Máscaras faciais não diminuem o nível de oxigênio, mostra estudo

Especialista da área:
atualizado em 21/01/2021

Se antes da pandemia do novo coronavírus, já existiam muitas fake news sobre saúde, elas cresceram ainda mais após a crise da COVID-19. Uma dessas notícias falsas afirma que as máscaras faciais reduzem os níveis de oxigênio.

  Continua Depois da Publicidade  

Entretanto, autoridades médicas como a Organização Mundial da Saúde (OMS) e a Associação Americana do Pulmão já esclareceram que a afirmação não passa de um mito.

Além disso, pesquisadores da Universidade McMaster no Canadá realizaram um experimento que demonstrou como as máscaras faciais não diminuem o nível de oxigênio.

Os cientistas deram oxímetros portáteis de pulso a 25 adultos, que tinham uma média de idade de 76,5 anos, para medir os níveis de oxigênio no sangue dos participantes antes, durante e após o uso de máscaras faciais.

A equipe da universidade canadense deu máscaras não-médicas, descartáveis e de três camadas aos participantes do estudo. Eles utilizaram as máscaras durante suas rotinas normais ou em seu descanso.

Rastreou-se os níveis de oxigênio dos voluntários por meio dos oxímetros uma hora antes deles usarem as máscaras, enquanto eles usavam as máscaras e uma hora após o uso das máscaras.

Conclusões do estudo

Idosa de máscara

Resultado: os pesquisadores não identificaram nenhum sinal de hipoxia, ou seja, de diminuição de oxigênio no sangue, e não houve alterações significativas na saturação de oxigênio no sangue dos participantes.

Em média, a saturação de oxigênio foi de 96,1% antes do uso da máscara; 96,5% enquanto os voluntários usaram as máscaras e 96,3% após o uso das máscaras.

A equipe do professor assistente de medicina Noel Chan foi a responsável pelo experimento. Chan esclareceu que a sua pesquisa e de seus colegas não oferece suporte à ideia de que as máscaras são perigosas.

As limitações do estudo

Apesar disso, o professor reconheceu que o estudo foi pequeno e teve suas limitações, pois excluiu pessoas com doenças cardíacas e pulmonares que podem ter problemas para respirar até no descanso.

  Continua Depois da Publicidade  

Além disso, vale destacar que os participantes não se exercitaram durante o experimento. Portanto, ele não responde se praticar atividades físicas de máscara diminui os níveis de oxigênio. Conheça os cuidados que deve tomar ao usar máscaras quando for fazer exercícios.

Entretanto, o estudo focou-se nos idosos, que provavelmente seriam mais vulneráveis a qualquer redução no oxigênio que uma máscara pudesse provocar. Algo que não ocorreu durante os testes da universidade canadense.

Embora o experimento seja de porte pequeno, Chan espera que o estudo tranquilize as pessoas quanto ao uso de máscaras.

Como cintos de segurança

Para o especialista em doenças infecciosas Aaron Glatt, o experimento respalda algo que já se sabia. De acordo com Glatt, que não participou da pesquisa, embora alguns sintam desconforto ao utilizar a máscara, não há desculpas para não usá-la.

“Eu vejo as máscaras como cintos de segurança. Elas não são necessariamente confortáveis, mas te protegem”, afirmou.

Caso se preocupe se usar máscaras faciais faça mal para você, especialmente se já tiver alguma doença, converse com o seu médico sobre isso. Mas não tome por conta própria e sem motivos a decisão de não usar máscaras, pois isso coloca a sua saúde e de outras pessoas em risco.

Falando no novo coronavírus, assista a um vídeo da nossa nutricionista em que ela apresenta uma mania que aumenta o risco de contágio e ensina como evitá-la:

Fontes e Referências Adicionais

  Continua Depois da Publicidade  

Já se acostumou ao uso de máscaras para se proteger da COVID-19 ou ainda se incomoda? Conte para nós nos comentários!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (1 votos, média 5,00)
Loading...
Sobre Equipe MundoBoaForma

Quando o assunto é saúde, você tem que saber em quem confiar. Sua qualidade de vida e bem-estar devem ser uma prioridade para você. Por isso contamos com uma equipe profissional diversificada e altamente qualificada, composta por médicos, nutricionistas, educadores físicos. Nosso objetivo é garantir a qualidade do conteúdo que publicamos, que é também baseado nas mais confiáveis fontes de informação. Tudo isso para que você tenha confiança no MundoBoaForma e faça daqui sua fonte preferencial de consulta para assuntos relacionados à saúde, boa forma e qualidade de vida.

  Continua Depois da Publicidade  

Deixe um comentário