Fisiculturista Larry Scott – Dieta, Treino, Medidas, Fotos e Vídeos

Especialista:
atualizado em 16/01/2020

A lenda. Assim ficou conhecido Larry Scott, o primeiro Mr. Olympia da história e um dos maiores fisiculturistas até hoje. Se atualmente um bíceps de 50 cm não chama muito a atenção no fisiculturismo, nos anos 60 era um feito inédito. Scott tinha não somente o maior bíceps de sua época, mas foi também o primeiro fisiculturista a chamar atenção do grande público e da mídia para a modalidade. Com entrevistas e posando para diversas capas de revistas, Larry Scott contribuiu para divulgar o esporte e transformar o bodybuilding no sucesso que é hoje. 

Carreira

Nascido no estado de Idaho, EUA, em 1938, Larry Dee Scott não parecia destinado ao sucesso que um dia alcançaria no fisiculturismo. Com ombros estreitos e apenas 54 kg, sua genética não parecia lhe favorecer para o ganho de massa muscular.

Apesar disso, aos 16 anos Larry Scott começou a treinar com pesos feitos em casa, logo após ter achado uma revista de fisiculturismo no aterro de lixo de sua cidade. Seu próximo passo foi treinar na ACM da cidade, seguindo as orientações de um boxeador local. Este aconselhou Scott a fazer um circuito com uma série de cada exercício para cada um dos principais grupos musculares, repetindo em seguida o mesmo circuito por duas vezes.

Os resultados começaram a aparecer, e aos 20 anos Scott venceu seu primeiro campeonato: Mr. Idaho. Decidido a seguir carreira profissional no bodybuilding, mudou-se no mesmo ano para a California, templo mundial do fisiculturismo na época. Além de continuar treinando, Larry Scott também estudava Engenharia Elétrica em uma faculdade local.

Em 1960, ele se tornaria campeão do Mr. California, título seguido pelo Mr. Pacific Coast de 1961. Nessa mesma época, Larry Scott começou a treinar com Vince Gironda, considerado o maior treinador de fisiculturismo até hoje.

Treinando seis dias por semana na academia de Vince, Larry conquistou seu maior título até então: Mr. America de 1962. Em 1964, outro grande título viria: Mr. Universe.

Até então, Mr. America e Mr. Universe eram as duas principais competições do fisiculturismo mundial. Foi quando o empresário Joe Weider resolveu criar o IFBB’s Mr. Olympia, que teria sua edição inaugural em 1965. Larry Scott tornou-se o primeiro campeão do Mr. Olympia, recebendo como prêmio uma coroa.

O ano de 1966 veria Larry Scott defendendo seu título no Mr. Olympia, mas seria marcado também pela sua precoce aposentadoria. Logo após defender seu título, Larry chocou o mundo do fisiculturismo ao anunciar que estava se retirando das competições, pois preferia parar no auge de sua carreira. Em 1979, Scott retornaria brevemente às competições, mas acabou por se aposentar definitivamente em 1980.

Larry Scott foi casado duas vezes e teve cinco filhos. Mórmon fervoroso, acabou se mudando para o estado americano de Utah para se dedicar à sua fé. Após se aposentar, dedicou-se a administrar sua firma de personal training e nutrição, além de fabricar e vender equipamentos de ginástica com seu nome.

Larry Scott faleceu em Utah em março de 2014, em decorrência do Mal de Alzheimer.

Dieta

Larry Scott foi o primeiro fisiculturista a dar uma grande ênfase à dieta na sua preparação para os grandes campeonatos. Ele chegou a afirmar que uma alimentação adequada seria responsável por 85% do sucesso do fisiculturista.

A dieta de Larry Scott era composta principalmente por ovos, carne e queijo. Já havia certa preocupação com a gordura naquela época, então a preferência era por cortes mais magros de carne vermelha. O frango, opção número 1 da maioria dos bodybuilders atuais, era deixado como uma alternativa à carne, apenas para não enjoar. Ainda não se falava tanto em colesterol e problemas cardiovasculares como se fala atualmente.

Café-da-manhã

  • Hambúrguer (somente a carne)
  • Ovos inteiros
  • Queijo cottage

Almoço

  • Bife
  • Queijo cottage

Jantar

  • Bife
  • Queijo cottage

Após as refeições (3x por dia)

  • ¾ de xícara de proteína Johnson
  • 240 ml de leite
  • 240 ml de creme de leite

Entre as refeições, Scott tomava muito leite integral: seu consumo médio era de 3,6 litros por dia.

Larry consumia uma quantidade mínima de verduras e legumes e quase nenhum carboidrato. Seu objetivo era ter uma alimentação que não somente o ajudasse a ganhar massa muscular, mas que também evitasse o acúmulo de gordura.

Basicamente, Larry Scott estava consumindo uma dieta das proteínas muito semelhante à dieta Atkins, que somente seria lançada alguns anos depois. O fisiculturista consumia no mínimo 250g de proteína todos os dias.

Suplementos

Nos anos 60, quando Scott estava no auge, ainda eram poucos os suplementos alimentares específicos para ganho de massa muscular. A maioria dos fisiculturistas limitava sua alimentação ao consumo de “alimentos de verdade”, com a exceção de algumas proteínas e vitaminas industrializadas.

Scott fazia uso da proteína Johnson, em quantidades que variavam de 1,5 a 2 xícaras por dia. Em determinado momento da sua carreira, o fisiculturista também chegou a utilizar pastilhas de ácido clorídrico, para ajudar na digestão de proteínas. Vitaminas do complexo B também faziam parte da sua suplementação.

Treino

Larry Scott teve um dos bíceps mais famosos da história do fisiculturismo. Seu exercício favorito para desenvolvê-los era feito em um banco chamado de “preacher”. Scott ficava tanto tempo fazendo Rosca no “preacher bench” que o exercício ficou conhecido pelo seu nome. A rosca Scott é um dos mais clássicos e melhores exercícios que existem para desenvolvimento do bíceps.

Um aspecto muito importante do treino de Larry Scott sempre foi a concentração. Scott acreditava que os resultados no fisiculturismo só aparecem quando a mente está focada no exercício que está sendo realizado. Ele sempre trabalhava com muita intensidade, e ficou conhecido por nunca faltar os treinos. A cada peso levantado, Scott focava no músculo sendo trabalhado, desligando de tudo ao seu redor e visualizando seu braço cada vez maior.

Alguns anos mais tarde, Arnold Schwarzenegger tornaria-se adepto dessa mesma técnica: concentração máxima durante o exercício e visualização do músculo aumentando cada vez mais.

Veja o treino de braço de Larry Scott:

  • Rosca direta com barra 3- 4 x 6
  • Rosca direta inclinada com halteres 4 x 6
  • Rosca inversa com barra 3 x 6
  • Tríceps francês em banco inclinado com barra 3 x 6
  • Tríceps Francês em pé 4-5 x 6
  • Extensões de tríceps em banco plano com halteres 3-4 x 6
  • Kickbacks com halter (3 x 6)
  • Rosca concentrada inclinada com barra 3 x 4-6
  • Rosca direta com halteres em banco plano 3-4 x 6
  • Kickbacks com barra 4 x 6

Scott treinava 6 dias por semana, trabalhando de 2 a 3 músculos (ou grupos musculares) por dia. Seu objetivo era sempre fazer de 3 a 4 exercícios para cada músculo, pelo menos duas vezes por semana.

Principais medidas de Larry Scott

Talvez tão surpreendente quanto o tamanho dos seus bíceps seja o fato de Scott ter sido um garoto franzino, pesando não mais de 54 kg e com ombros estreitos. Scott não viu nisso um empecilho, e continuou treinando firme por anos a fio até conseguir ganhar quase 40 kg de massa muscular!

Algumas de suas medidas competitivas:

  • Altura: 1,70m
  • Peso: 92 kg
  • Bíceps: 50 cm

Mesmo tendo se aposentado muito cedo, Larry Scott foi um dos poucos fisiculturistas de seu tempo a continuar treinando firme. Até seus 70 anos, Scott ainda se exercitava regularmente na academia e exibia um bíceps invejável.

Principais títulos

  • 1959 Mr. Idaho, 1º lugar
  • 1960 California – AAU, 1º
  • 1960 Mr. California – AAU, Mais Musculoso, 1º
  • 1960 Mr. Los Angeles – AAU, Mais Musculoso, 3º
  • 1960 Mr. Los Angeles – AAU, 3º
  • 1961 Mr. Pacific Coast – AAU, Mais Musculoso, 1º
  • 1961 Mr. Pacific Coast – AAU, 1º
  • 1962 America, Médio e Geral, 2º lugar
  • 1963 Universe, Médio, 1º lugar
  • 1964 Mr. Universe, Médio e Geral, 1º lugar
  • 1965 Mr. Olympia, 1º
  • 1966 Mr. Olympia, 1º
  • 1979 Canada Diamond Pro Cup, 9º
  • 1979 Grand Prix Vancouver, não se classificou

Fotos

larry

larry5

larry4

larry3

larry2

larry-scott-lower-lats

Larry

Vídeos

Larry Scott – Mr. Olympia 1965 – 1966:

Treino de Ombro com Larry Scott:

Larry Scott – The Legend:

Tributo a Larry Scott:

Você costuma fazer o exercício de bíceps rosca no Scott? Sabia que levava esse nome por causa do fisiculturista Larry Scott? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (4 votos, média: 4,75 de 5)
Loading...
Sobre Francisco Santana

Francisco José Santana é personal trainer, formado pela Univer Cidade RJ 2007, com certificação CORE360º treinamento funcional, Certificação Internacional FNS I e II em avaliação funcional, especializações em suplementação nutricional esportiva, Crosstraining - Scientific Sport, Cineantropometria aplicada, Primeiras ações em emergência, Prevenção de Doenças Laborais, Musculação, Ginástica Corretiva, Spinning (Johnny G), Técnica de Tecidos Moles - Miofacial, e Inteligência Emocional - ASICC

Deixe um comentário