Fibromialgia tem cura? O que é, sintomas e tratamento

Especialista da área:
atualizado em 22/02/2022

A fibromialgia é uma doença pouco conhecida, mas que atinge um número grande de pessoas, o que torna importante saber o que ela é e qual o seu tratamento.

Esse problema atinge principalmente mulheres, e causa dores muitas vezes incapacitantes, prejudicando as atividades do dia a dia e a qualidade de vida da pessoa.

  Continua Depois da Publicidade  

Por isso, no decorrer do artigo vamos conhecer mais sobre esta doença, seus sintomas e tratamentos, além de descobrir se a fibromialgia pode ser curada ou não.

Veja também: 6 formas de aliviar as dores musculares

O que é fibromialgia exatamente?

A Sociedade Brasileira de Reumatologia define fibromialgia como uma síndrome que causa dores por todo o corpo, especialmente nos músculos. Além disso, a síndrome atinge principalmente mulheres, que são de 70 a 90% dos casos. 

Mas, além da dor, outros sintomas podem ser vistos, e sua intensidade vai variar de pessoa para pessoa. São eles:

  • Fadiga
  • Sono não reparador, onde a pessoa acorda cansada
  • Alterações de memória e atenção
  • Ansiedade
  • Depressão
  • Alterações gástricas

E, apesar de pouco falada, a fibromialgia é um problema bastante comum, atingindo cerca de 5% das pessoas que vão a um consultório de Clínica Médica e em 10 a 15% das que vão se consultar com um reumatologista.

  Continua Depois da Publicidade  

Quem pode sofrer com a doença?

Como dito acima, a fibromialgia é mais comum em pessoas do sexo feminino. Mas existem outros fatores associados à doença, como:

  • Idade, com a maioria das pessoas diagnosticadas entre os 30 e os 60 anos
  • Histórico familiar
  • Diagnóstico de outras doenças reumáticas, como artrite e lúpus

Qual a causa da fibromialgia?

Não existe ainda um consenso sobre as causas exatas da fibromialgia, embora os médicos já saibam que alguns fatores estão ligados ao desenvolvimento do problema. São eles:

  • Uma desregulação no sistema nervoso, principalmente na parte que controla a sensibilidade à dor 
  • Algum trauma físico, psicológico ou mesmo uma infecção grave, que ocorre antes do início dos sintomas dolorosos

Mas, apesar dos estudos realizados, não se sabe ainda como esses fatores causam a fibromialgia.

Sintomas da fibromialgia

Dor
A dor é o principal sintoma da fibromialgia

Os sintomas da fibromialgia muitas vezes são confundidos com os de outras doenças, e por isso muitas pessoas demoram para receber um diagnóstico correto.

Mas, apesar da confusão, é possível identificar alguns sintomas principais, como:

1. Dor

A dor é o principal sintoma da fibromialgia, e tem características bastante peculiares:

  Continua Depois da Publicidade  

  • É difusa, ou seja, se espalha por todo o corpo
  • Normalmente a pessoa tem dificuldade de dizer onde ou quando a dor começou
  • A dor normalmente piora no final do dia
  • Não há inchaço das articulações, uma vez que não há inflamação
  • Muitas pessoas têm uma grande sensibilidade ao toque, e por isso evitam abraços

2. Dificuldade para dormir

Outro sintoma típico da fibromialgia é a dificuldade para dormir. Ela acontece devido a uma dificuldade de manter um sono profundo, o que aumenta a chance de acordar durante a noite.

Por isso, a qualidade de sono cai muito e a pessoa acorda cansada, mesmo tendo “dormido” a noite toda.

3. Cansaço extremo 

Devido às dificuldades para dormir, pessoas com fibromialgia apresentam um cansaço extremo, e a sensação de fadiga se prolonga pelo dia.

4. Funcionamento cerebral

Também por processos pouco esclarecidos, a fibromialgia altera mecanismos básicos cerebrais, reduzindo a capacidade de foco e concentração. 

Além disso, a ansiedade e a depressão também são comuns na fibromialgia, assim como problemas de memória.

5. Outros sintomas

Além do que foi citado acima, existem outros sintomas da fibromialgia, que incluem:

  Continua Depois da Publicidade  

  • Problemas gástricos, principalmente no funcionamento intestinal
  • Dor de cabeça ou enxaqueca
  • Rigidez matinal
  • Ciclos menstruais com muitas cólicas
  • Síndrome das pernas inquietas, um distúrbio do sono caracterizado por um movimento involuntário das pernas
  • Sensação de dormência e formigamento nas extremidades
  • Maior sensibilidade à luz e ao barulho
  • Tonturas e boca seca

Diagnóstico

O diagnóstico da fibromialgia é clínico, ou seja, não existem exames que confirmem o diagnóstico do problema. Os critérios para o diagnóstico são:

  • Dor por mais de três meses em todo o corpo
  • Presença de pontos dolorosos específicos na musculatura (pelo menos 11 pontos, de 18 que estão pré-estabelecidos)

Assim, se o médico fizer uma boa entrevista clínica e um exame físico detalhado, pode fazer o diagnóstico de fibromialgia na primeira consulta, podendo também pedir exames para descartar outras doenças associadas.

Fibromialgia tem cura?

Assim como outras doenças reumatológicas crônicas, a fibromialgia não tem cura, mas seus principais sintomas podem ser controlados.

Além disso, embora possa se prolongar por toda a vida, a fibromialgia não é uma doença progressiva (ao contrário da artrite, que pode ser incapacitante) e não é fatal. E muitas pessoas podem levar uma vida normal, e inclusive apresentar uma melhora dos sintomas e da qualidade de vida com o passar do tempo.

Por isso, é importante seguir as orientações médicas e fazer as mudanças de estilo de vida necessárias, que veremos com mais detalhes a seguir.

Tratamentos

Remédios para dores causadas pela fibromialgia
Vários medicamentos podem ser usados no tratamento

Mesmo sabendo que a fibromialgia tem cura, existem tratamentos que ajudam a amenizar os sintomas e melhoram a qualidade de vida. 

A seguir vamos conhecer os mais usados:

1. Medicamentos

Existem diversos remédios que podem ser utilizados no tratamento da fibromialgia, ajudando a controlar as dores musculares, reduzindo a sensibilidade neural e melhorando o sono.

Alguns deles são:

  • Anti-inflamatórios não esteroidais, como ibuprofeno, paracetamol e naproxeno
  • Antidepressivos, como duloxetina e fluoxetina
  • Antiepiléticos e relaxantes musculares, como pregabalina, topiramato, gabapentina e ciclobenzaprina

Conheça os 5 remédios para fibromialgia mais usados.

2. Exercícios físicos

Nos últimos anos, uma série de pesquisas tem demonstrado que a atividade física contribui muito para o controle dos sintomas da fibromialgia.

Por isso, é recomendável a prática de exercícios, principalmente os aeróbicos, juntamente com o tratamento medicamentoso e a psicoterapia. Mas, devido às dores características da doença, é importante procurar a orientação de um profissional de educação física.

Além disso, atividades mais relaxantes, como yoga, tai chi chuan, alongamento e meditação, não devem ser deixadas de lado, já que podem ajudar a acalmar a mente, reduzir o estresse e melhorar o sono.

3. Psicoterapia

O diagnóstico de uma doença crônica pode ser bastante desafiador, ainda mais sabendo que não existe ainda uma cura, de maneira que é importante se procurar ajuda profissional para aprender a lidar com o problema.

4. Fisioterapia

Sessões regulares de fisioterapia podem ajudar quem sofre com a fibromialgia a amenizar as dores e reduzir a rigidez que pode acompanhar a doença.

Além do mais, fisioterapeutas com conhecimentos sobre a condição podem ensinar técnicas para fortalecer os músculos e também aumentar a flexibilidade.

5. Hábitos saudáveis

Manter um estilo de vida saudável ajuda a melhorar a saúde como um todo, e tem grande importância para quem sofre com a fibromialgia.

Por isso, é importante incluir frutas, verduras, cereais integrais e legumes no cardápio diário, além de, quando possível, realizar acompanhamento com uma nutricionista.

6. Tratamentos alternativos

Massagem ajuda na fibromialgia
Existem outras práticas que podem ajudar, como a massagem, por exemplo

Por fim, além dos tratamentos convencionais, existem outras práticas que podem contribuir para a melhora dos sintomas, como:

  • Acupuntura
  • Hidroginástica e natação
  • Massagem
  • Quiropraxia
  • Remédios naturais, quando indicados por um médico
  • Suplementos, como vitamina D, ginkgo biloba, melatonina

Controvérsias

No passado, muitos profissionais da área médica chegaram a afirmar que a fibromialgia não é uma doença física, e sim psicológica.

Isso levou ao medo de ser diagnosticado com o problema e mesmo ao estigma entre essas pessoas.

Mas hoje, com todos os exames existentes, já se sabe que a dor da fibromialgia é real, e que, apesar de não se saber exatamente o que é, a doença existe.

Orientação profissional

Esse artigo tem o objetivo apenas de informar, e não substitui a orientação de profissionais especializados. Por isso, caso apresente os sintomas citados anteriormente, procure um médico e em hipótese alguma comece a tomar algum medicamento sem prescrição médica.

Fontes e referências adicionais

Você acredita que a fibromialgia tem cura? Alguém que você conheça possui essa condição e conseguiu melhorar com o tratamento? Comente abaixo.

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (18 votos, média 4,00)
Loading...
Sobre Dr. João Hollanda

Dr. João Hollanda é Médico Ortopedista - CRM-SP 113136. Formou-se pela Santa Casa de São Paulo, com especialização em cirurgia do joelho. É também médico da Seleção Brasileira de Futebol Feminino desde 2016 e médico voluntário do Grupo de Traumatologia do Esporte da Santa Casa de São Paulo desde 2010. Tem experiência de trabalho prévio com a Confederação Brasileira de Vela, Cisne Negro Companhia de Dança, Escola de Dança do Teatro Municipal de São Paulo, Equipe de Ginástica Artística de Guarulhos. Já trabalhou como Médico nos Jogos Panamericanos Rio 2007, e foi Médico do Time Brasil para os Jogos Olímpicos Rio 2016. Trabalhou junto a organização Médicos Sem Fronteiras no Afeganistão e no Haiti, e junto a organização Expedicionários da Saúde no Haiti. Dr. João Hollanda é uma referência profissional em sua área e autor de artigos científicos. Você pode entrar em contato com o Dr. João através de seu site.

Deixe um comentário

15 comentários em “Fibromialgia tem cura? O que é, sintomas e tratamento”

  1. Eu tenho esse problema a mais de vinte anos e aprendi como me alimentar e fazer exercícios para diminuir as dores sozinha tudo o que os médicos me orientaram eu fiz mas na maioria das vezes não resolveu nada infelizmente.

    Responder
  2. MEU NOME YURI BELARMINO FUI DIAGNOSTICADO COM FIBROMIALGIA A POUCO TEMPO MAS SOFRO DA CONDIÇÃO A TRÊS ANOS JÁ PASSEI POR DIVERSOS MÉDICOS E MINHA CONCLUSÃO É QUE SÓ TEM UMA FORMA DE SE CURAR DISSO É DESAPEGAR DE TUDO DE TODA A SUA VIDA PREGRESSA OU SEJA É QUASE IMPOSSÍVEL PRA NÃO DIZER IMPOSSÍVEL
    ESSA DOENÇA É O REFLEXO DA SUA VIDA ATUAL É UMA RESPOSTA DE SEU ORGANISMO A TUDO O QUE ACONTECE COM VOCÊ É COMO SE NOSSO CORPO DISSESSE CHEGA NÃO AGUENTO MAIS ESTOU DESTRUÍDO OU SEJA VOCÊ ME DESTRUIU. INFELIZMENTE ISSO É FIBROMIALGIA. ELA É A PRÓPRIA DOR, E NÃO SE VENCE A DOR.

    Responder
  3. Bom, se tem cura não sei, mas tenho fibromialgia, fui diagnosticada há aproximadamente 2 anos e não te vi obtido sucesso nos meus tratamentos. Já realizei tratamento com medicação, acumpultura e fisioterapia. Atividades físicas em geral. Não sei mais o que fazer. ?

    Responder
    • YURI FUI DIAGNOSTICADO COM FIBROMIALGIA A TRÊS ANOS E CHEGUEI A UMA CONCLUSÃO, SÓ TEM UMA FORMA DE SE LIVRAR DISSO É DESAPEGAR DE TODA A SUA VIDA PREGRESSA OU SEJA TODA SUA VIDA. ESSA DOENÇA É UM REFLEXO DA SUA VIDA ATUAL É COMO O CORPO REAGE A ESSE ESTRÉS. A FIBROMIALGIA É A PRÓPRIA DOR E NÃO SE VENCE A DOR SE AMENIZA, MAI ACABAR SÓ SE VOCÊ TROCASSE DE VIDA OU SEJA NASCESSE DE NOVO OU REICARNA-SE . SÓ SONHO

      Responder
  4. A fibromialgia tem cura sim! Eu sou um exemplo, e tenho ajudado muita gente com a solução que encontrei. Inclusive tenho um caso de uma senhora que estava condenada a tomar morfina o resto da vida. Solução: tomar cloreto de magnésio, MSM (enxofre orgânico), vitamina D3, Lugol 5% e selénio. Porquê Lugol? Porque a fibro tem muitas vezes origem no mau funcionamento da tiróide (hipotiroidismo).

    Responder
    • oi Jose Mariano, gostei muito do seu comentário, e descobrimos que minha mãe adquiriu essa doença… então fiquei muito interessada no que você falou… tem como você falar um pouco mais sobre o assunto. Como faço pra entrar em contato com você? Qualquer coisa me manda uma mensagem via e-mail.. eliandrasouza75@gmail.com

      Responder
    • oi jose mariano gostei muito do seu comentario… você pode falar mais sobre o assunto? como entro em contato com você? qualquer coisa me manda uma mensagem eliandrasouza75@gmail.com

      Responder
      • Oi Jose Mariano, tenho muitas dores no meu corpo todo, dores musculares, sofri muito com isto, já não tenho mais tiroide, pois tive um tumor e fiz cirurgia com tudo resolvido, mas por gentileza, qual medicação que te ajudou a tirar essas dores terríveis que tb a fadiga vem junto dela. Aguardo sua resposta Obg

        Responder
    • OLA JOSE, MINHA IRMA SOFRE DESSE PROBLEMA HÁ MUITOS ANOS, ACHEI MUITO INTERESSANTE ESSA SUA POSTAGEM, GOSTARIA DE OBTER MAIS INFORMAÇÕES.

      lidyamorin.adv@gmail.com

      Responder
  5. Boa tarde!!! sinto muitas dores, do lado esquerdo !!!! com o passar do tempo esta dores tem almentado,
    enradiando para o per esquerdo, fui ao medico, ele passou vários exames, estou desesperado pois não tem um dia que eu não sinta dores.

    Responder
  6. Muito bom o texto!!
    Hoje afirmo que consegui me curar da fibromialgia, assim como a artrite reumatóide que eu tive, tem 10 anos que não tenho sintoma de nenhuma dessas duas doenças crônicas.
    Na época da crise tomei vários remédios e fiz muitas terapias – convencionais e alternativas, e cheguei a conclusão que o corpo grita com sintomas de situações psicológicas que não conseguimos administrar de forma saudável, e com isso acredito que me curei.
    Nesse caminhar me formei como terapeuta em Constelação Familiar e agora venho pesquisar para orientar um cliente.

    Responder
  7. Sofro desta fibromialgia, faz tempo, só que à três anos atrás tive um avc ( hemorragia cerebral no celebeo.e a dois tive uma depressão muito forte, fiquei 12 dias sem comer nada, só no soro. Ai que me levaram pra um psiquiatra e tomo remédio Remeron 30mg. Cada trinta dias tenho que tomar injeção pra tirar a dor no meu corpo, que é terrível, tenho muito insônia, dor de cabeça. So quem tem sabe a dor que é
    ..

    Responder
  8. sofro de fibromialgia há anos, mas só descobri agora após consulta com neurologista. Estou tão triste sabendo que não tem cura. Se alguem puder me ajudar ficarei agradecida. mas eu confio nos médicos dos médicos que ele vai ter misericórdia de mim.

    Responder
    • Com certesa eu tbm confio no médico dos médicos ele tudo pode ele faz basta abrie a boca e pedir com fe ..

      Responder
  9. Minhas dores sumiram todas com a auto hemoterapia. Faço 10 ml de 5 em 5 dias e jamais vou parar. Tomo cloreto de magnésio a noite e durmo bem como nunca! Assista dr Luiz Moura falando sobre auto hemoterapia no youtube. Ele salvou minha vida! Tem muitos grupos no facebook hoje em dia contando relatos maravilhosos com esta técnica. Serve para muita coisa!

    Responder