Maçã

Dieta para Diverticulite – Alimentos e Dicas

A diverticulite é uma condição de saúde inflamatória caracterizada pela formação de bolsas e cistos pequenos e salientes na parede interna do intestino. Trata-se dos chamados divertículos, geralmente encontrados no intestino grosso e que costumam aparecer depois dos 40 anos de idade.

A presença de divertículos no trato digestivo, chamada diverticulose, é considerada inofensiva. Entretanto, existem casos em que eles dão origem a algum tipo de problema de saúde, caracterizando assim a diverticulite.

Apesar de não se saber qual a exata origem causadora da doença, acredita-se que uma alimentação pobre em fibras seja a responsável. Isso porque a ausência do nutriente está associada à prisão de ventre e à presença de fezes duras. O resultado disso é que é preciso fazer mais esforço para que elas sejam eliminadas, o que tem como consequência a formação dos tais cistos.

Outros problemas relacionados ao surgimento da condição são a obesidade, o tabagismo e a prática de poucos exercícios físicos.

Já os sintomas da diverticulite, que costumam aparecer subitamente e piorar em poucos dias, incluem: inchaço, sensibilidade especialmente na parte inferior esquerda do abdômen, gases, febre, calafrios, náusea, vômito, falta de fome e consumo insuficiente de alimentos.

A dieta para diverticulite 

Ao experimentar os sinais mencionados acima, o fundamental é solicitar ajuda do médico, que fará exames e poderá indicar o tratamento apropriado, caso a condição seja confirmada.

Parte do tratamento da doença, inclui uma mudança na alimentação, a chamada dieta para diverticulite. Como falamos acima, uma das causas atribuídas ao problema é a ausência de fibras na alimentação. Portanto, uma das diretrizes da dieta para diverticulite consiste justamente no aumento da ingestão de fibras às refeições, como forma de evitar crises futuras da condição. Entretanto, quando o paciente sofre de sintomas severos, o médico pode indicar uma mudança gradativa, ou seja, aos poucos, na alimentação.

Isso pode iniciar com uma dieta líquida, baseada no consumo de água, sucos de frutas sem polpa, gelatina caldos e picolés sem pedaços de fruta ou polpas.

Aos poucos, assim que começa a se sentir melhor, o paciente é reacomodado a uma dieta normal, composta por alimentos com baixo teor de fibras como carne, peixe, ave, produtos laticínios, frutas enlatadas ou cozidas sem casca e sem sementes, vegetais cozidos ou enlatados sem casca, ovos, cereais com poucas fibras, arroz branco, massa e macarrão.

Depois disso é que a pessoa passa a ingerir os alimentos ricos em fibras como pães e massas de grãos integrais, frutas frescas como maçã, abacate e amora, batatas, aveia, amaranto, cereais com alto teor de fibras, grãos integrais como quinoa, arroz integral e triguilho, legumes como lentilha e vegetais como alcachofra.

Além da dieta para diverticulite, ainda é possível que o médico recomende a utilização de algum tipo de suplemento de fibras.

Alimentos que devem ser evitados na dieta para diverticulite

Por outro lado, existem alguns alimentos que devem ser deixados de lado. A lista inclui:

  • Ervilhas, grãos não refinados, coco, milho, pipoca, frutas secas, cascas de legumes e frutas, tomates, morangos picles e pepinos. Eles pioram os sintomas da doença;
  • Café, chá e bebidas alcoólicas: tornam a prisão de ventre mais grave;
  • Alimentos com casca dura: eles irritam o trato intestinal e estimulam a diverticulite;
  • Vegetais flatulentos (gasosos) porque estimulam o trato digestivo. Isso inclui beterraba, feijões, cenoura, brócolis, abóbora, couve-flor, couve de bruxelas, repolho, couve e acelga.

Vale a pena consultar o médico que acompanha o caso em especial para saber se é permitido consumir nozes ou sementes ou produtos que contenham esses ingredientes. Isso porque apesar de serem ricas em fibras, no passado, médicos recomendavam evitar ingeri-las pelo fato de serem de difícil digestão, o que poderia fazer com que elas ficassem presas nos divertículos, causando inflamação.

O outro lado das fibras

Também é importante saber que a ingestão excessiva de fibras pode acarretar problemas como inchaço e gases. O consumo muito alto do nutriente ainda pode estar associado à doença diverticular.

Portanto, é importante ter em mente a recomendação de consumo diário de fibras. Para mulheres abaixo de 51 anos de idade, a taxa é de 25 g do nutriente diariamente. Já para homens com menos de 51 anos, a indicação é ingerir 38 g de fibras por dias.

Por sua vez, as mulheres com idade a partir de 51 anos são orientadas a comerem 21 g de fibras a cada dia, enquanto os indivíduos do sexo masculino com 51 anos ou mais devem consumir 30 g do nutriente diariamente.

Cuidados

Não ignore os sintomas da diverticulite e consulte o seu médico de confiança para se certificar de que você tem ou não a doença e saber a melhor forma de lidar com ela. Isso porque, quando não tratada, a condição pode levar a outros problemas de saúde mais graves como sangramento retal, buraco ou ruptura no cólon, abscessos (bolsões cheios de pus) e fístula.

Além disso, siga as diretrizes do tratamento e da dieta para diverticulite prescritos por seu médico corretamente.

Você já deve ter ouvido falar que é melhor prevenir do que remediar, não é mesmo? Então segue abaixo uma pequena lista de hábitos e ações que podem auxiliar a prevenção da formação de divertículos.

  • Evitar o consumo excessivo de carne vermelha;
  • Evitar comidas gordurosas;
  • Praticar exercícios físicos com regularidade;
  • Parar de fumar;
  • Beber bastante água;
  • Manter um peso corporal saudável;
  • Atender rapidamente as necessidades de ir ao banheiro.

Você sofre desta condição e precisa fazer uma dieta para diverticulite para prevenir ou tratá-la? Qual é a parte mais difícil? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (30 votos, média: 3,97 de 5)
Loading...
Revisão Geral pela Dra. Patrícia Leite


ARTIGOS RELACIONADOS

30 comentários

  1. Precisei fazer um tratamento durante 90 dias com dieta restrita e ingestão de muita água, meu intestino doía demais, a barriga inchava tanto que parecia até gravidez. Me senti bem melhor, pelo menos com relação aos inchaços. Voltei aos meus velhos hábitos alimentares e agora aproximadamente 8 meses depois estou começando a sofrer com dores novamente, vou rever minha dieta para melhorar.

    • Sônia Maria Fernandes Oliveira

      O mais difícil pra mine essa cosa da fibra , fico muito em dúvida. Uma hora diz evitar e outra hora tem comer fibra ….Ta complicado demais

  2. Nossa,eu estou fazendo aquela dieta pq to sofrendo muito com cólicas de intestino daquelas de eu rolar de dor fortíssima,oq eu acho mais difícil na minha dieta e ñ poder tomar sorvetes de massa e comer pastés de queijo com coca cola;meu médico
    me disse que se eu fizer isso é internação na certa,e tomar muita água tbm é sacrificado pra mim pois eu nem bebia água,é difícil mais to tentando……………

  3. quanto mais leio sobre diverticulite, mais confusa fico; pepino faz bem mas também faz mal; kiwi é bom mas as sementes grudam no intestino; berinjela é bom mas as sementes não são mastigáveis; limão faz bem mas é muito ácido; tangerina tem fibra mas é ácida; feijão e lentilha só caldo; pão branco pode, mas também não é recomendável; tomate é ácido mas pode-se comer sem as sementes. Evitar farelos…(??)
    germen de trigo , aveia, farelo de trigo…(??) Gostaria de saber realmente *O QUE VALE* na crise e fora dela.
    Agradeço quem puder ser prático e direto, só lembrando que como de tudo, sem restrição.

  4. Recentemente fui internada com crise de diverticilite aguda não complicada. Tbm me sinto confusa quanto a alimentação fora da crise. Gostaria de obter uma informação correta.

  5. sinto dores na boca do estomago e minha barriga parece estar sempre inchada. sinto ter gases sempre
    pergunto. doce de abobora faz mal, sempre gostei desse doce.

  6. Quanto mais leio sobre diverticulite, mais confusa fico; pepino faz bem mas também faz mal; kiwi é bom mas as sementes grudam no intestino; berinjela é bom mas as sementes não são mastigáveis; limão faz bem mas é muito ácido; tangerina tem fibra mas é ácida; feijão e lentilha só caldo; pão branco pode, mas também não é recomendável; tomate é ácido mas pode-se comer sem as sementes. Evitar farelos…(??)
    germen de trigo , aveia, farelo de trigo…(??) Gostaria de saber realmente *O QUE VALE* na crise e fora dela.
    Agradeço quem puder ser prático e direto, só lembrando que como de tudo, sem restrição.

  7. queria saber o pode comer, mas só fico confusa, uns indicam chá, outros abominam, só falam o que evitar mas não indicam o que realmente se devem ingerir.

  8. Maria de Lourdes Souza torres

    Tbm vivo o mesmo dilema, fico confusa, não sei o que comer quando estou em crise!

  9. Que situação, médico também não fala coisa com coisa!!!
    Estou com diverticulite, o que posso comer???
    Qual a dieta recomendada?????

  10. Tenho muitas dúvidas sobre a alimentação tanto na crise de diverticulite Qt fora dela ,leio sempre sobre a doença mais fico mais confusa já tive crises fortíssima fui encaminhada para o cirurgiãofiz tomografia agora estou esperando consulta c proctologista ,mais passo MT mal TD q eu como me faz mal,cólicas terríveis prisão de ventre enjoada será a tem solução?

    • Bom dia, Laila.
      Minha querida, estou nas mesmas condições suas. Realmente os médicos costumam confundir mais do que ajudam, uns são muito permissivos com a alimentação na crise de diverticulite. se a gente fosse ingerir o que eles indicam estaria morta há muito tempo isto porque eles não sofrem de diverticulite são apenas técnicos e se baseiam na teoria, é preciso ler muito e entender sobre o assunto, a gente é que sente, imagina aqueles que não sabem o que têm e comem de tudo na crise, daí tantos óbitos causados por este terrível problema. Estou fugindo de uma cirurgia há dois anos por saber que a tal cirurgia é de alto risco e é de longa duração, mas agora estou pesquisando um excelente cirurgião coloproctologista e decidi encarar a cirurgia, não dá mais para conviver com esta tortura, tenho agora uma crise após outra.

  11. Maria de Lourdes Souza torres

    Boas tarde, Vera Lúcia! Quando vc encontrar o cirurgião, vc pode me indicar tbm, estou com o mesmo problema, com crises frequentes. Grata.

  12. Grãos e sementes devem ser evitados durante a crise. Devemos comer tudo de forma líquida, sopas batidas no liquidificador, sucos coados e etc.. depois da crise o negócio é evitar grãos milho, ervilha, pipoca, castanha, amendoim, gergelim etc..

  13. Sinto uma dor horrível lado esquerdo , doi até quando respiro . Vivo arrotando. Se eu deito piora muito ta muito complicado

  14. Olá boa noite, descobri q tenho diverticulite, fazendo um exame de rotina. Não sinto dor , nem inchaço, se não fosse o exame ,n saberia q estava c diverticulite. Bom, minha pergunta tem cura sem.orecisar de tomar remédio
    Obrigada
    Dyrce

  15. Minha mãe está com diverticulite, está internada pela segunda vez. Ela sente muitas dores abdominais. Está usando bolsa de colostomia. Qual é o antibiótico mais recomendado na diverticulite?

  16. Boa noite, só queria falar pra quem tem essa doença procurem um especialista, porque minha mãe foi diagnosticada junho do ano passado com essa doença e infelizmente em fevereiro desse ano ela veio a falecer. A médica dela passou uma dieta com zero glúten, mas nem os médicos sabiam o que fazer quando ela ficou internada. Cada um falava uma coisa.

  17. gente diverticulite é muito serio, assim que sentir dor VA AO MEDICO. minha mae nao sabia que tinha e quando foi ao medico com dor o intestino havia perfurado, e hj ela usa uma bolsa de colostomia temporária ate poder operar novamente.

    • augustinho luiz dias

      comecei a ter problemas e como ja havia tido essa crise, estou tomando mesacol 800 conforme orientaçao do meu medico. como a consulta é só daqui a 1 mes sera que posso esperar . vou continuar fazendo conforme orientaçao d site, a dieta

  18. augustinho luiz dias

    comecei a ter problemas e como ja havia tido essa crise, estou tomando mesacol 800 conforme orientaçao do meu medico. como a consulta é só daqui a 1 mes sera que posso esperar . vou continuar fazendo conforme orientaçao d site, a dieta

    • Perdí uma irmã q tinha 36 anos d idade por consequências d uma Diverticulite aguda e eu tbém tenho Diverticulose,pra mim é muito triste,parece q vivo em uma corda bamba e a qualquer momento vou despencar, descobrí q tinha a doença em 2013 qdo tinha 37 anos e no ano seguinte minha irmã faleceu

  19. Elizabeth Pereira S8lva

    Dúvidas da
    Diverticuliti

  20. Elizabete Origuela Umbelino

    açafrão anti inflamatório natural é muito bom, pesquisem sobre! e evitem ao máximo o trigo branco.

Deixe uma resposta

Seu email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *

*