Diabético Pode Tomar Açaí?

Especialista:
atualizado em 03/02/2020

Saber se o diabético pode tomar açaí é muito importante, pois, montar uma refeição depois de ter descoberto que sofre com a diabetes pode ser uma tarefa desafiadora, já que surgem diversos questionamentos acerca do que pode ou não pode ser consumido por quem tem a doença.

Para ter acesso a outros esclarecimentos a respeito da alimentação dos pacientes que sofrem com a condição, confira aqui mais dicas de dieta para a diabetes do tipo 2.

  Continua Depois da Publicidade  

Sobre o açaí

O açaí é uma frutinha originária da Amazônia, que nasce de uma palmeira de folhas grandes, que pode atingir até 25 metros de altura. O seu desenvolvimento ocorre bem em diversos tipos de solo e clima, mas a preferência é pelas regiões mais quentes.

Considerado um alimento de elevado valor nutricional, o açaí é composto por elementos importantes para o funcionamento apropriado do organismo humano como carboidratos, fibras, cálcio, potássio, magnésio, ferro, vitamina B1, vitamina B2 e antioxidantes.

Sobre a diabetes

A doença pode se manifestar por meio de sintomas como aumento da sede, da fome e da urina, fadiga, visão borrada, dormência ou formigamento nos pés e mãos, feridas que não se curam e perda de peso inexplicável podem ser manifestados por uma pessoa com diabetes.

Enquanto os sinais da diabetes do tipo 1 podem começar a aparecer rapidamente, em uma questão de semanas, os sintomas da diabetes do tipo 2 são desenvolvidos lentamente, ao longo de anos, e podem ser tão leves ao ponto da pessoa afetada nem sequer percebê-los.

Além disso, muitos dos pacientes com diabetes do tipo 2 não apresentam sintomas. Com isso, alguns descobrem que sofrem com a condição somente quando desenvolvem problemas de saúde associados a ela.

A doença ocorre quando os níveis de açúcar no sangue, conhecidos ainda como glicose no sangue, encontram-se muito elevados. Vale lembrar que a glicose sanguínea é a maior fonte de energia para o organismo e é proveniente dos alimentos consumidos por meia da dieta.

Também precisamos citar a insulina, que é um hormônio produzido pelo pâncreas e é responsável por auxiliar a glicose obtida por meio dos alimentos a chegar até as células, onde será utilizada como fonte de energia. Mas você sabia que ela também é relevante para o surgimento da diabetes?

Isso porque em um quadro de diabetes, o corpo não produz insulina o suficiente ou qualquer quantidade do hormônio ou não consegue utilizar a insulina presente apropriadamente. Com isso, a glicose permanece no sangue e não dá conta de chegar até as células.

  Continua Depois da Publicidade  

Ao receber a notícia de que foi diagnosticado com a doença, o paciente precisa seguir direitinho todas as orientações do médico em relação ao tratamento, pois trata-se de uma condição que pode ser bastante perigosa.

É que a diabetes pode resultar no desenvolvimento de complicações graves como pressão arterial elevada, doença no coração, acidente vascular cerebral (AVC), problemas nos olhos, doenças dentais, danos nos nervos e problemas nos pés.

E então, será que o diabético pode tomar açaí?

A endocrinologista Tarissa Petry falou a respeito do consumo do açaí por parte dos diabéticos.

“Eu costumo dizer que não proíbo nada ao paciente, apenas indico fazer trocas e controlar porções.  O açaí por ser muito calórico aumenta o risco de ganho de peso do paciente, um fator que ajuda a descompensar o diabetes. Portanto, o ideal é consumir em pequenas quantidades e de vez em quando, sem tornar esse consumo uma rotina”, aconselhou a especialista.

Segundo especialistas, ter excesso de peso está fortemente ligado ao desenvolvimento da diabetes do tipo 2.

Ao mesmo tempo, a manutenção de um peso saudável é um dos fatores importantes para o controle da diabetes. Ficou preocupado? Então, não deixe de entender mais sobre a relação entre a diabetes e a obesidade.

Entretanto, quando falamos a respeito das calorias do açaí é importante ressaltar que existem diferenças entre as versões da fruta que encontramos por aí. Isso porque existe o açaí natural na forma de fruta, a polpa de açaí e o açaí que a gente encontra misturado ao xarope de guaraná e cheio de complementos açucarados.

Antes de ser processado o fruto açaí apresenta aproximadamente 65 calorias em uma porção de 100 gramas e, portanto, não provoca tanto impacto em relação ao peso na sua forma natural.

  Continua Depois da Publicidade  

Por sua vez, a polpa de açaí médio da marca Pé de Fruta apresenta 87 calorias em uma porção de 100 gramas.

Já quando há o acréscimo de xarope de guaraná e banana para a comercialização do produto, o teor de calorias pode até triplicar, alertou a nutricionista funcional Michelle Mendes.

Pior ainda quando aparecem outros complementos como granola, leite condensado ou leite em pó ao lado do açaí comercial: a nutricionista Cyntia Maureen advertiu que uma tigela dessa mistura pode atingir as impressionantes 1 mil calorias com facilidade. Se isso já é exorbitante para qualquer pessoa, imagine então para um diabético!

A questão dos carboidratos

É outro ponto que precisamos abordar quando queremos saber se o diabético pode tomar açaí.

“Algumas frutas devem ser consumidas com moderação pelos diabéticos por conterem mais carboidratos ou por terem menos fibras, o que facilita a absorção do açúcar no intestino. Os principais exemplos são ameixa em calda enlatada, açaí polpa, banana, jaca, pinha, figo e tamarindo”, destacou a nutricionista Zanin. Aproveite para aprender mais sobre o consumo de frutas pelos diabéticos.

Os carboidratos são um assunto importante quando se fala na dieta do diabético porque quando uma pessoa consome um alimento que contém carboidratos, o seu sistema digestivo decompõe os carboidratos digestíveis na forma de açúcar, que vai parar então na corrente sanguínea.

O metabolismo dos carboidratos é algo revelante para o surgimento da diabetes do tipo 2, que começa a ser desenvolvida quando os músculos e outras células param de responder à insulina.

O açaí na forma de fruto natural vai ter muito menos carboidratos do que o açaí comercializado que vem mergulhado no açúcar e acompanhado de ingredientes cheios de açúcar e carboidratos – vale lembrar que o açúcar é um tipo de carboidrato. Entretanto, mesmo a versão mais natural possível da fruta vai conter alguma quantidade de carboidratos.

O motivo pelo qual estamos avisando isso é que a contagem de carboidratos pode funcionar como uma ferramenta útil para o tratamento das pessoas que sofrem com a diabetes, de acordo com o que apontou a Associação Americana de Diabetes.

Essa estratégia é utilizada mais frequentemente pelos pacientes diabéticos que usam a insulina duas ou mais vezes diariamente e envolve contar o número de carboidratos em gramas de uma refeição e combinar essa quantidade com a dose de insulina, acrescentou a organização.

No entanto, não há uma quantidade exata de ingestão diária de carboidratos que sirva para todo mundo que sofre com a diabetes – isso varia de pessoa para pessoa, conforme o quadro de cada paciente, e deve ser estabelecido pelo médico e/ou do nutricionista.

Portanto, na hora de incluir o açaí dentro da dieta é preciso contabilizar o seu teor de carboidratos (informação que você encontra na tabela nutricional do produto) no limite estabelecido do nutriente para cada refeição, levando em conta ainda o total de carboidratos presentes nos outros alimentos e bebidas que vão integrar a refeição.

Dito isso, vale ressaltar que uma versão 100% natural da fruta sem o acréscimo de ingredientes cheios de açúcar e carboidratos parece ser muito melhor para a dieta de alguém que sofre com a diabetes. Mas isso não significa que seja permitido cometer exageros mesmo com o fruto natural do açaí.

Para quem tem diabetes, é fundamental consultar o médico e o nutricionista saber direitinho qual é a melhor e mais segura forma de consumir o açaí após ter sido diagnosticado com a diabetes, de modo que não prejudique o controle do seu quadro em particular.

Observe que cada diabético apresenta características diferentes em seu quadro de diabetes, o que faz com que aquilo que funciona para uma pessoa não dê certo para a outra. Daí a importância de contar com um acompanhamento individualizado do médico e do nutricionista.

Vídeo:

Gostou das dicas?

Fontes e Referências Adicionais:

Você já se perguntou se diabético pode tomar açaí? Conhece alguém que possa confirmar? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (1 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...
Sobre Dra. Patricia Leite

Dra. Patricia é Nutricionista - CRN-RJ 0510146-5. Ela é uma das mais conceituadas profissionais do país, sendo uma referência profissional em sua área e autora de artigos e vídeos de grande sucesso e reconhecimento. Tem pós-graduação em Nutrição pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, é especialista em Nutrição Esportiva pela Universidad Miguel de Cervantes (España) e é também membro da International Society of Sports Nutrition. É ainda a nutricionista com mais inscritos no YouTube em português. Dra. Patricia Leite é a revisora geral de todo conteúdo desenvolvido pela equipe de redatores especializados do Mundo Boa Forma.

  Continua Depois da Publicidade  

Deixe um comentário

1 comentário em “Diabético Pode Tomar Açaí?”

  1. Boa tarde! Eu costumo jantar e tomar açaí com iorgute a noite depois do treino de capoeira,minha glicose está 110,devo parar de tomar açaí ou jantar??