependendo do grupo.

O primeiro aspecto do estudo foi a medição do desenvolvimento do tumor em camundongos que corriam contra aqueles que não corriam. Sendo assim, o grupo de pesquisadores encontrou uma redução média de 60% no crescimento do tumor e incidência do mesmo entre os corredores em comparação com os não corredores.

Enquanto isso, os camundongos que receberam uma injeção com um agente conhecido como causador de câncer de fígado apresentavam uma incidência de desenvolvimento de tumor de 31% em comparação com 75% dos não corredores.

No caso das fêmeas com câncer de pulmão, a corrida diminuiu o volume do tumor em 58% e o peso do mesmo em 56%. Isso pode ser impressionante, porém não tão surpreendente.

A grande descoberta e revelação desta pesquisa parece ser a forma de como os ratos conseguiram isso fisicamente. “Os tumores dos camundongos corredores mostraram um aumento das células NK, assim como das células T CD3 e células dendríticas,”disse o grupo de pesquisadores.

Também foi observado um aumento das células NK em camundongos sem tumores dentro da medula óssea e das células sanguíneas.

“Nos camundongos com tumores, a corrida não alterou a frequência das células NK nesses órgãos, e ainda no caso desses mesmos animais, eles mostraram uma acumulação pronunciada de células NK em seus tumores” diz o estudo.

Além de incentivar a produção de células NK, correr também causa melhoras no microambiente do tumor, o que faz com que essas células sejam mais eficazes, e a ativação delas caracterizou compostos que ajudaram que chegassem aos tumores e estimulassem ainda mais as NK, o que é ruim para o câncer.

Sendo assim, como foi dito no início, se você tem pouco tempo para se exercitar, vale a pena investir na corrida, pois com certeza ela lhe fará bem, tanto para a sua saúde física como mental.

Qual é o seu tipo de atividade física preferido? Com que frequência você costuma praticar a corrida? Pretende aumentá-la agora? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (2 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...
Sobre Francisco Santana

Francisco José Santana é Personal Trainer - CREF 1859 G/SE. Formado pela Univer Cidade RJ 2007, com certificação CORE360º treinamento funcional, Certificação Internacional FNS I e II em avaliação funcional, especializações em suplementação nutricional esportiva, Crosstraining - Scientific Sport, Cineantropometria aplicada, Primeiras ações em emergência, Prevenção de Doenças Laborais, Musculação, Ginástica Corretiva, Spinning (Johnny G), Técnica de Tecidos Moles - Miofacial, e Inteligência Emocional - ASICC

Deixe um comentário