Evite esses 8 alimentos ruins para artrite

Especialista da área:
atualizado em 02/02/2021

Quem sofre com a condição precisa ficar de olho nos alimentos ruins para artrite e evitá-los! Conheça então alguns deles com a nossa lista!

  Continua Depois da Publicidade  

A artrite é uma doença que envolve inchaço e sensibilidade em uma ou mais articulações no corpo. Seus sintomas incluem dor e rigidez nas articulações, que pioram com o passar do tempo, e há mais de 100 tipos de artrite. Mas a osteoartrite e a artrite reumatoide são as mais comuns.

Igualmente à artrite psoriática, a artrite reumatoide é uma doença autoimune. Além disso, vale também mencionar a gota, que é um tipo de artrite inflamatória.

O tratamento da artrite varia com o tipo da doença que cada paciente tem. No entanto, para quem sofre com a condição, além de obedecer ao tratamento que o médico indicar, vale a pena evitar os seguintes alimentos ruins para artrite:

1. Comidas com açúcares adicionados

Sorvete

Os açúcares adicionados estão presentes em refrigerantes, doces, sorvetes, sucos, bolachas e tantos outros produtos industrializados. Mas eles também podem se encontrar em itens menos óbvios e até salgados como os molhos.

Em um estudo com 217 pessoas com artrite reumatoide, entre uma lista de 20 alimentos, os participantes apontaram com mais frequência as sobremesas e os refrigerantes com açúcar como itens que pioraram os sintomas da doença.

2. Carnes vermelhas e processadas

Algumas pesquisas associam as carnes vermelhas e processadas à inflamação, o que pode aumentar os sintomas da artrite. Por exemplo, já observou-se níveis altos de marcadores inflamatórias em dietas ricas nessas carnes.

O estudo que citamos acima, com as 217 pessoas com artrite reumatoide, também identificou a carne vermelha como um alimento que comumente piora os sintomas da doença.

Por outro lado, dietas à base de vegetais que excluem a carne vermelha já mostraram melhorar os sintomas da artrite.

3. Alimentos com glúten

O glúten está presente no trigo, na cevada, no centeio e nos alimentos à base desses ingredientes. Aliás, algumas pesquisas já relacionaram o glúten ao aumento da inflamação e sugerem que aderir a uma dieta sem glúten pode amenizar os sintomas da artrite.

  Continua Depois da Publicidade  

Um estudo de 2001 com participantes diagnosticados com artrite reumatoide apontou que uma dieta vegana e livre de glúten reduziu a atividade da doença e melhorou a inflamação.

Embora essas descobertas sejam promissoras, mais pesquisas são necessárias para confirmar se uma dieta sem glúten beneficia as pessoas com artrite”.

Portanto, se você tem artrite, consulte o seu médico antes de mudar sua dieta.

4. Alimentos altamente processados

Por exemplo, a lista desses alimentos ruins para artrite inclui os produtos industrializados (doces, macarrão instantâneo bolos prontos, congelados, bolachinhas, salgadinhos, empanados prontos), os fast food, os cereais matinais, os molhos prontos e até os produtos de panificação.

Esses itens geralmente são ricos em grãos refinados, açúcares adicionados, conservantes e outros ingredientes com potencial para inflamar e que podem piorar os sintomas da artrite.

Em um estudo com 56 pessoas com artrite reumatoide, os que comeram maiores quantias de alimentos ultraprocessados apresentaram aumento nos fatores de risco da doença no coração.

Além disso, esses alimentos muito processados engordam, pioram a saúde como um todo e aumentam o risco de desenvolver outros tipos de doenças.

5. Bebidas alcoólicas

Cerveja

A espondiloartrite axial é uma artrite inflamatória que atinge principalmente as articulações sacroilíaca (junção dos ossos sacro e ilíaco) e da medula espinhal. Um estudo com 278 pessoas com a doença ligou a ingestão de álcool a um aumento do dano estrutural espinhal.

  Continua Depois da Publicidade  

Estudos também mostraram que a ingestão de álcool pode aumentar a frequência e a severidade dos ataques de gota.

6. Certos óleos vegetais

Embora o ômega-3 e o ômega-6 sejam gorduras necessárias ao organismo, há um desequilíbrio na proporção desses compostos na dieta ocidental que pode aumentar a inflamação.

Dietas ricas em ômega-6 e pobres em ômega-3 podem piorar os sintomas da osteoartrite e da artrite reumatoide.

Portanto, reduzir a ingestão de alimentos ricos em ômega-6, como os óleos vegetais, enquanto aumenta a ingestão de alimentos ricos em ômega-3, como os peixes gordos, pode melhorar os sintomas da artrite.

7. Alimentos ricos em sal

Por exemplo, a lista de alimentos cheios de sal inclui camarão, enlatados, pizzas, alguns queijos, carnes processadas e produtos industrializados/muito processados em geral. Aliás, conheça também os itens ricos em sódio para tomar cuidado.

Um estudo em ratos apontou que a artrite foi mais severa nos que comiam uma dieta rica em sal do que nos que tinham uma alimentação com níveis normais de sal.

Outra pesquisa, que durou 62 dias, indicou que uma dieta pobre em sal diminuiu a gravidade da artrite reumatoide nos ratos, quando se comparou com uma alimentação rica em sal.

Os ratos na dieta pobre em sal tiveram menos quebra de cartilagem e destruição óssea, assim como marcadores inflamatórios mais baixos do que os ratos na dieta rica em sal.

8. Alimentos ricos em produtos finais da glicação avançada (AGEs)

Os produtos finais da glicação avançada ou AGEs surgem através de reações entre açúcares e proteínas ou gorduras. Eles estão naturalmente presentes em alimentos de origem animal crus, mas também se formam durante certos métodos de cozimento.

Por exemplo, alimentos de origem animal ricos em proteínas e em gorduras que são fritos, assados, grelhados ou queimadas fazem parte do grupo dos alimentos mais ricos em AGEs.

Isso inclui, por exemplo, bacon, bife frito na frigideira ou grelhado, frango assado ou frito e salsicha grelhada. Batata frita, queijo americano, margarina e maionese também são ricos em AGEs e são alimentos ruins para artrite.

O resultado do acúmulo de altas quantidades de AGEs no corpo pode ser o estresse oxidativo e a inflamação. Aliás, a formação de AGEs e o estresse oxidativo têm uma ligação com a progressão da doença em pessoas com artrite.

Já identificou-se um nível maior de AGEs em pessoas que têm artrite inflamatória. Além disso, o acúmulo de AGEs pode atuar no desenvolvimento e progressão da osteoartrite.

Substituir os alimentos ricos em AGEs por alimentos nutritivos e integrais como vegetais, frutas, legumes e peixes pode reduzir o total da carga de AGEs no seu corpo.

Atenção

Logicamente, não basta apenas evitar esses alimentos ruins para artrite para cuidar de um caso da doença, pois isso é apenas algo que pode ajudar. Além disso, é fundamental seguir passo a passo o tratamento que o médico indicou para lidar com a doença.

Não saia sem assistir ao vídeo a seguir! A nossa nutricionista apresenta alguns dos melhores alimentos para as articulações:

Fontes e Referências Adicionais

Você tem artrite? Costuma consumir esses alimentos? Então, conte para nós nos comentários!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (1 votos, média 5,00)
Loading...
Sobre Dr. João Hollanda

Dr. João Hollanda é Médico Ortopedista - CRM-SP 113136. Formou-se pela Santa Casa de São Paulo, com especialização em cirurgia do joelho. É também médico da Seleção Brasileira de Futebol Feminino desde 2016 e médico voluntário do Grupo de Traumatologia do Esporte da Santa Casa de São Paulo desde 2010. Tem experiência de trabalho prévio com a Confederação Brasileira de Vela, Cisne Negro Companhia de Dança, Escola de Dança do Teatro Municipal de São Paulo, Equipe de Ginástica Artística de Guarulhos. Já trabalhou como Médico nos Jogos Panamericanos Rio 2007, e foi Médico do Time Brasil para os Jogos Olímpicos Rio 2016. Trabalhou junto a organização Médicos Sem Fronteiras no Afeganistão e no Haiti, e junto a organização Expedicionários da Saúde no Haiti. Dr. João Hollanda é uma referência profissional em sua área e autor de artigos científicos. Você pode entrar em contato com o Dr. João através de seu site.

  Continua Depois da Publicidade  

Deixe um comentário