Abacaxi na gravidez faz bem? Grávida pode comer abacaxi?

Especialista da área:
atualizado em 08/08/2021

Dentre todos os mitos e conselhos que surgem com relação aos efeitos dos alimentos na saúde das pessoas, existe aquele que diz que comer abacaxi na gravidez fará com que a mulher entre em trabalho de parto, ou até mesmo corra o risco de sofrer um aborto espontâneo.

  Continua Depois da Publicidade  

Será que é verdade mesmo ou comer abacaxi na gravidez faz bem? Antes de pensar em tirar de vez essa deliciosa fruta da sua dieta por 9 meses, saiba que comer abacaxi na gravidez é uma escolha segura e saudável e que essa relação com um possível aborto espontâneo não passa de um mito, pois não há qualquer evidência científica que sustente essa ideia.

Bromelina e a gravidez

grávida segurando o abacaxi

O abacaxi contém bromelina (ou bromelaína), que é um tipo de enzima que atua na quebra de proteínas e outros nutrientes, favorecendo assim a digestão. Existem alguns suplementos de bromelina no mercado que não são recomendados para o uso durante a gravidez, já que podem levar a um sangramento anormal.

Porém, a bromelina está presente em grande quantidade no eixo central do abacaxi, mas na polpa, que é o que as pessoas normalmente consomem, há muito pouco. A quantidade de bromelina em uma única porção de abacaxi não é capaz de afetar a gravidez.

Abacaxi como parte de uma dieta saudável na gravidez

A dieta ideal de uma mulher grávida, de acordo com o Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA), é composta por alimentos dos cinco grupos seguintes:

  1. Grãos;
  2. Legumes;
  3. Laticínios;
  4. Frutas;
  5. Proteína como aves, carne, ovos, feijão e peixe.

Alimentos desses grupos ajudam a fornecer ao bebê muitas vitaminas e minerais que ele precisa para crescer e se desenvolver.

Além disso, para que a futura mamãe se sinta bem e permaneça saudável durante a gravidez, é preciso consumir alimentos saudáveis e ricos em nutrientes, além de cuidar da hidratação. E dentre as frutas, o abacaxi é uma boa alternativa.

  Continua Depois da Publicidade  

Benefícios do abacaxi na gravidez

Quando consumido na quantidade certa, o abacaxi tem muito a oferecer às mulheres grávidas, e alguns dos benefícios para a saúde ao consumir essa fruta são:

  1. Anticoagulante natural: A bromelina é um anticoagulante natural do sangue que pode ajudar a reduzir a pressão arterial em mulheres grávidas e também prevenir a formação de coágulos sanguíneos.
  2. Aroma antiestresse: O aroma do abacaxi é conhecido por melhorar o humor e diminuir o estresse, o que pode ajudar também a prevenir a depressão e ansiedade que muitas mulheres grávidas sentem.
  3. Ajuda a eliminar as bactérias intestinais: A bromelina presente na fruta não é razão para muitas mulheres a evitarem, já que, quando consumida sem exageros, ela ajuda a eliminar as bactérias do intestino e também a reparar danos no trato gastrointestinal.
  4. Produção de glóbulos vermelhos: A vitamina B6 presente nessa fruta promove a produção de glóbulos vermelhos, evitando assim a anemia. Ela também ajuda a produzir anticorpos e aumentar a energia, além de aliviar os enjoos matinais.
  5. Uma fruta rica em vitamina C: Uma xícara de abacaxi pode fornecer 80 a 85 mg de vitamina C, que atende às necessidades diárias durante a gravidez. Estas vitaminas ajudam a aumentar a imunidade no organismo e também previnem e reparam os danos celulares. A vitamina C também ajuda na produção de colágeno, uma proteína estrutural responsável pelo crescimento da pele, tendões, ossos e cartilagem do bebê.
  6. Retenção de líquido e inchaço: Esses sintomas são comuns durante a gravidez, e o abacaxi possui um efeito diurético, que ajuda a remover o excesso de líquido do corpo.
  7. Fonte de ferro: O abacaxi é uma boa fonte de ferro que ajuda a produzir glóbulos vermelhos e aumenta a produção de ácido fólico, que é vital em mulheres grávidas pois previne deficiências congênitas em bebês.
  8. Manganês: O manganês é o que promove a saúde óssea e previne o risco de osteoporose.
  9. Varizes: As varizes são veias doentes, dilatadas, tortuosas e superficiais, que geralmente aparecem nos últimos 3 meses de gravidez, nas pernas e coxas, e podem causar dor e desconforto. A bromelina é conhecida por reduzir a formação de depósitos fibrosos nestas veias e diminuir o desconforto.
  10. Fibras alimentares: Elas evitam a constipação (prisão de ventre) durante a gravidez.

Como consumir abacaxi na gravidez

mulher comendo abacaxi

Uma xícara de abacaxi pode conter quase 100% da ingestão diária recomendada de vitamina C, além de ser uma fonte importante de cobre, folato, vitamina B6 (piridoxina), ferro, manganês e magnésio. Esses nutrientes são muito importantes para a saúde em geral da futura mamãe, bem como do bebê.

Veja algumas dicas de como incluir essa fruta em sua dieta:

  1. Coloque grandes pedaços em refeições com carnes e legumes;
  2. Faça-o assado;
  3. Misture abacaxi congelado em seu smoothie ou vitamina;
  4. Coloque pedaços desta fruta em seu iogurte;
  5. Coloque a fruta fresca em sua grelha para uma sobremesa saudável;
  6. Faça picolés de abacaxi.

Riscos de comer abacaxi na gravidez

É importante não exagerar no consumo do abacaxi, pois os ácidos desta fruta podem causar azia ou refluxo na gravidez em estômagos mais sensíveis. Portanto, o melhor mesmo é consumi-lo com moderação.

Existem algumas mulheres que podem apresentar sinais de alergia poucos minutos após consumir a fruta. Os sintomas de alergia incluem:

  • Inchaço e/ou coceira na boca;
  • Reações na pele;
  • Corrimento ou congestão nasal;
  • Asma.

Pessoas alérgicas ao látex ou pólen são mais suscetíveis a apresentar alergia também ao abacaxi.

  Continua Depois da Publicidade  

Quando evitar o abacaxi

É melhor evitar o abacaxi nos seguintes casos:

  • Em casos de pressão arterial baixa, já que essa fruta é capaz de reduzir ainda mais a pressão;
  • Em casos de gravidez de alto risco, é melhor se precaver e evitar o abacaxi na gravidez;
  • Em casos de alergia ao pólen ou látex, já que existe uma relação com a alergia à fruta;
  • Em casos de diabetes gestacional, pois ele contém um alto teor de açúcar;
  • Durante o primeiro trimestre de gravidez, pois este é o momento que se deve evitar o consumo de bromelina.

Se você tiver boa saúde e uma gravidez saudável, poderá desfrutar desta fruta com toda segurança, mas se ainda estiver preocupada, fale com o seu médico e ele irá lhe fornecer mais informações sobre os alimentos indicados para o consumo durante a gravidez.

Vídeo

Você já ouviu falar que comer abacaxi na gravidez pode fazer mal? Tem o costume de comer esta fruta? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (4 votos, média 5,00)
Loading...
Sobre Dra. Patricia Leite

Dra. Patricia é Nutricionista - CRN-RJ 0510146-5. Ela é uma das mais conceituadas profissionais do país, sendo uma referência profissional em sua área e autora de artigos e vídeos de grande sucesso e reconhecimento. Tem pós-graduação em Nutrição pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, é especialista em Nutrição Esportiva pela Universidad Miguel de Cervantes (España) e é também membro da International Society of Sports Nutrition.

  Continua Depois da Publicidade  

Deixe um comentário

4 comentários em “Abacaxi na gravidez faz bem? Grávida pode comer abacaxi?”

  1. Horas de leitura falando sobre os benefícios do abacaxi, para depois mencionar que deve ser evitado no primeiro trimestre. Poderiam ter começado por ali…

    Responder