Suor Emagrece? Suar Faz Emagrecer de Alguma Forma?

Especialista:
atualizado em 17/02/2020

Quando alguém vê aquele pessoal malhado na academia se exercitando e suando muito, é bem provável que fique a dúvida se o suor emagrece, ou seja, se toda aquela água que sai do corpo não teria algum papel no processo de queima de calorias.

Ou isso não tem nada a ver e o suor não passa de um fenômeno que provoca um cheirinho desagradável, pelo menos para algumas pessoas? A propósito, vale a pena saber o que causa o cheiro forte do suor e como prevenir.

Mas antes: o que é o suor?

Conhecer a definição de suor certamente nos ajudará a entender se o suor emagrece. Então, vamos lá: o ato de suar também é conhecido pelo nome de transpiração e ocorre devido à liberação de líquido por parte das glândulas sudoríparas do corpo.

O suor é geralmente observado abaixo dos braços, nos pés e nas palmas das mãos e trata-se de um processo que contribui para que o corpo mantenha-se fresco. Em outras palavras, o suor é uma maneira natural pela qual o organismo regular a sua temperatura.

A quantidade de suor despejada por uma pessoa varia de acordo com o número de glândulas sudoríparas que a mesma possui. Cada pessoa nasce com 2 mil a 4 mil glândulas sudoríparas, que começam a se tornar completamente ativas durante a puberdade.

Já desconfiou que parece que os homens transpiram mais do que as mulheres? Pois é, isso pode estar associado ao fato que as glândulas sudoríparas dos homens têm uma tendência para ser mais ativas.

Não se culpe tanto quanto você suar muito mesmo depois de tomar os devidos cuidados de higiene: a transpiração é controlada pelo chamado sistema nervoso autônomo, que é a parte do sistema nervoso que a gente não consegue controlar.

Entre os desencadeadores do suor, podemos mencionar as temperaturas quentes, as situações que deixam uma pessoa nervosa, brava, envergonhada ou amedrontada, a menopausa e a prática de exercícios físicos.

E então, será que o suor emagrece?

A gente acabou de aprender que a prática de exercícios físicos é uma dos fatores que desencadeia o suor e certas atividades que provocam a transpiração até queimam calorias, entretanto, os treinos que não provocam tanto suor também resultam no gasto de calorias.

Portanto, não dá para afirmar que quem suar mais vai perder necessariamente mais calorias. Tanto que o cientista do esporte Harry Aitken explicou que o suor funciona como um indicador da regulação da temperatura corporal em vez de ser um indicador de quão duro a pessoa está se esforçando no treinamento em questão.

Também não é possível afirmar que qualquer efeito aparente de perda de peso de uma pessoa esteja associado à quantidade de suor que ela derrama. Isso porque, a fundadora da Topaz Fitness Academy, Karen Austin, que o suor é efetivamente uma perda de água e não uma eliminação de gorduras.

No mesmo sentido, o presidente de pesquisa e performance e segurança do atleta do Instituto Korey Stringer da Universidade de Connecticut, Robert Huggins, destacou que o que é eliminado com o suor não corresponde à massa de gordura, o tipo de peso que a maioria das pessoas tem como objetivo mandar embora.

Com isso, qualquer perda de peso aparentemente promovida pelo suor será temporária até o praticante consumir o próximo copo de água, acrescentou Austin. E esse próximo copo de água realmente precisa ser tomado para repor a hidratação do corpo e evitar que todo aquele suor eliminado se transforme em uma desidratação.

Existem atletas que recorrem a técnicas de indução do suor, permanecendo horas em uma sauna, por exemplo, quando precisam atingir determinado peso corporal para se qualificar para uma competição.

Entretanto, fica o alerta de que perder tanta água pode ser um tanto quanto perigoso para a saúde e o lembrete de que existem maneiras muito mais saudáveis e indicadas para emagrecer efetivamente por meio da eliminação de gordura corporal.

Fatores alheios ao exercício que influenciam na quantidade de suor liberada

Além disso, vale a pena registrar que cada pessoa possui um corpo diferente e um indivíduo pode apresentar mais glândulas sudoríparas que o outro, conforme apontou a fundadora da Topaz Fitness Academy.

Uma pessoa que possui mais glândulas sudoríparas vai transpirar mais do que a outra que não apresenta tantas glândulas sudoríparas, entretanto, isso não significa que a primeira vai eliminar mais gordura do que a segunda quando as duas praticarem um treinamento físico com a mesma intensidade.

O presidente de pesquisa e performance e segurança do atleta do Instituto Korey Stringer também afirmou que cada pessoa carrega o seu próprio ritmo de transpiração e que esse índice pode sofrer alterações ao longo do tempo.

Existem ainda outros fatores que podem influenciar a quantidade de suor a ser liberada, como o ambiente em que a pessoa se encontra. Huggins exemplificou que quando está mais úmido que o normal, o indivíduo perde a mesma quantidade de suor que elimina em um ambiente quente ou seco, no entanto, quando está úmido, o ar encontra-se mais saturado com a umidade e o suor não consegue evaporar.

O especialista ainda destacou que o ritmo de transpiração de uma pessoa é elevado uma vez que ela se torna mais aclimatada com o calor do ambiente em que se encontra. Segundo o presidente de pesquisa e performance e segurança do atleta do Instituto Korey Stringer, é isso que permite que o corpo esfrie mais rapidamente e o praticante continue a treinar.

A conclusão disso tudo é que sozinho o suor não funciona como um bom indicador da quantidade de peso que uma pessoa vai perder ou queimar no final das contas.

Então, respondendo a pergunta título do nosso artigo de hoje: não, não podemos afirmar que o suor emagrece, nem que o volume de suor apresentado por uma pessoa em uma sessão de treinamentos indica a quantidade de calorias que ela está queimando, tampouco o quão em forma o praticante se encontra. Mas você pode aprender aqui em nosso site o que é que pode realmente ajudar a ter sucesso no processo de emagrecimento.

Recapitulando e finalizando

Para quem tem o objetivo de emagrecer de maneira saudável, mantendo o peso eliminado bem longe, induzir o suor não é uma ideia muito inteligente. Isso porque o peso líquido perdido será recuperado ao tomar água novamente. E se essa água não for reposta poderá ser desenvolvida uma desidratação perigosa para o organismo.

Então, para emagrecer de maneira duradoura e saudável, o ideal mesmo é aliar a prática frequente de exercícios físicos a uma alimentação balanceada, saudável, nutritiva e controlada. Melhor ainda se ambos aconteceram sob o acompanhamento de um educador físico e de um nutricionista, o que garante encontrar um processo seja seguro e saudável para o seu caso em particular.

Tenha em mente que este artigo serve unicamente para informar e jamais pode substituir as recomendações profissionais e qualificadas do educador físico e do nutricionista.

Fontes e Referências Adicionais:

Você já ouviu falar que o suor emagrece? Acreditava nesse ditado? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (1 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...
Sobre Francisco Santana

Francisco José Santana é personal trainer, formado pela Univer Cidade RJ 2007, com certificação CORE360º treinamento funcional, Certificação Internacional FNS I e II em avaliação funcional, especializações em suplementação nutricional esportiva, Crosstraining - Scientific Sport, Cineantropometria aplicada, Primeiras ações em emergência, Prevenção de Doenças Laborais, Musculação, Ginástica Corretiva, Spinning (Johnny G), Técnica de Tecidos Moles - Miofacial, e Inteligência Emocional - ASICC

Deixe um comentário