Óleo de Chia Emagrece Mesmo?

Especialista:
atualizado em 18/12/2019

A procura pelo óleo de Chia tem aumentado consideravelmente nos últimos anos. Um dos seus grandes atrativos, é que ele é tido como um alimento auxiliar da perda de peso. Neste artigo, iremos discutir se o óleo de Chia emagrece mesmo ou não.

Óleo de Chia: fonte e composição

A Salvia hispanica, popularmente denominada como Chia, é uma espécie de planta do tipo herbácea, pertencente à família Lamiaceae, natural do México e da Guatemala.

A Chia é conhecida principalmente por conta das suas sementes, que são comestíveis e muito nutritivas. Elas apresentam quantidades significativas de fibras, de proteínas, de ácidos graxos poli-insaturados (ômegas 3 e 6), de vitaminas do complexo B e de minerais como o manganês, fósforo, magnésio, cálcio, ferro e zinco.

O óleo de Chia é obtido a partir das suas sementes e preserva uma boa parte dos nutrientes das mesmas (exceto o conteúdo de fibras.)

Usos e Benefícios do Óleo de Chia

O óleo de Chia tem um sabor suave, podendo ser consumido ao natural ou incorporado em diversos pratos culinários. No mercado, o óleo também é encontrado na forma de cápsulas, já que o processo de encapsulamento minimiza a oxidação dos seu ácidos graxos poli-insaturados.

E, por falar nessas gorduras, o grande teor de ácido alfa-linolênico (ou ALA, um tipo de ômega 3) é um dos nutrientes de destaque nesse óleo vegetal, sendo responsável por vários dos seus benefícios para a saúde. Aos que não consomem peixes, está aí uma boa alternativa para suprir suas necessidades de ômega 3.

O ALA contribui na manutenção das membranas das células, bem como para o funcionamento do cérebro e transmissão dos impulsos nervosos. Na medida certa, o ômega 3 da dieta pode ser primordial para o desenvolvimento e maturação do sistema nervoso em lactantes e crianças jovens.

Além disso, em síntese, o ômega 3 ajuda a evitar:

  • Doenças cardiovasculares, graças à sua atividade anti-inflamatória que combate aterosclerose (uma doença inflamatória que provoca infartos e derrames). Vale destacar que, de acordo com um estudo realizado com animais e publicado no “Annals of Nutrition”, tanto as sementes (trituradas ou inteiras) como o óleo de Chia promovem efeitos positivos quanto ao colesterol, outro fator de risco para o desenvolvimento das placas ateroscleróticas;
  • Câncer, como o de mama, segundo estudo argentino publicado no “Prostaglandins, Leukotrienes and Essential Fatty Acids”. Os pesquisadores investigaram a ação do óleo de Chia sobre uma linhagem celular cancerígena da mama (em ratos). Como resultado, foi constatado que o óleo reduziu o número de células cancerosas, o peso do tumor e a ocorrência da metástase;
  • Artrite reumatoide, lúpus, degeneração macular, cólicas menstruais e osteoporose. Outro atributo importante do óleo de Chia, é que ele apresenta um equilíbrio desses ácidos graxos essenciais, isto é, ele também é fonte de gordura do tipo ômega 6 (contém cerca de 60% de ômega 3 e 20% de ômega 6).

Mas e quanto à perda de peso? Será que óleo de Chia emagrece mesmo? É o que veremos a seguir.

O uso do óleo de Chia emagrece mesmo?

Da mesma maneira que a quantidade de indivíduos com sobrepeso ou obesos na população tem aumentado, também vem crescendo a ânsia em ter um corpo mais magro, seja por motivos de saúde e/ou estéticos.

Basta digitar “óleo de Chia” em um site de buscas para descobrir qual o benefício mais procurado e propagado sobre o mesmo: o do emagrecer.

Como vimos, a característica mais marcante desse óleo é o seu elevado teor de ômega 3, que auxilia sobretudo na manutenção da saúde cardiovascular. Mas, até o momento, não foi comprovado na literatura medicinal se o óleo de Chia emagrece mesmo, em outras palavras, se ele pode ser um coadjuvante no processo de emagrecimento.

Já o consumo excessivo de oléo de Chia, bem como de qualquer tipo de óleo, pode contribuir para o ganho de peso, já que ele é relativamente calórico.

Considerações finais

A obesidade é um problema de saúde pública. Trata-se de uma doença caracterizada pelo acúmulo de tecido adiposo, cujas principais consequências são os riscos aumentados para outros tipos de enfermidades (hipertensão arterial, infartos, derrames, diabetes, câncer, etc) e até mesmo morte prematura.

Infelizmente, as pessoas querem perder peso de maneira imediata e, com isso, acabam recorrendo ao consumo desenfreado de alimentos e ou medicamentos que prometem combater o excesso de gordura corporal, o que pode inclusive provocar o ganho de massa gorda, bem como tantos outros prejuízos à saúde.

Temos que ter em mente que para emagrecer, e de forma definitiva, não existe uma solução milagrosa. É preciso seguir uma alimentação balanceada, não consumir as famosas calorias vazias (alimentos altamente calóricos e pobres em nutrientes, como a clássica dupla refrigerante com batata frita), beber bastante água (2 litros ao dia) e praticar alguma atividade física (para otimizar o processo de queima de gordura.)

Em relação à própria Chia, a ingestão de suas sementes faz até mais sentido em prol do emagrecimento, já que ela possui uma quantidade significativa de fibras dietéticas que ajudam a promover uma sensação de saciedade (elas absorvem água e se “expandem” no estômago, reduzindo o apetite.)

Você conhece alguém que faça o consumo e afirme que o óleo de chia emagrece mesmo? Tem curiosidade de experimentá-lo para perder peso? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (18 votos, média: 3,39 de 5)
Loading...
Sobre Dra. Patricia Leite

Dra. Patricia é uma das nutricionistas mais conceituadas do país, sendo uma referência profissional em sua área e autora de artigos e vídeos de grande sucesso e reconhecimento. Tem pós-graduação em Nutrição pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, é especialista em Nutrição Esportiva pela Universidad Miguel de Cervantes (España) e é também membro da International Society of Sports Nutrition. É ainda a nutricionista com mais inscritos no YouTube em português. Dra. Patricia Leite é a revisora geral de todo conteúdo desenvolvido pela equipe de redatores especializados do Mundo Boa Forma.

Deixe um comentário