Formigamento no Rosto – O Que Pode Ser e O Que Fazer

Especialista:
atualizado em 30/10/2019

Sentir formigamento no rosto é, no mínimo, uma situação esquisita. O formigamento pode vir acompanhado de outras sensações adversas como a dormência, a coceira e a queimação, por exemplo. Mas o que o formigamento no rosto significa?

O formigamento facial pode ser influenciado por diversos fatores que você vai conhecer nesse artigo. Aqui, as causas desse formigamento e o que fazer quando eles são observados serão discutidas com detalhes para que você saiba o que pode ser e se é necessário procurar ajuda médica.

Se o seu caso for de formigamento na boca apenas, não deixe de conferir. Você também pode sentir formigamento nas mãos, formigamento nos pés, entre outros.

Formigamento no Rosto

O formigamento no rosto é uma sensação de formigas passeando sob a pele. A sensação pode variar de pessoa para pessoa. Algumas relatam que o formigamento pode ser irritante ou desconfortável, enquanto outros podem até sentir dor. Além disso, o rosto pode ser afetado por essa sensação apenas de um lado ou em ambos os lados.

Sensações de formigamento em geral são um sinal de parestesia, uma condição que também causa outros sintomas como coceira, dormência e queimação.

O Que Pode Ser

Muitas podem ser as causas do formigamento no rosto. As possíveis causas são descritas abaixo.

1. Danos nos nervos

Sempre que algum nervo é danificado, pode ocorrer dormência, formigamento ou dor no local. Assim, existem alguns nervos localizados no rosto que também podem ser afetados pela neuropatia, uma condição em que há lesões nos nervos do corpo ou nos nervos faciais que podem ser causadas por:

  • Distúrbios da medula óssea como o linfoma;
  • Alcoolismo;
  • Diabetes;
  • Infecções virais;
  • Doenças autoimunes;
  • Uso de medicamentos como os usados na quimioterapia;
  • Presença de tumores;
  • Trauma devido a um acidente, lesão ou queda;
  • Deficiências vitamínicas em nutrientes como vitaminas do complexo B, niacina e vitamina E;
  • Condições hereditárias como a doença de Charcot-Marie-Tooth, por exemplo;
  • Exposição a venenos ou toxinas como certos produtos químicos ou metais pesados;
  • Outras doenças como o hipotireoidismo, a doença renal, a doença hepática e a paralisia de Bell.

Pessoas que sofrem de neuralgia do trigêmeo – um nervo localizado no rosto – apresentam função anormal desse nervo, que pode desencadear formigamento no rosto intenso e dor forte parecida com a sensação de tomar um choque elétrico.

O que fazer

É preciso que nervos danificados sejam tratados. As opções de tratamento incluem o uso de remédios, a fisioterapia, o estímulo nervoso e a cirurgia.

2. Alterações hormonais

Mulheres sofrem muitas alterações hormonais ao longo da vida e a sensação de formigamento no rosto pode ser um sintoma de desequilíbrio hormonal.

Baixos níveis de hormônios como o estrogênio, por exemplo, podem afetar a contração e dilatação natural dos vasos sanguíneos, causando o formigamento em várias regiões do corpo, incluindo o rosto.

O que fazer

Se for identificado que as alterações hormonais estão causando o formigamento no rosto, é necessário adotar algumas mudanças no estilo de vida que tendem a ajudar na regulação hormonal sem a necessidade de medicamentos.

Algumas dicas incluem dormir de 7 a 8 horas por noite, exercitar-se, manter-se bem hidratado, evitar situações de estresse e ansiedade e procurar atividades relaxantes e prazerosas para aliviar o estresse da rotina.

3. Esclerose múltipla

Um dos sintomas mais comuns da esclerose múltipla (EM) é o formigamento ou dormência no corpo e na face. Em muitos casos, esse é o primeiro sinal da doença.

A esclerose múltipla é uma doença séria em que o sistema imunológico danifica o revestimento de células nervosas, o que acaba prejudicando a comunicação entre várias partes do corpo e causando sintomas desagradáveis e até debilitantes. Alguns deles podem incluir:

  • Tontura;
  • Problemas de visão;
  • Fala arrastada;
  • Tremores;
  • Dificuldade para se locomover;
  • Fadiga;
  • Perda de coordenação motora;
  • Problemas na função de órgãos como a bexiga e o intestino.

O que fazer

Infelizmente, a esclerose múltipla não tem cura, mas existem medicamentos que podem controlar as crises e retardar a progressão dos sintomas da doença.

É recomendado que pessoas com EM que sentem formigamento no rosto ou dormência tenham bastante cuidado ao mastigar, já que a alteração na sensibilidade do rosto pode causar acidentes na hora de mastigar. Assim, é importante que essas pessoas mastiguem devagar e com cuidado para evitar morder a língua ou o interior das bochechas, por exemplo.

4. Paralisia de Bell

A Paralisia de Bell é uma condição que causa uma paralisia temporária de um lado do rosto. Ela também pode causar fraqueza, formigamento ou dormência em apenas um lado da face.

Essa paralisia acontece devido à compressão de um nervo facial que causa sintomas como:

  • Dor de cabeça;
  • Saliva em excesso;
  • Olhos lacrimejantes;
  • Babas;
  • Pressão na mandíbula ou na orelha;
  • Sensibilidade ao olfato, ao som ou ao paladar;
  • Paralisia, fraqueza ou queda de um lado do rosto.

O que fazer

Como alguns sintomas da paralisia de Bell se assemelham com os sinais de um acidente vascular cerebral, é importante procurar ajuda médica imediatamente para tirar a dúvida.

No caso de confirmação da paralisia de Bell, o médico deve indicar o tratamento adequado, que pode incluir o uso de remédios esteroides e fisioterapia.

5. Enxaqueca

Episódios de enxaqueca podem causar formigamento ou dormência em certas partes do corpo e do rosto. A sensação pode ser sentida antes, durante ou depois de uma crise de enxaqueca e geralmente é observada do mesmo lado do corpo em que ocorre a dor de cabeça.

A fraqueza temporária em um dos lados do corpo (o que pode ou não incluir o rosto) é outro sintoma que pode ser observado em alguns tipos de enxaqueca.

O que fazer

É preciso fazer um diagnóstico com um neurologista para ter certeza de que a dor é realmente uma enxaqueca para determinar o melhor tratamento. Existem muitos tipos diferentes de medicamentos usados para tratar e prevenir episódios de enxaqueca, mas cada pessoa responde ao tratamento de uma forma única e o acompanhamento médico é fundamental.

Algumas mudanças de hábitos também podem ajudar no tratamento já que alguns hábitos podem atuar como gatilhos para crises de enxaqueca como o consumo excessivo de cafeína, por exemplo.

Não deixe de conferir em detalhes os remédios para enxaqueca mais usados e alguns alimentos para combater a enxaqueca.

6. Reação alérgica

O formigamento no rosto pode ser um sintoma de alergia. A sensação de formigamento ou coceira – especialmente ao redor da boca – é uma reação bastante comum em casos de alergias alimentares. Outros sintomas que podem te ajudar a identificar uma reação alérgica são:

  • Falta de ar;
  • Tontura;
  • Desmaio;
  • Diarreia;
  • Náusea ou vômito;
  • Dificuldade para engolir;
  • Inchaço no rosto, na língua, na garganta ou nos lábios;
  • Comichão ou urticária na pele.

O que fazer

Casos leves de alergia podem ser tratados com anti-histamínicos vendidos sem receita médica. Porém, quando uma reação alérgica grave acontece, é indispensável procurar ajuda médica o mais rápido possível, pois pode ser necessária a aplicação de epinefrina por via intravenosa para interromper a reação alérgica.

Sinais de que a alergia é grave são inchaço muito grande, falta de ar e sensação de desmaio.

7. Ansiedade

Em uma crise de ansiedade, muitos sintomas físicos podem ser observados. Um deles é a sensação de formigamento no rosto ou em outras partes do corpo que pode ocorrer antes, durante ou após uma crise.

Outros sinais que ajudam a identificar uma crise de ansiedade são:

  • Suor intenso;
  • Tremores;
  • Respiração rápida;
  • Aumento da frequência cardíaca;
  • Desconfortos gastrointestinais.

O que fazer

Nem todos os sintomas são observados ao mesmo tempo, mas é importante procurar tratamento se os sinais aparecerem com frequência ou se 2 ou mais sintomas forem observados ao mesmo tempo.

A ansiedade, quando passa a causar sintomas físicos, deve ser tratada. Profissionais como psicólogos e psiquiatras são os mais aptos a tratar a ansiedade.

Em casos mais leves, a terapia com um psicólogo pode ser suficiente para controlar as crises, mas se os sintomas persistirem é essencial consultar um psiquiatra, pois o uso de medicamentos pode ser necessário para tratar os sintomas. Em geral, o tratamento conjunto com um terapeuta e um psiquiatra é o ideal para que os sintomas sejam controlados rapidamente e os resultados sejam mais eficazes.

8. Fibromialgia

A fibromialgia é um problema de saúde em que o indivíduo sente fadiga e dor generalizada em todo o corpo. O formigamento facial pode ser um dos sintomas, mas também é bastante comum que o paciente apresente:

  • Dores de cabeça;
  • Dificuldades cognitivas;
  • Alterações de humor;
  • Dores no corpo;
  • Insônia.

O que fazer

O tratamento da fibromialgia envolve uma série de esforços que devem incluir o uso de medicamentos prescritos por um médico para reduzir a dor e melhorar a qualidade do sono, além de sessões de fisioterapia e de psicoterapia para aprender a lidar com a condição de saúde.

9. Acidente vascular cerebral

Um dos sintomas de um acidente vascular cerebral – também chamado de ataque isquêmico transitório – é justamente o formigamento sentido em apenas um lado do corpo durante ou logo após o AVC. Outros sintomas de um AVC incluem:

  • Fraqueza repentina;
  • Dificuldade para falar ou fala arrasada;
  • Dor de cabeça intensa e incomum;
  • Alterações súbitas na visão;
  • Perda de memória;
  • Dormência ou paralisia facial;
  • Perda repentina de coordenação.

O que fazer

Ao observar 1 ou mais sintomas de um AVC, é preciso buscar atendimento emergencial, pois os danos causados por um AVC podem ser irreversíveis ou até fatais.

Quanto antes o atendimento médico for feito, menor é o risco de sequelas e mais rápida será a recuperação do paciente.

Outras causas

Nem sempre a causa exata de um formigamento no rosto é identificada pelo médico, principalmente quando não existem outros sintomas. Outras possíveis causas de formigamento difíceis de identificar podem ser o estresse, a exposição ao frio, a fadiga e infecções.

O formigamento também pode surgir devido a procedimentos cirúrgicos anteriores como cirurgias faciais ou após um tratamento específico como a radioterapia.

Quando procurar um médico?

A partir do momento que o formigamento no rosto se tornar frequente ou virar um incômodo que afeta o desenrolar das atividades cotidianas, é importante procurar um médico.

A descrição dos seus sintomas e a realização de alguns testes ajudarão a equipe médica a determinar a causa do formigamento e a prescrever o tratamento adequado.

Lembre-se de que reações alérgicas graves e acidente vascular cerebral são condições de risco de vida e ao suspeitar de qualquer uma delas, não hesite em buscar ajuda.

Fontes e Referências Adicionais:

Você já teve um formigamento no rosto? Qual foi a recomendação do seu médico e o diagnóstico feito? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (3 votos, média: 4,67 de 5)
Loading...
Sobre Felipe Santos e Dra. Patrícia Leite

Quando se trata de saúde, é muito importante poder contar com uma fonte confiável de informações. Afinal de contas sabemos que o sua qualidade de vida e bem-estar devem estar em primeiro lugar para você. Por isso contamos com uma equipe profissional diversificada, com redatores e editores que desenvolvem um conteúdo de qualidade, adaptando-o a uma linguagem de fácil compreensão para o público em geral, tendo por base as mais confiáveis fontes de informação. Depois disso todo artigo é revisado por profissional especialista da área, para garantir que as informações são verídicas, e só então ele é publicado no site. Tudo isso para que você tenha confiança no MundoBoaForma e faça daqui sua fonte preferencial de consulta para assuntos relacionados a saúde, boa forma e qualidade de vida. Conheça mais sobre os profissionais que contribuem para a qualidade editorial do portal.

Deixe um comentário

1 comentário em “Formigamento no Rosto – O Que Pode Ser e O Que Fazer”

  1. Boa noite. Sentia formigamento nos membros inferiores (pernas), Tenho polineuropatia periférica desmielinizante cronica. Tenho tb diabetes. Fui ao neurologista. Receitou 1 comp. de milgamma 150 mg ( tiamina) . Logi na 2ª semana não senti mais o formigamento.