Lesão na academia

6 Dicas Simples Para Evitar Lesões na Academia

As aulas de ginástica na academia são uma ótima maneira de se manter em forma e beneficiar a saúde. Entretanto, quando os devidos cuidados de proteção não são tomados e as técnicas dos exercícios não são executadas corretamente, o praticante corre o risco de se lesionar.

Publicidade

Se você frequenta a academia e nunca parou para prestar atenção se estava realmente protegendo o seu corpo e fazendo as atividades corretamente, não deixe de conferir a seguir a nossa série de dicas de como evitar lesões em seis diferentes tipos de aulas:

1. Treino no saco de pancadas do boxe

11aboaforma - saco de pancadasFoto: Shopping Fight

Nessa aula, a região do pulso fica suscetível a sofrer distensões e luxações, especialmente nos casos em que o aluno não utiliza adequadamente os equipamentos de proteção e quando a sua técnica de soco não é a correta.

Para evitar que isso aconteça, o aluno deve se certificar de que está socando o saco com a técnica adequada. É importante que ele mostre ao professor o jeito que está fazendo, para saber se é a maneira correta, e que sempre obedeça as orientações do treinador, caso ele peça para mudar alguma coisa.

O praticante também precisa colocar corretamente a luva e o protetor no pulso para proteger os ossos e tendões e, dessa maneira, evitar possíveis lesões. O melhor jeito de pôr o equipamento é deixando o pulso sempre reto.

É recomendado que o aluno comece colocando a luva em torno do polegar e, na sequência, gire a proteção três vezes ao colocá-la no pulso e depois prenda a parte da palma da mão. Após, ele deve pôr a parte que fica entre os dedos, girando a proteção do dedão e levando até cada um deles. Em seguida, basta pegar a parte restante da luva e envolvê-la entre as articulações e em volta do pulso. Por fim, ele deve fixar bem o velcro para que a luva fique estabilizada.

Se ao arrumar a luva nas mãos, ficar com dúvidas ou achar que não colocou da maneira correta, é aconselhável pedir o auxílio e a orientação do professor.

2. Treino na bicicleta

Bicicleta Ergométrica

Algo que pode ocorrer após um treino na bicicleta ergométrica é a dor nos joelhos. Isso acontece quando o aluno não ajusta o assento do aparelho, de maneira que ele fique adequado ao seu corpo.

A recomendação para evitar que isso aconteça é simples: chegar cedo na academia. Ao fazer isso, o praticante tem tempo de arrumar o banco da bicicleta e de se alongar antes de partir para os exercícios.

Para ajustar o assento adequadamente, ele deve movimentá-lo para frente e para trás, de maneira que o joelho da frente fique posicionado exatamente acima do eixo do pedal quando ele estiver sentado. Depois, o aluno deve ajustar a altura do banco, de modo que fique em uma posição adequada para seu corpo.

Em seguida, ele deve colocar os dois pés nos pedais e ir girando até que uma das pernas alcance a parte de baixo com o pedal. A melhor posição é aquela em que a perna do aluno forma um ângulo de 30º. Após isso, é a vez de ajustar as barras de mãos, de maneira que a pessoa se sinta confortável e que os cotovelos fiquem apenas levemente dobrados.

3. Treino de resistência

Resistência

Quando os exercícios no treino de resistência feitos são sempre os mesmos, são repetidos muitas vezes e são executados com pesos muito grandes, o praticante pode ter problemas de tensão muscular e lesão causadas pelo estresse dos movimentos repetitivos.

Para evitar que isso aconteça, é recomendado que o aluno varie tanto no tipo de exercício, quanTo na intensidade com a qual eles são realizados. A dica é revezar o treinamento com dias de descanso e de treinos mais leves.

4. Aula de zumba

Zumba

Os alunos de zumba podem sair das aulas com fraturas por estresse nos joelhos, tornozelos e pés, caso não utilizem um tênis apropriado e não executem corretamente as técnicas de pulo.

Para evitar que isso aconteça, os praticantes não podem deixar de usar calçados adequados durante as aulas e devem sempre dobrar os joelhos quando forem voltar ao chão, após executarem os movimentos de pulo e salto nas aulas.

5. Aula de Pilates

11eboaforma - pilates

Caso o aluno tenha o abdômen fraco e mantenha o pescoço flexionado durante a realização dos exercícios, ele pode acabar tendo certo desconforto no pescoço por conta do pilates.

A dica para quem sofre com esse tipo de problema é interromper os exercícios quando sentir o desconforto, inspirar o ar profundamente e exalar, elevando o abdômen para cima e tentar repetir o movimento mais uma vez.

Caso o problema persista, a recomendação é tentar um exercício diferente ou até mudar para uma aula particular, em que o professor poderá avaliar individualmente e com mais calma as técnicas do aluno e dizer se ele está fazendo ou não os movimentos corretamente.

6. Yoga

11fboaforma - ioga

Na aula de yoga, quando o aluno distribui de forma inadequada o seu peso durante os movimentos ou simplesmente executa uma das poses, pode vir a sentir dores no pulso e na lombar.

Para solucionar o problema, o indicado é que enquanto estiver executando qualquer tipo de movimento, ele estenda completamente os dedos, pressionando as pontas para diminuir a pressão nos pulsos e faça alongamento na coluna, antes de realizar um exercício que exija o movimento das costas, e quando for fazer uma pose no chão, sente em um bloco, em cobertores ou travesseiros, para evitar virar a coluna, a fim de não ter dores ou lesões na lombar.

Revisão Geral pela Dra. Patrícia Leite - (no G+)

Publicidade

Você já sofreu alguma lesão na academia? Que tipo de exercício fazia no momento em que a lesão ocorreu? Como você a tratou? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (1 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...


RECOMENDADOS PARA VOCÊ

Publicidade

ARTIGOS RELACIONADOS

Deixe uma resposta

Seu email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *

*