Micose na virilha – Sintomas e como tratar

Especialista da área:
atualizado em 18/12/2020

A micose pode afetar várias partes da pele, inclusive a virilha. Fique então sabendo quais são os sintomas de micose na virilha e como tratar essa infecção.

  Continua Depois da Publicidade  

A micose na virilha ou Tinea cruris é uma infecção comum na pele causado por fungos. Aliás, a micose na virilha só não é mais comum do que o pé-de-atleta.

Fungos desse tipo se alimentam da queratina presente na pele e são os responsáveis pela infecção.

Existem outras infecções como a impingem que também são causadas por fungos e que podem ser confundidas com a micose. Por isso, confira o que é impingem e quais são os seus sintomas e tratamento.

A saber, a micose é uma dermatofitose que costuma afetar mais os homens do que as mulheres. Além disso, o clima quente tem grande influência sobre o fungo que gosta de locais quentes e úmidos para viver.

Como a micose é contagiosa e extremamente desagradável, é importante conhecer alguns fatores de risco para o seu desenvolvimento, como por exemplo:

  • Suor excessivo;
  • Prática de esportes;
  • Sistema imunológico fraco;
  • Diabetes descompensada;
  • Uso de objetos pessoais compartilhados, como toalhas, por exemplo;
  • Relação sexual com alguém que tem micose.

Agora que você já conhece os fatores de risco para o desenvolvimento dessa infecção fúngica, conheça então os sintomas!

Sintomas de micose na virilha

coceira na pele

Os sintomas de micose podem variar de pessoa para pessoa, mas em geral os sinais incluem:

  • Mancha vermelha ou castanha;
  • Mancha com borda mais escura que o centro com formato que lembra um anel;
  • Coceira;
  • Sensação de queimação na região;
  • Descamação na pele;
  • Bolhas ao redor da pele lesionada;
  • Ferida;
  • Secreção;
  • Cheiro ruim.

Na maioria das pessoas, o primeiro sintoma da micose é uma erupção cutânea que coça bastante na região onde a virilha encontra a perna. Em alguns dias, a infecção pode se espalhar para a virilha, a parte interna da coxa, a cintura e as nádegas.

Como tratar

pomada na pele

O tratamento da micose na virilha e em outras partes do corpo consiste basicamente em medidas de higiene e uso de pomadas especiais com propriedades antifúngicas.

  Continua Depois da Publicidade  

Pomadas para micose na virilha

Além de pomadas, também podem ser usados cremes, loções ou sprays que contenham algum dos seguintes antifúngicos em sua composição:

  • Miconazol;
  • Cetoconazol;
  • Imidazol;
  • Fluconazol;
  • Terbinafina;
  • Clotrimazol.

Apesar de simples, o tratamento costuma ser longo. O tempo de uso desses remédios tópicos varia de 3 a 4 semanas.

Remédios orais

Além disso, alguns desses antifúngicos também estão disponíveis em remédios orais como o cetoconazol, o itraconazol, o fluconazol e a terbinafina, por exemplo.

Em geral, eles são indicados nos casos em que apenas a pomada não melhora a infecção ou quando a micose afeta várias partes do corpo ao mesmo tempo.

No entanto, alguns deles podem causar efeitos adversos como dor de estômago, erupção na pele e alterações na função hepática.

Aliás, confira também os remédios para micose mais usados!

Remédios caseiros para micose na virilha

Como a virilha é uma região muito sensível, é importante tomar cuidado com remédios caseiros e sempre procurar a opinião de um dermatologista ou médico antes de começar o tratamento.

Ainda assim, há quem aposte em remédios caseiros, como por exemplo:

  Continua Depois da Publicidade  

  • Talco: o talco tem a função de evitar a umidade excessiva na pele e te manter seco, o que é muito bom para evitar a proliferação do fungo causador da micose;
  • Chá de alho: alguns acreditam que o alho tem propriedades antifúngicas que ajudam a tratar a micose;
  • Compressa com camomila: algumas pessoas usam compressas feitas com chá de camomila para acalmar a pele e aliviar a coceira.

Medidas higiênicas e preventivas

Por fim, existem várias medidas que ajudam a acelerar o tratamento e a prevenir novas infecções. São elas:

  1. Lavar suavemente o local;
  2. Manter a pele seca;
  3. Trocar a roupa íntima com mais frequência;
  4. Evitar compartilhar objetos de uso pessoal com outras pessoas;
  5. Usar roupas mais largas e evitar as que apertam muito o corpo;
  6. Secar-se bem após o banho;
  7. Evitar roupas apertadas;
  8. Cuidar da saúde dos seus pets, se você tiver;
  9. Tomar banho imediatamente após atividades físicas.

Todas essas medidas ajudam a manter o local limpo e seco, evitando assim que a infecção fúngica se espalhe para outros locais ou outras pessoas.

Apesar de causar desconforto, a micose na virilha é comum e facilmente tratada. Mas é importante ter paciência e seguir o tratamento de acordo com as orientações médicas pois o resultado pode demorar cerca de um mês ou mais.

Fontes e Referências Adicionais

Você já teve micose em alguma parte do corpo? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (1 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...
Sobre Equipe Editorial MundoBoaForma

Quando o assunto é saúde, você tem que saber em quem confiar. Sua qualidade de vida e bem-estar devem ser uma prioridade para você. Por isso contamos com uma equipe profissional diversificada e altamente qualificada, composta por médicos, nutricionistas, educadores físicos. Nosso objetivo é garantir a qualidade do conteúdo que publicamos, que é também baseado nas mais confiáveis fontes de informação. Tudo isso para que você tenha confiança no MundoBoaForma e faça daqui sua fonte preferencial de consulta para assuntos relacionados à saúde, boa forma e qualidade de vida.

  Continua Depois da Publicidade  

Deixe um comentário