Consumidores que Compram Com Sacolas Retornáveis Tendem a Comprar Mais Guloseimas

Especialista:
atualizado em 30/01/2020

O uso das sacolas retornáveis – ou sacolas ecológicas, como elas também são conhecidas aqui no Brasil – na hora de fazer compras nos supermercados, que substituem as tradicionais e numerosas sacolinhas plásticas com o objetivo de prejudicar menos o meio ambiente, já tem sido um hábito adotado por muitas pessoas. Prova disso é uma pesquisa do ano de 2010, que mostrou que 20% da população brasileira já utilizava esse acessório para carregar os seus produtos.

Entretanto, apesar da vantagem aparentemente positiva em relação à natureza – até porque há quem defenda o uso da sacolinha plástica, alegando que ela é reaproveitada na hora de armazenar o lixo das residências, mas isso é discussão para outra hora – um estudo publicado recentemente no Journal of Marketing (Jornal do Marketing, tradução livre) afirmou que os consumidores que fazem compras com sacolas retornáveis possuem maior tendência de levar mais guloseimas para casa.

E por mais que ainda seja verdade que esses compradores também adquiram produtos orgânicos, em contrapartida, eles enchem o seu carrinho com produtos como salgadinhos, bolachas, sorvetes e doces.

Para chegar a essa conclusão, o professor-assistente de marketing da Universidade de Duke, nos Estados Unidos, Bryan Bollinger, e sua coautora, a professora-assistente de administração de negócios da Universidade de Harvard, também nos Estados Unidos, Uma Karmarkar, analisaram dados referentes a dois anos de transações de um supermercado do estado americano da Califórnia.

Eles fizeram uma comparação entre o que os consumidores levaram para casa quando traziam a sua própria sacola ecológica de compras e o que adquiriram quando não utilizaram a sacola retornável. Além disso, os cientistas também fizeram uma pesquisa pela internet, em que questionaram os participantes em relação aos seus hábitos de compras no supermercado.

Os pesquisadores perguntaram qual a justificativa para os consumidores trazerem a sacolinha de casa e identificaram a existência do chamado “efeito de licença”, que acontece quando um comprador resolve se premiar com um docinho ou guloseima, porque levou alimentos saudáveis para casa.

“É a mesma coisa quando alguém diz: ‘Eu me exercitei essa manhã, mereço uma sobremesa no jantar’. (Isso) provavelmente não é consciente para muitas pessoas”, afirmou o pesquisador Bollinger.

Bollinger e Karmarkar ainda perceberam que esse efeito foi observado somente entre os consumidores que trouxeram a sacola ecológica por sua própria iniciativa e não entre aqueles que a levaram porque o estabelecimento em questão não fornecia outro tipo de sacolinha.

“Nesses casos, os compradores não se sentem tão vitoriosos e, portanto, ficam menos propensos a cair na comilança”, explicou o professor Bollinger.

Outro aspecto observado pela dupla de cientistas foi que o efeito também não se aplicou aos consumidores que são pais de crianças. Para Bollinger, a suspeita para tal fato é que quando se tem crianças, as pessoas possuem diferentes preocupações e levam outros fatores em consideração enquanto estão fazendo as suas compras.

Você tem o costume de utilizar estas sacolas retornáveis ao fazer compras no mercado? Já percebeu se o resultado deste estudo realmente acontece com você? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (1 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...
Sobre Equipe Editorial MundoBoaForma

Quando se trata de saúde, é muito importante poder contar com uma fonte confiável de informações. Afinal de contas sabemos que o sua qualidade de vida e bem-estar devem estar em primeiro lugar para você. Por isso contamos com uma equipe profissional diversificada, com redatores e editores que desenvolvem um conteúdo de qualidade, adaptando-o a uma linguagem de fácil compreensão para o público em geral, tendo por base as mais confiáveis fontes de informação. Além disso todo artigo é revisado por profissional especialista da área, para garantir que as informações são verídicas. Tudo isso para que você tenha confiança no MundoBoaForma e faça daqui sua fonte preferencial de consulta para assuntos relacionados a saúde, boa forma e qualidade de vida. Conheça mais sobre os profissionais que contribuem para a qualidade editorial do portal.

Deixe um comentário