Dieta anticâncer

Mudanças na Dieta que Podem Ajudar a Reduzir o Risco de Câncer

A busca por uma cura para o câncer já completou décadas, e apesar de novos tratamentos cheios de promessas estarem surgindo constantemente, uma verdadeira cura ainda precisa ser identificada pela medicina.

Há muitos estudos, no entanto, que mostram que a incidência de câncer (uma das principais causas de morte em todo o mundo) poderia ser reduzida através de algumas mudanças na dieta típica ocidental.

De fato, seguir uma dieta saudável poderia prevenir 30 a 50% de todos os casos de câncer. Isso significa que quase 300 mil pessoas por ano podem evitar o desenvolvimento de câncer em um ano. Isso é significativo. Aqui estão algumas das mudanças na dieta que os estudos mostram que podem ajudar nesse sentido.

O que excluir da dieta

A primeira mudança importante, não surpreendentemente, é parar de comer certos alimentos que se tornaram comuns em nosso dia a dia. No topo da lista estão o açúcar e os carboidratos refinados. Os alimentos processados ​​estão cheios desses dois ingredientes perigosos.

Eles estão entre os alimentos que causam um pico de glicose no sangue associado a uma maior incidência de câncer de estômago, mama e colorretal. Acredita-se que isso possa acontecer porque um nível mais alto de insulina, que estimula a divisão celular, estimula o crescimento de células cancerígenas.

Altos níveis de insulina e glicose no sangue também têm um efeito inflamatório no corpo, criando um ambiente mais receptivo para o câncer. A conexão entre insulina, níveis de glicose no sangue e câncer é ainda mais apoiada pelo fato de que os diabéticos têm um risco 122% maior de câncer colorretal do que aqueles sem diabetes.

Um estudo que incluiu 47.000 adultos mostrou que aqueles que comeram uma dieta com um alto nível de carboidratos refinados foram duas vezes mais propensos a morrer de câncer de cólon do que aqueles cuja dieta incluiu uma baixa ingestão de carboidratos refinados.

Outro alimento processado que deve ser cortado para reduzir o risco de câncer é a carne processada, que inclui carnes salgadas, curadas ou defumadas, como cachorro-quente, presunto, bacon, calabresa, salame e carnes frias. Esta é outra categoria de alimentos ligada a uma maior incidência de câncer colorretal, uma taxa de 25 a 50% maior, de acordo com um estudo. Outro estudo mostrou que apenas um cachorro-quente ou quatro fatias de bacon diariamente podem aumentar seu risco em 18%.

O que adicionar à dieta

Junto com a remoção destes e alguns outros alimentos de sua dieta, estudos mostram que há certos alimentos que, por outro lado, nós devemos adicionar à dieta para reduzir as chances de contrair câncer em até 70%.

Frutas e vegetais cheios de antioxidantes e fitoquímicos se enquadram nessa categoria. Alguns legumes que atendem a este critério são os vegetais crucíferos como brócolis, repolho e couve-flor. Tomates e cenouras também mostraram reduzir suas chances de desenvolver câncer de pulmão, próstata e estômago. Um estudo mostrou que pelo menos três porções de uma fruta cítrica por semana também diminui o risco de câncer de estômago em 28%.

A linhaça tem demonstrado prevenir o câncer e reduzir a sua disseminação. Estudos mostraram que 30 gramas (cerca de 4 colheres de sopa) de linhaça por dia diminuiu o crescimento e disseminação de câncer de próstata em homem e câncer de mama em mulheres.

Especiarias como a canela e a curcumina, encontradas na cúrcuma, também demonstraram ter capacidade de combater o câncer, reduzindo em 40% as lesões cancerígenas no cólon em um estudo.

Existem muitos outros estudos que demonstraram que mudanças em sua dieta podem reduzir o risco de desenvolver câncer e retardar seu crescimento e ajudar na recuperação do tratamento, caso você já o tenha desenvolvido. Uma dieta mais baseada em vegetais, limitando o consumo de álcool e consumindo gorduras saudáveis é apenas uma parte das recomendações resultantes desses estudos.

O que você achou dessas dicas de mudanças na dieta que podem ajudar a prevenir o câncer? Precisa mudar muita coisa na sua dieta para entrar nessas diretrizes? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (6 votos, média: 4,83 de 5)
Loading...
Revisão Geral pela Dra. Patrícia Leite - (no G+)



ARTIGOS RELACIONADOS

Deixe uma resposta

Seu email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *

*