Equimose – O que é, causas e como tratar

Especialista da área:
atualizado em 23/09/2021

Manchas roxas na pele que não doem e que você não faz ideia de como surgiram podem ser equimose. A equimose é resultado de uma lesão em que alguns vasos sanguíneos superficiais podem ser rompidos, deixando a pele roxa ou preta.

Existe uma diferença bem sutil entre equimose e hematoma. Apesar de ambos deixarem uma mancha roxa na pele, o hematoma surge após a ruptura de vasos sanguíneos profundos, o que também causa inchaço e dor. Por outro lado, a equimose acontece após o rompimento de vasos superficiais, deixando apenas a marca na pele, sem causar dor ou protuberâncias.

  Continua Depois da Publicidade  

machucado na pele

A equimose pode surgir logo depois de contusões, traumas e até mesmo por conta de efeitos adversos de certos medicamentos.

Normalmente, a mancha surge na cor roxa. Com o passar dos dias, ela vai mudando de cor e adota tons de verde e amarelo até desaparecer. 

Quando a equimose é frequente, é recomendado investigar a causa por meio de exames que ajudam a identificar problemas na coagulação sanguínea, como o hemograma completo, os fatores de coagulação e a dosagem de plaquetas

Causas

As principais causas de equimose são:

Contusão

Uma queda ou uma lesão esportiva pode causar equimose. Até mesmo esbarrar em um objeto pode causar uma ruptura de vasos sanguíneos sob a pele que deixam uma marca roxa no local.

  Continua Depois da Publicidade  

Plaquetas baixas

plaquetas

A contagem baixa de plaquetas ou trombocitopenia pode causar sangramentos prolongados e manchas vermelhas, roxas ou marrons na pele. 

De fato, as plaquetas são as células do sangue que evitam hemorragias e ajudam o sangue a coagular corretamente. Por isso, ter um nível baixo de plaquetas pode causar equimose e hematomas mais frequentes.

Varizes

As varizes são bem comuns e ocorrem quando as veias varicosas incham e ficam visíveis através da pele, principalmente nas pernas. Na maioria das vezes, a condição é inofensiva. Mas é importante consultar um médico se houver dor e inchaço para tratar as varizes. A equimose ocorre quando essas veias se rompem, e extravasam o sangue sob a pele.

Uso de remédios

Certos medicamentos, como os anticoagulantes, podem aumentar o risco de equimose. Esses remédios atuam deixando o sangue “mais fino” e com menor capacidade de coagular. Desta forma, mesmo uma pancada leve pode causar um sangramento significativo abaixo da pele.

Dengue

mosquito da dengue

A dengue é uma doença comum no Brasil causada pelo mosquito Aedes aegypti. Os sintomas da dengue mais comuns são a febre e a dor no corpo. Quando o sistema imunológico está fraco ou a pessoa não recebe o tratamento adequado, a versão hemorrágica da doença pode se desenvolver, já que a dengue reduz a contagem de plaquetas, elevando assim o risco de sangramentos e do aparecimento de equimoses.

Hemofilia

A hemofilia é um distúrbio hemorrágico hereditário que faz com que o sangue não coagule como deveria. Por isso, quem tem hemofilia costuma se machucar com mais facilidade e ter manchas roxas na pele.

  Continua Depois da Publicidade  

Além disso, é importante ficar atento a outros sintomas da doença que podem incluir sangramento na gengiva e sangramento nasal sem causa aparente.

Leucemia

A leucemia é um termo usado para descrever os tipos de câncer que afetam o sangue, especificamente os glóbulos brancos. Nessa condição, os glóbulos brancos crescem em um ritmo descontrolado, podendo causar sintomas como fadiga, perda de peso inexplicável, dores, sudorese excessiva, febre e manchas roxas na pele. 

Além disso, esse crescimento descontrolado dos glóbulos brancos afeta a formação de plaquetas, e consequentemente aumenta as chances de aparecer equimoses.

Como tratar

bolsa de gelo

Em geral, não é necessário tratar a equimose, já que ela não costuma causar dor nem inchaço. Mas se as manchas ocorrem com frequência e você tem outros sintomas, é importante consultar um médico para obter um diagnóstico. Doenças como a hemofilia e a dengue, por exemplo, precisam de um tratamento específico.

Quando não houver nenhuma doença associada à equimose, mas ainda existir incômodo com a mancha na pele, há algumas medidas que você pode tomar, como por exemplo:

  • Aplicar uma bolsa de gelo assim que notar a lesão para parar o sangramento interno;
  • Usar cremes contendo ingredientes como a arnica, a vitamina B3, a vitamina K ou a quercetina para a pele melhorar mais rapidamente;
  • Procurar elevar o local da lesão acima do nível do coração para facilitar a drenagem do sangue e o desaparecimento da mancha.

O tom natural da pele deve voltar ao normal depois de alguns dias. Mas se a equimose perdurar por mais de 2 semanas ou se novas manchas surgirem, é indicado procurar um médico.

  Continua Depois da Publicidade  

Fontes e referências adicionais

Você já notou manchas roxas na sua pele? Você tratou de alguma forma? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (Seja o primeiro a avaliar)
Loading...
Sobre Dr. João Hollanda

Dr. João Hollanda é Médico Ortopedista - CRM-SP 113136. Formou-se pela Santa Casa de São Paulo, com especialização em cirurgia do joelho. É também médico da Seleção Brasileira de Futebol Feminino desde 2016 e médico voluntário do Grupo de Traumatologia do Esporte da Santa Casa de São Paulo desde 2010. Você pode entrar em contato com o Dr. João através de seu site.

Deixe um comentário