Remoção de tatuagem: principais métodos e cuidados necessários

Especialista da área:
atualizado em 08/06/2022

Existem vários métodos disponíveis para a remoção de tatuagens, por isso é fundamental consultar um médico ou médica dermatologista antes de tomar uma decisão. 

Nessa avaliação médica, as características de sua pele e da tatuagem são analisadas, constituindo as bases para a escolha do método de remoção da tatuagem mais adequado para você. 

  Continua Depois da Publicidade  

Os fatores que interferem na remoção de uma tatuagem são, basicamente, o tamanho da tatuagem, a cor e as características da sua pele. O tempo de tratamento varia de acordo com o método escolhido e com as características citadas. 

As tatuagens de cores mais claras, como branca, amarela, vermelha e verde são mais resistentes, e as de cor preta e azul escuro são mais facilmente removidas. 

Tatuagens feitas por profissionais qualificados tendem a ser mais facilmente removidas, uma vez que há maiores chances de terem sido feitas na camada correta da pele. Além disso, tatuagens mais antigas, cujo pigmento já foi mais absorvido pela pele, também são mais fáceis de remover.   

De modo geral, a técnica mais usada e indicada pelos especialistas é a remoção a laser, que costuma gerar resultados bem satisfatórios. 

Veja quais são os métodos para remoção de tatuagem mais usados e quais cuidados são necessários. 

  Continua Depois da Publicidade  

Prós e contras da remoção de tatuagem

Os motivos para alguém remover uma tatuagem são muito particulares, por isso é importante considerar todos os prós e contras antes de tomar uma decisão, que é custosa e demanda paciência

Prós 

  • Você pode ficar livre de uma tatuagem, cujo resultado não tenha te agradado ou que já não possua o mesmo significado que tinha quando você tatuou. Essas situações podem gerar bastante insatisfação com o próprio corpo, por isso a remoção da tatuagem apresenta-se como uma boa saída. 
  • Os sintomas após o procedimento de remoção de tatuagem costumam ser leves, com um pequeno inchaço e vermelhidão no local. 
  • Durante o procedimento, o especialista poderá anestesiar o local para minimizar a dor. 

Contras

  • A remoção de tatuagem apresenta um alto custo, principalmente se for feita com equipamentos de laser modernos. 
  • Peles escuras apresentam maiores riscos de queimadura, cicatrizes e hiperpigmentação, pois possuem uma pigmentação natural semelhante a das tintas de tatuagem. 
  • A remoção de tatuagem requer várias sessões e pode levar até dois anos para conseguir um resultado de eliminação completa.

Principais métodos de remoção de tatuagem

Remoção de tatuagem
A remoção de tatuagem a laser é um dos processos mais conhecidos e eficazes

Os principais métodos de remoção de tatuagem são: 

Remoção de tatuagem à laser

A remoção de tatuagem a laser é um dos métodos mais eficazes e, por isso, também é um dos mais procurados. 

O laser penetra na pele e é atraído pelos pigmentos de tinta que compõem a tatuagem. As pequenas partículas de pigmento resultantes da ação do laser são eliminadas pelo sistema imunológico. 

Quanto maior for o contraste entre a cor da pele da pessoa e a cor da tatuagem, melhor o resultado, pois o laser é atraído pelo pigmento e, por isso, são usados diferentes tipos de laser para cada cor. 

Esse processo é demorado e, dependendo da tatuagem, podem ser necessárias seis, dez ou mais sessões, para chegar ao resultado desejado. Cada sessão possui um custo relativamente alto e, quanto mais moderno for o laser utilizado, mais caro tende a ficar o tratamento. 

  Continua Depois da Publicidade  

É necessário dar um intervalo de 45 a 60 dias de uma sessão para outra, para que a cicatrização seja completa e a despigmentação seja mais eficiente.   

Atualmente, existem várias opções de lasers no mercado, com variações nos comprimentos de onda, por exemplo: 

  • Laser QS Ruby: este laser emite um comprimento de onda de 694 nanômetros, usado em tatuagens com pigmentação preta, azul, verde e roxa. 
  • Laser QS Nd YAG: emite o comprimento de onda de 1064 nanômetros, utilizado para remoção de tatuagens com pigmentação preta e azul. Também pode emitir um comprimento de onda de 532 nanômetros, eficiente para remoção da cor amarela, vermelha e laranja.
  • Laser QS Alexandrite: emite um comprimento de onda de 755 nanômetros, utilizado para remover tatuagens na cor roxa, verde, preta e azul. 

Quando a tatuagem possui várias colorações, lasers com diferentes comprimentos de onda precisam ser utilizados. Nessas situações, é indicado começar com o comprimento de onda mais alto e diminuir nas próximas sessões. 

Dermoabrasão

A dermoabrasão consiste em uma técnica bastante invasiva e agressiva pois, basicamente, lixa a pele para remover a tatuagem. O método é realizado com anestesia local e com um disco abrasivo de alta rotação. 

Esse método não é tão usado atualmente, devido ao risco de infecção das lesões provocadas na pele e aos desconfortos após o procedimento, que são semelhantes ao de uma queimadura. 

A dermoabrasão não é indicada para pessoas que têm tendências a queloide, que é uma protuberância que se forma na pele por excesso de colágeno, após a cicatrização. 

  Continua Depois da Publicidade  

Cremes para remoção de tatuagens

Os cremes para remoção de tatuagem têm como proposta uma solução rápida, indolor e mais barata do que os demais métodos, como o laser. 

Mas, na prática, a eficiência do creme nem se compara à do laser e alguns podem causar sérios danos à sua pele, como queimaduras e cicatrizes.  

As formulações desses cremes têm como objetivo clarear a região em que o creme é aplicado ou remover a camada superior da pele, para que uma nova camada sem pigmento se forme no lugar:

  • Creme à base de hidroquinona: funciona como um clareador, reduzindo os pigmentos da epiderme, que é a camada superior da pele. A hidroquinona é bastante utilizada para tratar melasmas
  • Creme à base de TCA (ácido tricloroacético): tem como objetivo “descascar” a camada da pele. Ao invés de alcançar a tinta da tatuagem, o creme age na própria pele, removendo-a do corpo e estimulando a formação de uma nova camada. 

Existem variações desses cremes, que utilizam compostos naturais para o clareamento e para a descamação.

Remoção de tatuagem por excisão (cirurgia)

A remoção cirúrgica é um método pouco utilizado, pois deixa uma cicatriz aparente no local em que houve a remoção da tatuagem. 

Essa cicatriz pode trazer lembranças de que um dia a tatuagem existiu e, dependendo do local, pode trazer constrangimento à pessoa. 

Em locais onde não há excesso de pele, é necessário recorrer a enxertos, com o objetivo de deixar a pele com a aparência mais saudável. 

Normalmente, a cirurgia é indicada para pessoas que apresentam reação alérgica aos pigmentos da tatuagem e precisam removê-la com urgência para conter a alergia. 

Como toda cirurgia, o pós-operatório requer cuidados que são orientados pelo cirurgião ou cirurgiã plástica responsável pelo caso.

Peeling químico 

O peeling químico é muito utilizado em clínicas de estética para o clareamento e renovação da pele e tem sido aplicado, também, na remoção de tatuagens. 

Comparado ao laser que penetra profundamente nas camadas da pele, guiado pelo pigmento da tatuagem, as substâncias químicas usadas no peeling agridem todo o tecido, podendo causar uma significativa inflamação e deixar a pele vulnerável a infecções e cicatrizes.  

Nos primeiros dias, a pessoa não pode se expor ao sol e pode sentir bastante dor no local do procedimento. 

Existem dois tipos de peeling químico usados para remover tatuagens: 

  • Peeling com ácido tricloroacético: promove a descamação da pele em diferentes níveis, até alcançar a camada onde estão os pigmentos da tatuagem.
  • Peeling com ácido fenol: o procedimento com este ácido tende a ser mais doloroso, pois atinge as camadas mais profundas da pele já na primeira aplicação. 

Cuidados após a remoção da tatuagem

Filtro solar
Usar filtro solar é sempre importante, mas após a remoção de uma tatuagem, mais ainda

Após as sessões de remoção da tatuagem, é importante tomar alguns cuidados, para evitar manchas, irritação, coceira e cicatrizes na pele: 

  • Evite tomar sol e utilize filtro solar. Se possível, use vestimentas com proteção solar.
  • Evite usar acessórios no local onde o procedimento de remoção da tatuagem foi feito.
  • Não esqueça de aplicar a pomada cicatrizante recomendada pelo profissional que fez a tatuagem ou pelo dermatologista. 
  • Mantenha a pele bem hidratada, com a aplicação de hidratantes e com a ingestão de água. 
  • Não tire as crostas ou bolhas que podem se formar na região. Deixe a pele cicatrizar naturalmente. 
  • Evite os alimentos pró-inflamatórios, que prejudicam a cicatrização

Ao seguir essas recomendações, você terá uma boa e tranquila recuperação e poderá aproveitar essa nova fase sem a tatuagem. 

Fontes e referências adicionais

Você já removeu ou pretende remover alguma tatuagem? Se sim, qual método utilizou ou qual você achou mais adequado? Comente abaixo! 

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (1 votos, média 5,00)
Loading...
Sobre Equipe MundoBoaForma

Quando o assunto é saúde, você tem que saber em quem confiar. Sua qualidade de vida e bem-estar devem ser uma prioridade para você. Por isso contamos com uma equipe profissional diversificada e altamente qualificada, composta por médicos, nutricionistas e profissionais de educação física. Nosso objetivo é garantir a qualidade do conteúdo que publicamos, que é também baseado nas mais confiáveis fontes de informação. Tudo isso para que você tenha confiança no MundoBoaForma e faça daqui sua fonte preferencial de consulta para assuntos relacionados à saúde, boa forma e qualidade de vida.

Deixe um comentário