15 Benefícios do Chá de Cominho – Para Que Serve e Como Fazer

Vamos abordar com detalhes nesse artigo quais são os benefícios do chá de cominho e como fazer essa bebida aproveitando ao máximo todos os seus nutrientes.

Uma especiaria muito usada na região do Mediterrâneo e do sudoeste da Ásia, o cominho é muito utilizado para dar sabor aos pratos em diversas receitas.

Apesar de poder ser facilmente adicionado no tempero de diversas receitas, o uso do chá de cominho tem se destacado por apresentar uma concentração maior por porção, o que também potencializa os benefícios do cominho para a saúde.

Além do seu sabor marcante, suas propriedades medicinais ajudam a regular a digestão e a reduzir infecções causadas por alimentos contaminados, por exemplo. Recentemente foi atestado em pesquisas que o cominho também é capaz de auxiliar na perda de peso e de facilitar o controle dos níveis de açúcar e de colesterol no sangue.

Cominho

O cominho é uma especiaria obtida das sementes da planta cientificamente conhecida como Cuminum cyminum. Trata-se de uma planta da família da salsinha cujas flores produzem sementes que podem ser usadas inteiras ou moídas antes do consumo.

O cominho utilizado na forma moída quase não apresenta calorias. Dessa forma, o tempero pode ser adicionado a gosto em suas receitas sem causar nenhuma adição de calorias na refeição.

Já a semente de cominho pode acrescentar algumas calorias no seu prato, mas nada muito preocupante. Uma porção de 1 colher de sopa de semente de cominho – o equivalente a 6 gramas – fornece 22 calorias.

Segundo dados do United States Department of Agriculture (USDA), essa porção de semente de cominho contém 3 gramas de carboidratos e fibras, 1 grama de proteínas e 1,3 gramas de gorduras. Também é possível encontrar vitaminas como a vitamina A, a vitamina C, a colina e algumas vitaminas do complexo B como a riboflavina (vitamina B2), a niacina (vitamina B3) e a piridoxina (vitamina B6). Alguns minerais como o ferro, o cálcio, o fósforo, o magnésio, o sódio, o potássio, o cobre, o zinco e o manganês também podem ser encontrados no cominho.

O cominho também contém compostos antioxidantes em sua composição que podem ter relação com muitos dos seus benefícios à saúde.

Para que serve

O chá de cominho vem sendo usado há muitos séculos como um agente aromatizante e como um composto conservante. Também há relatos de que existem inúmeros benefícios do chá cominho para a saúde. Exemplos incluem o uso do cominho no tratamento de gases, diarreia e inchaço abdominal. O que muita gente não sabe é que o chá de cominho faz descer a menstruação, já que a semente tem propriedades que estimulam o fluxo menstrual.

Além disso, o cominho parece auxiliar na perda de peso, o que faz com que muitas pessoas procurem a especiaria para emagrecer.

Benefícios do chá de cominho

1. Promoção da digestão

Segundo uma revisão de estudos científicos publicada em 2011 no periódico Pharmacognosy Review, o cominho pode auxiliar a acelerar o processo digestivo.

Isso pode ser feito através do aumento da atividade de enzimas digestivas que aceleram o processo de acordo com informações publicadas em 2008 na revista científica Food Chemistry e também pelo aumento da liberação de bílis pelo fígado que ajuda a digerir diversos nutrientes.

O cominho também ajuda no tratamento de doenças que afetam o sistema digestivo. Uma pesquisa de 2013 publicada no periódico Middle East Journal of Digestive Diseases conduzida com 57 pacientes que sofriam de síndrome do intestino irritável mostrou que os sintomas foram reduzidos depois que eles tomaram cominho concentrado durante 2 semanas.

2. Efeito antioxidante e combate ao câncer

O cominho apresenta muitos componentes que podem beneficiar a saúde de diversas formas. Alguns deles incluem os fenóis, os terpenos, os alcaloides e os flavonoides.

Muitos deles são benéficos graças às suas propriedades antioxidantes que ajudam a reduzir os danos causados pela presença de radicais livres no organismo.

Os compostos antioxidantes são benéficos para a saúde pois ajudam a prevenir a oxidação de ácidos graxos nas artérias, por exemplo, evitando o surgimento de obstruções nas artérias e prevenindo o desenvolvimento de doenças cardíacas. Segundo estudo de 2014 publicado no periódico Diabetes/Metabolism Research and Reviews, a presença de antioxidantes também ajuda a evitar processos inflamatórios que podem levar ao desenvolvimento de doenças crônicas como a diabetes e alguns tipos de câncer, por exemplo.

Algumas pesquisas indicam que a semente de cominho pode auxiliar na destruição de células cancerígenas devido ao seu efeito antioxidante. Segundo esses estudos, a semente pode ajudar o organismo a liberar enzimas anticarcinogênicas que auxiliam no combate à doença. Além disso, o cominho apresente propriedades desintoxicantes que ajudam a eliminar toxinas e substâncias nocivas presentes no corpo.

A presença de diversos nutrientes também ajuda a deixar o sistema imunológico mais forte para lutar contra a condição.

3. Fonte de ferro

O ferro é um nutriente essencial para o nosso organismo e a boa notícia é que o cominho é muito rico neste mineral. Dados nutricionais mostram que 1 colher de chá de cominho em pó contém 1,4 miligramas de ferro, o que representa até 17,5% da recomendação diária para adultos saudáveis.

Mesmo uma quantidade pequena de cominho pode oferecer bastante ferro ao organismo, ajudando a prevenir a deficiência de ferro, que é uma das deficiências nutricionais mais comuns em todo o mundo.

4. Saúde da pele

Consumir chá de cominho pode deixar a pele rejuvenescida e mais bonita e saudável. A presença de compostos antioxidantes, diversos minerais e vitaminas como a vitamina C e a vitamina E permitem que os benefícios do chá de cominho também atinjam a pele.

Além de nutrir a pele, o cominho também pode ser usado diretamente sobre a pele para aliviar problemas como a acne, a espinha, a coceira e o eczema.

5. Regulação do colesterol

A ingestão de cominho pode regular os níveis de colesterol no sangue. Um estudo publicado em 2016 no periódico Iranian Red Crescent Medical Journal mostra que o uso de 75 miligramas de cominho tomados 2 vezes ao dia durante 8 semanas resultou em uma diminuição dos triglicerídeos sanguíneos.

Uma pesquisa publicada no International Journal of Health Sciences em 2014 indica que os níveis de colesterol do tipo LDL (colesterol “ruim”) foram reduzidos em quase 10% em indivíduos que usaram extrato de cominho por um período de 1 mês e meio.

Um estudo publicado em 2014 na revista Complementary Therapies in Clinical Practice mostrou que mulheres que tomaram 3 gramas de iogurte contendo cominho 2 vezes ao dia durante 3 meses apresentaram níveis mais altos de HDL (colesterol “bom”), do que aquelas que tomaram apenas o iogurte.

Entretanto, alguns estudos adicionais precisam ser feitos para atestar os benefícios do chá de cominho para a regulação dos níveis de colesterol, já que algumas pesquisas não identificaram essa relação.

6. Fonte de energia

A presença de diversas vitaminas como a vitamina A, a vitamina C, a vitamina E e algumas vitaminas do complexo B fazem com que o cominho seja um alimento nutritivo que gera bastante energia para o corpo. Além disso, minerais como o ferro, o cobre, o cálcio, o potássio e o manganês também fornecem uma boa dose de energia ao organismo.

Por fim, a presença de aminoácidos e gorduras também dá mais energia para realizar suas atividades diárias.

7. Tratamento da diabetes

De acordo com estudo publicado em 2015 no Annals of Nutrition & Metabolism, o uso de um suplemento de cominho concentrado melhorou indicadores de diabetes em pessoas que apresentavam excesso de peso.

O cominho também parece conter alguns compostos em sua composição que combatem alguns efeitos da diabetes a longo prazo. Um exemplo disso é a capacidade do cominho de reduzir os produtos finais da glicação avançada, que são produzidos na corrente sanguínea quando os níveis de açúcar no sangue estão altos por muito tempo.

Segundo estudo publicado no periódico The Korean Journal of Physiology & Pharmacology em 2014, o acúmulo de produtos finais da glicação avançada no organismo são os prováveis responsáveis por danos causados aos olhos, aos nervos, aos rins e aos vasos sanguíneos na diabetes.

Além de prevenir as complicações de saúde mencionadas acima, o uso de cominho pode ajudar a controlar os níveis de açúcar no sangue de acordo com informações publicadas no periódico Food Chemistry em 2017.

8. Perda de peso

O chá de cominho também pode ser útil para emagrecer. Segundo alguns estudos clínicos, suplementos de cominho concentrados ajudam a promover a perda de peso.

Um estudo já mencionado neste artigo publicado em 2014 no periódico científico Complementary Therapies in Clinical Practice que foi feito com 88 mulheres que apresentavam excesso de peso mostrou que a ingestão de um iogurte contendo 3 gramas de cominho por porção resultou em perda de peso significativa.

Um outro estudo de 2016 publicado na revista Iranian Red Crescent Medical Journal – mesmo estudo citado anteriormente sobre a redução do colesterol – indicou que os participantes da pesquisa que usaram 75 miligramas de cominho diariamente perderam 1,4 kg a mais do que quem tomou um placebo.

Outra pesquisa publicada no periódico Annals os Nutrition & Metabolism que analisou os efeitos de um suplemento de cominho concentrado em 78 homens e mulheres adultos chegou à conclusão de que os que tomaram o suplemento apresentaram uma perda de peso 2,2 kg maior do que aqueles que não tomaram cominho em um período de 2 meses.

Em um estudo mais recente publicado em 2018 no periódico científico Journal of Functional Foods, o suplemento de cominho foi capaz de melhorar o peso corporal, o índice de massa corporal (IMC) e a glicemia em jejum em indivíduos que sofriam de diabetes do tipo 2 e sobrepeso.

No entanto, ainda existem controvérsias, já que outros estudos mostram que não houve nenhuma alteração no peso corporal com o uso de cominho ao usar doses de 25 miligramas por dia, indicando que doses mais altas podem ser necessárias para a obtenção de uma perda de peso significativa.

9. Prevenção de doenças causadas por alimentos contaminados

Diversos temperos, incluindo o cominho, apresentam propriedades antimicrobianas que podem ajudar a diminuir o risco de infecções transmitidas por alimentos contaminados.

Segundo vários estudos, como o publicado em 2010 na revista Natural Product Communications, os compostos encontrados no cominho podem inibir o crescimento de bactérias de origem alimentar e também de alguns fungos que causam infecções.

Além disso, um estudo de 2015 publicado no periódico científico PLoS One indica que o cominho depois de digerido libera uma substância chamada de magalomicina que apresenta propriedades antibióticas. Por fim, uma pesquisa de 2017 publicada na revista Archives of Microbiology sugere que o cominho é capaz de reduzir a resistência que algumas bactérias desenvolveram a certos medicamentos antibióticos.

10. Combate a inflamações

Segundo estudo in vitro publicado em 2015 no periódico científico Evidence-based Complementary and Alternative Medicine, o extrato de cominho inibe inflamações.

O cominho apresenta muito compostos em sua composição que têm efeitos anti-inflamatórios, mas os cientistas ainda não sabem exatamente quais deles são os mais relevantes em se tratando do combate a inflamações.

Além disso, ainda não há como afirmar que o chá de cominho pode tratar doenças inflamatórias, mas seu uso pode sim ajudar a reduzir a inflamação no corpo.

11.Tratamento de dependentes químicos

O vício em substâncias químicas é um problema de saúde pública muito sério que precisa ser combatido por meio de tratamentos de saúde eficazes e humanizados.

De acordo com uma pesquisa realizada com camundongos e publicada em 2008 no periódico científico Neurosciente Letters, os componentes do cominho ajudam a reduzir o comportamento de dependência de narcóticos e os sintomas de abstinência dos pacientes.

Porém, as pesquisas nesta área ainda são preliminares e mais estudos – incluindo pesquisas envolvendo seres humanos – devem ser conduzidos para atestar os benefícios do cominho no tratamento da dependência química.

12. Redução do estresse

Um estudo de 2011 publicado no periódico Pharmaceutical Biology conduzido em ratos verificou o efeito do extrato de cominho em relação a sinais de estresse dos animais. No experimento, quando os animais tomaram o extrato de cominho antes de uma atividade estressante, o organismo deles apresentou uma resposta menor ao estresse do que quando não usaram o cominho.

Os pesquisadores envolvidos neste estudo acreditam que o cominho pode ajudar a evitar alguns efeitos do estresse devido ao seu efeito antioxidante, que pode ser mais eficaz do que a vitamina C.

Também há relatos de que o cominho apresenta propriedades calmantes que podem ajudar a acalmar os nervos e a induzir o sono.

13. Saúde respiratória

O cominho também apresenta propriedades expectorantes e anticongestivas que ajudam a afinar o muco acumulado nas cavidades nasais. Isso facilita a eliminação do muco através da tosse ou da própria coriza.

Além disso, suas propriedades anti-inflamatórias ajudam a reduzir inflamações como as que ocorrem na asma e na sinusite, por exemplo.

14. Redução da pressão arterial

A presença de minerais como o sódio e o potássio no cominho pode ajudar a regular a pressão arterial sanguínea.

O potássio ajuda a manter o equilíbrio eletroquímico no corpo, melhorando a circulação do sangue e relaxando os vasos sanguíneos. Tudo isso contribui para o controle da pressão arterial.

O conteúdo de antioxidantes do cominho também ajuda a reduzir as placas que podem se acumular nas artérias, preservando assim a função cardíaca.

15. Melhoria das funções cognitivas

Nutrientes importantes como o ferro podem ajudar a melhorar a circulação sanguínea, o que é benéfico para diversos órgãos como o cérebro.

Segundo estudo publicado na revista científica Pharmaceutical Biology em 2011, o uso de extrato de cominho pode melhorar a memória além de reduzir o estresse. Ambos benefícios podem fazer muito bem para a saúde cerebral.

Como fazer

Para preparar e aproveitar os benefícios do chá de cominho, serão necessários 1 colher de chá de sementes de cominho para cada 250 mililitros de água.

Em um recipiente que possa ir ao fogo, coloque 1 colher de chá de sementes de cominho. Aqueça as sementes em fogo baixo por cerca de 5 segundos e, em seguida, adicione a água até que a mistura comece a ferver.

Depois disso, desligue o fogo e deixe a mistura em infusão por aproximadamente 5 minutos. Por fim, basta coar e tomar a bebida.

Se preferir preparar o chá de cominho em pó, basta substituir as sementes pelo pó que deve ser misturado à água e aquecido até a mistura levantar fervura. Em seguida, deixe em infusão por alguns minutos e coe a mistura antes de beber.

Cuidados

O cominho, tanto na forma de pó como na forma de sementes, deve ser armazenado em um local escuro, fresco e seco. Quando armazenado nessas condições, o cominho em pó tem validade de cerca de 6 meses, enquanto que as sementes de cominho podem ser armazenadas por até 1 ano.

Algumas pessoas se preocupam com o boato de que o chá de cominho aborta. De fato, segundo um estudo publicado em 2018 na revista científica Phytotherapy Research, o uso crônico de cominho pode causar alguns efeitos colaterais indesejados como o surgimento de dermatite e complicações respiratórias, além de um maior risco de sangramento. Assim, como o cominho pode influenciar no fluxo menstrual e aumentar o risco de sangramento, o seu uso em grandes quantidades não é indicado para mulheres grávidas, pois isso pode em alguns casos desencadear um aborto ou induzir um parto prematuro.

Em um estudo publicado no periódico Middle East Journal of Digestive Diseases em 2013, foi constatado que algumas pessoas que tomaram extrato de cominho sentiram efeitos adversos como tontura, náusea e dor de estômago, mas a maioria dos indivíduos não sofre nenhum tipo de efeito colateral a menos que a quantidade utilizada seja muito alta. Pesquisas indicam que o uso de até 1 grama por dia de suplemento de cominho não causa nenhum efeito colateral. Mais que isso deve ser usado com muita cautela pois não há pesquisas claras o suficiente sobre seus efeitos no organismo.

O cominho também pode afetar a eficácia de alguns medicamentos como anti-inflamatórios, anticonvulsionantes, antidiabéticos e antibióticos. Desse modo, o uso de cominho deve sempre ser informado a um médico na hora da consulta para evitar problemas.

Considerações

Pequenas quantidades de cominho utilizadas para fazer chás ou para temperar carnes e outros pratos, por exemplo, já são suficientes para trazer benefícios relacionados ao seu potencial antioxidante, ao seu teor de ferro e ao controle dos níveis de glicose no sangue.

Outros tipos de benefícios do chá de cominho como uma eventual perda de peso e a regulação do colesterol podem precisar de uma dose mais alta de cominho.

Embora mais pesquisas ainda sejam necessárias, o cominho é um alimento promissor na medicina que pode ajudar no tratamento e na prevenção de várias doenças desde que usado dentro de um plano alimentar equilibrado e saudável.

Vídeos:

Gostou das dicas?

Referências Adicionais:

Você já imaginava tantos benefícios do chá de cominho para a saúde e boa forma? Pretende ingerir o chá no seu dia a dia? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (3 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...

1 comentário em “15 Benefícios do Chá de Cominho – Para Que Serve e Como Fazer”

  1. Gente, é serio que reduz da pressão arterial? Vou passar a tomar mais chá, a partir de hoje.
    amei o artigo! Parabéns!

Deixe um comentário