Língua Rachada – Causas e Como Tratar

Especialista:
atualizado em 14/07/2020

Notou que está com a língua rachada ou uma sensação estranha e não sabe o que pode ser? Confira quais são as possíveis causas e como tratar o problema.

Sintomas na língua podem indicar lesões, infecções e até alergias que merecem atenção. A dor na língua é um exemplo de sintoma que precisa ser investigado pois pode significar várias condições de saúde desde aftas até certas doenças.

Se a sua língua está rachada ou com a aparência diferente do que costumava ser, é bom ficar atento a sintomas adicionais como o formigamento na língua e o surgimento de bolinhas na língua.

Língua rachada

A língua rachada é uma condição de saúde benigna, o que significa que você não precisa se preocupar com doenças mais sérias. No entanto, ainda assim é importante investigar a causa da rachadura para tratar o problema e preservar a sua saúde bucal.

A rachadura também pode ser chamada de sulco ou fissura e pode haver uma ou mais rachaduras que podem ser superficiais ou profundas na língua.

A língua rachada é caracterizada pela mudança no crescimento de papilas na superfície superior da língua, que causa o surgimento de pequenas fendas. As papilas são pequenas saliências que cobrem a língua em padrões que variam de pessoa para pessoa, mas que geralmente seguem um padrão uniforme de distribuição.

Os principais sintomas são justamente as rachaduras na parte superior da língua. As laterais da língua também podem apresentar fissuras. A profundidade e o tamanho das rachaduras variam, podendo estar ou não conectadas entre si.

Há muitas pessoas que já nascem com a língua rachada e isso não é nenhum problema. Já o descuido com a saúde bucal pode trazer vários problemas.

Para te ajudar a identificar a língua rachada, as seguintes características podem servir de guia:

  • Rachaduras, fissuras ou fendas que surgem na parte superior ou nas laterais da língua;
  • As fissuras afetam apenas a língua;
  • As rachaduras variam em profundidade, mas podem ter 6 milímetros de profundidade;
  • Rachaduras podem ser isoladas ou se conectar entre si, deixando a língua com uma aparência dividida em várias seções.

Se não houver acúmulo de resíduos alimentares nas fissuras, é pouco provável que você sinta qualquer outro sintoma como irritação ou dor.

Causas

Os profissionais da saúde ainda têm dúvidas sobre o que pode ser uma língua rachada. Acredita-se que há um fator genético envolvido, mas ainda não se sabe exatamente a causa das rachaduras.

O que se sabe é que a língua rachada pode ser evidente desde o nascimento ou se desenvolver durante a infância ou já na vida adulta e geralmente está relacionada com algumas condições de saúde pré-existentes, como:

– Síndrome de Down

A síndrome de Down é uma condição genética em que as pessoas têm uma cópia a mais do cromossomo 21 do que o esperado normalmente. Isso pode causar deficiências físicas e mentais e cerca de 80% das crianças com síndrome de Down têm uma língua rachada.

– Granulomatose orofacial

A granulomatose orofacial é condição rara de saúde que causa inchaço na região dos lábios e da boca e que também pode causar alterações na língua incluindo o inchaço e as rachaduras.

– Síndrome de Melkersson-Rosenthal

Trata-se de uma síndrome neurológica rara que pode causar fissuras na língua, inchaço labial, inchaço na face e paralisia no rosto recorrente (paralisia de Bell).

– Língua geográfica

A língua geográfica, conhecida também pelo nome de glossite migratória benigna, é uma condição inflamatória que afeta a superfície da língua.

O problema em si é inofensivo, mas notam-se pequenas protuberâncias de cor branca e rosa por toda a língua que dão a impressão de que a língua está com manchas com padrões anormais. Além das manchas, a inflamação nas papilas da língua pode levar a rachaduras.

Apesar de ser visualmente desagradável, a língua geográfica não é motivo de preocupação, pois normalmente não causa nenhum problema de saúde bucal.

Se você se preocupa com a aparência saudável da sua língua e também dos seus dentes, confira como clarear os dentes com bicarbonato de sódio em casa.

– Psoríase pustular

Essa é uma forma pouco comum e muito grave de psoríase. Na psoríase pustular, toda a pele do corpo pode ficar coberta de inchaços elevados cheios de pus. A pele também pode ficar vermelha e dolorida. Ter psoríase pustular aumenta o risco de ter rachaduras na língua.

A condição precisa ser tratada, mas não há um tratamento específico para a psoríase pustular e a doença é tratada com fototerapia e medicamentos como a ciclosporina, o metotrexato e a acitretina.

– Outras condições

Problemas como a desnutrição e deficiência vitamínicas também podem ter relação com a língua rachada. Nesses casos, a falta de nutrientes deve ser tratada não só por causa da rachadura, mas pelas dificuldades metabólicas que seu corpo pode enfrentar devido à ausência de certos nutrientes.

Como tratar

A avaliação clínica feita por um dentista é suficiente para diagnosticar a língua rachada. Não é necessário fazer nenhum exame pois é muito fácil identificar o problema visualmente.

Caprichar na higiene bucal é indispensável se você está com a língua rachada. Segundo um estudo publicado em 2015 no Journal of Tropical Medicine, restos de comida podem ficar presos nas fendas das fissuras mais profundas sem que você consiga perceber. A higienização adequada ajuda a remover esses detritos e reduzir o risco de irritação ou infecção no local.

Cuidar da saúde bucal é importante não só para evitar problemas causados pela má higiene como também para evitar constrangimentos como o mau hálito. Veja como saber se tem mau hálito e conheça o melhor tratamento para o mau hálito.

Não há necessidade de tratar a língua rachada com medicamentos, mas bons hábitos de higiene bucal ajudam a eliminar o risco de infecções – geralmente causados pelo excesso de fungos ou bactérias na boca.

– Escovação dos dentes

A escovação dos dentes feita pelo menos 2 vezes ao dia após as refeições é indispensável para preservar a saúde da boca além de evitar o acúmulo de bactérias e sujeira que pode infectar a língua rachada.

Procure uma escova de cerdas macias e troque de escova a cada 3 meses para evitar a proliferação de bactérias.

– Fio dental

Apesar de parecer que o uso do fio dental não tem nada a ver com a língua, não é bem assim. Qualquer resquício de alimento ou bactérias que ficam presos entre os dentes podem ser uma fonte de infecção para os sulcos na língua.

Assim, passar o fio dental diariamente é fundamental não só para evitar o acúmulo de placa bacteriana nos dentes como também para evitar o mau hálito e reduzir o risco de infecção nas rachaduras da língua.

– Enxaguante bucal

O uso diário de um enxaguante bucal elimina as bactérias e os germes que a escova não é capaz de remover.

Além disso, o enxaguante alivia o mau hálito e é de grande ajuda durante o tratamento da causa do mau cheiro na boca.

– Escovação da língua

A escovação da língua ajuda a remover detritos que podem se acumular nas rachaduras mais profundas causando irritação ou infecção.

Essa escovação na parte superior e nas laterais da língua pode ser feita com a parte detrás da escova de dente, mas não é toda escova que contém esse apetrecho para limpar a língua. Algumas pessoas preferem usar um limpador de língua para uma limpeza ainda mais específica.

Cuidados adicionais

A língua rachada não é um problema grave, mas ignorá-la e não cuidar da higiene bucal pode trazer muitos problemas. As rachaduras na língua podem ser mais um “esconderijo” para bactérias, restos de comida e micro-organismos em geral e a má higiene pode elevar bastante o risco de desenvolver mau hálito, cárie dentária e infecções.

Assim, é preciso ir regularmente a um consultório odontológico para que um profissional possa ver se você tem alguma cárie e verificar se você está higienizando a língua de forma eficaz.

Ir ao dentista com frequência ajuda na identificação das rachaduras na língua e evita complicações como o acúmulo de detritos nas fissuras.

Além do mais, visitar o dentista pelo menos a cada seis meses faz parte de uma boa rotina de higiene bucal, pois só ele é capaz de fazer uma limpeza mais profunda periodicamente afim de evitar o surgimento de cáries e de preservar a saúde dos dentes.

Quando procurar ajuda

Se você sentir dor, apresentar dificuldade para se alimentar – como ardência, dor ou queimação na língua – ou observar lesões que aparentam ser profundas na sua língua, procure um dentista ou um médico para dar uma olhada e verificar se é necessário tratar a lesão e o que pode ser feito para aliviar os seus sintomas.

A língua rachada, em geral, não representa nenhum risco para a saúde, mas isso não exclui a necessidade de manter uma boa higiene bucal independentemente de ter ou não algum sintoma na língua.

Fontes e Referências Adicionais:

Você possui a língua rachada ou está sentindo incômodo com a condição agora? Chegou a recorrer a um dentista para saber o que fazer? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (2 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...
Sobre Equipe Editorial MundoBoaForma

Quando se trata de saúde, é muito importante poder contar com uma fonte confiável de informações. Afinal de contas sabemos que o sua qualidade de vida e bem-estar devem estar em primeiro lugar para você. Por isso contamos com uma equipe profissional diversificada, com redatores e editores que desenvolvem um conteúdo de qualidade, adaptando-o a uma linguagem de fácil compreensão para o público em geral, tendo por base as mais confiáveis fontes de informação. Além disso todo artigo é revisado por profissional especialista da área, para garantir que as informações são verídicas. Tudo isso para que você tenha confiança no MundoBoaForma e faça daqui sua fonte preferencial de consulta para assuntos relacionados a saúde, boa forma e qualidade de vida. Conheça mais sobre os profissionais que contribuem para a qualidade editorial do portal.

Deixe um comentário