O Que Comer Quando Está com Virose?

Especialista:
atualizado em 14/04/2020

Quantas vezes você já foi ao médico e recebeu o diagnóstico de que estava com virose? E mesmo que você tenha a sorte de nunca ter sido pego por ela, provavelmente já deve ter ouvido falar a respeito de um surto da doença que ocorreu em alguma cidade do Brasil.

Por exemplo, em março do ano de 2017, um surto de virose no município de Araguaína, no Tocantins, fez mais de 1 mil pessoas procurarem os hospitais da cidade.

Mas o que é a virose?

A virose é definida como qualquer doença provocada por um vírus e que costuma ter uma curta duração, dificilmente ultrapassando 10 dias.

O nome virose é uma maneira genérica de chamar as doenças quando não se conhece o vírus que as causaram. Algumas doenças causadas por vírus como sarampo, dengue ou zika, por exemplo, não são chamadas somente de virose até pelo fato de serem mais graves e preocupantes.

As viroses, ainda que sejam mais frequentes em bebês e crianças, também podem atingir os adultos e são contagiosas.

Como a condição pode ser provocada por diferentes tipos de vírus, que afetam as vias respiratórias ou o intestino na maioria das vezes, os sintomas da doença podem ser variados.

Mesmo assim, indicamos alguns dos principais sintomas atribuídos à doença: diarreia, febre, vômito, enjoo, falta de apetite, dor muscular, dor na barriga, dor de cabeça, dor atrás dos olhos, espirros, secreção nasal e tosse.

Durante o período do verão, as viroses mais comuns são as gastrointestinais, conhecidas por provocarem diarreia e enjoo, fazendo mal ao trato digestivo.

O que comer quando está com virose? 

Ao perceber que apresenta os sintomas comuns à condição e desconfiar que você ou seu filho tem uma virose, procure rapidamente a ajuda de um médico para confirmar o diagnóstico e receber as orientações quanto ao tratamento adequado para o quadro em questão.

No meio dessas orientações, o médico provavelmente detalhará como deve ser a dieta do paciente durante o período em que estiver com a doença. Mas você saberia dizer o que comer quanto está com virose? 

Pois bem, a virose pode ser uma condição grave porque os vômitos e a diarreia que ela provoca podem causar uma desidratação. Portanto, especialmente para as crianças, que sofrem mais com a perda de água no corpo, recomenda-se beber bastante líquido, sendo que além da água, a água de coco ou os repositores eletrolíticos também são uma boa alternativa.

A perda de água é mais importante para o corpo do que a impossibilidade de se alimentar. Recomenda-se também ingerir frutas ricas em água como maçã, melão, melancia, laranja, papaia, entre outras.

Para evitar a desidratação é necessário consumir, no mínimo, a mesma quantidade de água que é eliminada por meio dos vômitos e da diarreia.

De acordo com o que encontramos, ainda dá para utilizar o soro, que auxilia a repor não somente o líquido perdido, como também os sais minerais que vão embora por conta da diarreia e do vômito. Nos casos de virose em que a diarreia for intensa, o ideal mesmo é ingerir o soro, que pode ser comprado em farmácias ou preparado (cuidadosamente) em casa.

Ressaltamos que a alimentação durante o tratamento da virose deve ser composta de alimentos leves e que podem ser digeridos com facilidade, como é o caso de legumes, verduras e carnes magras cozidas. Recomenda-se ainda evitar os alimentos que sejam muito condimentados, gordurosos, gasosos e que sejam difíceis de ser digeridos.

Nos primeiros três dias, a pessoa deve evitar alimentos que prendem o intestino como goiaba e banana, porque o vírus deve ser eliminado por meio das fezes.

Com a diminuição dos sintomas, já é aconselhado o consumo de alimentos que ajudam a controlar a diarreia. Em casos de virose, a orientação é fazer refeições leves e de fácil digestão, dando preferência a alimentos cozidos, grelhados e assados.

É preciso comer em pequenas porções, comer uma fruta como pera ou maçã após cada refeição, dar preferência ao queijo branco e ingerir bastante líquido. Outras dicas interessantes para quem busca o que comer quando está com virose são consumir biscoito de maisena ou cream cracker com geleia e tomar sopa com cenoura, batata, arroz e frango ou chuchu, vagem, batata doce ou inhame.

Por outro lado, itens como alimentos com muitos condimentos ou muita gordura, molhos, refrigerantes, bebidas alcoólicas, bolos confeitados ou recheados, chocolates e outros doces e fast food devem ser retirados da alimentação.

Além disso, café e outras bebidas estimulantes, mel, frutas cítricas, cereais e frutas secas devem ser evitados quando se há um quadro de virose.

Concluindo: para quem está com virose, o ideal é focar na hidratação, ingerir bastante líquido e fazer uma alimentação leve, evitando o consumo de gorduras, frituras, molhos e produtos lácteos em geral.

A alimentação após a virose

Depois do período da virose, o organismo encontra-se no período chamado de convalescença, que é a fase após a doença em que ocorre o processo gradual de recuperação, em que as forças são restabelecidas gradualmente.

Nesse momento, o corpo necessita de alimentos energéticos para que se recupere. Essa dieta deve ser leve, de fácil digestão e fácil absorção e fracionada para evitar a hipoglicemia (baixos níveis de glicose no sangue) e baixa resistência imunológica.

Períodos longos de jejum, com duração de mais três horas, também não são recomendáveis para a convalescença da virose.

Entre os alimentos que devem ser priorizados durante essa fase, estão: água, frutas, verduras, legumes, carnes magras, suco de acerola, suco de limão, suco de laranja, chás, bebidas isotônicas e água de coco.

Já as comidas e bebidas que dificultam o processo digestivo e contribuem para as náuseas e o vômito devem continuar fora da dieta do paciente, que encontra-se debilitado por estar recuperando-se de uma infecção viral.

Entre os alimentos que devem ser evitados estão as comidas gordurosas em excesso e aquelas que carregam muitos condimentos.

Fique de olho na virose 

Além de saber o que comer quando está com virose, é importante conhecer os sinais de que é necessário retornar ao médico.

É preciso voltar a procurar o profissional quando tiver sintomas de desidratação, que incluem olhos fundos e pele muito seca e desidratada.

Indicamos o retorno ao médico para os casos em que a diarreia piore ou se vier acompanhada de sangue, quando houver o agravamento da tosse ou falta de ar. No mesmo sentido, o paciente deve ser levado ao pronto-socorro quando houver desmaios e sinais como manchas na pele e caso a febre não cesse com o remédio receitado sob indicação médica.

Você já sabia o que comer quando está com virose? Costuma seguir uma dieta segura e correta quando adquire uma doença dessa para se recuperar? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (8 votos, média: 4,38 de 5)
Loading...
Sobre Dra. Patricia Leite

Dra. Patricia é uma das nutricionistas mais conceituadas do país, sendo uma referência profissional em sua área e autora de artigos e vídeos de grande sucesso e reconhecimento. Tem pós-graduação em Nutrição pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, é especialista em Nutrição Esportiva pela Universidad Miguel de Cervantes (España) e é também membro da International Society of Sports Nutrition. É ainda a nutricionista com mais inscritos no YouTube em português. Dra. Patricia Leite é a revisora geral de todo conteúdo desenvolvido pela equipe de redatores especializados do Mundo Boa Forma.

Deixe um comentário