4 Benefícios do Chá de Abútua – Para Que Serve e Como Fazer

Especialista:
atualizado em 10/02/2020

Os benefícios do chá de abútua podem ser muito positivos para a sua saúde. Você verá a seguir quais são esses benefícios e o porquê de ser importante conhecê-los. Não deixe de conferir.

Para quem é adepto dos chazinhos à base de ervas, também vale a pena conhecer mais tarde os benefícios do chá de jasmim.

Sobre a abútua

Esta planta medicinal faz parte da família Menispermaceae e também pode ser conhecida pelos nomes de abútua-verdadeira, baga da praia, batata brava, butiá, bútua, jaboticaba de cipó, orelha de onça, parreira brava, parreira silvestre, uva da serra, uva do mato e uva silvestre.

A abútua é dona de um caule lenhoso, de folhas que apresentam entre 20 cm a 30 cm de comprimento e de flores que são compostas por 12 pétalas.

Para que serve – 4 benefícios do chá de abútua

1. Menstruação

Há quem utilize a planta para lidar com atrasos na menstruação. Entretanto, antes de utilizar o chá de abútua para esta finalidade é fundamental que a mulher consulte o médico para verificar se não está grávida, uma vez que a planta pode provocar o aborto e que a menstruação atrasada é um dos sintomas da gravidez.

2. Dores de cabeça

A abútua também é conhecida por auxiliar o tratamento de dores de cabeça. Entretanto, antes de recorrer ao chá preparado à base da planta para amenizar esse tipo de incômodo é necessário consultar o médico porque trata-se de uma erva tóxica.

Isso sem contar que uma dor de cabeça pode não ser simplesmente uma dor de cabeça. Especialmente quando são recorrentes e vêm acompanhadas de outros sinais, as dores de cabeça podem ser sintomas de algum problema de saúde. São diversas as possibilidades do que pode estar por trás de muita dor de cabeça.

Com isso, se as dores de cabeça forem sintomas de alguma doença, o caso poderá ser diagnosticado e o tratamento necessário poderá ser iniciado prontamente.

3. Digestão

Acredita-se que a abútua seja dotada de propriedades antidispépticas, ou seja, que combatem a dispepsia. Mas o que é a dispepsia? É outra maneira de nomear a indigestão ou má digestão.

4. Anemia

Também existe quem utilize a abútua para o tratamento da anemia. Entretanto, isso pode ser um tanto quanto perigoso, uma vez que a anemia é uma doença séria, caracterizada por uma produção insuficiente de glóbulos vermelhos do sangue para transportar oxigênio aos tecidos do corpo.

Isso sem contar que a condição tem diversas possíveis causas, entre elas, a deficiência de ferro, a falta de vitamina B9 e vitamina B12, certas doenças crônicas, infecções, determinados medicamentos, exposição a metais tóxicos e doenças autoimunes e uma destruição mais rápida do que a reposição dos glóbulos vermelhos, por exemplo.

Mas não é somente isso – um quadro de anemia também pode ser provocado por uma doença na medula óssea, pelo fato dos glóbulos vermelhos terem um formato anormal e morrerem prematuramente, resultado em uma escassez crônicas desses componentes do sangue, e por um problema genético gera a diminuição na produção de uma das cadeias que formam a hemoglobina.

Com isso é muito difícil determinar que um simples chá de abútua seja efetivo para todos esses diferentes tipos de anemia. Portanto, quem foi diagnosticado com a doença necessita seguir direitinho o tratamento que foi indicado pelo médico e só deve incluir um chá à base da planta ou de qualquer outra erva como parte do tratamento se o médico autorizar.

Contraindicações e cuidados com a abútua

Uma vez que já conversamos a respeito dos possíveis benefícios do chá de abútua, chegou a hora de falarmos a respeito dos perigos e cuidados associados a essa planta.

Não se trata de uma planta inofensiva – pelo contrário, ela é apresentada como tóxica e pode provocar reações adversas como aborto, aumento da frequência cardíaca, pressão arterial baixa e arritmia. Para quem está grávida, vale a pena conhecer outros alimentos abortivos que exigem cuidado.

Para você ter uma noção, é da abútua que é feito um veneno chamado de curare, que os indígenas utilizam para pescar e caçar, uma vez que ele paralisa o animal. Além disso, a abútua é contraindicada para as mulheres grávidas, para as mulheres que se encontram na fase da amamentação e para as crianças com menos de 12 anos de idade.

Portanto, antes de começar a fazer uso da planta é fundamental consultar o médico para saber se ela é realmente indicada e segura para o seu caso em particular. Uma vez que ele autorize utilizar a abútua, você deverá perguntar em qual dosagem, frequência de uso e por quanto tempo máximo a planta pode ser usada.

Caso faça uso de algum medicamento, suplemento ou de outra planta medicinal, aproveite a conversa com o médico para questioná-lo se não pode fazer mal utilizar a abútua ao mesmo tempo em que usa a substância em questão.

A recomendação de consultar o médico antes de iniciar o uso da planta deve ser seguida por todo mundo, obviamente. Entretanto, ela é especialmente importante para as crianças, os adolescentes, os idosos e os indivíduos que sofrem om algum tipo de doença ou condição específica de saúde.

Se experimentar algum dos efeitos colaterais associados à abútua ou ainda algum outro tipo de reação adversa durante a utilização da planta, procure rapidamente o auxílio médico, mesmo que não imagine se tratar de um problema tão grave assim.

Isso é necessário para verificar a real seriedade do efeito colateral em questão, receber o tratamento apropriado e saber se pode continuar ou não a utilizar a abútua sem maiores problemas.

Jamais substitua qualquer tratamento recomendado pelo médico exclusivamente pelo uso do chá de abútua porque isso pode ser bastante perigoso para a saúde. Com informações dos sites Tua Saúde e greenMe.

Como fazer – Receita de chá de abútua

Ingredientes:

  • 2 g da erva de abútua;
  • 1 xícara de água fervente.

Modo de preparo:

1 – Despejar os 2 g da erva de abútua na xícara de água fervente;

2 – Tampar e deixar descansar ao longo de 10 minutos;

3 – Coar e servir-se imediatamente.

Fontes e Referências Adicionais:

Você já conhecia os 4 benefícios do chá de abútua? Pretende experimentar? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (1 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...
Sobre Dra. Patricia Leite

Dra. Patricia é Nutricionista - CRN-RJ 0510146-5. Ela é uma das mais conceituadas profissionais do país, sendo uma referência profissional em sua área e autora de artigos e vídeos de grande sucesso e reconhecimento. Tem pós-graduação em Nutrição pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, é especialista em Nutrição Esportiva pela Universidad Miguel de Cervantes (España) e é também membro da International Society of Sports Nutrition. É ainda a nutricionista com mais inscritos no YouTube em português. Dra. Patricia Leite é a revisora geral de todo conteúdo desenvolvido pela equipe de redatores especializados do Mundo Boa Forma.

Deixe um comentário