6 Dicas Para Escolher Cereais Matinais Saudáveis

Especialista:
atualizado em 17/12/2019

Quem deseja fazer uma dieta para emagrecer ou manter a boa forma ou simplesmente seguir uma alimentação equilibrada para cuidar bem da saúde certamente sabe que uma das refeições mais importantes do dia é o café da manhã, tendo em vista que depois de uma noite toda sem consumir nada o nosso corpo precisa repor as energias para enfrentar o dia que vem pela frente com disposição.

E quando se fala em escolhas saudáveis para o cardápio, não é difícil que os cereais matinais venham à mente. E não é para menos, ao escolher o tipo adequado de cereal, não só eles nos oferecem energia e deixam o organismo saciado, como também nos abastecem com importantes nutrientes como fibras, vitaminas e minerais.

Entretanto, se por um lado é incrivelmente fácil encontrar cereais matinais à venda – nos supermercados a seção dedicada a eles é lotada das mais variadas opções –, por outro, encontrar uma versão que realmente ofereça benefícios ao corpo e à saúde é um verdadeiro desafio.

Isso porque em meio a imagens atrativas e coloridas e anúncios para chamar a atenção dos consumidores, nem todas as embalagens carregam cereais realmente nutritivos. Mas calma, a boa notícia é que com um pouco de paciência e muita atenção é possível garimpar entre as prateleiras do supermercado e encontrar cereais matinais verdadeiramente saudáveis.

Mas como? É justamente isso o que você confere na nossa lista de dicas a seguir:

1. Preste atenção à tabela nutricional

Sabe aquele quadradinho ou retângulo pequeno que fica na parte de trás da embalagem? É lá que se encontra a chamada tabela nutricional, que contém as informações mais importantes sobre o produto e que deverão basear a sua escolha de compra.

Não confie simplesmente nas imagens atraentes da embalagem ou nas chamadas escritas em letras garrafais, que exaltam o quão nutritivo e saudável o cereal é. Sempre verifique a tabela nutricional e não deixe de conferir o número de calorias, fibras, carboidratos, gorduras, açúcar, vitaminas e outros nutrientes que cada porção oferece. Você deve optar por cereais matinais que tenham menos carboidratos, gorduras saturadas e calorias.

2. Dê preferência aos cereais de grãos integrais

O tipo de cereal que deve estar no topo da sua lista são os feitos a partir de grãos integrais. É que eles não passam por um processo de refinamento e a sua camada externa é preservada, o que garante uma maior quantidade de fibras no alimento. É claro que para ter certeza em relação ao teor de fibras do produto, é preciso voltar à nossa primeira dica e conferir na tabela nutricional.

As fibras são importantes porque trazem a sensação de saciedade ao organismo, retardam a absorção de carboidratos, regulam o intestino e diminuem os níveis do LDL, o colesterol do mal.

Pode ser que você também encontre em cereais matinais que não são provenientes de grãos integrais uma boa quantidade de fibras. No entanto, tenha cuidado e não se engane, pois essas fibras não são tão vantajosas assim. É que enquanto as fibras dos grãos integrais são intactas e, por isso, fornecem mais benefícios, como os que listamos acima, as outras passam por um processo de isolamento, em que são removidas de seus grãos e transformadas em pó, o que faz com que não ofereçam benefício algum.

3. Fuja do sódio

Outra informação importante da tabela nutricional de cereais matinais que não pode passar batida é a quantidade de sódio presente no cereal. Tendo em vista que o máximo da substância que uma pessoa deve ingerir diariamente é 2.300 mg e que geralmente se faz a combinação do cereal com outros ingredientes como leite ou frutas, que também possuem o seu teor de sódio, é aconselhável escolher um produto que não exceda a quantidade do composto, tendo no máximo 240 mg de sódio por porção.

Apesar de ter a sua importância para o corpo humano em relação à contração muscular, manutenção e equilíbrio do pH e regulação do volume de sangue que corpo, ao ser consumido em excesso o sódio pode acarretar problemas como o aumento da pressão arterial, aumento do risco de sofrer com osteoporose, hipertensão, catarata, acidente vascular cerebral (AVC), pedra nos rins e câncer de estômago.

4. Cuidado com o açúcar

Mais um nutriente que merece atenção é o açúcar. O ideal é que ele esteja no finalzinho da lista de ingredientes, o que indica que seu teor não é alto, e não ultrapasse as sete gramas por porção. É importante que essa quantidade não seja grande, especialmente se pensarmos que as combinações que os cereais matinais recebem geralmente também já possuem uma boa quantidade de açúcar, e se levarmos em consideração a recomendação da Organização Mundial da Saúde (OMS) para que a ingestão diária de açúcar não ultrapasse a cota de 10% de calorias consumidas diariamente.

O risco que uma pessoa sofre ao abusar do açúcar é o de sofrer com problemas como cáries nos dentes, colocar-se em risco de desenvolver diabetes do tipo 2 e doenças cardiovasculares e ter excesso de peso.

5. A questão das calorias por porção

Outro dado relevante a ser observado na embalagem dos cereais matinais antes de escolher qual tipo comprar é o número de calorias por porção. E preste atenção, não apenas o número de calorias, mas o valor energético a cada porção.

Isso porque ao olhar o valor calórico na embalagem, você pode ficar com o número na sua cabeça e não prestar atenção ao fato de que essa quantia equivale a uma determinada quantidade de produto e não a qualquer punhado que você decidir comer.

Assim, se a embalagem afirma que são 180 calorias a cada ½ xícara, o indicado é que você consuma uma quantidade equivalente a essa porção no café da manhã, tendo em vista que provavelmente o cereal não será a única coisa que você consumirá logo cedo.

Outra recomendação é optar por cereais matinais que não ultrapassem as 200 calorias por porção, para não exagerar no valor calórico ingerido.

6. Não acaba na hora da compra

Mesmo depois de você ter observado todos os itens acima com atenção e comprado seus cereais matinais preferidos, há mais um trabalho a fazer: prestar atenção às combinações que serão usadas para compor o seu café da manhã.

Uma dica bacana é optar por complementos ricos em proteínas como leite desnatado e o iogurte grego. Esse nutriente é importante para a formação e contração dos músculos e para a melhoria do sistema imunológico.

Quais são os seus cereais matinais favoritos? Eles geralmente estão dentro desses requisitos acima para serem saudáveis? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (8 votos, média: 4,13 de 5)
Loading...
Sobre Dra. Patricia Leite

Dra. Patricia é uma das nutricionistas mais conceituadas do país, sendo uma referência profissional em sua área e autora de artigos e vídeos de grande sucesso e reconhecimento. Tem pós-graduação em Nutrição pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, é especialista em Nutrição Esportiva pela Universidad Miguel de Cervantes (España) e é também membro da International Society of Sports Nutrition. É ainda a nutricionista com mais inscritos no YouTube em português. Dra. Patricia Leite é a revisora geral de todo conteúdo desenvolvido pela equipe de redatores especializados do Mundo Boa Forma.

Deixe um comentário