Crucíferos

8 Alimentos Ricos em Enxofre

Enxofre, um mineral vital para a sua saúde, é encontrado em todos os tecidos do corpo e desempenha vários papeis importantes no organismo. O enxofre ajuda a combater bactérias e protege contra substâncias tóxicas. Além disso, é um mineral necessário para o desenvolvimento adequado do tecido conjuntivo da pele e ajuda a manter a integridade estrutural.

Identificar quais são e ingerir os alimentos ricos em enxofre pode ajudar a manter o mineral sempre equilibrado no organismo. Alimentos ricos em proteína como carnes são aqueles que mais apresentam enxofre, o que pode ser um problema para vegetarianos e veganos, que podem vir a desenvolver problemas de saúde devido à deficiência desse mineral. O mineral ajuda na formação de músculos e manutenção de cabelos e pele.

O enxofre é responsável no organismo pela entrada de oxigênio no cérebro, o que ajuda a manter as atividades vitais em pleno funcionamento, colabora com o fígado na secreção biliar, trabalha em conjunto com as vitaminas do complexo B para garantir a saúde dos nervos, ajuda na construções de tecidos, ajuda na síntese do colágeno e queratina, melhora a respiração dos tecidos orgânicos, favorece o transporte e o equilíbrio de diversos minerais no corpo, colabora no tratamento de doenças de pele e melhora a saúde das unhas e cabelos. Além disso, ainda auxilia no metabolismo de gorduras e carboidratos.

Deficiência de enxofre

O mineral deve fazer parte da dieta através da ingestão dos alimentos ricos em enxofre. A sua falta no organismo pode levar ao enfraquecimento de unhas e cabelos, problemas nas articulações, produção de secreção biliar incorreta, distúrbios do sistema nervoso, desequilíbrio de outros minerais no organismo, retardamento do crescimento e problemas ao metabolizar lipídios e carboidratos.

Lista de alimentos ricos em enxofre

  1. Vegetais crucíferos: Os vegetais crucíferos, como brócolis, couve-flor, repolho, couve, couve de Bruxelas, nabos e agrião são ricas fontes de substâncias contendo enxofre conhecidas como glucosinolatos, que conferem um aroma picante e sabor ligeiramente amargo. Durante a preparação de alimentos, mastigação e digestão, glucosinolatos se quebram em compostos menores que podem até mesmo reduzir as chances de câncer.
  2. Lentilha: A lentilha ajuda a diminuir o colesterol, porque possui fibras insolúveis que reduzem a absorção de gorduras pelo organismo. Ajuda também a desintoxicar o organismo, regularizando o intestino e livra o organismo de impurezas. Atua também na redução dos sintomas da TPM devido à presença de lignana, que tem ação semelhante ao hormônio estrogênio. Além disso, sabe-se que a lentilha pode ajudar a combater a diabetes, pois apesar da quantidade de carboidratos, também tem fibras que ajudam a reduzir o açúcar no sangue. Também pode ajudar no tratamento de anemia por ser rica em ferro. A presença de cálcio contribui para o fortalecimento dos ossos e as fibras ajudam a prevenir o câncer de cólon.
  3. Feijão: O feijão, além de ser um dos principais alimentos ricos em enxofre, é uma das melhores fontes de proteína, essencial para a saúde dos tecidos como osso, órgão, pele e músculos; ajuda na prevenção de cáries e dos dentes de uma forma geral; auxilia no controle do peso devido à grande quantidade de fibras que aumenta a sensação de saciedade; combate o intestino preso também pela quantidade de fibras solúveis; controla a diabetes por reduzir o açúcar no sangue; previne o câncer e outras doenças degenerativa, bem como problemas cardiovasculares; é fonte de minerais como o ferro que combate a anemia, boas quantidades de zinco, magnésio e o enxofre, que melhora as reações químicas e a saúde dos ossos, cérebro e músculos.
  4. Carnes e nozes: Alimentos ricos em proteínas, como peixes, aves, carnes, nozes e legumes, são essenciais não só para a construção e manutenção de uma pele saudável, cabelo e unhas, mas também por serem os principais alimentos ricos em enxofre. Cisteína e metionina são dois aminoácidos que contêm enxofre nestes alimentos e servem como fontes para as células do corpo. A maioria dos aminoácidos de enxofre são necessários para produzir proteína e também servem como sintetizadores de enzimas, que são substâncias que ajudam a provocar reações químicas.
  5. Frutas: As frutas que contêm enxofre em sua composição são: coco, banana, abacaxi, melancia, abacate, uvas, melões, toranjas, pêssegos, laranjas, kiwis e morangos. Dos frutos, o abacate é o que possui mais enxofre.
  6. Laticínios: Alimentos lácteos contêm grandes quantidades de enxofre. Estes alimentos ricos em enxofre incluem leite, queijo e creme de leite.
  7. Cebola e alho: Alimentos como alho, cebola, alho-poró e cebolinha contêm compostos orgânicos que contêm enxofre. Segundo estudos realizados nos compostos desses alimentos, descobriu-se que a presença de compostos orgânicos parece inibir a formação de câncer no esôfago, cólon, pulmões e mamas de animais experimentais. O estudo sugere que o alho e a cebola são agentes que previnem o câncer até mesmo em seres humanos.
  8. Ovos: Os ovos não são apenas uma fonte rica de proteínas, eles são alimentos ricos em enxofre e albumina. Cada gema de ovo contém 0,016 mg de enxofre, e a clara contém 0,195 miligrama de enxofre. As gemas dos ovos contêm colesterol dietético, que está associado ao aumento dos níveis de colesterol no sangue, por isso, deve ser controlado o consumo diário e preferir por versões cozidas.

Cuidados e precauções

Não se deve guardar esses alimentos por muito tempo, sendo ideal consumi-los ainda frescos. Com frutas, verduras, produtos lácteos e nozes, você deve estar ciente de que os mais altos níveis de enxofre nesses alimentos estão nas versões cruas e frescas, por isso evite cozinhar e consuma sempre fresco. O cozimento elimina boa parte do enxofre presente nos alimentos, por isso, sempre que possível, coma naturalmente.

Obviamente, o ovo e as carnes devem ser cozidas, mas mesmo após cozidas, o enxofre ainda permanece alto em sua composição. O enxofre raramente pode desencadear alguns efeitos colaterais no organismo como náusea, vômito, diarreia ou prisão de ventre e dor de cabeça. O excesso do consumo de enxofre pode desencadear esses sintomas, por isso, é importante ter cuidado para não exagerar. Se os sintomas persistirem, consulte um médico.

Você tem um consumo adequado destes alimentos ricos em enxofre? Acredita que precisa aumentar a frequência deles em sua dieta? Comente abaixo.

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (11 votos, média: 4,18 de 5)
Loading...
Revisão Geral pela Dra. Patrícia Leite


ARTIGOS RELACIONADOS

5 comentários

  1. Boa tarde, qual especialista orienta ou faz a averiguação da reposição do enxofre. Eu penso que tenho pouca oxigenação no cérebro.

  2. Olá!
    Acredito que comer muito alimentos com enxofre vem me causando um odor no suor!

  3. O enxofre presente nos alimentos causam flatulência?

Deixe uma resposta

Seu email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *

*