Benefícios do chá de Melissa – Como fazer e cuidados

Especialista da área:
atualizado em 05/04/2021

Se você tem ou já teve problemas para dormir, provavelmente já ouviu falar do chá de melissa. Popularmente conhecida como erva-cidreira ou Melissa officinalis, é uma planta muito conhecida por suas propriedades que ajudam a acalmar os nervos.

  Continua Depois da Publicidade  

Mas nem só para espantar os carneirinhos a melissa serve. Na Idade Média, essa planta costumava ser usada para aliviar a tensão, para curar feridas, dor de dente, erupções cutâneas, mordidas de cães raivosos e doenças durante a gravidez.

Além disso, o chá de melissa acalma o trato digestivo, trata distúrbios do sono, impulsiona o sistema imunológico, desintoxica o corpo, diminui a febre, elimina a ansiedade, alivia os sintomas menstruais, e muito mais.

Continue lendo e você vai descobrir os principais benefícios dessa planta que há tanto tempo é usada para os mais diversos fins.

Benefícios do chá de melissa

chá de melissa com folha de melissa ao lado

A melissa é uma planta perene herbácea da família da menta, hortelã e do boldo. É uma erva com cheiro de limão, nativa da Europa, norte da África e oeste da Ásia, mas é cultivada em todo o mundo e ocupa as xícaras dos brasileiros há muito tempo também.

Portanto, prepare uma xícara de chá de melissa se:

1. Você anda muito estressado, ansioso e tem dificuldade para dormir

É fato que o excesso de hormônios do estresse no corpo pode causar vários problemas como pressão sobre o metabolismo e problemas cardíacos. A melissa é ótima para aliviar os sintomas de estresse, ajudá-lo a relaxar os músculos e melhorar seu humor, e até diminuir a dor de cabeça.

As propriedades calmantes dos antioxidantes e compostos voláteis neste chá agem diretamente no cérebro, ajudando a reduzir os sintomas de ansiedade, estresse e depressão.

Quer uma melhora na qualidade do seu sono? Tome uma xícara de chá de melissa antes de dormir. Essa erva tem propriedades calmantes que agem direto no sistema nervoso e podem te ajudar a dormir.

2. Seu sistema imunológico precisa de uma mãozinha

As propriedades antibacterianas e antissépticas presentes na melissa tornam o chá uma arma eficaz contra uma variedade de resfriados, gripes e infecções. Se usada regularmente, seus compostos anti-inflamatórios podem ajudar a reduzir ou até mesmo eliminar inflamações.

  Continua Depois da Publicidade  

Além dos efeitos antioxidantes, este chá também pode ajudar na produção de glóbulos brancos e eliminar o muco e a fleuma, que é onde muitos agentes infecciosos gostam de se esconder e desenvolver.

3. Está com problemas relacionados à digestão

Outro uso popular de chá de melissa é o de acalmar o estômago.

Portanto, se você sofre regularmente de indigestão, excesso de flatulência, refluxo ácido, cólicas, constipação ou inchaço, tomar uma xícara deste chá todos os dias pode ajudar sua digestão e garantir a absorção dos nutrientes adequados.

4. Você sofre com cólicas menstruais ou menopausa

O chá de melissa é um dos chás mais antigos e um confiável ​​remédio para cólicas menstruais intensas. As propriedades sedativas e analgésicas, combinadas com alguns efeitos antiespasmódicos, podem aliviar o desconforto dos períodos dolorosos.

Também podem aliviar a ansiedade ou as flutuações de humor que frequentemente acompanham a menstruação.

Além disso, esse chá de ervas é considerado um excelente tônico para o fígado, ajudando a equilibrar os níveis hormonais e aliviando as ondas de calor que acompanham a menopausa.

5. Precisa melhorar a memória

Para pessoas predispostas ou que sofrem com a doença de Alzheimer, o chá de melissa pode ajudar a melhorar a função cognitiva e aguçar a memória. 

Apesar de ser comumente usado como uma ferramenta de aromaterapia para a doença de Alzheimer, beber o chá também oferece os antioxidantes que podem ajudar na saúde do cérebro.

  Continua Depois da Publicidade  

Um estudo realizado em 2014 mostrou que o extrato de M. officinalis pode melhorar a memória em ratos saudáveis, bem como naqueles em que a perda de memória foi induzida.

“A atividade de melhora da memória desse extrato e a potente atividade antioxidante desse extrato o tornam um candidato para o tratamento da doença de Alzheimer, cita o estudo.”

6. Precisa perder uns quilinhos

O chá de melissa contribui com a qualidade do sono, que é um fator relacionado ao emagrecimento, pois dormir o suficiente todas as noites é importante para garantir que seu programa de perda de peso seja tão eficaz quanto possível. 

Afinal, se você não dormir bem, seu metabolismo é afetado e suas chances de perder peso são muito reduzidas, independentemente de quanto ou o que você come.

Com base nesses fatos, é possível afirmar que o chá de melissa ajuda a emagrecer, mesmo que indiretamente, desde que seja combinado com uma alimentação equilibrada e prática de exercícios.

Como fazer o chá de melissa?

Folhas e melissa desidratadas
Folhas de melissa desidratadas

Você pode fazer o chá em casa com esta receita muito simples. Você precisará de melissa (erva-cidreira) fresca ou seca, água e um pouco de mel para adoçar. 

Se fizer chá com folhas frescas, você pode deixá-las inteiras ou cortá-las para liberar mais óleos benéficos. Confira a receita.

Ingredientes: 

  • 02 colheres de chá de folhas frescas de erva-cidreira (1 colher de chá de folhas secas de melissa);
  • 02 xícaras de água filtrada;
  • 01 colher de chá de mel ou açúcar, a gosto.

Modo de preparo:

  1. Leve a água para ferver uma panela pequena;
  2. Coloque as folhas de melissa em uma caneca e despeje água fervente sobre elas;
  3. Deixe o chá em infusão por 5-10 minutos, dependendo da intensidade desejada;
  4. Adicione açúcar ou mel, se desejar.

Dicas

  • A dose típica é de 300 a 500 mg por dia. No entanto, a xícara média de chá contém apenas cerca de 100 mg. Para alcançar resultados, você precisará consumir de três a cinco xícaras de chá ao longo do dia;
  • Se você cultivar a planta em casa e desejar secar uma quantidade maior para uso futuro, simplesmente corte os caules da planta de erva-cidreira e junte-os em cachos. Amarre-os na base e pendure-os de cabeça para baixo em um local fresco, escuro e seco;
  • Após 1-2 semanas, as ervas devem estar completamente secas e você pode facilmente separá-las das hastes. Coloque as folhas em um recipiente e armazene em um local fresco e escuro até o uso.

Outros benefícios pouco conhecidos

  • Tratamento de herpes. O chá de melissa tem sido comumente associado em estudos a uma redução do vírus de herpes. Os flavonoides e compostos fenólicos presentes são os principais responsáveis por essa diminuição do vírus; 
  • Regulador da tireóide. O chá de melissa pode ajudar tanto no hipertireoidismo (uma doença auto-imune ligada a uma tireoide hiperativa) quanto no hipotireoidismo. É uma infusão de equilíbrio hormonal.

Nota: se você estiver em tratamento, converse com seu médico antes de tomar este chá medicinalmente. Sua medicação pode precisar de ajustes.

Efeitos colaterais

Os efeitos colaterais referente à ingestão do chá de melissa são muito raros. Porém o seu uso pode causar:

  • Desconforto estomacal. Embora seja raro, um dos efeitos colaterais mais comuns de beber o chá é o desconforto estomacal. Náuseas e vômitos são frequentemente experimentados por pessoas que consomem uma quantidade excessiva. Os potentes compostos ativos são muito benéficos, mas apenas com moderação;
  • Tonturas. Algumas pessoas relataram tontura ou sonolência excessiva ao consumir chá de melissa muito forte.

Contraindicações

  • Recuperação pós-cirúrgica. Devido à natureza sedativa do chá, ele não deve ser ingerido antes de processos cirúrgicos, pois pode interagir negativamente com a anestesia;
  • Gravidez ou amamentação. Não há pesquisas consistentes sobre o uso deste chá durante a gravidez ou amamentação, por isso não é recomendado;
  • Alergia a plantas da família das mentas. Caso você seja alérgico a outras plantas da família das mentas, o uso não é recomendado, pois a reação alérgica pode ser grave;
  • Outros medicamentos. Melissa pode interagir com certos medicamentos, como medicamentos para a tireóide e medicamentos para o HIV, explica a Universidade de Maryland.

Converse com seu médico antes de tomar o chá de melissa para evitar interações com medicamentos ou problemas de saúde e interrompa o uso do chá imediatamente se apresentar efeitos colaterais.

Você pode consultar mais informações sobre o chá de melissa no vídeo abaixo da nossa nutricionista, e saber mais dicas e cuidados.

Fontes e referências adicionais

O que você achou dos benefícios do chá de melissa? Já conhecia a planta e sua utilidade para a saúde e boa forma? Comente abaixo.

Sobre Dra. Patricia Leite

Dra. Patricia é Nutricionista - CRN-RJ 0510146-5. Ela é uma das mais conceituadas profissionais do país, sendo uma referência profissional em sua área e autora de artigos e vídeos de grande sucesso e reconhecimento. Tem pós-graduação em Nutrição pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, é especialista em Nutrição Esportiva pela Universidad Miguel de Cervantes (España) e é também membro da International Society of Sports Nutrition. É ainda a nutricionista com mais inscritos no YouTube em português. Dra. Patricia Leite é a revisora geral de todo conteúdo desenvolvido pela equipe de redatores especializados do Mundo Boa Forma.

  Continua Depois da Publicidade  

Deixe um comentário

18 comentários em “Benefícios do chá de Melissa – Como fazer e cuidados”

  1. Boa noite! O chá é ótimo, mas tomei a noite, e fui deitar, mas em mim, fez o efeito ao contrário, não consegui dormir.

  2. Amo esse cházinho. Mas preciso discordar, erva cidreira é uma coisa,melissa é outra. Podem ter o mesmo efeito,mas são plantas diferentes. Até o sabor é diferente. Inclusive pra mim, erva cidreira é mais calmante que a melissa. Na foto acima,é erva cidreira,não melissa.

  3. Tenho muitos problemas com ansiedade, eu quero muito começar a tratar com chá natural,porem todos emagrece, mnh ansiedade e da aquelas que não come, fico muito tempo sem comer por conta da Ansiedade,sera que tem algo chá que eu posso tomar que não emagrece?

  4. Sempre tomo chá de melissa
    Eu tenho plantado na roça
    Tomo todos os dias ;faz muito bem ; eu gosto do chá tbm ;

  5. Estou tomando este chá , e tenho me sentido bem. Ele e ótimo para combater a ansiedade , me sinto bem quando tomo ele .

  6. Gosto muito do chá da Melissa. Mas Desse de pequena. Conheço por erva cidreira de vara .só não sabia que e o chá e bom pra insônia .tenho muito insônia. Já vou tomar ….chá todos os dias

    • Aprendi com minha mãe, mas , mas tomava por prazer no cheiro e no sabor. Facílima cultivar.
      Tive princípio de AVC e expeli o sangue coagulado por uma narina.

  7. É muito bom ,
    Tomo todas as noites.
    É realmente relaxante, e melhora no descanso , para dormir melhor.

  8. Tenho uma dilatação na raiz da aorta com 4,8 o cardiologista prescreveu cloridrato de prpranolol, existe algum fititerapico capaz de substituir esse remédio?

    • Eu dou pra minha mãe cardíaca, óleo de copaíba + óleo de andiroba da Amazônia Mata Viva. Pelo watts eles ensinam como tomar. Nunca dispense seu médico, faça seus exames sempre, sempre.

  9. Eu tenho arritmia ,tomo remedios p coracao, so que minha pressao é sempre baixinha, quando tomo somente a noite p relaxar , fico com tontura e sono no dia seguinte,o dia todo.
    Sera que pode ser algum efeito colateral?

  10. Ja conheço faz tempo e muito bom mesmo para relachar e dar sono,olha que eu sou dificil de dormir quando tomo durmo bem.

  11. Estou fazendo aqui agora. Melissa, Embauba e Guaco pra limpar os pulmões do povo aqui de casa. Sempre fiz e é muito bom.