4 Benefícios da Abútua – Para Que Serve, Chá e Propriedades

Especialista:
atualizado em 06/02/2020

Abútua (Chondrodendron platyphyllum) é uma planta arbusto-trepadeira da família Menispermaceae, que pode ser encontrada aqui no Brasil do Espírito Santo ao Paraná e dá origem a uma fruta (baga) de formato oval ou globoso, que tem uma coloração que vai do negro ao vinho e apresenta uma polpa vermelha.

A planta também pode ser conhecida pelos nomes de abútua-verdadeira, baga da praia, batata brava, butiá, bútua, jaboticaba de cipó, orelha de onça, parreira brava, parreira silvestre, uva da serra, uva do mato e uva silvestre.

Há quem utilize a abútua medicinalmente, entretanto, como ela é considerada um medicamento tóxico e de uso perigoso, recomenda-se dar preferência às tinturas de abútua produzidas em laboratório e usar a abútua apenas sob a orientação e o acompanhamento do médico.

Aproveite e conheça também os benefícios da schizandra e os benefícios da unha-de-gato, outras plantas trepadeiras que promovem benefícios que podem ser interessantes!

Para que serve – 4 benefícios associados à abutua

Na lista a seguir você vai conferir algumas vantagens e utilidades que já foram atribuídas às propriedades da abútua. Mas atenção: leia tudo para saber as precauções que a planta exige por ser classificada como tóxica.

1. Efeito analgésico (alívio da dor) e anti-inflamatório

A abútua é composta por um alcaloide conhecido pelo nome de curine, que seria o responsável pela planta poder trazer um efeito analgésico e anti-inflamatório.

Entretanto, como acabamos de aprender, a abutua é tóxica e perigosa. Portanto, só utilize qualquer forma da planta para combater dores e inflamações com a autorização e sob a orientação de um médico.

Precisamos lembrar ainda que existem analgésicos e anti-inflamatórios mais seguros e de melhor reputação que a planta. Portanto, se pararmos para refletir, vamos concluir que não vale a pena se arriscar com uma planta que pode fazer mal para a saúde.

2. Má digestão

Há quem utilize o chá preparado à base de abútua para auxiliar os casos de má digestão.

No entanto, mais uma vez, é nosso dever lembrar que como a planta é classificada como tóxica e perigosa, é crucial consultar o médico antes de utilizar a bebida para esta finalidade e obedecer a todas as instruções que o profissional passar em relação ao consumo do chá.

Melhor do que isso, vale bem mais a pena perguntar ao médico quais outras estratégias mais seguras podem ser eficientes para tratar o seu caso de má digestão em particular e aproveitar a consulta para checar se o problema digestivo não pode ser sintoma de uma doença mais grave.

3. Menstruação atrasada

A abútua é empregada no tratamento da menstruação atrasada e uma de suas propriedades refere-se justamente ao aumento do fluxo menstrual.

Por outro lado, antes de utilizar o chá da planta para lidar com a menstruação atrasada, a mulher deve submeter-se a um exame de gravidez para conferir se o atraso da menstruação não significa que ela está grávida, até para não correr o risco de sofrer um aborto.

Como já vimos, a abútua é classificada como uma planta perigosa e tóxica. Ou seja, antes de aderir aos chás preparados à base da planta para lidar com o atraso na menstruação, é mandatório que a mulher consulte o médico para saber se essa estratégia realmente é indicada para ela e se não pode ser prejudicial para a sua saúde.

Essa consulta ao médico poderá servir ainda para que a paciente descubra se a sua menstruação atrasada não está relacionada a algum problema de saúde, uma vez que a possibilidade de gestação tenha sido descartada, obviamente.

4. Produção de corantes

Os frutos da abútua podem ser empregados na fabricação de corantes.

Efeitos colaterais da abutua

Já mencionamos diversas vezes que a planta pode ter efeito tóxico e ser perigosa, por isso, agora vamos conhecer quais malefícios especificamente o seu uso pode trazer.

Pois bem, a abútua pode provocar aborto, aumento da frequência cardíaca, pressão alta, taquipneia (aceleração do ritmo da respiração) e arritmia, especialmente quando utilizada em doses excessivas.

Caso você apresente uma dessas reações ou qualquer outro tipo de efeito colateral ao utilizar qualquer parte da abútua, procure imediatamente o socorro médico, ainda que acredite que o sintoma não aparente ser tão grave assim.

Isso é fundamental para verificar a real seriedade do problema, receber o tratamento apropriado e saber direitinho como deve proceder em relação ao uso da planta.

Contraindicações e cuidados com a abútua

Mulheres grávidas, mulheres que se encontram no período do aleitamento de seus bebês e crianças com menos de 10 anos de idade não podem utilizar a abutua.

Entretanto, mesmo para quem não faz parte desses grupos, é necessário consultar o médico antes de começar a usar a planta para qualquer finalidade, como forma de se certificar de que ela não pode fazer mal e saber em que dosagem e frequência e por quanto tempo ela pode ser utilizada.

Isso é especialmente importante para crianças (acima dos 10 anos de idade, já que as abaixo de 10 não podem consumir a abutua), adolescentes, idosos e indivíduos que sofrem com doenças ou condições específicas de saúde.

Antes de começar a usar a abútua, também é fundamental informar o médico sobre qualquer medicamento, suplemento ou planta que já utilize para checar se não pode ser perigoso utilizar a abutua ao mesmo tempo em que a substância em questão.

Até porque como você já deve saber, mesmo produtos naturais como as plantas podem fazer mal à saúde, principalmente quando são ingeridos de maneira inadequada e excessiva.

Referências Adicionais:

Você já conhecia a abútua e já ouviu falar desses possíveis benefícios da planta? Pretende experimentar de alguma forma? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (3 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...
Sobre Dra. Patricia Leite

Dra. Patricia é Nutricionista - CRN-RJ 0510146-5. Ela é uma das mais conceituadas profissionais do país, sendo uma referência profissional em sua área e autora de artigos e vídeos de grande sucesso e reconhecimento. Tem pós-graduação em Nutrição pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, é especialista em Nutrição Esportiva pela Universidad Miguel de Cervantes (España) e é também membro da International Society of Sports Nutrition. É ainda a nutricionista com mais inscritos no YouTube em português. Dra. Patricia Leite é a revisora geral de todo conteúdo desenvolvido pela equipe de redatores especializados do Mundo Boa Forma.

Deixe um comentário