Dor nas Pernas – O Que Pode Ser, Causas e Como Aliviar

A dor nas pernas costuma ser um incômodo muito grande, principalmente quando você precisa sair e ficar em pé durante o dia. Existem diversos tipos e causas para a dor nas pernas, assim como diversas maneiras de aliviar a dor ou tratar o problema de acordo com a sua causa.

A maior parte das dores nas pernas ocorre devido ao uso excessivo ou por causa de ferimentos leves. O desconforto geralmente desaparece em um curto período de tempo normalmente ou com o uso de alguns remédios e soluções caseiras.

Abaixo, vamos investigar o que pode significar a dor nas pernas, suas causas mais prováveis e como aliviar o desconforto.

Dor nas pernas – O que pode ser?

A dor nas pernas pode ser de diversos tipos: pode ser constante ou intermitente; pode se desenvolver repentina ou gradualmente; pode afetar a perna toda ou apenas uma região, como a canela ou o joelho; pode causar dor, desconforto, fadiga ou formigamento.

Qualquer que seja o tipo, a dor na perna é irritante e desconfortável. É muito comum senti-la e geralmente não há nada com o que se preocupar. Porém, em casos mais graves, até a sua capacidade de andar pode ser afetada.

Apesar de a maioria das dores nas pernas não terem uma causa grave e poderem ser tratadas em casa, existem algumas condições médicas sérias que podem estar causando essa dor. Por esse motivo, é importante procurar um médico se ela for muito forte ou persistente para obter um diagnóstico e tratamento adequados.

Causas

A maioria das dores nas pernas é resultante de algum desgaste, que pode ser uma fadiga pelo uso excessivo ou até lesões em articulações, ossos, músculos, ligamentos, tendões ou outros tecidos sensíveis. Alguns tipos podem ainda ser atribuídos a problemas na parte inferior da coluna. Outra possível causa pode ser um coágulo sanguíneo, varizes ou má circulação.

As causas mais comuns de dor nas pernas temporária podem ser:

– Cãibras

A principal causa de dor nas pernas é a cãibra. Ela costuma causar uma espécie de cãibra muscular ou espasmo no membro inferior, provocando uma dor súbita e aguda quando os músculos se contraem. Os músculos tensionados tendem a formar um nódulo visível e duro sob a pele, podendo causar também vermelhidão e inchaço na região afetada.

A fadiga muscular e a desidratação são as principais causas de cãibra, especialmente na região da panturrilha. Alguns medicamentos como diuréticos e estatinas também podem causar cãibras como efeito colateral em algumas pessoas.

– Lesões

A dor sentida na perna também pode ser um sinal de lesão, dentre as quais destacam-se:

  • Tensão muscular: Lesão comum que ocorre quando as fibras musculares se “rasgam” como resultado de um alongamento exagerado ou excessivo. Frequentemente ocorre nos músculos maiores das pernas como os isquiotibiais, panturrilhas ou quadríceps.
  • Tendinite: A tendinite é a inflamação de um tendão. Os tendões são como se fossem cordões grossos que unem os músculos aos ossos. Quando eles ficam inflamados por algum motivo, fica mais difícil o movimento na articulação afetada. A tendinite geralmente afeta tendões presentes nos isquiotibiais ou próximos do osso do calcanhar.
  • Bursite: A bursite também ocorre no membro inferior, especificamente nos joelhos. A bursite no joelho ocorre quandos a bursa ou bolsa sinuvial (uma espécie de bolsa cheia de líquido) que fica ao redor da articulação do joelho fica inflamada, causando dor.
  • Lesão na canela: Esse tipo de lesão acontece quando os músculos ao redor da tíbia se “rasgam” como resultado do uso excessivo, causando dor intensa ao longo da tíbia.

– Fraturas

Algumas fraturas podem ocorrer por estresse. Tratam-se de pequenas rupturas nos ossos da perna, particulamente na tíbia.

– Condições médicas

Algumas condições médicas também podem causar dor nas pernas, tais como:

  • Aterosclerose: A aterosclerose é um estreitamento e endurecimento das artérias devido a um acúmulo de gordura e colesterol na região. As artérias são os vasos sanguíneos que transportam o sangue rico em oxigênio por todo o organismo. Quando ocorre um bloqueio nas artérias, o fluxo sanguíneo é reduzido, causando problemas em várias outras partes do corpo. Se os tecidos presentes na perna, por exemplo, não receberem oxigenação adequada, a pessoa sente dor, principalmente na região da panturrilha.
  • Trombose venosa profunda: A trombose venosa profunda é caracterizada pela formação de um coágulo de sangue em uma veia. Um coágulo trata-se de um aglomerado de sangue que se apresenta no estado sólido, o que também atrapalha a circulação do sangue. A trombose geralmente ocorre na parte inferior da perna, principalmente após longos período de repouso, causando inchaço e cólicas. Tal condição pode ser mais grave se a pessoa estiver usando anticoncepcionais, que aumentam a chance de coágulos sanguíneos.
  • Artrite: A artrite é uma inflamação nas articulações. Essa condição pode causar inchaço, dor e vermelhidão na região afetada, que na maioria das vezes inclui as articulações dos joelhos e quadris.
  • Gota: A gota é uma forma de artrite que pode acontecer quando o ácido úrico se acumula no organismo. Tal acúmulo causa muita dor, inchaço e vermelhidão na região dos pés e parte inferior das pernas.
  • Varizes: As varizes são um problema muito comum. Tratam-se de veias alargadas que transbordam sangue devido a uma falha em suas válvulas. As varizes são visíveis, já que as veias costumam inchar e ficar elevadas sobre a pele. Essa condição também causa muita dor e geralmente é observada na região dos tornozelos.
  • Infecção: Se houver algum tipo de infecção no osso ou nos tecidos da perna, pode ocorrer inchaço, vermelhidão ou dor na área afetada.
  • Dano nervoso: A dor nas pernas também pode ser causada por um dano nervoso na perna, que geralmente leva à dormência, dor ou formigamento na região. Muitas vezes, esses desconfortos ocorrem nos pés e na parte inferior das pernas e pode ser uma complicação da diabetes.

– Outras causas

Existem condições e lesões menos comuns, mas que também podem ser a causa da da dor nas pernas. São condições que necessitam de diagnóstico médico e tratamento específico.

  • Hérnia de disco: A hérnia de disco ocorre quando um dos discos presentes nas vértebras desliza para fora do lugar. Tal deslocamento pode comprimir alguns nervos da coluna, o que causa dores que irradiam da coluna para outras regiões do corpo como braços e pernas.
  • Doença de Osgood-Schlatter: A doença de Osgood-Schlatter acontece quando o tendão que liga a rótula do joelho ao osso tíbia da perna fica tensionado. Ele acaba sobrecarregando a cartilagem da tíbia, onde se liga ao osso. Isso faz com que seja formada uma espécie de nódulo logo abaixo do joelho, resultando em sensibilidade e inchaço ao redor do local. Essa doença ocorre principalmente em adolescentes com surtos de crescimento durante a puberdade.
  • Doença de Legg-Calve-Perthes: A doença de Legg-Calve-Perthes é caracterizada por uma interrupção no fornecimento de sangue à articulação do quadril. A falta de suprimento de sangue pode danificar gravemente o osso da região e causar uma deformação permanente. Esses problemas costumam causar muita dor nas pernas, especialmente ao redor do quadril, coxa ou joelho. É também uma condição que ocorre principalmente durante a adolescência.
  • Epífise femoral: A epífise femoral é uma separação da articulação do quadril do osso fêmur, o que causa dor no quadril. Essa condição só ocorre em crianças, principalmente naquelas que sofrem com excesso de peso na infância.
  • Tumores: Também pode ocorre o desenvolvimento de tumores, que podem ser benignos ou malignos nos ossos maiores da perna, que são o fêmur e a tíbia.

Como Aliviar

Para aliviar a dor nas pernas, desde que elas não sejam causadas por uma condição séria, é possível tentar algumas soluções caseiras para diminuir o desconforto e até mesmo extinguir a dor.

Assim, se a causa for apenas um problema simples como uma pequena lesão, fadiga ou cãibras, as seguintes soluções podem resolver o problema:

  • Repouso: O repouso é importante para eliminar qualquer tipo de pressão ao qual suas pernas estão sendo expostas. Se sua dor for referente a um cansaço, provavelmente um repouso de algumas horas irá resolver o problema
  • Compressa de gelo: Aplique uma bolsa ou compressa de gelo na região dolorida por cerca de 20 minutos pelo menos três ou quatro vezes ao dia. Isso irá ajudar a aliviar a dor e melhorar a circulação.
  • Elevação: Elevar a perna o mais alto que puder com a ajuda de travesseiros sempre que se sentar ou deitar pode ajudar a aliviar as dores pois melhora a circulação do sangue.
  • Analgésicos: Se nenhuma solução funcionar, é possível tentar usar um analgésico sem prescrição para aliviar o desconforto como o ibuprofeno ou o naproxeno, por exemplo.
  • Banho quente: Tomar um banho quente ou morno pode ajudar a relaxar os músculos e melhorar a circulação sanguínea, o que pode ajudar a aliviar a dor nas pernas.
  • Alongamento: Alongar o corpo também pode ajudar nas dores. Se a sua dor for na parte inferior da perna, tentar apontar e endireitar os dedos dos pés quando estiver sentado ou em pé. Se a dor for na parte superior do membro, tente se curvar o máximo que puder e tocar os dedos dos pés. Mantenha as posições por pelo menos 10 segundos, aumentando o tempo, se conseguir, até no máximo 30 segundos. Se a dor piorar, interrompa o alongamento e retorne à posição inicial devagar. Veja mais alguns dos melhores alongamentos para pernas aqui.

Quando procurar um médico

Um profissional da saúde deve ser procurado ao sentir algum dos sinais abaixo:

  • Lesão na perna com corte profundo ou osso ou tendão exposto;
  • Incapacidade de andar ou colocar peso sobre a perna;
  • Dor enquanto caminha;
  • Varizes que estão causando desconforto;
  • Apresentar dor, inchaço, vermelhidão ou calor excessivo nas pernas;
  • Ouvir um som de estalo ou rangido ao movimentar a perna;
  • Sinais de infecção como vermelhidão, calor, sensibilidade e febre;
  • Inchaço, palidez ou temperatura baixa;
  • Dor na panturrilha aguda;
  • Inchaço em ambas pernas associado a problemas respiratórios.

Se após o tratamento caseiro os sintomas persistirem, também é recomendado buscar ajuda médica para investigar a causa do problema e realizar o tratamento adequado.

Prevenção

Sabemos que é melhor prevenir do que remediar. Portanto, seguem algumas dicas simples que podem evitar a dor nas pernas:

  • Alongamento: É sempre interessante ter tempo de alongar os músculos antes e após os exercícios ou atividade física.
  • Alimentação: Também é muito útil ingerir alimentos com alto teor de potássio como bananas e frango, pois eles ajudam a evitar lesões nos músculos e tendões das pernas.
  • Exercícios físicos: Realizar exercícios por pelo menos 30 minutos por dia em 5 dias na semana é interessante para se manter ativo e exercitar os músculos e articulações, mantendo-os saudáveis.
  • Saúde em dia: Monitore sua saúde, principalmente os níveis de colesterol e a sua pressão arterial, mantendo-os sempre sob controle, evitando problemas de circulação sanguínea. Também evite fumar e o uso excessivo de álcool e mantenha um peso e alimentação saudáveis.

Lembre-se de procurar um médico sempre que a dor persistir por vários dias e as soluções caseiras não funcionarem.

Referências adicionais:

Você tem sentido muita dor nas pernas recentemente? O que pode ser o seu problema, dentre as causas listadas acima? Comente abaixo

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (8 votos, média: 3,63 de 5)
Loading...

6 comentários em “Dor nas Pernas – O Que Pode Ser, Causas e Como Aliviar”

  1. bom dia, Precisava de um resposta sobre algo que me esta acontecer, os meus gemeos nao se desenvolvem, apesar de eu fazer treino com pesos, o da perna esquerda esta com a forma de um cone e o da direita apresenta algum musculo desenvolvido. alguem pode me ajudar a descubri a razao para isso?

Deixe um comentário