Conheça os principais causadores de alergias e como evitá-los

Especialista:
atualizado em 18/02/2021

Ter alergia é extremamente comum. Apesar disso, elas podem incomodar ou até mesmo causar diversos problemas quando aparecem.

  Continua Depois da Publicidade  

Sendo assim, é importante você saber quais são os principais alérgenos, como evitá-los e o que fazer na hora que a alergia aparece.

Para ajudar nisso, selecionamos algumas informações importantes que farão toda a diferença na hora de você lidar com a sua alergia!

Mas afinal, o que é uma reação alérgica?

Primeiramente, a alergia é uma reação do organismo a uma substância. O seu sistema imunológico determina que a substância, que em muitos casos é inofensiva para outras pessoas, é nociva para o seu corpo.

Esta substância estranha ao seu corpo é conhecida como alérgeno.

Desta forma, quando o sistema imunológico reage exageradamente a uma substância estranha, o corpo libera outra substância conhecida como histamina. Da mesma maneira, o organismo ainda pode liberar outras substâncias para lidar com as alergias.

Portanto, a liberação dessas substâncias é o que causa a reação alérgica.

Existem diversos tipos de alergias definidas de acordo com os sintomas e os fatores que desencadearam a reação.

Quais são os principais tipos de alergia

alergia

Os alérgenos são diversos e existem vários tipos de alergia, desde as que atingem seu sistema respiratório até as causadas por reação a algum medicamento.

Por exemplo, as alergias podem ser respiratórias. Neste caso, elas se caracterizam por atingirem as vias respiratórias do corpo. Alguns exemplos são a asma e a rinite alérgica.

  Continua Depois da Publicidade  

Já as alergias dermatológicas atingem a pele. Este tipo de alergia ocorre principalmente na forma de dermatite atópica, dermatite de contato, urticária, angioedema e estrófulo, que é a alergia a picadas de mosquitos e pulgas.

Além disso, existem as alergias alimentares. Estas são as alergias mais difíceis de serem diagnosticadas, porque elas envolvem diversos fatores. Desta forma, você pode apresentar uma reação a alguma toxina presente no alimento, como é o caso das reações tóxicas.

Estas reações tóxicas geralmente causam diarreias ou vômitos. Do mesmo modo, a alergia também pode surgir de uma intolerância alimentar. Estas intolerâncias causam dificuldade de digestão do alimento, como nos casos de intolerância à lactose.

Em qualquer uma destas situações, o sistema imunológico irá apresentar uma reação exagerada ao consumo daquele alimento. Como resultado, o corpo apresentará sintomas de reação alérgica, como dificuldade de digestão, coceiras, vermelhidão na pele e até mesmo choque anafilático.

Cuidado ao se medicar pode evitar reações alérgicas

Um tipo de alergia a qual você deve prestar atenção são as alergias medicamentosas. 

Estas alergias são, conforme definição da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), uma reação adversa com qualquer efeito nocivo, não-intencional e indesejado ao consumo de um medicamento.

Neste caso, estas alergias podem ser previsíveis ou imprevisíveis, de acordo com a classificação dos especialistas.

As reações previsíveis, conforme os médicos, estão relacionadas a toxicidade, efeito colateral e até mesmo interação das drogas. Enquanto isso, as imprevisíveis são reações alérgicas a alguma substância do medicamento, ou hipersensibilidade em relação a droga.

  Continua Depois da Publicidade  

Saber qual é o seu tipo de alergia e o que está causando estes sintomas pode ajudar você a prevenir e tratar esta condição.

Fatores que causam as alergias

Antes de mais nada, diversos fatores podem causar uma alergia. Os alérgenos podem estar presentes em alimentos, animais de estimação, remédios e, até mesmo, surgirem na hora do exercício físico.

Alergias respiratórias, por exemplo, podem ser desencadeadas por mofo, fungos e até mesmo a poluição. Por sua vez, diversos alimentos como leite, ovos e amendoim, bem como soja e frutos do mar, podem acarretar reações alérgicas.

O ambiente é um fator importante para alergias. A poluição, tintas de parede, fumaça de cigarro, bem como cloro e outros produtos utilizados na limpeza, também influenciam o ambiente e podem acarretar uma reação alérgica.

Há ainda uma condição pouco conhecida que é a anafilaxia por exercício. Esta reação alérgica que ocorre na sequência de esforços físicos possui sintomas como fadiga, rubor, aumento da sensação de calor, urticária, sintomas gastrointestinais, entre outros.

O que fazer durante uma reação alérgica?

Primeiramente, o curso de ação dependerá do tipo de alergia. O mais indicado, no entanto, é sempre procurar um especialista.

Nos casos de reação alérgica a medicamentos, alimentos, picadas de insetos, entre outras, você não deve provocar vômito. Se a alergia for na pele, uma compressa fria no local pode ajudar.

O médico irá receitar um antialérgico, que provavelmente vai solucionar o seu problema. Mas é importante que você não se automedique.

Quando a alergia é por picadas de insetos, lave o local com água e sabão. Para aliviar a coceira, os médicos indicam cremes com aveia coloidal ou bicarbonato de sódio. Do mesmo modo, uma loção de calamina pode ajudar a aliviar os sintomas.

Reações alérgicas graves como dificuldade para respirar, vômitos, desmaios e tonturas requerem atendimento especializado. Ligue imediatamente para a emergência.

Saber como evitar e lidar com sua alergia pode evitar dores de cabeça e, é claro, melhorar sua qualidade de vida.

E você, é alérgico a alguma coisa? Já teve alguma alergia grave? Conte para a gente nos comentários!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (2 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...
Sobre Equipe Editorial MundoBoaForma

Quando o assunto é saúde, você tem que saber em quem confiar. Sua qualidade de vida e bem-estar devem ser uma prioridade para você. Por isso contamos com uma equipe profissional diversificada e altamente qualificada, composta por médicos, nutricionistas, educadores físicos. Nosso objetivo é garantir a qualidade do conteúdo que publicamos, que é também baseado nas mais confiáveis fontes de informação. Tudo isso para que você tenha confiança no MundoBoaForma e faça daqui sua fonte preferencial de consulta para assuntos relacionados à saúde, boa forma e qualidade de vida.

  Continua Depois da Publicidade  

Deixe um comentário