Especialista da Área:

Chá para Azia – 4 Melhores, Como Fazer e Dicas

Aquela sensação de queimação na parte superior da barriga ou debaixo do esterno, um osso localizado na frente do tórax e ao centro do peito, é o que chamamos de azia. O incômodo vem por conta de uma irritação no esôfago, responsável por conectar a garganta e o estômago, e é provocado pelo ácido estomacal.

Mas você sabe o que pode desencadear a azia? Bem, ela pode ocorrer por conta de um problema com uma válvula muscular, que é conhecida pelo nome de esfíncter esofágico inferior (EEI) que fica situada no encontro do esôfago com o estômago: abaixo da caixa torácica, levemente para o centro.

Normalmente, o EEI mantém o ácido estomacal dentro do estômago e trabalha abrindo-se para permitir que a comida chegue ao estômago ou para liberar o arroto e, depois, fecha-se. Entretanto, quando a válvula é aberta com muita frequência ou não fecha de modo firme o suficiente, o ácido do estômago pode infiltrar no esôfago e provocar uma sensação de queimação.

A comilança em excesso e a colocação de muita pressão no estômago, que acontece geralmente por fatores como obesidade, gestação ou prisão de ventre, podem contribuir para que o EEI não tenha a firmeza que deveria.

Além disso, existe uma série de alimentos como frutas cítricas, tomate, alho, cebola, chocolate, produtos com cafeína como o café, hortelã e bebidas alcoólicas pode relaxar o EEI ou aumentar o ácido estomacal, contribuindo assim para a azia.

4 opções de chá para azia

O tratamento para a azia pode ser feito com remédios indicados pelo médico como antiácidos e medicamentos para inibir a acidez do estômago.

Além disso, também existem opções mais naturais e caseiras que prometem auxiliar o quadro da doença, como é o caso das diversas opções de chá para azia. Vamos conhecer algumas delas e aprender a prepará-las.

Agora, vamos à lista com algumas opções de chá para azia:

1. Chá de gengibre

O chá de gengibre possui antioxidantes que colaboram com o alívio da inflamação no esôfago e diminuem as contrações no estômago, algo que auxilia a diminuir a sensação de azia.

Como fazer chá de gengibre 

Ingredientes: 

  • 2 cm de raiz de gengibre cortada em fatias;
  • 2 xícaras de água.

Modo de preparo:

  1. Colocar a água e a raiz de gengibre dentro de uma panela e levar ao fogo para ferver;
  2. Depois que ferver, desligar o fogo, tampar a panela e deixar descansar durante, no mínimo, 30 minutos;
  3. Remover os pedaços do gengibre e servir-se.

Entretanto, o uso do gengibre exige alguns cuidados: o Centro Médico da Universidade de Maryland alertou que o gengibre pode aumentar o risco de sangramento, interagir com medicamentos (se usar remédios, converse com o seu médico para saber se eles não interagem com o ingrediente) e que pessoas com problemas no coração devem consultar o médico antes de utilizá-lo.

Mulheres grávidas só devem usar o gengibre após autorização médica e as que estão amamentando não devem utilizar o ingrediente por questões de segurança.

Ele pode aumentar os níveis de insulina ou abaixar a taxa de açúcar no sangue. Logo, antes de tomar o chá de gengibre, os diabéticos devem checar com o médico.

O gengibre também não deve ser utilizado por quem sofre com hipertireoidismo e cálculo na vesícula biliar e que crianças, pessoas com cardiopatias, enxaqueca, úlceras e alergias não devem abusar da raiz.

O chá de gengibre também deve ser evitado por pessoas que sofrem com a pressão alta.

2. Chá de alcaçuz

O alcaçuz auxilia a aumentar o muco do revestimento esofágico, o que ajuda a acalmar os efeitos do ácido estomacal.

A raiz do alcaçuz pode aliviar os sintomas de azia e refluxo ácido, associados ao refluxo gastroesofágico, quando o ingrediente é combinado com outras ervas. O alcaçuz é conhecido por diminuir o ácido estomacal e pode ser um ótimo chá para azia.

Como fazer chá de alcaçuz 

Ingredientes: 

  • 1 litro de água;
  • 30 g de raiz de alcaçuz.

Modo de preparo:

  1. Colocar a água dentro de uma panela, adicionar o alcaçuz e levar ao fogo durante 10 minutos;
  2. Desligar e tampar. Deixar abafar ao longo de mais 10 minutos.
  3. Coar e servir-se imediatamente.

O alcaçuz deve ser evitado durante a gestação e o aleitamento e não pode ser utilizado por crianças ou pessoas que sofrem com anemia, glaucoma ou hipertensão.

O alcaçuz não deve ser utilizado ao mesmo tempo que contraceptivos ou repositores hormonais e o chá jamais pode ser ingerido em excesso.

A bebida pode provocar efeitos colaterais como retenção de líquidos, dor de cabeça, dor abdominal, insuficiência respiratória, concentração de potássio no organismo e hipertensão.

O alcaçuz traz um ingrediente chamado glycirrhiza em sua composição que podem causar reações adversas graves e é preciso consultar o médico antes de utilizar a raiz de alcaçuz. 

No entanto, segundo encontramos, existe um tipo de alcaçuz que sofre a remoção da glycirrhiza e pode não provocar os mesmos efeitos colaterais experimentados com o alcaçuz que contém a substância.

3. Chá de espinheira-santa

O chá de espinheira-santa é amplamente indicado como chá para azia, principalmente por possuir propriedades digestivas, que além de melhorar a má digestão, também aliviam a azia.

Como fazer chá de espinheira-santa 

Ingredientes: 

  • 1 xícara de água fervente;
  • 1 colher de sopa de espinheira-santa.

Modo de preparo:

  1. Colocar a água em uma panela e levar para ferver;
  2. Então, desligar o fogo e adicionar a espinheira-santa;
  3. Coar e servir-se.

A espinheira-santa não pode ser utilizada por pessoas com histórico de alergia à planta, por mulheres que estejam grávidas ou amamentando – a planta tem efeito abortivo e pode provocar a diminuição da quantidade de leite materno – e por crianças com menos de 12 anos de idade.

As primeiras ingestões do chá de espinheira-santa podem provocar a sensação de boca seca e náusea.

4. Chá de funcho

O chá de funcho possui propriedades anti-inflamatórias que ajudam a aliviar a inflamação do estômago, amenizando a sensação de queimação na garganta, e auxilia o esvaziamento do órgão, o que pode transformá-lo em útil como um chá para azia em casos de refluxo.

Como fazer chá de funcho 

Ingredientes: 

  • 1 xícara de água fervente;
  • 1 colher de sopa de funcho.

Modo de preparo:

  1. Colocar o funcho na panela de água fervente e deixar descansar durante 10 minutos;
  2. Coar e servir-se.

Por outro lado, se for utilizado em excesso, o chá de funcho pode causar problemas no trato digestivo.

A bebida é contraindicada para mulheres gestantes ou amamentando, para crianças com menos de cinco anos de idade e para pessoas que sofrem com hipertireoidismo.

Outras dicas

De acordo com o que pesquisamos, o ideal é tomar o chá para azia logo após o seu preparo (não necessariamente tomar todo o conteúdo preparado de uma vez), antes que o oxigênio do ar destrua os seus compostos ativos. O chá costuma preservar substâncias importantes até 24 horas depois do preparo, porém, depois desse período, as perdas são consideráveis.

É necessário certificar-se ainda que os ingredientes que você utilizar no preparo do seu chá para azia sejam de boa qualidade, de boa procedência, orgânicos, estejam bem limpos e higienizados e não tenham a adição de nenhuma substância ou produto que possa prejudicar a sua saúde.

Caso experimente qualquer tipo de efeito colateral ao consumir um chá para azia, procure rapidamente ajuda médica.

Antes de recorrer a qualquer um desses chás, você deve consultar um médico. Isso é necessário para que você confirme se o chá realmente pode te ajudar, que não fará mal e como deve utilizá-lo (em que dosagem e frequência).

Não existem muitas pesquisas a respeito do uso de remédios com ervas para a azia, o que poderia embasar a sua eficácia. Logo, é preciso ter certeza, conversando com o médico, de que o chá realmente pode ajudar para não se decepcionar e continuar com o desconforto.

Mesmo os chás podem ser contraindicados para algumas pessoas, interagir com medicamentos, suplementos ou plantas medicinais e provocar efeitos colaterais, principalmente quando utilizados de maneira indevida.

Essas recomendações são importantes para todos, especialmente para crianças, adolescentes, idosos, mulheres que estejam grávidas ou amamentando e pessoas que sofram com alguma doença ou algum tipo de condição específica de saúde.

Você já experimentou algum destes tipos de chá para azia? Quais foram os resultados em relação à condição? Melhorou mesmo? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (11 votos, média: 3,82 de 5)
Loading...

Deixe um comentário