Cominho Emagrece Mesmo?

Especialista:
atualizado em 25/12/2019

O nome científico do cominho é Cuminum cyminum L e ele é uma planta frondosa que cresce até o chão. O fruto da planta é chamado de semente de cominho, que é conhecida e utilizada mundialmente como uma especiaria. Geralmente, ele é moído e usado para acrescentar um distinto sabor quente e terroso.

Devido à sua capacidade nutricional, o cominho tornou-se foco de pesquisas que evidenciaram todos os tipos de benefícios para a saúde, entre eles a promoção da digestão, redução de infecções transmitidas por alimentos, controle do açúcar no sangue e o colesterol e a perda de peso. Mas será que cominho emagrece mesmo?

Vamos conhecer melhor os benefícios e entender se o cominho emagrece mesmo ou não.

Cominho – Valor nutricional

O cominho é muito nutritivo. Ele é considerado uma ótima fonte de manganês, fósforo e vitamina B1, além de tiamina, riboflavina, niacina, vitamina A , C, E, K e vitamina B6. Contém minerais como cobre, zinco e potássio, é rico em aminoácidos, fibras dietéticas e uma quantidade razoável de ácidos graxos. Tem poucas gorduras saturadas, sódio e colesterol.

Consumir cerca de uma colher de chá de cominho diariamente pode ajudá-lo a atender às suas necessidades diárias desses nutrientes. Além disso, uma colher de chá de sementes contém apenas 8 calorias, 0,37 g de proteína, 0,47 g de gordura, 0,93 g de carboidrato, 20 mg de cálcio, 1,39 mg de ferro e 8 mg de magnésio.

Principais benefícios para o corpo

Como vimos, o cominho é um alimento muito nutritivo e rico em antioxidantes, que podem ser os responsáveis ​​por alguns de seus benefícios. Estudos afirmam que ele ajuda a regular a digestão, melhora o sistema imunológico evitando o surgimento de doenças, entre outros. Conheça a seguir como o cominho pode contribuir com a sua saúde. 

1. Regula a digestão

O cominho se mostra muito eficiente para tratar problemas digestivos. Ele também é potente para aliviar gases, melhorando a digestão e o apetite. Sua composição rica em óleos essenciais, magnésio e sódio promove a boa digestão e alivia dores no estômago, principalmente quando consumido com água quente.

O seu aroma é proveniente de um composto orgânico chamado cuminaldeído, que é o principal componente do óleo essencial. Ele é responsável por ativar as glândulas salivares na boca, para facilitar a digestão primária dos alimentos.

O timol, também presente no cominho, estimula as glândulas que secretam ácidos, a bile e as enzimas responsáveis pela completa digestão dos alimentos no estômago e nos intestinos.

2. Aumenta a imunidade

O cominho tem a capacidade de estimular o nosso sistema imunológico de várias maneiras, devido às suas quantidades de relevantes de ferro, a presença de óleos essenciais, vitamina C e vitamina A.

Uma vitamina como a C é considerada um potente antioxidante capaz de promover a função e atividade de glóbulos brancos do sangue e também ajuda a neutralizar os radicais livres que levam a muitas doenças, como as cardiovasculares e até o câncer. Além disso, sua quantidade de ferro ajuda a melhorar o fluxo sanguíneo e também promove um ciclo menstrual saudável.

3. Ajuda a tratar asma, bronquite e resfriados

O cominho contém cafeína, que quando é combinada com os óleos essenciais ricamente aromáticos, atuam de forma anti-congestiva, que é ideal para pessoas que sofrem de distúrbios respiratórios, como asma e bronquite.

Sua capacidade expectorante ajuda a soltar o catarro acumulado e o muco nas vias respiratórias, eliminando através de espirros, tosse ou cuspe. Essa condição pode inibir a formação de material adicional e ajudar a tratar a causa raiz desse problema.

Além disso, podem ajudar a combater as infecções virais, que são a causa do resfriado comum. Cominho também suprime o desenvolvimento de tosse no sistema respiratório, uma vez que seca o excesso de muco. O alto teor de ferro e vitamina C ajuda a fortalecer o sistema imunológico e impede que as infecções se formem ou piorem.

4. Pode ajudar a gerenciar diabetes

O cominho pode ajudar a prevenir diabetes, reduzindo as chances de hipoglicemia. Isso acontece porque ele ajuda a diminuir a glicosúria, que acontece quando a urina contém muita glicose, resultando também em hipoglicemia e diabetes.

Além disso, estudos evidenciaram que um suplemento concentrado de cominho melhorou os indicadores iniciais de diabetes em indivíduos com excesso de peso e combateu alguns dos efeitos a longo prazo.

A diabetes prejudica as células do corpo de várias formas, mas uma delas é através dos produtos finais de glicação avançada. Eles são produzidos espontaneamente na corrente sanguínea quando os níveis de açúcar no sangue são altos durante longos períodos de tempo, como acontece na diabetes. São criados quando os açúcares se ligam às proteínas e atrapalham sua função normal. Seus principais impactos são os danos aos olhos, rins, nervos e pequenos vasos sanguíneos.

O cominho contém vários componentes que reduzem esse processo, e ainda que esses estudos tenham testado os efeitos de suplementos concentrados de cominho, o uso rotineiro como um tempero pode ajudar a controlar o açúcar no sangue. Ainda não está definido qual componente é responsável por esses efeitos e a quantidade necessária para provocar esses benefícios.

5. Reduz a transmissão de doenças por alimentos

O cominho contém propriedades antivirais e antibacterianas que reduzem o crescimento de bactérias de origem alimentar e certos tipos de fungos infecciosos, ajudando a combater infecções e doenças transmitidas por alimentos. Além disso, ele também age como um desinfetante, pois contém carvacrol e timol e quando é digerido, libera um componente chamado megalomicina, que tem propriedades antibióticas. Um estudo em tubo de ensaio evidenciou que o cominho reduz a resistência de algumas bactérias a medicação.

6. Ajuda a reduzir o colesterol

Consumir cominho pode ajudar a melhorar o colesterol no sangue. Esses foram resultados de estudos clínicos realizados. O primeiro mostrou que a ingestão de 75 mg, ingeridos duas vezes ao dia pelo período de oito semanas, reduziram os triglicerídeos sanguíneos não saudáveis. O segundo mostrou que os níveis de colesterol LDL (ruim) reduziram em quase 10% em pacientes que tomaram extrato de cominho durante um mês e meio.

Outro estudo, esse realizado com 88 mulheres, analisou se o cominho afetava os níveis de colesterol HDL (bom) e o resultado mostrou que aquelas que tomaram 3 gramas de cominho com iogurte duas vezes ao dia por três meses apresentaram níveis mais elevados de HDL.

Os benefícios do cominho usado apenas como tempero não foram investigados ​​nesses estudos. Mas um ponto positivo é que todos eles concordam com esse efeito.

7. Ajuda a combater os radicais livres

Sua composição repleta de terpenos, fenóis, flavonoides e alcalóides está ligada a potenciais benefícios para a saúde, porque vários deles funcionam como antioxidantes, que são substâncias químicas que reduzem os danos causados ​​ao seu corpo pelos radicais livres.

Imagine que os livres basicamente são elétrons solitários, mas os elétrons preferem estar em pares, pois quando se separam, tornam-se instáveis. Esses elétrons solitários, ou “livres”, tendem a roubar outros parceiros de elétrons de outras substâncias químicas em seu corpo, desestabilizando as células. Esse processo é chamado de oxidação.

A oxidação de ácidos graxos em suas artérias leva à obstrução e doenças cardíacas, além da inflamação na diabetes, e quando afeta o DNA pode contribuir para o câncer.

Os antioxidantes presentes no cominho oferecem uma companhia para os elétrons livres e solitários, e assim eles ficam mais estáveis.

8. Ajuda a combater a inflamação

Muitos estudos evidenciam que extratos de cominho inibem a inflamação. Isso é possível devido aos seus componentes com efeitos anti-inflamatórios. Ainda que os mais importantes ainda não tenham sido definidos, os compostos de plantas em várias especiarias como o cominho mostraram reduzir os níveis de um marcador chave de inflamação.

São muitos os benefícios gerados para o corpo através do consumo de cominho. Além dos citados acima, muitos outros também são percebidos, entre eles a perda de peso. Mas será verdade que o cominho emagrece mesmo? Confira a seguir como ele pode com a boa forma.

Cominho emagrece mesmo?

Pesquisadores da Universidade Shahid Sadoughi de Ciências Médicas do Irã realizaram um estudo com 88 mulheres com sobrepeso ou obesas. Elas foram divididas em dois grupos, e durante 3 meses, receberam acompanhamento nutricional e reduziram sua ingestão diária para 500 calorias.

Além disso, foi acrescentado o consumo de 3 gramas de pó de cominho diariamente, misturado com iogurte. O outro grupo realizou a mesma dieta, porém com menos cominho.

Ao término do estudo, os resultados mostraram que os membros do grupo do cominho tinham perdido 3 kg a mais se comparado ao outro grupo. De forma mais impressionante, os membros do grupo de cominho diminuíram o percentual de gordura corporal em 14,64% e também reduziram seu índice de massa corporal e circunferência da cintura significativamente mais do que o grupo controle.

Os autores especularam que o cominho emagrece por aumentar temporariamente a taxa metabólica.

Outro estudo mostrou que os participantes que tomaram 75 mg de suplementos de cominho todos os dias perderam 1,4 kg a mais do que aqueles que não tomaram. O terceiro estudo clínico analisou os efeitos de um suplemento concentrado de cominho em 78 homens e mulheres adultos. Aqueles que tomaram o suplemento perderam 2,2 kg, ou seja, 1 kg a mais do que aqueles que não tomaram.

Diante desses resultados, é possível afirmar que sim, o cominho emagrece, mas como essa especiaria pode fazer uma diferença tão grande? Vamos entender em detalhes abaixo.

– Contém poucas calorias

O cominho contém pouquíssimas calorias – uma colher de chá de sementes tem apenas 7 calorias. Se ele for ingerido com água ou como um chá para emagrecer, você não consumirá muitas calorias e consequentemente terá menos calorias extra para queimar.

– Ajuda a previne a obesidade

Um estado constante de inflamação pode levar à obesidade induzida por inflamação, e as sementes de cominho têm propriedades anti-inflamatórias. Cientistas descobriram que o óleo de semente de cominho previne a inflamação, bloqueando a interferência entre as células, inibindo as vias de sinalização.

– Acelera o metabolismo

Se a sua taxa metabólica é baixa, o seu corpo não será capaz de usar o açúcar e a gordura adequadamente, e o resultado é o ganho de peso. O cominho ajuda a impulsionar o metabolismo, porque ele é carregado com vitaminas e minerais que atuam como provocadores de várias reações metabólicas.

Pesquisadores descobriram que a administração de cominho melhorou a taxa metabólica, diminuiu o IMC dos participantes com sobrepeso e melhorou o perfil lipídico geral.

– Melhora a digestão

Já falamos dos benefícios do cominho para a digestão, e a melhor digestão costuma melhorar automaticamente a taxa metabólica, potencializando a perda de peso. Os pesquisadores descobriram que o cominho emagrece também por estimular as enzimas digestivas, o que reduz o inchaço.

– Elimina toxinas

Por fim, a ingestão de cominho ajuda a eliminar as toxinas. O acúmulo de toxinas pode ser provocado pelo sedentarismo e isso pode levar à inflamação, aumento dos níveis de estresse, constipação, indigestão e ganho de peso.

Como consumir o cominho para emagrecer?

Você pode preparar uma água de cominho, um chá ou até mesmo inserir nos seus preparos. Veja como fazer:

1. Água e chá de cominho para emagrecer

A água de cominho é resultado de deixar as sementes de cominho de molho na água durante a noite. A água entrará nas sementes de cominho e elas ficarão inchadas. Esse processo condiciona o cominho a liberar os nutrientes na água, que ficará com uma cor amarela. A recomendação é que esse preparo seja feiro em uma tigela de vidro, aço inoxidável ou cobre. Cubra com uma tampa para evitar contaminação.

Ingredientes:

  • 2 colheres de chá sementes de cominho;
  • 1 xícara de água filtrada.

Como preparar: Mergulhe duas colheres de chá de sementes de cominho em um copo de água durante a noite. De manhã, beba esta água diretamente.

O chá de cominho emagrece também. Para prepará-lo, basta utilizar a mesma técnica e antes de tomar, levar para ferver por cerca de 10 minutos, deixar esfriar até a temperatura ambiente e beber.

2. Água de cominho com limão

Ingredientes:

  • 2 colheres de chá sementes de cominho;
  • 1 xícara de água filtrada;
  • rodelas de limão.

Como preparar: Mergulhe duas colheres de chá de sementes de cominho em um copo de água durante a noite. De manhã, coe e acrescente as rodelas inteiras ou o suco de limão. Beba esta água diretamente.

Vantagens: O limão é rico em vitamina C e é um antioxidante. Isso aumentará sua imunidade, liberará as toxinas e ajudará a manter o pH interno do corpo.

3. Água de cominho com canela

Ingredientes:

  • 2 colheres de chá sementes de cominho;
  • 1 xícara de água filtrada;
  • 1 colher de chá de canela moída do ceilão.

Como preparar: Mergulhe duas colheres de chá de sementes de cominho em um copo de água durante a noite. De manhã, adicione a canela e ferva a água por 5 minutos. Deixe a água esfriar. Coe e beba.

Vantagens: Canela de Ceilão ajuda a perda de peso, diminuindo os níveis de glicose no sangue e reduzindo o estresse.

4. Água de cominho com vinagre de maça

Ingredientes:

  • 2 colheres de chá sementes de cominho;
  • 1 xícara de água filtrada;
  • 1 colher de chá de vinagre de maçã.

Como preparar: Mergulhe duas colheres de chá de sementes de cominho em um copo de água durante a noite. De manhã, coe e acrescente o vinagre de maça. Mexa bem e beba na sequência.

Vantagens: O vinagre de maçã é eficaz na promoção da perda de peso, pois reduz os níveis de açúcar no sangue, ajuda na digestão e evita a absorção das moléculas de gordura.

Quando e quanto de água de cominho é preciso beber para perda de peso?

Você deve beber água três vezes ao dia para uma perda de peso eficaz.

  • 1ª xícara – De manhã com o estômago vazio.
  • 2ª xícara – 20 minutos antes do almoço.
  • 3ª xícara – 20 minutos depois do jantar.

5. Cominho com iogurte

Ingredientes:

  • ½ xícara de iogurte;
  • 2 colheres de chá de cominho em pó;
  • 1 colher de chá de suco de limão;
  • uma pitada de sal.

Como preparar: Adicione iogurte, cominho em pó, suco de limão e sal a uma tigela. Misture bem e leve para o almoço.

Dica: Você pode adicionar pepino picado, tomate, cebola, coentro ou brotos ao cominho e mistura de iogurte para fazer uma salada.

Outras formas

  1. Misture 3 gramas de cominho em pó com água e algumas gotas de mel. Beba em seguida.
  2. Faça uma sopa de legumes e adicione uma colher de chá de cominho.
  3. Adicione ao arroz integral, o que não só aumenta o seu sabor, mas também aumenta as suas propriedades de perda de peso.
  4. Adicione algumas colheres de cominho moído à sua receita, ele combina especialmente com batata-doce, abóbora, cenoura, abóbora e couve-flor.
  5. Misture cominho em pó com pimenta em pó, alho em pó, cebola em pó, colorau e pimenta vermelha para um tempero turbinado.
  6. Adicione sementes de cominho à sua água detox.
  7. Adicione o cominho em pó a saladas, frango grelhado e peixe.

O cominho emagrece mesmo, além de ser fácil de consumir e barato. O único cuidado que ele requer é com o seu consumo, que não pode ser excessivo. Certifique-se também de que não queimá-lo se for incluir em pratos que exigem cozimento, pois essa condição eliminará boa parte de seus nutrientes.

É fácil incorporar sementes de cominho em sua dieta para emagrecer, mas a melhor coisa é que essas sementes têm muitos outros benefícios de saúde, além da perda de peso. Aproveite!

Vídeo:

Gostou das dicas?

Referência adicionais:

Você já imaginava que o consumo de cominho emagrece mesmo? Tem costume de usá-lo em suas receitas ou de outras formas na cozinha? Comente abaixo!</h4.

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (6 votos, média: 3,83 de 5)
Loading...
Sobre Dra. Patricia Leite

Dra. Patricia é uma das nutricionistas mais conceituadas do país, sendo uma referência profissional em sua área e autora de artigos e vídeos de grande sucesso e reconhecimento. Tem pós-graduação em Nutrição pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, é especialista em Nutrição Esportiva pela Universidad Miguel de Cervantes (España) e é também membro da International Society of Sports Nutrition. É ainda a nutricionista com mais inscritos no YouTube em português. Dra. Patricia Leite é a revisora geral de todo conteúdo desenvolvido pela equipe de redatores especializados do Mundo Boa Forma.

Deixe um comentário

2 comentários em “Cominho Emagrece Mesmo?”

  1. Agora eu entendi por que toda vez que como alimentos com cominho me da diarréia *sem cólica simplesmente limpa meu intestino*eu achava que eu era intolerante ao cominho .apartir de hoje vou passar a usar todos os dias depois de descobrir todos os benefícios .inclusive de emagrecimento .