Óleo de girassol emagrece? Benefícios e dicas

Especialista da área:
atualizado em 25/12/2020

O óleo de girassol é bastante conhecido pelo uso na culinária, mas o que poucos sabem é que ele também traz muitos benefícios para a nossa saúde, mas sempre existe a dúvida se ele emagrece ou não.

  Continua Depois da Publicidade  

Ele é extraído das sementes da Helianthus annuus, chamada de girassol comum. É um óleo bem popular, está presente na maioria das casas brasileiras, sendo, inclusive, de baixo custo.

Então a seguir conheceremos os benefícios do óleo de girassol, os seus diferentes tipos, além de outras dicas.

Classificação do óleo de girassol

Óleo de girassol
Óleo de girassol

As sementes do girassol são ricas em gorduras boas. Essa grande quantidade de ácidos graxos facilita a sua extração.

Podemos dizer que existem dois tipos de óleo de girassol: o refinado e o não refinado.

O óleo de girassol não refinado é obtido através de um processo conhecido como “prensagem a frio” (extração mecânica a baixas temperaturas).

Esse tipo de extração mantém seus nutrientes intactos, bem como o sabor e coloração originais (âmbar), embora não torne o óleo resistente ao calor.

Já o refinado é obtido por meio de uma extração química (com solventes), sendo ainda neutralizado e “branqueado”, a fim de torná-lo mais estável em altas temperaturas de cozimento.

Este processo, além de alterar o sabor e a coloração do óleo (amarelo pálido), leva à perda de alguns nutrientes.

Propriedades nutricionais do óleo de girassol

Uma colher de sopa de óleo de girassol contém aproximadamente 108 calorias e 12 g de gorduras. Destas, 10,6 gramas são gorduras insaturadas, e apenas 1,4 são na forma saturada. Portanto podemos afirmar que o óleo de girassol é fonte de gorduras saudáveis.

  Continua Depois da Publicidade  

O óleo é composto majoritariamente por ácido linoleico (59% da sua composição), um ácido graxo poli-insaturado também conhecido como ômega 6, cujos efeitos mais notáveis são a capacidade de reduzir os níveis de colesterol ruim (LDL) e aumentar os do bom (HDL).

Mas como o ômega 6 (ácido linoleico) é extremamente sensível e se degrada rápido, o ideal é utilizar o óleo de girassol que venha armazenado em garradas de cores mais escuras.

Portanto caso ele venha em embalagem transparente, saiba que houve a adição de conservantes, para evitar a degradação do ômega 6.

Além disso, apresenta também os ácidos graxos saturados palmítico e esteárico, que representam 5% e 6% respectivamente da sua composição.

Além desses, encontramos no óleo o ácido graxo monoinsaturado oleico, (30%), ou ômega 9, que também ajudar a diminuir os níveis de LDL.

O óleo possui ainda lecitina (reduz colesterol), carotenos (é antioxidante) e ceras. É uma excelente fonte de vitamina E (tocoferol), que tem propriedades antioxidantes e é um ótimo hidratante para a pele.

Muitas pessoas acreditam que o óleo de girassol emagrece. Veremos a seguir os benefícios e para que serve o óleo de girassol e entenderemos qual é o seu efeito no peso corporal.  

Informação nutricional

Abaixo você verá a tabela nutricional por porção de 13 ml (1 colher de sopa):

  Continua Depois da Publicidade  

ComponentesValor por 13 ml% VD(*)
Valor Energético108 kcal5%
Carboidratos0,8 g0%
Proteínas0 g0%
Gorduras Totais12 g das quais22%
Gorduras Saturadas1,4 g6%
Gorduras TransNão Contém**
Gorduras Monoinsaturadas3,0 g
Gorduras Poli-insaturadas7,6 g
Colesterol0 mg0%
Fibra Alimentar0 g0%
Sódio0 g0%
Vitamina E4,8 mg48%
*% Valores Diários de referência com base em uma dieta de 2.000 kcal ou 8.400 kJ.
Seus valores diários podem ser maiores ou menores, dependendo de suas necessidades energéticas.
**VD não estabelecidos. Fonte: Liza

Para que serve o óleo de girassol?

óleo de girassol

O óleo de girassol é amplamente usado como óleo de cozinha, principalmente o do tipo refinado.

Já o óleo do tipo “não refinado” não resiste ao calor do cozimento, e é indicado para pratos frios, como saladas, ou cozidos em temperaturas mais baixas.

Além disso esse óleo pode ser usado em muitos produtos processados e industrializados, como o biodiesel e como ingrediente de cosméticos.

O óleo de girassol emagrece?

Sabemos que qualquer pessoa que quer emagrecer precisa reduzir a quantidade de calorias ingeridas e, para tal, precisa optar por consumir alimentos menos calóricos e mais saudáveis.

por outro lado, uma única colher de sopa de óleo de girassol, por si só, fornece 108 calorias à sua dieta. Se levarmos em conta que no preparo das refeições usamos muito mais óleo do que o citado, já teremos uma boa quantidade de calorias ingeridas.

Mas, seu consumo regular pode ajudar a reduzir as taxas de colesterol ruim e a aumentar as do colesterol bom, reduzindo assim os riscos de doenças cardiovasculares. Portanto, apesar de seus benefícios para a saúde, o óleo de girassol não emagrece.

Vamos agora conhecer os benefícios que o uso do óleo de girassol pode nos proporcionar.

Benefícios do óleo de girassol

óleo de girassol na mesa

1. O óleo de girassol é bom para a pele

O óleo de girassol pode ser aplicado diretamente na pele e, por ser rico em vitamina E, ele é um ótimo hidratante.

As propriedades antioxidantes do óleo, conferidas pela vitamina E e pelo betacaroteno, ajudam a proteger a pele contra os danos causados a radiação solar. Mas isso não quer dizer que ele possa substituir o uso de protetores solares.

Além disso, ele pode amenizar o processo de degradação da pele, que ocorre naturalmente com as idades mais avançadas.

2. É rico em vitamina E

A vitamina E tem ação antioxidante, ajudando a prevenir e amenizar os efeitos do acúmulo de radicais livres.

Assim, ela pode ser útil no tratamento e prevenção de uma série de problemas de saúde, como:

  • Câncer: Uma revisão publicada em 2017 no periódico Advances in Nutrition mostrou a ação das diferentes formas da vitamina E na prevenção e como uma possível terapia complementar para o câncer;
  • Problemas inflamatórios e autoimunes: A regulação do sistema imunológico é de extrema importância para evitar problemas inflamatórios e autoimunes, e antioxidantes, como a vitamina E, tem um papel importante nesse mecanismo.

3. O óleo é bom para o coração

Ao contrário de outros tipos de óleos, que possuem mais ácidos graxos saturados, o óleo de girassol é riquíssimo em gorduras poli e monoinsaturadas.

Os efeitos desses ácidos graxos foram avaliados em uma revisão de 2018, publicada na The Cochrane database of systematic reviews.

Nela os pesquisadores destacam que muitos dos seus benefícios ainda precisam ser mais estudados, mas que o seu consumo regular, em substituição a gorduras saturadas, pode ser benéfico para a saúde cardiovascular.

Dicas

  • Até o momento não foi definido a dose segura para o consumo humano de óleo de girassol. Então, o aconselhável é usá-lo moderadamente.
  • É importante balancear o consumo de ômega 6 e ômega 3. Assim, investir em alimentos ricos nos dois nutrientes pode ajudar a manter a saúde e a boa forma
  •  Para suavizar a pele, experimente usá-lo no momento do banho. Com a pele em contato com o vapor da água quente, aplique o óleo por todo o corpo cuidadosamente, fazendo massagens, por aproximadamente 3 minutos. Logo após, fique cerca de 1 minuto sob a água fria. Finalizado o banho, deixe o corpo secar por si só.
Sobre Dra. Patricia Leite

Dra. Patricia é Nutricionista - CRN-RJ 0510146-5. Ela é uma das mais conceituadas profissionais do país, sendo uma referência profissional em sua área e autora de artigos e vídeos de grande sucesso e reconhecimento. Tem pós-graduação em Nutrição pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, é especialista em Nutrição Esportiva pela Universidad Miguel de Cervantes (España) e é também membro da International Society of Sports Nutrition.

  Continua Depois da Publicidade  

Deixe um comentário