Capuchinha – Benefícios, para que serve e receitas

Especialista:
atualizado em 16/11/2020

Você sabe para que serve a capuchinha? Aqui você vai encontrar os benefícios dessa planta medicinal e como usá-la em suas receitas.

A capuchinha é uma flor comestível com propriedades terapêuticas. Aliás, outras flores comestíveis que vale a pena conhecer são a calêndula e a alcachofra.

Veja então os benefícios da capuchinha e entenda como as flores comestíveis podem diversificar a sua alimentação e beneficiar a sua saúde. 

O que é a capuchinha?

Flor de capuchinha

A capuchinha é uma planta medicinal cujas folhas e flores são comestíveis. Além de ser comestível, a planta tem propriedades medicinais para a saúde.

A saber, ela também é conhecida por outros nomes como o nome científico Tropaeolum majus e nomes populares como capuchinho, flor-de-chagas, agrião-do-méxico, chagas, mastruço, capucina e cinco chagas.

De acordo com um estudo da International Journal of Molecular Sciences de 2015, a composição da capuchinha é a seguinte:

Nutrientes%
Água89%
Carboidratos totais7%
Fibra 4%
Gordura 0%

Enquanto isso, em relação às calorias e aos micronutrientes, a planta tem a seguinte composição:

NutrientesQuantidade em 100 g
Calorias21 kcal
Cobre0,47 mg
Ferro0,55 mg
Potássio0,22 mg
Manganês0,39 mg
Estrôncio0,38 mg
Zinco 0,66 mg

Por fim, outros nutrientes encontrados na planta incluem são os flavonoides, os ácidos graxos, os carotenoides e os glicosídeos.

Aliás, o sabor de suas folhas e flores de tons amarelos e alaranjados lembra bastante o agrião. Aproveite e confira também os benefícios do agrião.

Para que serve

A planta tem propriedades antibióticas e expectorantes. Por isso, ela ajuda a aliviar sintomas de resfriados e da bronquite crônica. Além disso, outros usos da planta incluem:

  • Tratamento de condições ou lesões na pele;
  • Alívio de problemas urinários;
  • Redução da retenção de líquidos;
  • Controle da caspa.

Benefícios da capuchinha

Conheça melhor os benefícios da capuchinha.

1. Promove a saúde da pele

O efeito bactericida e anti-inflamatório da capuchinha ajuda a cicatrizar feridas na pele. Além disso, a capuchinha protege a pele contra infecções e pode retardar o envelhecimento precoce. 

2. Ajuda no tratamento da infecção urinária

Alguns estudos sugerem que a capuchinha tem propriedades antibióticas úteis para o tratamento da infecção urinária.

Aliás, a planta também serve para evitar as infecções urinárias recorrentes – especialmente quando combinada com a raiz de rábano. 

3. Trata as caspas

A ação anti-inflamatória da planta pode ajudar a cicatrizar pequenas feridas no local, a aliviar irritações e coceiras por causa da caspa e a combater os microrganismos que causam o problema.

4. Alivia a tosse e sintomas de resfriados

A vitamina C da capuchinha fortalece o sistema imunológico e dá suporte as células de defesa do corpo durante resfriados e gripes, por exemplo.

Além disso, a planta contém propriedades anti-inflamatórias que ajudam a aliviar a tosse, eliminar o muco e auxiliar no tratamento da asma, sinusite e bronquite.

5. Melhora a saúde bucal

A ação antibacteriana e antisséptica da planta pode proteger a saúde da boca contra cáries e acúmulo de placa bacteriana, por exemplo.

Embora não existam evidências sobre esse benefício, vale a pena usar o chá de capuchinha para fazer um bochecho.

Outros benefícios

Além disso tudo, algumas pesquisas indicam que a capuchinha pode:

  • Ajudar a emagrecer por reduzir os níveis de triglicerídeos no sangue;
  • Auxiliar no tratamento do escorbuto, doença causada pela deficiência em vitamina C.

Dicas de como fazer

bowl-de-salada-de-capuchinha

Existem muitas receitas em que a capuchinha pode ser incluída. Seu leve amargor combina muito com omeletes, ovos e queijos, por exemplo. Confira então algumas receitas com a planta!

Receita de chá de capuchinha

Ingredientes:

  • 4 colheres de capuchinha picada;
  • ½ litro de água fervente.

Modo de preparo:

A fim de preservar ao máximo as propriedades da planta, é melhor usar as folhas e flores frescas.

Primeiramente, ferva a água. Em seguida, adicione a capuchinha fresca ou seca. Por fim, desligue o fogo e deixe a mistura em infusão por alguns minutos.

Além de tomar o chá, você pode usar a infusão preparada para lavar os cabelos.

Receita de salada de capuchinha

Ingredientes:

  • 2 xícaras de folhas e flores de capuchinha;
  • 1 limão espremido;
  • 1 fio de azeite de oliva extra virgem;
  • 2 tomates fatiados.

Modo de preparo:

Logo depois de higienizar bem a capuchinha e o tomate, fatie o tomate e reserve. Em seguida, pegue um bowl para salada e coloque as folhas de capuchinha.

Se as folhas forem muito grandes, corte com a mão em pedaços menores. Adicione os tomates e tempere com limão e azeite. Por fim, coloque algumas flores por cima para decorar.

Certamente você pode incrementar a receita e incluir outros vegetais e temperos em sua salada.

Receita de molho pesto de capuchinha

Ingredientes:

  • 2 xícaras de folhas de capuchinha;
  • ½ xícara de talos de capuchinha em fatias finas;
  • 4 dentes de alho;
  • 1 xícara de azeite;
  • ½ xícara de pinhões torrados;
  • ¼ xícara de queijo parmesão fresco ralado.

Modo de preparo:

Em primeiro lugar, pegue uma panela grande e coloque uma porção de água suficiente para mergulhar as folhas de capuchinha.

Em seguida, aqueça a água. Enquanto isso, prepare outro recipiente com a mesma quantidade de água gelada. Assim que a água estiver bem quente, adicione as folhas de capuchinha. Conte lentamente até 10 e escorra.

Logo após isso, transfira a capuchinha para o banho de água gelada previamente preparado para que ela esfrie. Escorra mais uma vez e reserve.

Depois disso, em um liquidificador, coloque as folhas de capuchinha, o alho, o azeite e os pinhões. Bata tudo até obter uma mistura homogênea.

Por fim, transfira a mistura obtida para um recipiente médio, adicione os talos da capuchinha e o queijo ralado e sirva.

Alerta

Algumas pessoas podem sentir uma leve irritação gástrica ou cutânea ao consumir capuchinha, mas em geral a planta não causa nenhum problema.

Até mesmo gestantes e lactantes e aqueles que sofrem de gastrite – ou outras condições como hipotireoidismo, insuficiência cardíaca ou insuficiência renal, por exemplo – podem ingerir a planta com moderação ou de acordo com a orientação médica.

Fontes e Referências Adicionais

Você já usou a capuchinha para algum desses benefícios? Então, comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (1 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...
Sobre Dra. Patricia Leite

Dra. Patricia é Nutricionista - CRN-RJ 0510146-5. Ela é uma das mais conceituadas profissionais do país, sendo uma referência profissional em sua área e autora de artigos e vídeos de grande sucesso e reconhecimento. Tem pós-graduação em Nutrição pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, é especialista em Nutrição Esportiva pela Universidad Miguel de Cervantes (España) e é também membro da International Society of Sports Nutrition. É ainda a nutricionista com mais inscritos no YouTube em português. Dra. Patricia Leite é a revisora geral de todo conteúdo desenvolvido pela equipe de redatores especializados do Mundo Boa Forma.

Deixe um comentário