Diabético Pode Tomar Caldo de Cana?

Especialista:
atualizado em 09/03/2020

Confira se o diabético pode tomar caldo de cana ou se a pessoa que possui a condição precisa evitar essa bebida por conta dos níveis de açúcar no sangue.

Tem coisa que cai melhor com a feira de domingo do que a combinação de pastel com um caldo de cana bem gelado?

A bebida, que também é conhecida pelo nome de garapa, é extraída diretamente da cana-de-açúcar por meio de um simples processo de moagem. Funciona assim: a casca da cana é raspada, para que as suas sujeiras sejam removidas, e a cana é prensada ou espremida, dando origem ao líquido que cai em uma jarra ou outro recipiente já pronto para o consumo.

Acredita-se que a origem do consumo do caldo de cana esteja associada à exploração da cana-de-açúcar e ao processo de produção da cachaça.

Mas será que é todo mundo que pode aproveitar e saborear essa deliciosa e histórica bebida? Ou não podemos afirmar, por exemplo, que o diabético pode tomar caldo de cana?

Além disso, vale a pena conferir também se tomar caldo de cana engorda e ver algumas dicas de dieta para diabetes com os melhores e piores alimentos para diabéticos.

Antes de tudo: o que é a diabetes?

Antes de tentarmos descobrir se o diabético pode tomar caldo de cana, precisamos conhecer melhor essa doença.

Pois bem, a condição é caracterizada por níveis muito elevados de glicose (açúcar) no sangue. Essa substância é a maior fonte de energia para o nosso organismo e é oriunda dos alimentos que consumimos nas refeições.

Uma pessoa desenvolve a diabetes quando o seu corpo não dá conta de produzir uma quantidade suficiente ou qualquer quantia de insulina ou não consegue utilizar o hormônio adequadamente.

Isso faz com que a glicose permaneça no sangue e não atinja as células do organismo, já que a insulina é justamente responsável por auxiliar a glicose obtida através da dieta a chegar até as nossas células e ser utilizada como energia.

Ao descobrir que sofre com a condição, é fundamental que o paciente não perca tempo e obedeça a todas as orientações que forem passadas pelo médico para o seu tratamento.

Até porque, com o passar do tempo, ter níveis elevados de glicose no sangue pode gerar uma série de complicações como doença no coração, acidente vascular cerebral (AVC), doença nos rins, problemas nos olhos, doenças dentárias, danos nos nervos e problemas nos pés.

As informações são do Instituto Nacional de Diabetes e Doenças Digestivas e Renais (NIDDK, sigla em inglês) dos Estados Unidos.

E então, será que o diabético pode tomar caldo de cana?

O caldo de cana possui açúcares como sacarose, frutose e glicose em sua composição, o que pode virar motivo de preocupação para quem aprecia a bebida e sofre com a diabetes.

A verdade é que não podemos afirmar que o diabético pode tomar caldo de cana sem preocupações. Apesar de ser uma bebida natural, o caldo de cana é composto pela sacarose, um açúcar que é considerado um vilão para os diabéticos.

A propósito, veja qual é o melhor açúcar para diabéticos e aproveite na sua dieta.

Embora atualmente os padrões internacionais já liberem que 10% dos carboidratos ingeridos correspondam à sacarose, se não houver controle ou compensação, a ingestão desse tipo de açúcar poderá resultar na elevação dos níveis de glicose e no desenvolvimento de uma crise.

Os alimentos com quantidades significativas açúcar, o que inclui o caldo de cana, devem ser evitados por aqueles que sofrem com a diabetes.

Alguns médicos liberam o caldo de cana somente para os pacientes com diabetes que compreendem os cuidados que precisam ter em relação ao consumo da bebida, enquanto outros defendem que o caldo de cana não seja utilizado pelos diabéticos devido ao risco que a bebida traz de aumentar rapidamente a glicemia.

Ou seja, tudo isso nos leva a concluir que o diabético até pode tomar o caldo de cana, entretanto, precisa estar consciente de que não pode abusar e de que necessita compensar com equilíbrio no restante da dieta.

A cana-de-açúcar

O ingrediente base do caldo de cana é a cana-de-açúcar. Por isso, além de saber se o diabético pode tomar caldo de cana, vale saber também: quem diabetes do tipo 1 ou do tipo 2 pode chupar a cana-de-açúcar?

Bem, a cana-de-açúcar é rica em frutose, outro tipo de açúcar que pode alterar os valores de glicose no sangue ao ser ingerido. Deste modo, recomenda-se buscar orientação junto a um endocrinologista ou a um nutricionista visando checar a quantidade e o horário em que possa ser ingerido.

Então, a pessoa que gosta de garapa e descobriu que tem diabetes

Precisa conversar com o médico e o nutricionista que cuidam do seu quadro para saber se o seu caso permite a ingestão da bebida, ainda que esporadicamente e com cautela.

Se o paciente for liberado a tomar o caldo de cana, ele precisará necessariamente seguir as recomendações dos profissionais em relação à quantidade, frequência e horários em que a bebida pode ser consumida, para evitar o descontrole nos níveis de glicose no sangue.

Também é preciso pedir orientação ao médico e ao nutricionista em relação aos alimentos que podem acompanhar uma refeição que já traz a garapa – até porque se ela for consumida ao lado de alimentos ricos em açúcares e carboidratos, será muito provável que as taxas sanguíneas de glicose sejam elevadas.

Lembre-se de que este artigo serve unicamente para informar e jamais pode substituir as orientações profissionais qualificadas do médico e do nutricionista.

A moderação deve ser a palavra-chave para todos

Incluindo quem não possui diabetes. Isso porque a ingestão excessiva do caldo de cana pode resultar no aumento de peso e no desenvolvimento de doenças, inclusive a diabetes.

Vídeo:

Gostou das dicas?

Referências Adicionais:

Você já se perguntou se diabético pode tomar caldo de cana? Possui essa condição e tem vontade de tomar a bebida? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (2 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...
Sobre Dra. Patricia Leite

Dra. Patricia é uma das nutricionistas mais conceituadas do país, sendo uma referência profissional em sua área e autora de artigos e vídeos de grande sucesso e reconhecimento. Tem pós-graduação em Nutrição pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, é especialista em Nutrição Esportiva pela Universidad Miguel de Cervantes (España) e é também membro da International Society of Sports Nutrition. É ainda a nutricionista com mais inscritos no YouTube em português. Dra. Patricia Leite é a revisora geral de todo conteúdo desenvolvido pela equipe de redatores especializados do Mundo Boa Forma.

Deixe um comentário