Formigamento nas Mãos – O Que Pode Ser e O Que Fazer

O formigamento nas mãos pode ser uma condição apenas temporária ou um sinal de alguma doença. Muitas vezes, ele acontece por causa de uma pressão na região que prejudica a circulação momentaneamente. No entanto, é preciso estar atento a formigamentos frequentes ou acompanhados por outros sintomas, que podem indicar algo mais grave.

As diversas causas de formigamento nas mãos serão mostradas abaixo, além de dicas importantes de como tratar a condição e evitar desconfortos.

Formigamento nas mãos – O que é?

O formigamento é uma sensação de comichão em que parece que há formigas passeando pelo local, o que traz um certo desconforto para movimentar o membro afetado até que o formigamento cesse. Em alguns casos, o formigamento pode vir acompanhado de uma sensação de dormência.

É normal que uma vez ou outra as pessoas sintam um formigamento nas mãos ou em qualquer região do corpo. Embora não seja agradável, geralmente não é um problema sério nem duradouro. Porém, se a frequência dos formigamentos for muito alta, pode ser que algum problema de saúde esteja causando esse sintoma. Assim, é importante investigar e determinar a causa para obter o tratamento adequado.

Podem ser muitas as causas de formigamento. Sentar ou dormir em uma posição inadequada, por exemplo, é a principal causa de formigamento nas mãos e pés. Nesses casos, basta alinhar a postura que o desconforto passa. No entanto, algumas causas podem ser mais sérias e precisam ser identificadas e contornadas.

O que pode ser

O formigamento nas mãos é geralmente causado por irritações, compressões ou danos nos nervos da região do braço e do pulso. Essa sensação pode ser causada por doenças que afetam esses nervos ou por algum tipo de pressão no membro.

As principais causas de formigamento na região das mãos são:

– Deficiência nutricional

A deficiência de vitaminas e minerais pode causar dormência ou formigamentos nas mãos. Vitaminas como a vitamina B12 e os minerais potássio e magnésio são importantes para manter a saúde dos nervos e sua presença em quantidades insuficientes pode resultar em formigamento nas mãos e nos pés.

Outros sinais de deficiência desses nutrientes podem incluir: fraqueza, fadiga, dificuldades relacionadas à locomoção e ao equilíbrio, pele amarelada e até alucinações.

– Uso de medicamentos

Alguns medicamentos podem ter como efeito colateral o formigamento nas mãos. Alguns remédios que podem causar esse desconforto são:

  • Antibióticos como o metronidazol, as fluoroquinolonas e a nitrofurantoína;
  • Remédios quimioterápicos como a cisplatina e a vincristina;
  • Medicamentos anticonvulsionantes como a fenitoína;
  • Remédios para controle da pressão arterial ou para doenças do coração como a amiodarona e a hidralazina.

Também podem ser observados outros sinais como dormência e fraqueza nas mãos.

Os discos são espécies de amortecedores que separam os ossos da coluna para evitar que eles se choquem. A hérnia de disco ocorre quando um desses discos sai de sua posição de origem e fica deslocado. Esse deslocamento pode pressionar os nervos da coluna, o que pode ser o motivo da dormência ou formigamento nos membros como as mãos, por exemplo.

– Doença de Raynaud

A doença de Raynaud é observada quando os vasos sanguíneos ficam estreitos e prejudicam a circulação do sangue até os membros como as mãos e os pés. A má circulação sanguínea pode fazer com que as mãos e também os pés fiquem dormentes, formigantes, frios e pálidos.

Na maioria das vezes, esses sintomas da doença se manifestam quando o corpo é exposto ao frio ou a situações estressantes.

– Síndrome do túnel do carpo

O túnel do carpo é uma passagem estreita que passa pelo centro do pulso. No centro desse túnel, o nervo mediano é encontrado. Esse nervo é responsável por permitir que você sinta o tato nos dedos.

A realização de atividades repetitivas como o ato de digitar ou de fazer trabalhos manuais o dia todo pode fazer com que os tecidos ao redor desse nervo inchem, pressionando o nervo mediano. Essa pressão pode causar sintomas como dor, fraqueza, dormência e formigamento na mão e no braço afetado.

– Espondilose cervical

A espondilose cervical é um tipo de artrite que afeta os discos presentes no pescoço. Ela ocorre devido ao desgaste dos ossos da coluna vertebral em que as vértebras danificadas passam a pressionar os nervos. Isso pode causar dormência e formigamento nos dedos, nas mãos e nos braços.

Também é possível que a pessoa sinta dor e rigidez no pescoço, dor de cabeça, fraqueza, perda de equilíbrio e coordenação, espasmos musculares no pescoço ou nos ombros, estalo no pescoço ao se movimentar e até perda de controle sobre os intestinos e a bexiga.

– Síndrome da dor miofascial

A síndrome da dor miofascial é uma doença que deixa alguns músculos do corpo muito sensíveis e dolorosos. Em alguns casos, a dor se espalha para várias partes do corpo. Além da dor muscular, a síndrome pode causar rigidez, fraqueza e formigamento em vários membros.

– Fibromialgia

Essa doença causa fadiga e dores musculares inexplicáveis e intensas. Algumas pessoas com fibromialgia também podem sentir dormência e formigamento nas mãos, nos pés, nos braços, nas pernas e até no rosto. Outros sintomas podem incluir problemas para dormir, dores de cabeça, dificuldade de concentração, depressão, diarreia, constipação e dor de barriga. Veja também: Fibromialgia tem cura?

– Doença de Lyme

A doença de Lyme é transmitida por carrapatos infectados com bactérias causadoras da condição e pode infectar os humanos por meio de uma mordida. O primeiro sintoma de infecção é uma erupção cutânea que adquire a forma de olho de boi e sintomas parecidos com os da gripe como calafrios e febre.

Também é possível que o paciente apresente sinais como dor e inchaço nas articulações, fraqueza, dificuldade para movimentar os músculos, paralisia temporária em um lado do rosto, dormência ou formigamento nos braços e pernas, febre, dor de cabeça intensa e rigidez no pescoço.

– Lúpus

O lúpus é uma doença autoimune em que o próprio sistema imunológico ataca os órgãos e tecidos saudáveis do organismo. Isso causa processos inflamatórios que podem causar danos nas articulações, no coração, nos pulmões e nos rins.

A inflamação pode prejudicar também a saúde dos nervos e resultar em dormência ou formigamento nas mãos. Outros sintomas observados são fadiga, falta de ar, dor de cabeça, sensibilidade ao sol, erupções cutâneas no rosto, dor e rigidez nas articulações, inchaço, dor de cabeça, dificuldade de concentração, problemas de visão, confusão mental e dedos azuis e frios.

– Epicondilite

A epicondilite lateral, chamada também de cotovelo de tenista, é uma irritação no tecido que liga o músculo do antebraço ao cotovelo. Nessa condição, movimentos repetitivos como balançar uma raquete de tênis danificam os músculos e os tendões do antebraço e causam dor e queimação na região do cotovelo.

Uma condição semelhante chamada de epicondilite medial, conhecida como cotovelo de golfista, é uma distensão muscular que causa sintomas como fraqueza e dormência ou formigamento nas mãos e nos dedos, especialmente no mindinho e no anelar.

– Cisto ganglionar

O cisto ganglionar é um tumor repleto de líquido. Eles são formados nos tendões e nas articulações dos pulsos e das mãos e podem crescer de tamanho. Quando eles crescem próximos de um nervo, podem ser observados sintomas como dormência, formigamento, fraqueza e dor nas mãos.

– Diabetes

O formigamento nas mãos também pode ser um sintoma de diabetes. O corpo dos diabéticos tem dificuldade para processar e transportar o açúcar da corrente sanguínea até as células. Os níveis elevados de açúcar no sangue por longos períodos de tempo podem causar danos nos nervos, levando a uma condição conhecida como neuropatia diabética.

A neuropatia diabética pode causar sintomas como dormência e formigamento nos braços, mãos, pernas e pés. Outros sintomas podem incluir sensação de ardência ou de alfinetadas no corpo, dor, fraqueza e perda de equilíbrio.

– Hipotireoidismo

A glândula tireoide é responsável pela produção de hormônios que atuam em todo o nosso metabolismo. Quando a glândula não é capaz de produzir os hormônios como deveria, temos uma condição chamada de hipotireoidismo.

Se não for tratado, o hipotireoidismo pode causar danos nos nervos que enviam sinais para os braços e as pernas, condição conhecida como neuropatia periférica. Isso pode resultar em diversos sintomas como fraqueza, dormência e formigamento nas mãos e pés.

– Neuropatia relacionada ao uso de álcool

O abuso de substâncias como o álcool pode causar diversos malefícios à saúde, incluindo o desenvolvimento de neuropatia. Nessa condição, os nervos são danificados devido à ingestão de álcool em excesso, o que causa dormência e formigamento nas mãos e nos pés;

Outros sintomas incluem fraqueza muscular, disfunção erétil, dificuldade para controlar a micção, espasmos musculares e cãibras.

– Outras causas

Outras causas de formigamento nas mãos que são mais raras incluem: AIDS, vasculite, amiloidose, síndrome de Guillain-Barre, síndrome do desfiladeiro torácico, esclerose múltipla, doença de Raynaud, lesão na medula espinhal, sífilis e acúmulo de proteínas nos órgãos do corpo.

Formigamento nas mãos pode ser um derrame?

Muitas pessoas ficam extremamente preocupadas ao sentir formigamento nas mãos por achar que podem estar sofrendo um derrame, principalmente se essa sensação for sentida na mão esquerda.

Geralmente, o formigamento ou a dormência nas mãos não é um sintoma de emergência e não costuma indicar um derrame se esse for o único sintoma observado.

Embora esse possa ser um dos sintomas, para suspeitar de um derrame é preciso que outros sintomas sejam observados, como:

  • Confusão mental;
  • Tontura súbita ou perda de equilíbrio;
  • Visão duplicada ou embaçada;
  • Dificuldade para falar ou para entender as pessoas ao redor;
  • Fraqueza repentina ou dormência no braço ou na perna em apenas um lado do corpo;
  • Dor de cabeça forte e repentina;
  • Alteração de sensação ou dor no rosto.

Formigamento nas mãos à noite

Algumas pessoas sentem formigamento nas mãos ao acordar ou durante a noite mesmo. Esse problema pode prejudicar a qualidade do sono, já que o início do sono é dificultado ou o sono é interrompido durante a noite. Pacientes relatam que acordam durante a noite com as mãos formigando e que o desconforto só é amenizado ao apertar a mãos, pendurá-la ao lado da cama ou levantá-la e sacudi-la no ar.

Isso pode acontecer especificamente durante a noite por causa da posição em que dormimos. É normal que, ao dormir, algumas pessoas adotem a posição fetal, ou seja, fiquem com os pulsos e cotovelos curvados. Ficar nessa posição pode apertar o nervo mediano presente na mão e é isso que causa a sensação de dormência e formigamento nas mãos. Isso também pode ser um sinal de síndrome do túnel do carpo, principalmente se os dedos polegar, indicador e médio forem afetados com mais intensidade.

A mesma coisa pode acontecer com o nervo ulnar encontrado no interior do cotovelo, condição esta que causa formigamento nos dedos anelar e mindinho e conhecida como síndrome do túnel cubital.

O formigamento nas mãos ao acordar geralmente também é causado por esse mesmo problema de postura ao dormir ou por dormir muito tempo por cima de um braço.

Para evitar, é indicado evitar curvar o pulso e o cotovelo por longos períodos durante a noite. Uma boa dica é usar uma tala ou uma toalha em volta do pulso e do cotovelo para evitar que você dobre muito esses membros durante o sono.

Pessoas que desenvolvem neuropatia diabética também podem ter esse desconforto ao acordar, mas nesse caso o formigamento ocorre também nos pés.

Formigamento nas mãos na gravidez

Algumas gestantes notam uma dormência e formigamento nas mãos na gravidez. Essa sensação pode ser explicada pela síndrome do túnel do carpo que pode afetar algumas grávidas.

Devido à retenção de líquidos na gravidez, pode ser que o nervo mediano seja pressionado causando formigamento e dormência nas mãos e nos braços. Podem ser observados também outros sintomas como dor e fraqueza.

Não é uma condição grave, mas se isso incomodar muito é recomendado procurar o obstetra para tirar dúvidas e definir o melhor tratamento.

O que fazer

Como pudemos ver, o formigamento nas mãos pode significar várias coisas e sempre é importante avaliar todo o contexto antes de tirar conclusões precipitadas.

Dessa forma, se o formigamento nas mãos surgir junto com outros sintomas, é importante fazer um diagnóstico para descobrir a causa do problema.

Diagnóstico

Além da análise dos sintomas, o médico pode precisar de exames adicionais para completar o diagnóstico, que podem incluir:

  1. Exames de sangue;
  2. Eletromiograma para testar a atividade elétrica dos músculos e a velocidade de condução nervosa;
  3. Tomografia computadorizada;
  4. Raios X;
  5. Exame do líquido cefalorraquidiano para identificar a neuropatia periférica;
  6. Ressonância magnética;
  7. Biópsia dos nervos.

Embora cremes contendo capsaicina sejam indicados para aliviar a sensação de formigamento, não existe um remédio para formigamento nas mãos e pés específico. O que pode ser feito é tratar a causa do formigamento após o diagnóstico. Assim, pessoas com formigamento nas mãos e pés por causa de um quadro de neuropatia diabética devem tomar remédios para controlar os níveis de açúcar no sangue. Pessoas com esclerose múltipla, devem fazer o tratamento adequado para a doença. Formigamentos devido à deficiência vitamínica devem ser corrigidos com alimentação balanceada e, se necessário, com o uso de suplementos vitamínicos.

Qualquer tipo de medicamento deve ser prescrito por um médico após descobrir o motivo por trás do formigamento nas mãos.

Dicas

Se o formigamento for apenas uma condição temporária sem causa definida, existem algumas dicas simples que você pode aplicar para aliviar a sensação.

  • Descansar;
  • Alinhar a postura;
  • Eliminar qualquer foco de pressão sobre o corpo;
  • Fazer exercícios físicos para melhorar a circulação;
  • Limitar o consumo de álcool;
  • Controlar o peso para evitar pressões nos nervos;
  • Adotar uma dieta saudável e nutritiva.

Ter um estilo de vida saudável é o melhor conselho que pode ser dado. Adotar hábitos saudáveis e largar os ruins é o melhor caminho para evitar qualquer problema de saúde. Praticar atividades físicas com frequência e ter uma boa alimentação não só ajuda a reduzir o formigamento como a prevenir outros episódios.

Fontes e Referências Adicionais:

Você já sentiu formigamento nas mãos e achou que fosse alguma condição importante? Acabou tendo algum diagnóstico? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (3 votos, média: 4,33 de 5)
Loading...

Deixe um comentário