Abóbora para Colesterol é Bom Mesmo?

Especialista:
atualizado em 27/12/2019

Você gosta de abóbora? Tem o costume de comer o vegetal refogado, cozido, assado, na forma de purê ou em receitas de saladas, sopas e caldos? Já ouviu falar que é bom fazer o consumo de abóbora para colesterol?

Para início de conversa, existem inúmeros benefícios da abóbora para a saúde. O vegetal serve como fonte de uma série de nutrientes importantes como fibras, potássio, cobre, manganês, ferro, magnésio, fósforo, vitamina A, vitamina B1, vitamina B3, vitamina B5, vitamina B6, vitamina B9 (folato), vitamina C e vitamina E.

Isso sem contar que a abóbora é fonte de antioxidantes e já foi associada ao benefício de estimular o nosso sistema imunológico.

E quanto ao uso da abóbora para colesterol?

Quando analisamos do uso da abóbora para colesterol, uma parte do alimento que merece destaque são as sementes de abóbora.

Tanto que o cardiologista e professor associado da Escola de Medicina Miller da Universidade de Miami, nos Estados Unidos, Arthur Agatston, apresentou as sementes da abóbora como um dos alimentos que podem auxiliar a diminuir o colesterol.

Segundo Agatston, ao lado das amêndoas, dos pistaches, das sementes de chia e da linhaça, as sementes de abóbora são fontes excelentes de proteínas, vitaminas, minerais e gorduras monoinsaturadas e poli-insaturadas, que são saudáveis para o coração.

“Quando substituem gorduras saturadas na dieta, as nozes e as sementes auxiliam a diminuir o colesterol LDL (também chamado de colesterol ruim) e o colesterol total sem afetar os níveis do colesterol HDL (conhecido como colesterol bom)”, explicou o cardiologista.

No mesmo sentido, o National Health Service (Serviço Nacional de Saúde, NHS, sigla em inglês) do Reino Unido recomenda substituir os alimentos ricos em gorduras saturadas – como carnes gordurosas, manteiga, bolos, biscoitos e preparação com óleo de coco ou óleo de palma (azeite de dendê) por pequenas quantidades de alimentos ricos em gorduras insaturadas como as sementes de abóbora.

Além disso, esteróis vegetais encontrados nas sementes de abóbora podem colaborar com a diminuição dos níveis do colesterol ruim.

Mas existem algumas ressalvas quanto ao uso das sementes de abóbora para colesterol: é preciso limitar a ingestão diária de nozes e sementes porque elas são ricas em calorias, alertou o cardiologista e professor associado da Escola de Medicina Miller da Universidade de Miami, Arthur Agatston, em seu artigo publicado.

Também não é bom consumir as sementes de abóbora com a adição de sal, principalmente de muito sal, para evitar o consumo de quantidades excessivas de sódio, o que pode provocar outros problemas de saúde. Algo indesejável para quem já tem o colesterol elevado, não é mesmo?

A Escola de Saúde Pública da Universidade de Harvard, nos Estados Unidos alertou que a ingestão exagerada de sódio pode provocar problemas como retenção de líquidos, endurecimento dos vasos sanguíneos, pressão arterial alta, ataque cardíaco, acidente vascular cerebral (AVC) e insuficiência cardíaca.

O óleo da semente de abóbora

Conforme informações da nutricionista Mary Jane Brown, pesquisas conduzidas em animais mostraram que o óleo da semente de abóbora diminuiu os níveis de colesterol elevado, que é considerado um dos importantes fatores de risco para o desenvolvimento da doença no coração.

“Um estudo de 12 semanas com 35 mulheres na pós-menopausa observou que os suplementos de óleo de semente de abóbora reduziram a pressão arterial diastólica (o número de baixo em uma leitura) em 7% e aumentar os níveis do bom colesterol HDL em 16%”, completou a nutricionista.

Entretanto, antes de começar a utilizar qualquer suplemento – o que inclui os suplementos à base de óleo semente de abóbora – você deve ter a autorização do médico e consultá-lo para que ele te ajude a escolher uma versão confiável e de qualidade do produto.

A consulta ao médico também é fundamental para saber se usar suplemento de óleo de semente de abóbora para colesterol realmente pode funcionar, se ele não pode te fazer mal, em que dosagem e frequência ele pode ser utilizado e quanto tempo deve durar o seu tratamento com o produto.

Também é importante que o médico seja informado a respeito dos outros medicamentos, suplementos e plantas que você esteja utilizando para que o profissional possa verificar se o uso do suplemento ao mesmo tempo em que a substância em questão não pode prejudicar a saúde do seu organismo.

Mais importante do que saber se a abóbora para colesterol funciona mesmo

É saber como a alimentação de quem tem problemas com colesterol deve funcionar. Veja aqui algumas dicas de dieta para colesterol alto.

Por isso, ao ser diagnosticado com o colesterol elevado, você precisa perguntar ao médico como a sua dieta deve funcionar a partir de então, o que inclui questionar como usar a abóbora e as suas sementes para beneficiar o tratamento da condição, quais alimentos devem ser evitados e quais devem ser privilegiados no regime alimentar.

Além disso, você deve seguir todas as instruções que forem passadas por ele a respeito do tratamento para o colesterol elevado. Até porque um único alimento não vai curar milagrosamente os problemas de colesterol.

Lembre-se de que este artigo serve somente para informar e jamais pode substituir o diagnóstico, a prescrição e as recomendações do médico.

Vídeos:

Gostou das dicas?

Referências Adicionias:
https://www.nhs.uk/live-well/healthy-body/lower-your-cholesterol/

Você já tinha ouvido falar que existem benefícios da abóbora para colesterol? Consome abóbora ou suas sementes com certa frequência? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (3 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...
Sobre Dra. Patricia Leite

Dra. Patricia é uma das nutricionistas mais conceituadas do país, sendo uma referência profissional em sua área e autora de artigos e vídeos de grande sucesso e reconhecimento. Tem pós-graduação em Nutrição pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, é especialista em Nutrição Esportiva pela Universidad Miguel de Cervantes (España) e é também membro da International Society of Sports Nutrition. É ainda a nutricionista com mais inscritos no YouTube em português. Dra. Patricia Leite é a revisora geral de todo conteúdo desenvolvido pela equipe de redatores especializados do Mundo Boa Forma.

Deixe um comentário