O Adoçante Sacarina Faz Mal?

Especialista:
atualizado em 18/12/2019

Os adoçantes surgiram como um substituto do açúcar na dieta de pessoas que não podem ingerir o ingrediente, como é o caso daquelas diagnosticadas com diabetes. Uma das vantagens desses produtos é que eles fornecem o gostinho doce aos alimentos, porém, sem aumentar os níveis de glicose no sangue.

Com a vantagem de serem menos calóricos, eles também passaram a fazer parte das refeições de pessoas que desejam diminuir ou manter o peso.

Nas prateleiras dos supermercados é possível encontrar diversos tipos de adoçantes. Um deles é a sacarina, o adoçante artificial mais antigo do mercado, que foi descoberto em 1879 nos Estados Unidos e que é capaz de resistir a altas temperaturas, que consegue adoçar entre 300 a 400 vezes mais do que o próprio açúcar e deixa um gosto residual metálico nas receitas em que é utilizado.

Adoçante sacarina faz mal? 

A recomendação do Ministério da Saúde é que os adoçantes sejam utilizados por pessoas diagnosticadas com diabetes, que sofrem com excesso de peso ou que precisam controlar o seu peso. Entretanto, o órgão orienta que o consumo não deve ser diário e excessivo ou sem que haja a indicação do médico, sob o risco de trazer problemas à saúde.

A afirmação do Ministério da Saúde deixa claro que não dá para utilizar qualquer tipo de adoçante de maneira exagerada sem trazer riscos à saúde. E isso também nos dá uma pista de que sim, existem situações em que o adoçante sacarina faz mal.

Um dos problemas do excesso do uso adoçantes refere-se às taxas de sódio. Sabe-se que não se deve ultrapassar a ingestão de 2300 mg do nutriente por dia, sob o risco de sofrer com problemas como retenção de líquidos, inchaço, insuficiência renal, perda de densidade óssea, desidratação, pedras nos rins e alterações na pressão arterial.

E é também nesse sentido que podemos dizer que o adoçante sacarina faz mal. Isso porque, ao lado do ciclamato, a sacarina é um dos adoçantes que possuem níveis elevados do sódio.

Justamente por ser composta por um teor alto de sódio, recomenda-se que a sacarina seja evitada por mulheres que possuem tendência à retenção de líquido e por pessoas que sofrem com a hipertensão. Daí a importância de checar os níveis de sódio na embalagem do produto antes de utilizá-la e fazer o uso da sacarina com cuidado, como forma de controlar os níveis de ingestão de sacarina.

A sacarina também não é o adoçante mais indicado para as mulheres grávidas. Isso porque o adoçante é permeável à placenta e difícil de ser excretado pelo feto. O resultado disso é o surgimento de alguns riscos ao bebê como a diminuição do crescimento do bebê e o aparecimento de tumores malignos.

Alguns grupos de saúde defendem que além das gestantes, bebês e crianças também devem ficar longe da sacarina, pois o adoçante pode causar reações alérgicas para esses três grupos. As informações são do National Health Service (Serviço Nacional de Saúde, tradução livre, NHS, sigla em inglês) do Reino Unido.

Nos anos 70, a sacarina foi alvo de uma polêmica quando um experimento afirmou que a substância poderia causar câncer em ratos. Entretanto, no ano de 2000, ela foi retirada da lista do governo dos Estados Unidos que trazia os nomes dos compostos suspeitos de causarem o câncer.

Segundo a Mayo Clinic, de acordo com National Cancer Institute (Instituto Nacional do Câncer, tradução livre) dos Estados Unidos, não existem evidências científicas consistentes de que adoçantes artificiais com venda aprovada possam ser causadores de câncer.

Possíveis efeitos colaterais

Embora a associação da sacarina ao risco de câncer tenha sido oficialmente retirada, muitos grupos de pesquisa ainda acreditam que a sacarina não deve ser o adoçante de crianças e mulheres grávidas, inclusive pela possibilidade de alergias.

Por fazer parte de uma classe de compostos conhecidos como as sulfonamidas, o adoçante sacarina faz mal por causar reações alérgicas em algumas pessoas. Dentre essas reações podemos citar: dor de cabeça, dificuldade para respirar, diarreia e problemas de pele.

Que adoçante devo usar?

Como vimos, o adoçante sacarina faz mal à saúde de alguns grupos de pessoas e traz malefícios se for utilizada de maneira exagerada. Se optar pela sacarina como seu substituto do açúcar, saiba que o limite do produto a ser consumido diariamente por uma pessoa de 70 kg é de 28 sachês ou 5 mg por cada quilo corporal. Certifique-se também que você não faz parte de nenhum dos grupos de risco mencionados anteriormente.

Entre os adoçantes mais indicados para uso, encontram-se a stévia – que é natural e pode ser consumida até mesmo por gestantes e crianças -, a sucralose – que apesar de ser artificial, não apresenta grandes ressalvas à saúde, segundo o que pesquisas informaram, exceto pelo fato de ser contraindicada a pessoas que sofrem com distúrbios na tireoide –, e o manitol – outro que é natural, porém, não deve ser consumido em doses elevadas por poder trazer um efeito laxante.

No entanto, para ter segurança em relação ao seu adoçante, visto que cada tipo pode apresentar restrições e ser indicado para cada tipo de pessoa, o ideal é que você consulte o seu médico a respeito de qual deles é o mais indicado para o seu caso.

Você faz parte de um dos grupos para os quais o adoçantes sacarina faz mal? Já experimentou utilizar este adoçante na cozinha? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (21 votos, média: 4,19 de 5)
Loading...
Sobre Dra. Patricia Leite

Dra. Patricia é uma das nutricionistas mais conceituadas do país, sendo uma referência profissional em sua área e autora de artigos e vídeos de grande sucesso e reconhecimento. Tem pós-graduação em Nutrição pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, é especialista em Nutrição Esportiva pela Universidad Miguel de Cervantes (España) e é também membro da International Society of Sports Nutrition. É ainda a nutricionista com mais inscritos no YouTube em português. Dra. Patricia Leite é a revisora geral de todo conteúdo desenvolvido pela equipe de redatores especializados do Mundo Boa Forma.

Deixe um comentário

3 comentários em “O Adoçante Sacarina Faz Mal?”

  1. Não faz nenhum mal. As opiniões são todas mal fundamentadas em todos os artigos. Evite se esta no grupo de risco, se não, pode usar. Fiz dieta cetogenica usando sacarina e funcionou perfeitamente. Além de barata, muito mais barato que o xilitol, deixa bem menos retrogosto que o stevia, que é horrivel.

  2. Comprei doce menor que tem sacarina como ingrediente aí descobri que estava este faz mal à saúde, principalmente das grávidas e de quem tem problemas ósseos. Não devo usar então? Na embalagem não diz a porcentagem de sacarina que tem no produto.