Proteína Líquida – Benefícios, Como Tomar e Dicas

Especialista:
atualizado em 01/06/2015

A proteína líquida é uma fonte concentrada de proteína para as pessoas que necessitam de mais quantidade de proteínas. Pode ser indicada pelos médicos a pessoas com feridas, diabéticas, com desnutrição proteico-energética, perda de peso involuntária, pré e pós-cirurgia, anorexia, estresse, trauma, câncer e queimaduras.

Além disso, é utilizada em larga escala por atletas e pessoas que treinam intensamente em academias. Mas você sabe quais são os benefícios da proteína líquida? Como tomar? E outras dicas? Para um resultado mais satisfatório dessa “bebida” altamente nutritiva, acompanhe o texto abaixo.

A proteína é um dos nutrientes considerados mais essenciais ao organismo humano, pois é formado por combinações de cerca de 20 tipos de aminoácidos em diferentes proporções que atuam em funções variadas como transporte de nutrientes, formação de fluidos biológicos, funções estruturais, reguladoras e de defesa. Sendo assim, qualquer pessoa, seja atleta ou não, deve consumir algum tipo de proteína para manter seu corpo funcionando perfeitamente. Porém, pessoas que buscam a hipertrofia devem saber que necessitam de uma taxa extra de proteína justamente pelo gasto de energia despendido nos treinos

Benefícios

  1. Melhora da pressão arterial;
  2. Fornecimento de energia;
  3. Reconstrução muscular;
  4. Melhora da performance;
  5. Rápida absorção no organismo.

Características

A cada 28 gramas de proteína líquida existem 10 g de proteína e 100 calorias. A composição apresenta colágeno hidrolisado como fonte de proteína e fornece todos os aminoácidos essenciais ao organismo. Possui glicerina como fonte de carboidratos e não possui açúcares simples. Possui 55 mg de sódio em 28 gramas, tendo baixo teor de sódio. É enriquecido com triptofano, um aminoácido essencial que estimula a produção de serotonina, o hormônio do bom humor. Não contém gordura, nem lactose e nem glúten, sendo assim indicado para pessoas celíacas ou que querem emagrecer, equilibrar seu nível de proteína no corpo ou melhorar seu desempenho.

Apesar dos seus benefícios, a proteína líquida não pode ser utilizada como única fonte de nutrição, por isso deve-se manter uma dieta equilibrada com base em outros alimentos que fornecerão as vitaminas, minerais e nutrientes necessários para a saúde de qualquer organismo.

Quando tomar e como tomar proteína sólida e quando a proteína líquida?

Algumas dicas importantes aos frequentadores de academia e atletas de uma forma geral dizem respeito a quando se deve consumir a proteína líquida e quando a sólida. A proteína de alta qualidade sólida deve ser ingerida pelo menos 45 minutos antes do treino e, em seguida, no pós-treino, também deve ser ingerida uma quantidade para melhorar a recuperação.

Esteja ciente de que ao se beneficiar da elevada síntese de proteína muscular, você precisa elevar aminoácidos no sangue por consumir proteína antes do treino, porque um estudo anterior mostrou que tomar proteína de lenta digestão após o treino não é tão eficaz.

Cerca de 45 minutos antes do treino, consuma proteína de carne de alta qualidade, ou seja, proteína sólida. Se você quer tomar proteína pré-treino você pode optar pela proteína líquida adicional, pois irá fornecer aminoácidos durante todo o treino.

Para melhores resultados, você pode ingerir BCAAs durante o treinamento para aumentar os níveis de leucina e aminoácidos. Para garantir a síntese de proteínas e o máximo de resultado, você pode tomar um shake de proteína líquida pós-treino para uma digestão mais rápida. Sabe-se que a adição de aminoácidos não-essenciais encontrados em proteína de soro de leite e sólidos parece ser necessária para sustentar a vias de síntese de proteína para alcançar a recuperação mais rápida.

Resumindo: Quem deseja ganhar massa muscular deve consumir a proteína sólida antes do treino, pois os ganhos e a recuperação serão bem maiores, mantendo os níveis de proteína elevados até o final do treino. Após o treinamento, consumir a proteína líquida é uma boa idéia, pois o corpo, neste momento, necessita que os nutrientes sejam absorvidos rapidamente para uma recuperação completa e o formato líquido possui esse diferencial.

As refeições líquidas possuem uma digestão mais fácil e rápida, pois o conteúdo presente no trato gastrointestinal é líquido, possibilitando ação enzimática mais eficaz. Assim, sua absorção também será mais rápida e, consequentemente, mais rápido o nutriente atingirá o músculo esquelético.

Não há mistério, para tomar você pode misturar a quantidade de 40 g ou mais de proteína líquida na água ou em shakes.

Pesquisas

Um novo estudo em Medicina e Ciência do Esporte e Exercício demonstrou como ingerir e suplemento antes e após o treinamento para estimular ao máximo a síntese proteica muscular.

A pesquisa teve como objetivo determinar qual proteína seria melhor para aumentar a taxa de síntese proteica no período pré-treino, proteína líquida ou sólida. As refeições foram feitas com 12 homens saudáveis treinados em exercício resistido. Três grupos foram formados: grupo 1 placebo; grupo 2 ingerindo 25 g de proteína e 5 g de leucina com um volume de 500 ml; e grupo 3 com uma ingestão proteica igual ao grupo 2, porém dividida em 15 vezes de 33 ml ao longo de 45 minutos.

A ingestão de alimentos sólidos foi simulada pelo grupo que tomou pequenas doses de whey protein a cada 15 min (grupo 3) para imitar a digestão lenta do alimento real. Esse grupo teve um maior aumento nos níveis de síntese proteica duas horas após o treino, estimulando mais hipertrofia. No grupo líquido (grupo 2), as concentrações de aminoácidos no sangue recuperaram os valores antes que o treino tivesse terminado, ou seja, a concentração de aminoácidos pré-treino no grupo 2 foi menor que a do grupo 3.

Alguma pessoa te recomendou o uso da proteína líquida como suplementação alimentar? Você acredita que ela pode funcionar melhor para você que a proteína sólida? Comente abaixo.

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (4 votos, média: 4,50 de 5)
Loading...
Sobre Julio Bittar e Dra. Patricia Leite

Quando se trata de saúde, é muito importante poder contar com uma fonte confiável de informações. Afinal de contas sabemos que o sua qualidade de vida e bem-estar devem estar em primeiro lugar para você. Por isso contamos com uma equipe profissional diversificada, com redatores e editores que desenvolvem um conteúdo de qualidade, adaptando-o a uma linguagem de fácil compreensão para o público em geral, tendo por base as mais confiáveis fontes de informação. Depois disso todo artigo é revisado por profissional especialista da área, para garantir que as informações são verídicas, e só então ele é publicado no site. Tudo isso para que você tenha confiança no MundoBoaForma e faça daqui sua fonte preferencial de consulta para assuntos relacionados a saúde, boa forma e qualidade de vida. Conheça mais sobre os profissionais que contribuem para a qualidade editorial do portal.

Deixe um comentário