Conheça a Academia Onde Todo Mundo Malha Pelado

Especialista:
atualizado em 12/02/2020

Levantar pesos, correr e nadar com os seus membros à mostra são todos exercícios oferecidos na Roger le Gall Piscine, uma academia de Paris, na França, que permite que naturistas façam exercícios como vieram ao mundo. E eles não estão infringindo nenhuma lei.

Mas, ironicamente (ou logicamente), embora os participantes sejam livres para descobrir seus membros, eles não podem usar nenhum equipamento da academia sem uma toalha.

Durante duas noites por semana, o lugar é assumido pela Associação de Naturistas de Paris, que diz ter uma adesão crescente da prática.

Os adeptos podem até ter aulas de natação para aperfeiçoar seus pulmões – ou participar de uma área de áula aeróbica na água nus.

Você conhece algum nudista ou naturalista que toparia fazer aulas numa academia assim? Consegue se imaginar nessa situação inusitada? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (50 votos, média: 3,94 de 5)
Loading...
Sobre Francisco Santana

Francisco José Santana é personal trainer, formado pela Univer Cidade RJ 2007, com certificação CORE360º treinamento funcional, Certificação Internacional FNS I e II em avaliação funcional, especializações em suplementação nutricional esportiva, Crosstraining - Scientific Sport, Cineantropometria aplicada, Primeiras ações em emergência, Prevenção de Doenças Laborais, Musculação, Ginástica Corretiva, Spinning (Johnny G), Técnica de Tecidos Moles - Miofacial, e Inteligência Emocional - ASICC

Deixe um comentário

42 comentários em “Conheça a Academia Onde Todo Mundo Malha Pelado”

  1. Saudação a todos os participantes.
    Os conceitos são formados pelo desenvolvimento sócio
    Portantocultural. Quando somos educados desde pequenos a enxergarmos os “tabus” como forma referênciadas do viver, com certeza teremos problemas existenciais seríssimos. O que ajuizamos a respeito dos outros é simplesmente o resultado de uma boa ou má formação educacional. Portanto os valores morais dependem apenas da forma que fomos aceitando ou não os conceitos criados pelos antigos aos quais estivemos inseridos!