Como Tomar Tribulus Terrestris Para Melhores Resultados

Especialista:
atualizado em 23/01/2020

Tribulus Terrestris é uma erva medicinal que promete ser afrodisíaca e aumentar a testosterona consideravelmente, ajudando tanto na melhora da performance sexual quanto no aumento da massa muscular, e até na proteção do coração. Você aprenderá a seguir como tomar tribulus terrestris para obter os melhores resultados, além de aprender como ela funciona no seu organismo e todos os seus benefícios.

Planta utilizada há séculos nas tradicionais medicinas chinesa e indiana, o Tribulus terrestris tem mais recentemente chamado a atenção do Ocidente pelo fato de ser uma precursora da testosterona.

O Tribulus Terrestris é utilizado há séculos pela medicina popular. Suas utilizações são variadas, mas uma de suas principais aplicações é para o aumento da libido. Outra erva que se destaca com a mesma propriedade é a Maca Peruana e, pelo mesmo motivo, é consumida de forma abundante no mundo todo. Antes de experimentar, é possível que você queira saber qual é o melhor: a maca peruana ou o tribulus terrestris? E, além disso, descobrir se é possível tomar as duas ao mesmo tempo.

Além das ervas medicinais, existe uma série de alimentos que podem, de uma forma ou de outra, melhorar a produção de testosterona. Incluí-los na sua dieta pode ser incrivelmente benéfico para a sua saúde – e eles são muito mais comuns do que você pensa. Gema de ovos, atum, mariscos e até feijão podem ser excelentes para a produção desse hormônio. Você vai gostar de conhecer os 14 super alimentos para aumentar a testosterona.

No outro lado dos benefícios do tribulus terrestris está também o aumento da libido. Em outros alimentos, isso pode estar associado ou não à produção de testosterona. Por exemplo, a Gingko Biloba é considerado um afrodisíaco porque, além dos benefícios à saúde, ela ajuda a relaxar os vasos sanguíneos, fazendo o sangue correr mais facilmente para o corpo cavernoso.

Há um estudo para evidenciar este fato. Nele é descrito que a ingestão de 60 a 120mg desta planta medicinal foi capaz de reduzir a perda da libido causada por antidepressivos em 84% dos pacientes. Você vai gostar de conhecer os melhores alimentos afrodisíacos para aumentar a libido.

Nos últimos anos, o Tribulus terrestris vem sendo utilizado como alternativa natural aos medicamentos para estimular a síntese de testosterona, hormônio que está relacionado ao ganho de massa muscular e ao vigor sexual.

Conheça um pouco mais sobre a erva e como tomar Tribulus terrestris para aumentar a massa magra sem sofrer com os efeitos colaterais associados aos esteroides anabolizantes.

O que é?

O Tribulus terrestris é uma erva de origem asiática e europeia que tem sido utilizada para a produção de um extrato com potencial medicinal.

Em pó ou em cápsulas, o suplemento estimula a produção endógena de testosterona, hormônio que pode trazer ganhos de força e estimular a formação de massa magra.

Embora não existam estudos definitivos sobre o tema, fabricantes afirmam que os suplementos de Tribulus terrestris podem aumentar em até 40% os níveis de testosterona livre na circulação.

Muitas pessoas também utilizam a planta para aumentar a libido e melhorar o desempenho sexual.

Como Funciona?

Segundo um estudo de revisão de 2017 publicado na revista científica BMC Chemistry, os flavonoides e a saponina esteroide conhecida como protodioscina são os principais compostos responsáveis pelos efeitos benéficos do Tribulus terrestris.

Os compostos ativos do Tribulus terrestris – sobretudo as saponinas – atuam em conjunto para aumentar a síntese do hormônio luteinizante (LH) pela hipófise, e este por sua vez estimula as células do testículo a produzirem testosterona.

Como a testosterona é um hormônio altamente anabolizante, uma maior concentração do hormônio na circulação pode ser equivalente a uma maior síntese de proteínas. Ou seja, mais reconstrução e crescimento muscular.

Benefícios do Tribulus terrestris

Antes de sabermos como tomar Tribulus terrestris para obter melhores resultados na musculação ou mesmo no desempenho sexual, vamos conhecer um pouco mais sobre os principais benefícios da planta:

1. Aumento da Massa muscular

Um estudo publicado em 2014 no Journal of Human Kinetics mostrou que atletas costumam tomar suplementos contendo Tribulus terrestris com o intuito de melhorar a composição corporal, aumentar os músculos e diminuir a gordura corporal.

Ao estimular a produção de testosterona e óxido nítrico, o Tribulus terrestris pode melhorar o desempenho durante os exercícios e assim acelerar o ganho de massa magra. Isso porque a testosterona promove um aumento na força durante os treinos, o que permite cargas maiores e treinos mais puxados.

Já o óxido nítrico melhora o envio de oxigênio e aminoácidos para as células durante as atividades, garantindo assim mais nutrientes para os músculos iniciarem o processo de reconstrução das fibras musculares.

Em um estudo desenvolvido na Lituânia, pesquisadores forneceram a atletas 625 mg de extrato de Tribulus terrestris três vezes ao dia, durante 20 dias.

Ainda na metade do estudo, constatou-se um aumento expressivo nos níveis de testosterona na circulação dos voluntários. Após o décimo dia de pesquisa, no entanto, não houve mais aumento das taxas do hormônio na circulação.

Muito embora o uso do Tribulus terrestris como um estimulante da produção de testosterona ainda seja motivo de controvérsia (para muitos profissionais, não haveria suporte científico suficiente para afirmar que a planta aumenta a produção do hormônio), sua atuação vasodilatadora parece estar comprovada.

Na prática, isso significa que, se não há comprovação definitiva que o Tribulus terrestris aumenta a testosterona, ainda é possível beneficiar-se do uso da planta por seus efeitos sobre a produção de óxido nítrico.

2. Melhora da função sexual

Um dos principais benefícios do Tribulus terrestris está na sua atuação sobre o desempenho sexual. Ao estimular a produção de testosterona e promover uma vasodilatação na região genital, a planta ajuda na recuperação da libido e no tratamento da impotência sexual e da infertilidade.

Uma pesquisa de 2012 publicada no Journal of Pharmacology & Pharmacotherapeutics indica que componentes como a saponina protodioscina aumentaram a libido em ratos. Segundo o estudo, a erva atua como um afrodisíaco, aumentando a concentração de óxido nítrico e estimulando o fluxo sanguíneo para o órgão sexual masculino.

As mulheres também podem se beneficiar nesse quesito. Em 2016, um estudo do Journal of Ethnopharmacology sugeriu que 67% das mulheres com libido baixa que usaram doses de 500 a 1.500 mg de Tribulus durante 90 dias apresentaram um aumento no desejo sexual. Além da melhora na libido, as mulheres também experimentam mais excitação e maior satisfação sexual quando usam o composto. Já em homens, foi constatado que doses de 750 a 1.500 mg quando tomadas diariamente por até 60 dias podem aumentar a libido em até 79%.

3. Proteção ao coração

Estudos indicam que o Tribulus terrestris pode ser um aliado da saúde cardíaca por dois motivos. Primeiro, porque devido à ativação da proteína quinase c épsilon (PKCε), a tribulosina (uma das saponinas presentes naturalmente na planta) pode ajudar a proteger as células cardíacas contra a morte precoce.

E também porque há evidência que outra saponina, a protodioscina, tem a capacidade de inibir a angiotensina. Quando em excesso na circulação, essa enzima altera a pressão arterial e aumenta o risco de doenças cardiovasculares.

4. Pressão arterial

Os benefícios relacionados à proteção da saúde cardiovascular têm tudo a ver com o controle da pressão arterial sanguínea.

Além de atuar no controle dos níveis de angiotensina, as saponinas também estimulam a produção de óxido nítrico, um gás que tem potencial vasodilatador. O relaxamento da parede dos vasos melhora a circulação sanguínea e contribui para a redução da pressão arterial.

Outro aspecto a ser considerado inclui o controle dos níveis de colesterol no sangue. Conforme dados publicados em 2002 no Journal of Chinese Medicinal Materials, as saponinas podem diminuir os níveis de açúcar no sangue e reduzir os níveis de colesterol. Esses efeitos minimizam o risco de acúmulo de placas de gorduras nos vasos sanguíneos, o que contribui para um melhor controle da pressão arterial e para a saúde geral do coração.

5. TPM e Menopausa

Algumas pesquisas preliminares indicam que as mulheres podem se beneficiar do uso do Tribulus terrestris para diminuir os sintomas da tensão pré-menstrual e da menopausa.

Além de melhorar a libido, o Tribulus pode aliviar sintomas relacionados à menopausa e à tensão pré-menstrual. Segundo um estudo de 2017 indexado no periódico científico Gynecological Endocrinology, após tomar Tribulus terrestris, mulheres apresentaram uma melhor lubrificação sexual e menos sintomas de dor.

Uma outra pesquisa feita no Brasil e publicada em 2016 na Revista Brasileira de Ginecologia e Obstetrícia mostrou que o Tribulus é capaz de melhorar problemas sexuais durante a menopausa após um tratamento de 90 dias com o suplemento.

Outros

Além dos benefícios citados acima, o Tribulus terrestris serve para:

  • Melhorar o funcionamento dos rins e do fígado;
  • Aumentar o vigor físico e diminuir o cansaço;
  • Controlar dores de cabeça;
  • Diminuir os teores de colesterol ruim (LDL).

Como Tomar Tribulus terrestris

O jeito correto de tomar Tribulus terrestris para obter os melhores resultados irá depender do seu objetivo:

1. Como suplemento pré-treino

Como tomar Tribulus terrestris para melhorar a absorção e potencializar o efeito das saponinas durante os exercícios? Apenas diluída em água e de estômago vazio.

Nos dias de treino, tome uma dose de 500-800 mg (em cápsula ou em pó) logo ao acordar e outra porção 30-60 minutos antes do treino. Se preferir, você também pode misturar o Tribulus com a creatina em aproximadamente 400 ml de água e tomar antes de iniciar os exercícios. Outra forma de dosar o suplemento é calculando o consumo diário de 10 a 20 mg por kg de peso corporal.

Nos dias em que não estiver treinando, mantenha a primeira dose ao levantar e tome a segunda próximo ao meio dia, antes de almoçar. Como o Tribulus terrestris funciona melhor quando os níveis de glicose estão mais baixos, tomar o extrato junto com a refeição pode diminuir a eficácia da planta.

2. Fase de bulking

O ciclo de bulking se caracteriza por um aumento do consumo de calorias, visando um aumento da massa muscular. Como há também um maior acúmulo de tecido adiposo nessa etapa do ciclo, utilizar o Tribulus terrestris como suplemento pode ser uma boa maneira de aumentar o ponteiro da balança graças ao acréscimo de massa magra, e não apenas de gordura.

Para esse objetivo, recomenda-se tomar 400-600 mg do Tribulus três vezes ao dia, sempre 30-40 minutos antes das principais refeições.

Há relatos de que o corpo se adapta ao Tribulus e que usar a mesma dose por mais de 10 dias faz com que o suplemento deixe de fazer efeito. Assim, o indicado é alternar a dosagem e para fazer isso com segurança e de forma assertiva, o ideal é procurar orientação médica.

3. Para melhorar a função sexual

Por se tratar de um produto natural e pouco concentrado, o Tribulus terrestris não tem efeito imediato como as famosas pílulas azuis. A planta funciona de maneira gradual e cumulativa, ou seja, é necessário saber como tomar o Tribulus regularmente para poder obter todos os seus benefícios para o desempenho sexual.

A dose ideal para melhorar a libido e a ereção irá depender da concentração de saponinas no extrato da planta, mas em geral recomenda-se tomar pelo menos 400 mg de extrato com 40% de saponina diariamente por algumas semanas. Você pode tomar uma cápsula logo antes de se deitar, sempre com um pouco de água e sem combiná-la com outros alimentos.

É preciso fazer ciclo de Tribulus terrestris?

Ao contrário da DHEA e da androstenediona (dois precursores da testosterona), o Tribulus não é produzido naturalmente pelo corpo, e o uso prolongado da planta pode diminuir sua eficácia.

Para evitar que isso ocorra, sugere-se fazer um ciclo de três semanas com o suplemento e 1-3 semanas “off”.

Não há necessidade, no entanto, de fazer terapia pós-ciclo após o uso do suplemento, pois o Tribulus terrestris não causa aromatização como os esteroides anabolizantes que promovem um aumento brusco dos níveis de testosterona.

Antes de tomar o Tribulus terrestris

Não raro, muitas pessoas caem no clássico erro de acreditarem que todo produto natural pode ser consumido livremente sem riscos à saúde. Além de possíveis efeitos colaterais, muitas plantas e seus respectivos extratos podem interagir com alguns medicamentos e causar uma série de problemas.

Pouco se sabe sobre os efeitos e a segurança do Tribulus, principalmente no que diz respeito ao uso do suplemento a longo prazo. Assim, antes de começar a usar o suplemento, é importante estar ciente de que a substância pode causar efeitos adversos e que os estudos desenvolvidos ainda são poucos.

Há relatos por exemplos de inquietação, aumento da frequência cardíaca e aumento do tamanho da próstata. Assim, homens diagnosticados com hipertrofia prostática benigna ou câncer de próstata não devem usar o suplemento.

O composto também pode diminuir os níveis de açúcar no sangue e de colesterol e não é recomendado para pessoas que usam medicamentos antidiabéticos ou que atuam na regulação do colesterol.

A maioria dos suplementos de Tribulus terrestris contém cerca de 45 a 60% de saponinas em sua composição. Como esses são os compostos ativos do suplemento, é importante observar a concentração deles no rótulo do produto antes de tomar. Lembre-se que quanto maior a concentração de saponinas no Tribulus, maior também será o risco de efeitos adversos.

Por esse motivo, além de saber exatamente como tomar o Tribulus terrestris é recomendável que você converse com seu médico antes de iniciar o uso do extrato como estimulante sexual ou para acelerar o ganho de massa muscular.

Efeitos colaterais

O Tribulus terrestris é considerado um suplemento seguro, mas apesar disso não é recomendado para gestantes e lactantes. Possíveis efeitos colaterais incluem insônia, problemas digestivos (gases, distensão abdominal), surgimento de acne e alterações no ciclo menstrual.

Estudos desenvolvidos com ratos demonstraram que o Tribulus pode aumentar o tamanho da próstata em animais, mas esse efeito ainda não pode ser verificado em seres humanos pela ausência de pesquisas específicas.

Pessoas que estejam fazendo tratamento contra o câncer, hipertensos, diabéticos e mulheres que já apresentam certo grau de virilização (excesso de pelos, voz muito grave) também devem evitar o uso de Tribulus terrestris.

Onde comprar

É possível encontrar o Tribulus terrestris na forma de extrato, comprimidos ou cápsulas em casas de produtos naturais, farmácias ou lojas especializadas em suplementos esportivos.

Antes de comprar o Tribulus terrestris, certifique-se de que o produto possui uma concentração mínima de 40% de saponinas.

Quanto Custa

Uma embalagem com 60 cápsulas de 500 mg cada de Tribulus terrestris pode ser encontrada por aproximadamente R$ 57,00 em lojas online.

Vídeo:

Gostou das dicas?

Fontes e Referências Adicionais:

Agora que você já aprendeu como tomar Tribulus terrestris corretamente, está com vontade de experimentá-la para ganhar massa muscular? Conhece alguém que tenha obtido bons resultados? Comente abaixo.

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (399 votos, média: 3,88 de 5)
Loading...
Sobre Julio Bittar e Dra. Patricia Leite

Quando se trata de saúde, é muito importante poder contar com uma fonte confiável de informações. Afinal de contas sabemos que o sua qualidade de vida e bem-estar devem estar em primeiro lugar para você. Por isso contamos com uma equipe profissional diversificada, com redatores e editores que desenvolvem um conteúdo de qualidade, adaptando-o a uma linguagem de fácil compreensão para o público em geral, tendo por base as mais confiáveis fontes de informação. Depois disso todo artigo é revisado por profissional especialista da área, para garantir que as informações são verídicas, e só então ele é publicado no site. Tudo isso para que você tenha confiança no MundoBoaForma e faça daqui sua fonte preferencial de consulta para assuntos relacionados a saúde, boa forma e qualidade de vida. Conheça mais sobre os profissionais que contribuem para a qualidade editorial do portal.

Deixe um comentário