É Seguro Ir Ao Salão de Beleza Durante a Pandemia do Novo Coronavírus?

Especialista:
atualizado em 04/06/2020

Em um momento em que a quarentena estabelecida para conter a pandemia do novo coronavírus está começando a ser flexibilizada, podem surgir muitas dúvidas a respeito do que é ou não é seguro fazer.

Afinal, a doença não está controlada em nosso país, que acumulava aproximadamente 555,3 mil casos e 31,2 mil mortes por COVID-19, a doença provocada pelo novo coronavírus, até a terça-feira, 3 de junho, segundo dados oficiais do Ministério da Saúde.

Para quem ficou todo esse tempo isolado em casa, não conseguiu cuidar muito bem das unhas e viu os cabelos crescerem demais, a dúvida que pode pairar é se é seguro ir a um salão de beleza durante a pandemia.

Ao responder esse questionamento no meio de maio, a epidemiologista de doenças infecciosas da Escola de Saúde Pública da Universidade do Texas nos Estados Unidos, Catherine Troisi, foi direta e reta: ela acredita que ir ao salão não é um risco que vale a pena correr.

“Eu acho que você precisa decidir, vale a pena correr o risco por algo que não é necessário?”, enfatizou a epidemiologista de doenças infecciosas.

A especialista em doenças infecciosas Sandra Kesh concordou com Troisi e recomendou adiar a ida a um salão de beleza, principalmente para aqueles que moram em uma região onde os casos do novo coronavírus permanecem ativos, como é o caso do nosso país.

Conheça os riscos

Em um salão, é impossível manter a distância recomendada de aproximadamente dois metros em relação à pessoa que te atende: não há como a manicure ou cabeleireira mexer com suas unhas ou cabelos a partir dessa distância. Segundo Kesh, a distância entre o cliente e o funcionário do salão durante o atendimento fica dentro de aproximadamente 0,3 metros.

“A não ser que o seu cabeleireiro tenha braços de dois metros de modo que possa cortar o seu cabelo dessa distância, você vai estar perto de outra pessoa. Honestamente, o cabeleireiro vai estar sendo exposto a um número grande de pessoas, o que aumenta a chance de que uma delas esteja infectada”, alertou Troisi.

Assim, se o cabeleireiro ou manicure pegar COVID-19 de algum cliente, poderá transmitir a doença a você. O risco não é extinto mesmo se todos os funcionários do salão e clientes previamente atendidos estiverem sem sintomas do novo coronavírus, uma vez que é possível ter a COVID-19, não apresentar sintomas e contaminar outras pessoas com a doença.

A epidemiologista de doenças infecciosas advertiu ainda que mesmo que o cliente e o profissional do salão estejam usando máscaras faciais – o que precisa ocorrer – haverá o risco de transmissão devido ao fato deles ficarem tão próximos no salão.

É necessário levar em consideração ainda o tempo que precisará permanecer dentro do salão. A especialista em doenças infecciosas lembrou que um corte de cabelo feminino dura pelo menos entre 35 a 40 minutos e alertou que quanto maior for o tempo de exposição, maiores serão os riscos de contrair o novo coronavírus.

“Se você está em um espaço físico próximo com outras pessoas por um período maior de tempo, o seu risco de exposição se torna maior. Se você passa por alguém rapidamente na rua ou ciclovia, por exemplo, o risco de pegar o coronavírus é menor do que estar a 0,3 ou 0,6 metros de alguém que lava ou corta o seu cabelo por uma hora ou mais”, detalhou Kesh.

Se ainda assim você decidir ir ao salão durante a pandemia

Tome todos os cuidados possíveis e faça isso da maneira mais segura que puder, aconselhou a especialista em doenças infecciosas Sandra Kesh. “Eu recomendaria que você use uma máscara facial apropriada e óculos de proteção para reduzir o risco de que gotículas respiratórias atinjam os seus olhos. Um estudo apontou que o novo coronavírus pode ser transmitido até pelos olhos.

Além disso, é crucial escolher um salão de confiança, que esteja se esforçando para proteger ao máximo seus clientes e funcionários, não apenas respeitando as regras estabelecidas pelas autoridades, mas indo além das exigências para garantir a maior proteção possível contra a COVID-19.

“Antes de fazer o agendamento, eu sugeriria perguntar ao salão o que eles estão fazendo para ter medidas de controle de infecção, com distanciamento social, desinfecção e fluxo e volume geral de pessoas dentro do seu espaço”, orientou Kesh.

Um salão lotado de pessoas na sala de espera não é uma boa escolha para o período da pandemia e para proteger-se e proteger os outros da contaminação pelo novo coronavírus você deve reforçar os seus próprios cuidados contra o vírus.

Além das medidas já citadas isso inclui: lavar muito bem as mãos com água e sabão ou passar álcool em gel 70% várias vezes ao dia, manter uma distância de dois metros em relação às outras pessoas, cobrir o rosto com um lenço descartável ou com o antebraço ao tossir e espirrar, não tocar os olhos, nariz ou boca com as mãos, evitar contato direto como beijos, abraços e apertos de mão com outras pessoas, manter os ambientes bem ventilados, não compartilhar objetos de uso pessoal como talheres, pratos, copos e garrafas e evitar sair de casa sem necessidade.

Fontes e Referências Adicionais:

Você conhece alguém que já tenha ido ao salão de beleza durante a pandemia? Teria coragem de se arriscar a esse ponto, mesmo sabendo que não é seguro? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (1 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...
Sobre Equipe Editorial MundoBoaForma

Quando se trata de saúde, é muito importante poder contar com uma fonte confiável de informações. Afinal de contas sabemos que o sua qualidade de vida e bem-estar devem estar em primeiro lugar para você. Por isso contamos com uma equipe profissional diversificada, com redatores e editores que desenvolvem um conteúdo de qualidade, adaptando-o a uma linguagem de fácil compreensão para o público em geral, tendo por base as mais confiáveis fontes de informação. Além disso todo artigo é revisado por profissional especialista da área, para garantir que as informações são verídicas. Tudo isso para que você tenha confiança no MundoBoaForma e faça daqui sua fonte preferencial de consulta para assuntos relacionados a saúde, boa forma e qualidade de vida. Conheça mais sobre os profissionais que contribuem para a qualidade editorial do portal.

Deixe um comentário