Como Manter o Peso Depois de Emagrecer – 10 Dicas

Especialista:
atualizado em 26/12/2019

Chegar no peso ideal é um desafio, mas se manter nele pode ser algo tão difícil quanto. Abaixo você aprenderá o que é uma verdadeira reeducação alimentar, a importância de se manter praticando exercícios, por que você deve continuar amigo da balança, se pesando regularmente, e diversas outras dicas de como manter o peso depois de emagrecer.

Quando falamos de emagrecer, a reeducação alimentar certamente é muito melhor do que a dieta. Aprendendo a comer, você mantém o seu peso baixo, uma alimentação saudável, uma rotina confortável e ainda conseguirá uma silhueta mais enxuta. Conheça mais sobre reeducação alimentar.

Emagrecer não é uma tarefa fácil. Perder peso com saúde é uma equação ainda mais difícil de se resolver. Quando não se faz uma dieta saudável, a possibilidade de dores e até doenças aumentam consideravelmente. Descubra o que é uma dieta balanceada para emagrecer e nunca mais tenha esse tipo de problema.

Existem estudos que dizem que para manter o peso é importante que se tenham costumes saudáveis. Para que você aprenda com quem sabe, saiba que existe uma lista de 10 hábitos de pessoas que perdem peso e não ganham de volta. Nela você aprenderá até o número mínimo de passos que essas pessoas dão por dia para se manter com o corpo ideal. Não deixe de conferir.

1. Reeducação alimentar

Um dos pontos principais de uma reeducação alimentar é justamente mudar os hábitos de um indivíduo com o objetivo de tornar sua vida mais saudável, substituindo de uma vez aqueles que fazem mal à saúde por ações que contribuem com o bem-estar e bom funcionamento do organismo.

É por isso que quem deseja emagrecer e aprender como manter o peso ideal precisa investir em uma reeducação alimentar e nunca mais abandoná-la, incorporando os hábitos e a dieta à sua rotina e mantendo-os pelo resto da vida.

Sendo assim, continue a se alimentar de frutas, vegetais, grãos integrais e ingredientes com baixa quantidade de gordura e evite gorduras trans e saturadas e comidas com alto teor de açúcar.

Mantenha uma dieta alimentar com baixa quantidade de calorias. A maioria das pessoas que conseguem manter-se mais magras continuam a comer menos calorias do que costumavam ingerir quando estavam com os quilinhos a mais.

2. Continue a praticar exercícios físicos

Não é raro alguém que começou a praticar algum esporte ou exercício físico por conta da necessidade de emagrecer e acabou se apaixonando por determinada modalidade. Depois que conseguir perder o peso desejado, escolha uma das atividades que mais te encantou e continue a praticá-la. Até porque é bem mais difícil entender como manter o peso perdido se você voltar a uma vida sedentária.

Além disso, de acordo com a American College of Sports Medicine (Faculdade Americana de Medicina Esportiva, tradução livre) praticar pelo menos 250 minutos de exercícios físicos moderados a cada semana ajuda a continuar com o peso ideal. Isso corresponde a somente 50 minutos de atividades diariamente.

Outro instituto estrangeiro, o Centers for Disease Control and Prevention (Centro de Controle e Prevenção de Doenças, em tradução livre) recomenda de 60 até 90 minutos de exercícios físicos moderados por dia durante a maior parte da semana.

3. Continue a se pesar

O hábito de não conferir o peso na balança pode dar a falsa sensação de que os quilinhos a mais não voltaram ao corpo. A pessoa pode continuar a se enganar ao fugir do espelho e usar roupas mais largas.

Entretanto, é preciso ter cuidado. É fundamental conferir o peso pelo menos uma vez em cada semana e verificar se tudo continua conforme o planejado. Assim, se houver um aumento, por menor que seja, o indivíduo terá tempo para ficar alerta e tentar correr atrás do prejuízo.

4. Abrace a sua nova rotina

Transformar hábitos prejudiciais à saúde em ações benéficas não é uma tarefa nada fácil, mas depois que ela é alcançada não pode – e não deve – ser deixada de lado.

Certamente, foram os velhos hábitos que contribuíram para o excesso de peso. Então é necessário transformar a nova rotina no “normal” de sua vida e deixar que o passado vire o indesejado da história. Não há como manter o peso voltando a se alimentar mal e sem praticar atividades físicas e ainda corre-se o risco de passar pelo efeito sanfona, que é quando a pessoa engorda novamente logo depois de conseguir emagrecer.

5. Planeje as suas refeições

É uma ótima maneira de não cair na tentação de “comer qualquer bobagem somente para matar a fome”. Faça um cardápio semanal com todas as suas refeições e inclua alimentos com baixo teor de gordura e carboidratos no cardápio.

Pense também no intervalo entre as refeições, em que pode bater a fome, e tenha sempre uma fruta guardada para situações de emergência.

Quando for almoçar na casa de alguém, pergunte, educadamente é claro, sobre o cardápio e se for algo que deve ficar de fora da sua rotina alimentar peça com jeitinho se você pode levar sua própria comida ou preparar um prato que caiba no seu planejamento ali no local mesmo.

6. Faça uma lista de compras

Se antes de finalmente perder os indesejáveis quilinhos a mais era uma tentação passar pelos corredores do supermercado sem comprar uma fritura ou guloseima, depois de ter passado pelo desafio a pessoa já se torna mais experiente e conhece os perigos que as compras no supermercado oferecem.

É por isso que o planejamento da refeição começa já nas compras. Faça uma lista somente com os itens necessários e leve até o estabelecimento. Vale a pena não ir ao local com fome e ter uma companhia que também precise fugir das tentações alimentícias.

7. Tenha um companheiro (a) de emagrecimento

Um casal que resolve emagrecer junto e consegue perder peso certamente fortalece a união e tem um no outro alguém para ajudar. Quando um dos dois tiver com dificuldades de manter o peso e sentir vontade de largar tudo, o outro poderá incentivá-lo mostrando como foi difícil chegar até ali, mas também como os resultados colhidos foram excelentes.

8. Alimente-se bem

O emagrecimento não é sinônimo de deixar de comer, mas sim de aprender a se alimentar da maneira correta. Se a manutenção do peso não estiver dando certo, de maneira alguma pule uma refeição ou fique muito tempo sem comer. Mesmo que isso possa fazer com que alguns quilos sejam perdidos, não fará nada bem à saúde e pode fazer com que você coma o dobro e até o triplo na próxima refeição.

Lembre-se que seu corpo precisa de nutrientes para se manter de pé; se perceber que os quilos extras estão reaparecendo, tente voltar à dieta e continue com a prática de exercícios que uma hora ou outra eles sumirão novamente.

9. Pense positivo

Uma pesquisa realizada pela Penn State University (Universidade Estadual da Pensilvânia) descobriu que as pessoas com atitudes mais positivas obtinham maior sucesso em relação à manutenção do peso perdido.

Sendo assim, para fazer parte dessa estatística seja mais otimista e acredite em você mesmo. Olhe-se no espelho e perceba que se você conseguiu perder todo o peso que desejava, também sabe como manter o peso saudável.

10. Não se prive totalmente

Depois de certo tempo de ter conseguido perder o peso e perceber que conseguiu manter a dieta e não voltar à vida sedentária, dê um prêmio a si mesmo e de vez em quando coma um doce ou guloseima que você tanto sente falta.

Mas atenção, é preciso tomar cuidado para que isso não volte a se tornar um hábito, apenas que seja algo passageiro, como um sinal de que você consegue manter o peso ideal sem se privar de suas comidas preferidas e nem perder o controle quando for consumi-las.

Você conseguiu emagrecer uma boa quantidade de peso recentemente? Tem dificuldades pra saber como manter o peso atual? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (39 votos, média: 3,79 de 5)
Loading...
Sobre Dra. Patricia Leite

Dra. Patricia é uma das nutricionistas mais conceituadas do país, sendo uma referência profissional em sua área e autora de artigos e vídeos de grande sucesso e reconhecimento. Tem pós-graduação em Nutrição pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, é especialista em Nutrição Esportiva pela Universidad Miguel de Cervantes (España) e é também membro da International Society of Sports Nutrition. É ainda a nutricionista com mais inscritos no YouTube em português. Dra. Patricia Leite é a revisora geral de todo conteúdo desenvolvido pela equipe de redatores especializados do Mundo Boa Forma.

Deixe um comentário

19 comentários em “Como Manter o Peso Depois de Emagrecer – 10 Dicas”

  1. A gente tem que pensar uma coisa, é complicado manter o peso perdido, pois após perder, quem pratica atividade física vai ganhar massa magra, massa muscular, ou seja, vai aumentar aí 1kg de músculo, sua gordura vai ser substituída por músculo. Na minha opinião, não devemos nos preocupar muito com a balança, porque tem dias de retenção de líquido e outros fatores. Devemos ter consciência da quantidade que estamos comendo, se é bom ou ruim, se ficamos satisfeitos ou não. Continue a pesar, mas com menos frequência. Conheço pessoas que aumentaram o peso na balança, porém estão com o corpo mais definido. Então o importante é se sentir bem consigo mesmo!

  2. Emagreci desde setembro até agora em fevereiro 13 quilos, perdi 16 cm de abdômen,do manequim 42 estou no 36, tinha esse peso quando meu filho era bebê, há 15 anos atrás, engordei 20 kg na gestação mas perdi os 20 em meses amamentando, eu sempre fui adepta de caminhada, mas de uma hora para outra deixei de fazer,e passei a comer muito,sempre fui ansiosa, e sentindo muito indisposta, sempre fiz exames de rotina, e como não me sentia bem ,tinha muito cansaco e muita sede,fui fazer exames, estava com 65 kg em 158,uma barriga imensa,e no início de uma diabetes tipo 2 ,foi um baque, corri atrás do prejuízo com uma dieta de endócrino e nutricionista no primeiro mês eliminei 4 kg, e fui eliminando e os exames melhorando, no penúltimo hemoglobina glicada normal ,mas a glicerina persistia no 109,detalhe estava 130 e hemoglobina 6,6 normal até 6,4 ,último exame glicerina 83, hemoglobinário 5;4 e peso 52 quilos,perdi todas as minhas roupas, doei , e vestir 36 de novo não tem preço, mas emagrecer rejuvenesce, a pele melhorou por causa da alimentacão,a disposição tudo, sou outra, eu precisava eliminar 10 kg ,por causa da formatura do meu filho,achavá impossível, fazia dieta e perdia só 2 kg,e voltava a comer, devido a diabetes eliminei 13 kg,em 3 meses, fOi muito rápido os primeiros 10 foi com reeducação alimentar eu não estava caminhando,os outros 3 foi caminhada, e agora estou fazendo caminhada, para manter, não quero engordar nunca mais , e pela estética e pela saúde, hoje é como se eu não fosse diabética, mas se eu voltar aos antigos hábitos ela retorna ,controle eterno

  3. Eu tenho 66 anos , difícil perder gordura e ganhar massa muscular.Pratico yoga e musculação.Mas por anos deixei a Academia por 3 lutos que passei.Enfim às guloseimas comidas em horários de ansiedade me trouxeram 8 k a mais
    Voltando as minhas atividades e fazendo uma dieta rica em proteínas, claro com acompanhamento de nutrólogo e cardiologista enxuguei 8 k em 8 meses.Fora a recuperação da minha auto estima e o meu astral.O maior desafio agora é ganhar massa muscular e manutenção do peso,na minha idade e extremamente difícil a massa m

  4. Bom dia, eu perdi 24 kilos em 3 meses, com reeducação alimentar. Só que eu não estou conseguindo me manter no peso, toda vez que eu me peso vejo q perdi mais peso, minha meta era 63 kilos e eu já estou com 59, meu organismo se acostumou a perder peso. Não sei o que fazer. Pois sou proibida pelo médico de fazer caminhada e entrar na academia.

    • Eu dec78 fui pra 69. Mas tenho medo d engordar di novo… queria um cardápio pra q eu possa seguir … e não engorda mas … tô tão bem assim .. vestindo meus 38.muiiito feliz …

  5. Perdi 30 kg em um ano e meio , mas agora tá difícil manter, ganhei 2 kg em uma semana , tenho 46 anos e pior tenho preguiça de fazer exercícios.

  6. Perdi 7 kg em 4 meses. Tirando os 3 Bs da minha vida…bolacha, besteiras e beliscos fora de hora. Malho todos os dias. Não deixei te comer nada e nem participar de um evento social, porém presto atenção na quantidade e procuro não repetir. Não precisamos de muito para viver bem!

  7. Muito dificil para mim… Cheguei no peso que eu queria a custa de muito sacrificio, fome e etc. Agora assim quando como um pouco diferente , 2 kg na balança em 3 dias…muito desgosto,daí volto a passar fome e baixo os dois kg. Não consegui o equilibrio, isto me incomoda muito.

      • Leo , concluí que se eu comer carboidrato eu fico inflada em dois dias, minha dieta restringiu carboidrato,comia até 40 g. Se eu como carboidrato fico inchada, gosto muito, mas não achei uma forma de comer o que eu gosto com equilibrio, daí paro de comer e desincho em três dias… Preciso achar um meio termo…

  8. Sim.. eliminei 18 kg em 9 meses com acompanhamento de nutricionista em quinzena e 8km diário de caminhada,agora estou em manutenção,vou continuar mais 6 meses com acompanhamento mensal com a nutricionista, mas ainda tenho medo de não conseguir manter.

  9. Sim .. emagreci e perdi todo os quilos indesejáveis. . Com reeducação alimentar e muito exercícios físicos. .. agora preciso saber como manter meu peso sem emagrecer mais…

  10. Da última vez que me pensei tinha perdido 12 quilos, continuo me alimentando corretamente e vejo que estou perdendo mais peso. Meu organismo se acostumou a perder peso, queria me manter no peso atual.