Descubra o que o odor corporal tem a dizer sobre sua saúde

Especialista:
atualizado em 11/11/2020

Ninguém gosta de suar muito ou sentir aquele cheiro desagradável nas axilas, no pé ou na boca.  Por isso, é normal estarmos constantemente tentando arranjar maneiras de amenizar o nosso odor corporal.

Saiba que, antes de mais nada, o seu corpo é uma máquina perfeita. Sendo assim, ele manda sinais de como está funcionando. Um exemplo disso são estes odores corporais que tanto tentamos evitar.

Embora certos odores sejam completamente normais, algumas vezes eles podem indicar alguma condição ou doença.

Descubra então o que especialistas têm a dizer sobre o assunto. Da mesma forma, saiba como evitar mau cheiro ou condições relacionadas. Mantenha-se refrescado e saudável em qualquer lugar!

Aumento no cheiro corporal pode significar problemas na tireoide

Primeiramente, é importante compreender que o suor excessivo ou algum odor corporal diferente pode ter muito a dizer sobre a sua saúde. Dessa maneira, prestar atenção em mudanças pode ser primordial.

O aumento no odor corporal pode, por exemplo, ser sintoma de um mau funcionamento da tireoide. A tireoide é uma pequena glândula em forma de borboleta localizada na parte frontal do pescoço. Apesar de pequena, ela é essencial para funcionamento do seu corpo.

Ela é responsável por produzir hormônios que ajudam a regular as funções metabólicas do corpo. Portanto, ela controla a rapidez com que você queima energia.

Caso a tireoide produza muitos desses hormônios, algumas funções corporais podem acelerar. Esta é uma condição conhecida como hipertireoidismo. Com o hipertireoidismo, a frequência cardíaca, a digestão e a respiração podem ficar mais rápidas.

Em suma, o aumento da velocidade destas funções corporais produz mais suor e, consequentemente, aumenta a temperatura do corpo.

E quanto mais você sua, mais suas glândulas sudoríparas interagem com as bactérias em sua pele. Como resultado, seus odores corporais podem aumentar ou se modificar.

Caso você note esta mudança, junto com alguns outros sintomas como o coração acelerado e a mudança no seu peso, vale a pena checar com um médico!

Questões hormonais também podem influenciar no seu cheiro

cheiro corpo

Seu cheiro corporal também tem muito a ver com seus hormônios. Portanto, qualquer diferença no odor pode ser sinal de uma mudança hormonal.

Se um homem percebe que seu odor corporal se tornou menos pronunciado, isso pode ser um sinal de que seus níveis de testosterona estão diminuindo, por exemplo.

Por outro lado, no caso das mulheres, este odor varia de acordo com a época do ciclo menstrual. Logo, a menstruação, a ovulação e a gravidez vêm com suas próprias mudanças sutis no odor corporal.

Dessa forma, é importante você prestar atenção a estas mudanças e verificar se elas estão ocorrendo normalmente.

O mau cheiro também pode indicar problemas no fígado

Uma mudança no odor corporal em que o indivíduo fica com um mau cheiro característico de ovo podre ou mofo pode ser um problema no fígado.

O fígado tem a função de processar e livrar o corpo de toxinas. Se a função hepática estiver comprometida, as toxinas podem se acumular no corpo. Como resultado, o seu corpo pode exalar um odor desagradável.

Caso o mau cheiro venha acompanhado de outros sintomas como amarelamento da pele ou dos olhos, inchaço abdominal e perda de apetite, você deve procurar um médico.

Hálito doce pode indicar diabetes tipo 1

O hálito doce ou com um cheiro açucarado pode indicar diabetes tipo 1. É importante prestar atenção nisto. Por outro lado, se você foi diagnosticado com diabetes e percebeu que seu hálito começou a cheirar a acetona, você pode estar sofrendo com a cetoacidose diabética.

A cetoacidose diabética acontece quando os níveis de açúcar no sangue do paciente diabético encontram-se muito altos. Sendo assim, o paciente requer atendimento médico imediato.

Existem ainda outras condições que o cheiro do seu corpo pode indicar. Um exemplo disso é a trimetilaminúria, conhecida como síndrome do odor de peixe. Esta é uma doença metabólica que se caracteriza pela incapacidade do corpo de metabolizar a substância trimetilamina.

Esta substância é produzida por bactérias intestinais e metabolizada pelo corpo. Em casos raros, o corpo é incapaz de realizar esta função e surge, então, o cheiro característico de peixe.

Seu odor corporal também pode mudar conforme a sua dieta. Outro fator que ainda pode determinar a mudança no cheiro corporal são os medicamentos.

Dessa forma, preste atenção no cheiro do seu corpo. Ele tem muita a dizer sobre a sua saúde!

Você já sofreu com alguma condição que causou mudança no seu cheiro corporal? Conte para gente nos comentários!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (1 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...
Sobre Equipe Editorial MundoBoaForma

Quando se trata de saúde, é muito importante poder contar com uma fonte confiável de informações. Afinal de contas sabemos que o sua qualidade de vida e bem-estar devem estar em primeiro lugar para você. Por isso contamos com uma equipe profissional diversificada, com redatores e editores que desenvolvem um conteúdo de qualidade, adaptando-o a uma linguagem de fácil compreensão para o público em geral, tendo por base as mais confiáveis fontes de informação. Além disso todo artigo é revisado por profissional especialista da área, para garantir que as informações são verídicas. Tudo isso para que você tenha confiança no MundoBoaForma e faça daqui sua fonte preferencial de consulta para assuntos relacionados a saúde, boa forma e qualidade de vida. Conheça mais sobre os profissionais que contribuem para a qualidade editorial do portal.

Deixe um comentário