Quais São as Dietas Milagrosas Mais Famosas?

Especialista:
atualizado em 12/02/2020

Que mulher nunca desejou queimar uns quilinhos para caber naquele vestido lindo e arrasar numa festa? Em algum momento, todas nós já pensamos em recorrer a dietas milagrosas que ouvimos no salão, na academia ou lemos nas revistas de boa forma ou celebridades.

Mas nem só de simples mortais sobrevivem a fama desses regimes bizarros. As pessoas famosas do mundo das artes como música, moda, televisão e cinema, principais vítimas da ditadura da magreza, estão sempre de olho em receitas mágicas de emagrecimento instantâneo. E nós, de olho nelas. É aí que mora o perigo.

De papinhas de bebê a vinagre, parece que vale tudo para perder peso em pouco tempo. “As dietas milagrosas da moda, por serem de baixíssima ingestão calórica e deficientes em nutrientes importantes para o bom funcionamento do organismo, podem ocasionar desde leves transtornos, como desidratação, náuseas e alterações no ciclo menstrual, até a diminuição da pressão arterial e um risco 18 vezes maior do desenvolvimento de anorexia e bulimia”, alerta o nutricionista e membro da Sociedade Brasileira de Alimentação e Nutrição, Dr. Luís Cláudio Benevenuto.

Para isto, você deve ficar atento e se informar sobre os riscos dessas dietas milagrosas que podem ser frágeis para sua saúde.

A fórmula do sucesso

Pesquisas mostram que 33% a 40% das mulheres ao redor do mundo estão seguindo algum tipo de dieta ou fazendo uso de produtos tidos como emagrecedores. No Brasil, esse número sobe para 50%. Mas será que tanto sacrifício vale a pena?

Alguns especialistas defendem que as dietas milagrosas costumam funcionar a curto prazo. Mas ao optar por uma restrição de energia muito severa o resultado pode ser a perda de massa muscular, não de gordura. Isto torna o metabolismo mais lento, deixando, desta forma, o indivíduo mais vulnerável a ganhar peso assim que voltar à dieta regular.

Estudos indicam que 70% a 90% das pessoas que seguem modismos alimentares retornam ou ultrapassam seu peso inicial em um período de um a cinco anos após o término da dieta. A maneira mais eficaz de emagrecer de forma saudável e para sempre é unir bons hábitos alimentares à atividade física frequente, que, além de acelerar a queima de gordura corporal, ajuda a manter o peso e a controlar fatores como colesterol e pressão.

Segundo a American Dietetic Association, uma dieta saudável visa à perda de ½ Kg a 1 Kg por semana para facilitar a adesão ao tratamento e evitar prejuízos ao organismo. Para isso, fuja das dietas milagrosas que prometem a obtenção de resultados significativos em um curto espaço de tempo e eliminem ou recomendem o consumo de grupos alimentares específicos. Um organismo saudável precisa obter o equilíbrio entre todos os nutrientes, em especial todas as vitaminas e minerais.

5 Dietas Milagrosas mais Famosas e as Celebridades Adeptas

Celebridades fazem da dieta algo tão fácil, não é? Um mês eles estão nos sites de notícias por ter ganhado muito peso e no próximo são a atração principal dos corpos mais sexy do mundo. É claro que não é tão simples como parece. Eles têm que trabalhar tão duro como nós para perder peso (mais difícil, por vezes, quando estão sob a pressão de tempo para um papel na televisão), mas é claro que eles têm a vantagem de nutricionistas e personal trainers para mantê-los no caminho certo.

Então, vamos ver como indivíduos desconhecidos como nós temos a chance de uma transformação de peso como Jennifer Hudson ou Kelly Osbourne?

1. Vigilantes do Peso

A atriz e cantora Jennifer Hudson é a mais recente porta-voz do programa Vigilantes do Peso. Nele você é encorajado a comer muitas frutas e vegetais, e nada é proibido.

Como funciona: você se inscreve e segue seu plano de ProPoints. Toda comida vale um número diferente de ‘pontos’, os quais se somam a seu limite semanal. O seu limite vai depender de suas metas de saúde e perda de peso pessoais. Mas é claro que não é um sistema perfeito. Veja alguns prós e contras da dieta apontados por alguns especialistas:

Prós:

  • É um programa acessível;
  • Mais ou menos fácil de seguir;
  • Ótimo para a perda de peso a longo prazo e a manutenção.

Contras:

  • Necessidade de comprar alguns de seus produtos;
  • Contar pontos a cada vez que você come pode ser entediante – e nem sempre é o melhor indicador de valor nutricional. (Exemplo: uma barra de chocolate pode conter as mesmas calorias / pontos que um sanduíche nutritivo, mas não é tão saudável);
  • Também requer frequentar os encontros semanais em uma base regular, o que não é prático para um monte de pessoas que têm um estilo de vida agitado e trabalhos que exigem viagens constantes.

Em vez disso, você pensar sobre a qualidade do que você come em termos de como ela fere a sua fome ao invés de apenas a contagem de calorias. Há uma grande ênfase no apoio do grupo também, o que ajuda muita gente.

2. Dieta Dukan

Criada pelo nutricionista francês Pierre Dukan, este método teve como principal garota-propaganda a princesa Kate Middleton, que adotou a dieta às vésperas de seu casamento com o príncipe William. Também temos sua irmã Pippa Midleton e outras adeptas como a atriz Jennifer Aniston, Penélope Cruz e a cantora Beyoncé, além de brasileiras como a top model Gisele Bündchen, a atriz Renata Dominguez e Dani Bananinha.

A Dukan é fundamentada em uma alimentação baseada no consumo de proteínas e total restrição a carboidratos, dividindo-se em fases.

Como funciona: Há quatro fases.

  • A Fase de Ataque: de dois a sete dias, limite os alimentos ao optar por aqueles ricos em proteína. Atenha-se a carnes magras, peixes, tofu, milho, ovos e produtos lácteos sem gordura. São 72 tipos de alimentos que podem ser escolhidos para o consumo sem limite de quantidade por serem ricos em proteína.
  • Fase de Cruzeiro: adicionar vegetais em um total de 28 tipos, que também não têm restrição de quantidade. Essa fase determina uma perda média de 1 kg por semana. Você pode alternar dias com dieta vegetariana e dias à base de carne ou comê-los juntos. Grãos e leguminosas também estão fora do menu, como frutas (por enquanto). Atenha-se a esta fase até sua meta de peso ser atingida.
  • Fase Consolidação: esta reintroduz lentamente os alimentos “normais” sem você recuperar o peso indesejado. Adicione duas fatias de pão e uma porção de fruta e queijo à sua dieta diária. Você também pode permitir-se duas porções de carboidratos. Queijo, pães, frutas, alimentos ricos em amido e refeições de “comemoração” podem ser adicionados duas vezes na semana. Para cada quilo perdido durante a Fase de Cruzeiro, ficar na Fase de Consolidação por cinco dias. Então, se você perdeu seis quilos, fazê-la por 30 dias.
  • Fase de Estabilização Permanente: comer normalmente novamente seis dias por semana. Uma vez por semana, ter um dia de Fase de Ataque. Essa medida permite que se coma normalmente nos outros dias da semana sem engordar novamente.

Prós:

  • Comer tanto quanto você quiser;
  • Durante a fase de ataque e Cruzeiro, você pode acumular o seu prato com alimentos permitidos.

Contras:

  • Restringir totalmente os carboidratos;
  • Durante a fase de cruzeiro, proteína e vegetais são fundamentais.

Assim, os especialistas reiteram sempre que as dietas milagrosas que cortam grupos alimentares podem levar a deficiências, de modo que você pode precisar de tomar um multivitamínico se for seguir a dieta à risca.

3. Dieta Paleo

A estrela de Hollywood Megan Fox é uma adepta fervosorosa desta dieta, bem como Jessica Biel, Milley Crucis e Matthew McConaughey.

Como funciona: Esta dieta é baseada no princípio de que devemos comer da forma como os seres humanos na era Paleolítica – ou seja, se um homem da caverna não teria comido, você também não deveria.

Todos os grãos de cereais são proibidos, como são os produtos lácteos, alimentos processados, feijão e batata. Mas há uma boa notícia para os carnívoros. A Dieta Paleo incentiva você a comer carne, peixe e ovos, acompanhado de frutas e vegetais frescos. E não há nenhum plano rigoroso, é apenas um caso de adoção dos alimentos certos.

Prós:

  • Exclui alimentos processados e açúcares refinados e dá ênfase a vegetais, frutas, castanhas e carne de animais alimentados com capim;
  • As escolhas alimentares são propícias no combate às doenças cardíacas e alguns tipos de câncer.

Contras:

  • A contagem de calorias;
  • Em relação ao grande consumo de carne vermelha que integra a dieta, sugere-se substituir por peixe e frango e menos carne vermelha — e o mínimo possível de carnes processadas;
  • Baixíssimo teor de carboidrato em sua versão mais radical. Em especial aos corredores, sugere-se antes e depois de treinos ingerir carboidratos que não estejam presentes no cardápio da dieta para evitar a exaustão nas provas de resistência. Alguns deles são bebidas esportivas, pães, arroz e batatas.

Assim, se você não pode suportar ficar sem os carboidratos definitivamente, não é para você. Ainda, eliminar grãos, feijões e laticínios fará você se sentir melhor? Talvez sim, talvez não. Outra alternativa é adaptá-la mediante alguns aspectos, como atletas que precisavam de mais carboidratos e não abriram mão de frutas secas e mel, restringidas em sua versão original.

4. Dieta 5:2

A atriz Gwyneth Paltrow credita a esta dieta sua forma física, além das estrelas Liv Tyler, Jennifer Aniston, Miranda Kerr e Christy Turlington. Tem sido uma das dietas milagrosas mais populares nos últimos anos, e tem diversas dicas online de como vencer a fome e diversas receitas para o seus “dias de jejum”.

Como funciona: Comer normalmente por cinco dias e restringir-se nos outros dois dias na semana. Reduz-se a ingestão de calorias para apenas um quarto da quantidade diária habitual. Isso se soma a 500 para mulheres e 600 para homens. Isso limita em 25% a sua ingestão de calorias. Você pode, ao longo da semana, comer legumes, peixe, ovos, carnes magras e tomar sopa. Nos dias de restrição, você deve beber muita água. Café e chá pretos, chá de ervas e bebidas dietéticas estão liberados.

Prós:

  • A dieta faz um detox completo no organismo e causa um choque no metabolismo. Juntos, esses fatores estimulam a diurese, o funcionamento do intestino e a regulação da pressão arterial;
  • Promove queda das taxas de açúcar no sangue e redução rápida dos estoques gordurosos, especialmente na região abdominal;
  • Aumenta o metabolismo basal — ao realizar funções essenciais à nossa sobrevivência, como respirar, seu corpo estará torrando um número de calorias acima do normal.

Contras:

  • Pode ter o efeito contrário e com o tempo a perda de peso pode gerar a desnutrição pois, caso adotada por um longo tempo, a dieta não oferece a quantidade necessária de vitaminas e minerais;
  • Uma das recomendações da dieta é continuar se exercitando mesmo nos dias das 500 calorias, porém, com um aporte tão baixo de energia isto pode fazer com que a pessoa passe mal e chegue até mesmo a desmaiar;
  • Com o tempo pode prejudicar o metabolismo e favorecer o ganho de peso. Este é o resultado tanto do fato que o corpo pensa que você está com um aporte calórico pequeno quanto das recomendações da dieta para que a pessoa fique longos períodos de jejum entre uma refeição e outra;
  • Pode gerar compulsão alimentar mediante a restrição prolongada por 24hs.

Ainda, se você sentir que, após duas semanas, não está perdendo peso, pode mudar a proporção conforme sua necessidade. É possível fazer 6:1, 4:3 ou até mesmo dias alternados, comendo normalmente em um dia e fazendo a restrição no seguinte. No entanto, não se deve praticar a fase de restrição por mais de 48 horas seguidas. Portanto, é sempre indispensável analisar se as dietas milagrosas combinam com você e consultar um especialista mediante cada proposta.

5. Dieta Dash

Jessica Simpson, Taylor Swift e Heidi Klum são algumas das celebridades que adotaram a DASH para secar o corpo. A dieta tem sido avaliada como o melhor regime alimentar global a cada ano.

Ela é, na verdade, um plano saudável de comer, que inclui regras sensatas para cortar sal, gorduras e açúcar e frutas e vegetais, a fim de reduzir os níveis de colesterol ruim e, possivelmente, perder peso. Ela foi originalmente desenvolvido pela nutricionista Marla Heller e significa “Dietary Approaches to Stop Hypertension”, ou “Dieta com foco na hipertensão”.

Ou seja, não tem sido originalmente planejada para a perda de peso.

Como funciona: Ela é dividida em 2 fases.

  • Fase 1: tem lugar nas duas primeiras semanas do programa. É uma fase de transição de baixo carboidrato, concebido para reiniciar o seu metabolismo com ênfase nas proteínas. Isto é conhecido como a fase de rápido efeito, o que pode ter efeitos imediatos na cintura na maioria das pessoas. Neste período é estimulada a queima de gordura (em vez de glicose) como combustível. Isso ocorre porque não há a ingestão de carboidratos, e o corpo não tem escolha senão queimar suas lojas de tecido adiposo para a energia.
  • Fase 2: segue imediatamente após, onde frutas, legumes e cereais integrais ricos em amido são reintroduzidos, a fim de continuar a dieta e perda de peso, além de baixar a pressão arterial e colesterol. Na Fase 2, você aprende como manter a dieta como uma estratégia de longo prazo para a redução da pressão sanguínea e melhora o colesterol. O corpo foi treinado novamente para usar um caminho diferente para fazer a energia. Então, quando você começar a reintroduzir carboidratos, na segunda fase, você pode experimentar menos ansiedade pelo açúcar, como o corpo deslocou-se para queimar mais gordura para obter energia.

Dicas e indicações:

  • Não comer tantas gorduras saturadas como o óleo de coco em saladas;
  • Consumir baixo teor de gordura ou produtos lácteos sem gordura, bem como produtos adoçados artificialmente como o iogurte com sabor de frutas (2-4 porções por dia);
  • Não consumir muitos alimentos naturalmente açucarados;
  • Aumentar alimentos adoçados artificialmente;
  • Não comer muitos alimentos ricos em sódio e reduzir o consumo de sal/sódio;
  • Não diminuir o tamanho das porções;
  • Não comer muitos alimentos processados, mas acrescentar proteína com carne magra, peixe, aves e ovos (1,5-2,5 porções por dia);
  • Não comer com abundância porções de frutas e vegetais (4-6 porções de cada dia);
  • Fazer seus lanches com nozes, sementes e leguminosas (3-6 vezes por semana);
  • Não evitar quaisquer oportunidades para se exercitar. Ande por onde você pode e aumente a atividade geral de seu corpo.

Prós:

  • Ao contrário de outras dietas milagrosas, essa dieta não faz restrições de grupos alimentares, sendo possível evitar a monotonia tão comum nas outras;
  • Pacientes hipertensos que associaram a dieta a mudanças no estilo de vida tiveram redução da morbimortalidade decorrentes de doenças cardiovasculares;
  • Existem estudos que indicam que a dieta DASH pode reduzir a incidência de algumas neoplasias, além de diminuir os riscos de osteoporose, devido ao cálcio presente nos produtos lácteos;
  • Ensina a pessoa a se alimentar;
  • É um estilo de vida, e não algo temporário.

Contras:

  • Devido ao incentivo à ingestão de fibras, algumas pessoas sentem dificuldades em seguir essa dieta.

Fique atento, independente de qual dessas dietas milagrosas você escolher, lembre-se que a disciplina, bom humor e perseverança também são ingredientes chave para o seu sucesso. Afinal, a alimentação está diretamente ligada a fatores psicológicos.

E lembre-se: nutricionistas são os únicos profissionais capazes de elaborar um plano de refeições equilibrado e coerente com os hábitos de cada paciente, respeitando suas preferências alimentares, histórico e estilo de vida. Consulte-os antes de fazer a sua escolha!

Você já adotou ou pretende adotar alguma dessas dietas milagrosas? Qual delas, e por quê? Comente abaixo.

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (3 votos, média: 4,67 de 5)
Loading...
Sobre Dra. Patricia Leite

Dra. Patricia é uma das nutricionistas mais conceituadas do país, sendo uma referência profissional em sua área e autora de artigos e vídeos de grande sucesso e reconhecimento. Tem pós-graduação em Nutrição pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, é especialista em Nutrição Esportiva pela Universidad Miguel de Cervantes (España) e é também membro da International Society of Sports Nutrition. É ainda a nutricionista com mais inscritos no YouTube em português. Dra. Patricia Leite é a revisora geral de todo conteúdo desenvolvido pela equipe de redatores especializados do Mundo Boa Forma.

Deixe um comentário