Restrição Alimentar

As 10 Dietas Milagrosas Mais Perigosas

Casamento, férias na praia, festa. A data está se aproximando e você ainda não conseguiu eliminar todos aqueles quilinhos extras para chegar ao sonhado corpinho. O que você faz? Apela para a dieta milagrosa que “não sei quem” fez e deu certo, e que promete fazer você emagrecer rapidamente.

O problema é que, junto com o peso, a maioria dessas dietas milagrosas também elimina do cardápio diversos nutrientes essenciais para o organismo. Além de oferecem riscos à saúde, não ajudam na reeducação alimentar, e logo que você acaba a dieta já começa a engordar novamente.

Veja abaixo as 10 dietas milagrosas mais perigosas e seus riscos.

Dieta da Fruta

Também conhecida como dieta frutariana, ela permite comer somente frutas ao longo do dia – algumas variações permitem chás sem açúcar ou adoçante. Promete secar até 8 kg em dez dias, mas oferece uma série de riscos à saúde:

  • Sobrecarrega o pâncreas e os rins;
  • Pode levar à esteatose hepática (gordura no fígado);
  • Exclui muitos nutrientes da alimentação – sobretudo proteínas e gorduras.

O ator Ashton Kutcher experimentou a dieta da fruta como parte da preparação para interpretar Steve Jobs no cinema (o fundador da Apple seguiu uma dieta à base de frutas na juventude). O resultado? Ashton foi parar no hospital, com sérios problemas no pâncreas, causados pela dieta.

Dieta Master Cleanse

Também conhecida no Brasil por Dieta da Limonada, a Dieta Master Cleanse é muito conhecida nos Estados Unidos, onde é utilizada por diversas celebridades hollywoodianas. Ela promete desintoxicar e “purificar” o organismo, levando a uma rápida perda de peso.

São 10 dias tomando uma mistura de água, suco de limão, pimenta caiena e xarope de bordo (maple syrup). E mais nada!

Além da baixíssima quantidade de calorias, a dieta Master Cleanse é perigosa pelo seu alto teor ácido, que pode vir a causar gastrite ou até mesmo uma úlcera. Sem falar, é claro, da ausência de muitos nutrientes essenciais ao organismo: carboidratos, proteínas, gorduras, vitaminas e minerais. 

Dieta da Proteína

Uma das “dietas milagrosas” mais conhecidas e divulgadas pela mídia, a Dieta da Proteína restringe drasticamente o consumo de carboidratos, privilegiando em seu lugar as proteínas e gorduras.

É permitido o consumo de laticínios, carne, ovos e algumas saladas. Outra fonte de proteína encorajada na dieta é o Whey protein, na forma de um shake feito com leite desnatado.

Apesar de emagrecer, a dieta da proteína é controversa. Mau hálito, constipação intestinal (pouca quantidade de fibras na dieta) e dores de cabeça são as principais reclamações de quem decide seguir essa dieta. Devido ao alto consumo de gorduras, há também o risco de um aumento nos níveis de colesterol.

A grande quantidade de proteínas na dieta sobrecarrega os rins, portanto quem tem histórico de problemas renais deve evitá-la.

Dieta da Bíblia

Você pode comer de tudo nessa dieta, mas as calorias não devem passar de 600 por dia. Ou seja, menos da metade do recomendado para um adulto.

A dieta prega que você não coma nada desde a noite de sexta-feira até a manhã de domingo, assim como eram feitos os jejuns da Bíblia. Além do perigo óbvio de ficar tantas horas sem se alimentar, o consumo baixíssimo de calorias ao longo da semana torna a dieta muito arriscada para a saúde.

Dieta da USP Original

Uma variação da Dieta da Proteína, a Dieta da USP Original (ou mesmo a tradicional Dieta da USP) também restringe o consumo de carboidratos, estimulando o consumo de proteínas magras. Em alguns dias é permitido comer umas bolachinhas cream cracker no café da manhã, mas no geral também é uma das dietas milagrosas radicais.

O primeiro dia da dieta consiste basicamente em uma xícara de café e dois ovos, e a promessa de perda de peso é tentadora: até 14 kg em 14 dias. No entanto, trata-se de uma das dietas mais perigosas para a saúde, por ser muito radical e conter poucas calorias.

Apesar do nome, a Universidade nega a autoria da dieta e também desestimula seu uso.

Dieta da Papinha de Neném

Quatorze potinhos de comida de neném por dia. Sim, acredite se quiser, mas há quem siga a Dieta da Papinha de Neném (dizem as más línguas que a Jennifer Aniston e a Gwyneth Paltrow são adeptas).

Após ter resistido bravamente o dia todo a tanta comidinha amassada, a dieta permite que você jante normalmente se quiser. Mas é claro que nesse normalmente estão inclusas as palavras “bom senso” e “moderação”.

Como o número de calorias é baixo, você até emagrece, mas também não consegue fazer a dieta por muito tempo. Já que foi desenvolvida para bebês, a papinha não contém todos os nutrientes que um adulto necessita, tornando arriscada sua prática por muitos dias.

E é claro que, depois de tanta comida com a mesma textura (e sabor), você vai querer devorar tudo à sua frente quando acabar a dieta.

Dieta Dukan

Ainda outra dieta com base em um grande consumo de proteínas, a Dieta Dukan ficou famosa depois que a mãe de Kate Middleton (esposa do Príncipe William) enxugou alguns quilos para o casamento da filha com a dieta.

Ela emagrece, mas tem os mesmos efeitos adversos que a Dieta da Proteína. Seu criador, Pierre Dukan, teve sua licença cassada no ano passado e agora afirma que a dieta pode causar diversos efeitos colaterais, como falta de energia e deficiência de vitaminas e minerais.

Dieta da Melancia

São sete dias comendo somente melancia, em todas as refeições. Se você conseguir chegar ao sétimo dia, pode comer normalmente na próxima semana, e repetir a dieta se necessário.

Dentre todas as dietas milagrosas, essa é uma das piores, pois a quantidade de calorias e nutrientes é muito restrita, fazendo você se sentir cansado, indisposto e faminto. Além do que, novamente, você não está reeducando seus hábitos alimentares. Adivinha então o que acontece com seu apetite após o sétimo dia de dieta?

Dieta da Sonda

Muito popular nos Estados Unidos, a Dieta da Sonda consiste em utilizar, por dez dias, um tubo de alimentação introduzido diretamente no nariz (igual ao utilizado em hospitais). O tubo fica acoplado a uma bolsa, que por sua vez contém uma formulação à base de proteínas. São somente 800 calorias por dia, ou seja, a perda de peso realmente acontece.

Também conhecida por Dieta das Noivas, pode custar mais de R$3.000 por semana, e embora contenha alguns nutrientes em sua formulação, somente pode ser feita como supervisão de um médico.

Além dos perigos já descritos aqui de uma dieta com tão poucas calorias, quem é que vai querer sair por aí com um tubo no nariz, não é mesmo?

Dieta do Vinagre

Essa dieta sugere que você acrescente até seis colheres de vinagre por dia ao seu cardápio. Pode ser diluído em um copo com água (duas colheres, três vezes ao dia) ou tomado antes das refeições.

O excesso de vinagre pode irritar o esôfago e estômago, podendo causar gastrite e úlceras. Devido à sua elevada acidez, o vinagre pode corroer o esmalte dos dentes e ainda retirar cálcio dos ossos. Ou seja, não vale a pena arriscar.

Por que não seguir essas Dietas Milagrosas

Infelizmente a mente humana também não tem limites quando o assunto são as dietas milagrosas. Poderíamos citar dezenas de outras aqui, que sempre prometem o mesmo efeito (emagrecer rápido) e apresentam os mesmos problemas (baixas calorias, poucos nutrientes).

E depois de uma semana de dieta, todas têm em comum o efeito sanfona: você emagrece, mas não consegue manter longe os quilos que perdeu. E em alguns casos, a grande restrição alimentar ainda causa um comportamento alimentar compulsivo, levando você a ficar com mais peso ainda do que tinha no início.

O fundamental é investir na reeducação de seus hábitos alimentares, o que leva a uma perda de peso gradual e saudável. Consulte um médico ou nutricionista para reavaliar sua dieta, e inclua mais alimentos saudáveis e exercícios físicos no seu dia-a-dia.

Será que três horas em um vestido de manequim menor valem todos os riscos que essas dietas milagrosas oferecem à saúde?

Você já tentou fazer alguma dessas dietas milagrosas? Como foram os resultados, a curto e longo prazo? Você sentiu algum efeito colateral grave? Comente abaixo.

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (12 votos, média: 4,25 de 5)
Loading...
Revisão Geral pela Dra. Patrícia Leite


ARTIGOS RELACIONADOS

7 comentários

  1. Estou na Dieta Dukan, primeira fase que se chama ATAQUE, onde é totalmente proibido o carboidrato… voce pode escolher entre 3 dias ou manter até 7 dias… estou no quarto dia e já perdi 1.800kg…. vou permanecer nessa fase até domingo, depois começa a fase CRUZEIRO onde é permitido proteinas e legumes.. porem, nao são todos os dias que permitem os legumes…. é dificil, mas quem fez eu vi resultados e nao voltaram a engordar pq fazem um balanço mensal de controle no carboidrato!

  2. amo essas dietas!

  3. Ghabryella Benberson

    eu nao ligo isto eh mentira eu faço todas e nunca mim fez mal

  4. não ligo isso não causar nd eu faço e tenho um corpo perfeito

  5. Ja fiz a dieta do carboidrato emagreci e voltei a engordar o dobro alem disso hoje tenho problema sério de esofagite.

  6. Peso inicial 110 Kg
    Fiquei 30 dias tomando água, e sempre que a fome apertava eu comia uma maçã.
    Após 30 dias meu peso foi para 96 kg
    Fiquei 30 dias tomando sopa de legumes com carne batida no liquidificador, e tomando suco de laranja sem açúcar.
    Após 60 dias meu peso foi para 80kg.
    Depois desses 60 dias hardcore, fui no nutricionista e mantive uma dieta saudável e normal, estou otimo agora, valeu a pena.

Deixe uma resposta

Seu email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *

*