Flores comestíveis

Flores Comestíveis – Tipos, Como Escolher, Como Usar e Receitas

Por mais que estejamos mais acostumados com o uso das flores para decoração, prestar homenagem a pessoas queridas que já não estão mais vivas e presentear quem gostamos e amamos, a existência de flores comestíveis, utilizados no preparo de pratos, também é conhecida.

Ao serem adicionadas às receitas, as flores comestíveis acrescentam sabor, textura e cor às preparações culinárias.

Como escolher e como usar as flores comestíveis

De acordo com a Universidade de Minnesota nos Estados Unidos, antes de utilizar flores nas receitas é necessário certificar-se de que elas não são tóxicas e que o seu consumo é seguro. Até porque nem todas as flores são comestíveis e algumas podem fazer mal.

Identifique a variedade que você utilizará e certifique que a flor comestível não recebeu nenhum tipo de pesticida ou outra substância química.

Para garantir isso, o mais seguro é cultivar as suas próprias flores comestíveis de maneira orgânica ou retirá-las de um local que você tenha certeza que se trata de um cultivo orgânico. Além disso, depois que pegar as flores, você deve lavá-las e sacudi-las na água fria, devido ao fato de que elas podem servir de abrigo para insetos.

Outro ponto importante é ter em mente que nem toda flor comestível é saborosa. Assim, antes de adicioná-la ao seu prato, tenha certeza de que ela apresenta um sabor agradável e combina com a receita que será preparada.

As flores ainda devem coletadas na parte da manhã, período em que o seu teor de água é maior. Elas devem ser armazenadas em um papel toalha umedecido e colocadas dentro de um recipiente bem fechado para ser levado à geladeira, onde aguentam até uma semana.

Flores murchas podem ser recuperadas ao serem colocadas para flutuar na água gelada. Já se você quiser evitar que as flores murchem mais para a frente, prepare a receita que as utilizará pouco antes do prato ser servido.

Antes de comer, também é aconselhável remover as partes internas das flores como os estames (parte masculina da flor, similar a uma antena) que trazem um sabor ácido. A Universidade de Minnesota ainda recomenda retirar a parte branca encontrada no cálice das flores comestível devido ao fato dela possuir um gosto amargo.

O pólen também exige cuidados devido ao fato de poder causar reações alérgicas em algumas pessoas, além de se sobrepor ao sabor delicado das pétalas.

Para não desperdiçar os nutrientes das flores comestíveis, a recomendação é que elas sejam preparadas cozidas ao vapor.

Tipos de flores comestíveis

Na lista a seguir, trazemos alguns tipos de flores comestíveis que podem ser utilizadas na sua cozinha. Confira:

Alcachofra

A alcachofra é fonte de vitaminas do complexo B, potássio, cálcio, fósforo, iodo, magnésio e ferro. Ela é conhecida por auxiliar a digestão e é dotada de uma substância chamada ciarina, que pode melhorar o funcionamento do fígado. Ela pode ser preparada recheada, em receitas de pizza, salada, chás, licores e molhos.

Entretanto, a alcachofra também pode trazer efeitos colaterais como aumento do fluxo da bile, com a piora da obstrução do canal biliar, reações alérgicas, flatulência e diarreia. O consumo desta flor comestível é contraindicado para quem sofre com obstrução do canal biliar, grávidas, mulheres que estejam amamentando e pessoas alérgicas a tasneiras, crisântemos, calêndulas e margaridas.

Quem usa remédios anticoagulantes, antiplaquetários e medicamentos para diminuir os níveis de colesterol também deve ficar longe da alcachofra pois há o risco de interação. 

Amor-perfeito

Tem um sabor levemente adocicado e aparece em saladas e na decoração de doces, sobremesas e sopas. Também é utilizada como planta medicinal para auxiliar o tratamento de condições como dermatite, acne, resfriados, gripe, tosse seca, pressão arterial alta, febre reumatismo, gota, infecção urinária e prisão de ventre.

Está contraindicada para bebês e crianças e pode causar alergias graves quando o seu uso é feito de maneira exagerada. 

Borago

É uma flor ornamental que pode ser usada para enfeitar os pratos e é reconhecida por ter um sabor semelhante ao pepino. Também conhecida pelo nome de borragem, é fonte de vitamina C e utilizada como planta medicinal expectorante. Suas folhas são usadas para fazer compressas para suavizar problemas de pele. 

Calêndula

Outra flor comestível ornamental, serve como corante para caldas e bolos e é utilizada em saladas como forma de deixar o prato mais colorido. Entretanto, o miolo deve ser retirado antes que a calêndula seja consumida.

A flor também auxilia no tratamento de acne, aftas, gastrite, dermatite, rachaduras no seio, varizes, verruga, vômitos, alergia, assadura, queimaduras no sol, cólica menstrual e inflamações. Porém, sua utilização é contraindicada para gestantes. 

Capuchinha

Rica em vitamina C, possui propriedades digestivas e é utilizada na preparação de saladas servidas em restaurantes finos. Seu sabor é picante e parecido com o do agrião.

Cravo

É fonte de nutrientes como potássio, fibras, proteínas, vitamina A, vitamina B6, vitamina C, cálcio, ferro e magnésio. Seu sabor doce é similar ao da noz-moscada e ele pode ser utilizado em saladas e guarnições (acompanhamentos). Também é classificado como uma flor ornamental.

Dente-de-leão

Ao ser colhida jovem e utilizada imediatamente, pode ser utilizada na composição de saladas. Seu sabor é doce, parecido com o do mel. É fonte de vitamina A, vitaminas do complexo B, vitamina C, vitamina E, vitamina K, potássio, zinco, cálcio e ferro.

No entanto, é importante saber que o consumo exagerado de dente-de-leão pode causar reações adversas como azia e diarreia.

Flor de alho

Pode ser utilizada em saladas e outras preparações culinárias para dar um sabor de alho aos pratos.

Flor de cebolinha

Tem função semelhante à flor de alho – ao ser adicionada em pratos como saladas, fornece um gostinho mais acebolado. Ela ainda pode ser preparada frita e aparecer na receita da coalhada seca.

Hibisco

Ligeiramente ácido, seu uso é indicado para a preparação de bebidas alcoólicas, saladas e xaropes. Também é muito consumida como chá auxiliar ao tratamento de diabetes e para emagrecimento.

Lavanda

A flor comestível pode ser encontrada em receitas de chás, biscoitos, bolos, cheesecakes, tortas, geleias, vinhos e vinagretes.

Rosa

Além de aparecer em sorvetes, guarnições, geleias, manteigas e saladas, a rosa pode ser utilizada para aromatizar e decorar doces com caldas. 

Violeta

É uma flor comestível utilizada para decorar pratos e pode ser encontrada também em receitas de saladas, geleias, manteiga, doces, chás e bolos.

Receitas com flores comestíveis 

1. Biscoito de lavanda

Ingredientes:

  • 1 ½ xícaras de manteiga amolecida;
  • ¾ de xícara de açúcar;
  • 4 colheres de sopa de açúcar de confeiteiro peneirado;
  • 2 colheres de sopa de lavanda fresca picadinha;
  • 1 colher de sopa de folhas de hortelã fresca picadinha;
  • 1 colher de chá de raspas de limão siciliano;
  • 2 ½ xícaras de farinha de trigo;
  • ½ xícara de amido de milho;
  • ¼ de colher de chá de sal.

Modo de preparo:

  1. Bater o açúcar, o açúcar de confeiteiro e a manteiga dentro de uma tigela até formar um creme;
  2. Adicionar a lavanda, o limão siciliano e as raspas de limão e misturar bem. Em outro pote, misturar a farinha de trigo, o amido de milho e o sal;
  3. Então passar a mistura da farinha para na tigela da manteiga e do açúcar. Separar a massa em duas porções e fazer uma bola com cada uma delas. Enrolar cada bola com filme de PVC para cozinha e achatar até atingir 2,5 cm de espessura;
  4. Guardar a massa na geladeira e deixar ali por uma hora. Enquanto isso, preaquecer o forno em 170º C e enfarinhar uma superfície;
  5. Passada a uma hora na geladeira, abrir a massa na superfície enfarinhada e cortar os biscoitos no formado desejado. Colocar em uma assadeira e levar ao forno durante 18 a 20 minutos, até que eles comecem a ficar corados. Desligar o fogo, deixar os biscoitos na assadeira por alguns minutos. Então, passá-los para uma grade de inox até esfriar.

2. Salada de flores comestíveis

Ingredientes:

  • Rúcula baby;
  • Tomate picado em rodelas;
  • Gergelim negro torrado na frigideira antiaderente;
  • Flor de cebolinha;
  • Flor de hibisco;
  • Cravos;
  • Dente-de-leão;
  • Flor de alho;
  • 1 cebola picada;
  • 1 colher de sopa de mostarda escura;
  • 1 colher de sopa de coentro picado;
  • 1 colher de sopa de caldo de laranja;
  • 1 colher de sopa de molho inglês.

Modo de preparo:

  1. Juntar a rúcula, o tomate, o gergelim, a flor de cebolinha, a flor de hibisco, os cravos, o dente-de-leão e cebola em uma tigela e misturar bem.
  2. Adicionar a mostarda, o coentro, o caldo de laranja e o molho inglês como tempero e mexer bem. Servir-se.

Quais destas flores comestíveis você já provou ou tem o costume de consumir? Quais são suas preferidas? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (2 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...
Revisão Geral pela Dra. Patrícia Leite


ARTIGOS RELACIONADOS

Deixe uma resposta

Seu email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *

*