Pilates

Para Que Serve o Pilates? Benefícios e Dicas

O pilates evoluiu significativamente nos últimos anos, tanto em relação às variações disponíveis quanto à sua disponibilidade em academias e estúdios. Ele é um exercício de baixo impacto que se concentra em usar a resistência do peso corporal para a realização dos movimentos e seus benefícios são vastos.

Se você ainda não sabe para que serve o pilates, saiba que ele pode promover a saúde geral, incluindo melhor força, equilíbrio, postura, concentração, resistência e clareza mental, além de melhorar a circulação e capacidade pulmonar, rápida cicatrização e baixos níveis de estresse, além da perda de peso.

Informações sobre o pilates

O nome da prática leva o sobrenome do seu inventor, o alemão Joseph Pilates. O pilates foi criado no final da Primeira Guerra Mundial como uma estratégia de promover a reabilitação de soldados feridos. Joseph Pilates levou o método para os Estados Unidos em 1923 e passou anos refinando sua abordagem.

Atualmente, o “sistema” já relaciona aproximadamente 500 exercícios destinados a fortalecer uma conexão entre a mente e o corpo. Sim, a ideia central do pilates é justamente essa e os exercícios são comumente realizados com a ajuda de um aparelho, incluindo molas, tapetes, suportes, faixas de resistência e outros complementos com o objetivo de maximizar os efeitos dos exercícios.

Para que Serve o pilates?

O pilates tem a proposta de fortalecer o seu núcleo e melhorar o equilíbrio através de movimentos que são repetidos e controlados através da resistência, fluxo eficiente de movimento e energia.

Praticar o pilates exige concentração, respiração e precisão. Esses três pilares são fundamentais, e dessa forma são trabalhados e melhor controlados com o passar do tempo.

Os exercícios se resumem a pequenos movimentos que exigem o uso de importantes músculos estabilizadores das costas e do núcleo. Os movimentos são iniciados com um trabalho para controlar a respiração, o que provoca a contração dos músculos centrais. O pilates geralmente é feito em uma esteira ou em equipamento especializado. Ele costuma ser recomendado para tratar as seguintes condições:

  • Artrite;
  • Incontinência urinária;
  • Condições respiratórias;
  • Lesões nas articulações;
  • Dor nas costas.

Benefícios do pilates

O pilates pode promover a saúde geral, incluindo melhor força, equilíbrio, postura, concentração, resistência e clareza mental, além de melhorar a circulação e capacidade pulmonar, rápida cicatrização e baixos níveis de estresse, além da perda de peso. Para quem se pergunta para que serve o pilates, vale a pena confira em detalhes os principais benefícios do pilates para a sua saúde:

1. Proteção postural

A postura correta é fundamental para realizar o pilates. É através da postura correta por períodos prolongados que os movimentos e posições fundamentais são feitos, assim como os exercícios de esteira e faixa.

É somente através da postura corporal adequada que a circulação plena de energia e os benefícios do pilates podem acontecer. A postura corporal adequada passa a ser um hábito de seus praticantes, que incorporam as técnicas nas rotinas diárias.

2. Melhora a densidade óssea

O treinamento de força já é um conhecido construtor de densidade óssea, porém o pilates também oferece benefícios surpreendentes por causa da resistência e exercícios de sustentação de peso. O exercício de resistência costuma estimular os músculos, o que puxa o osso para criar tensão, resultando no seu fortalecimento.

No pilates, o treinamento de resistência é feito com molas de aparelhos e faixas de resistência. Faixas de resistência para as séries de perna e remo laterais durante os exercícios de esteira de pilates também são recomendados.

3. Aumento da flexibilidade

Muitas pessoas começam a praticar o pilates para se tornarem mais flexíveis. Os movimentos lentos e controlados podem aumentar consideravelmente a flexibilidade com o tempo, pois os músculos do corpo podem se adaptar gradualmente às demandas colocadas, melhorando a amplitude de movimento em muitas articulações.

4. Potencializa a força do núcleo

O pilates exige uma força relevante no abdômen, principalmente depois de ultrapassar os níveis mais básicos. Um abdômen forte é a fonte da nossa resistência e estabilidade, e muitas práticas atuais são projetadas para testar a força do seu núcleo e elevá-lo ao limite, claro que de uma forma monitorada.

O pilates fortalece os músculos abdominais de forma muito mais eficaz e tem como foco os músculos abdominais profundos, como os transversais, e os superficiais, como os retos abdominais, que formam os famosos gominhos.

Ter um núcleo forte e estável significa uma redução na tensão nos ombros, pescoço e articulações, permitindo movimentos mais livres.

5. Aumenta a energia

Embora a realização do pilates exija muita energia, um dos seus benéficos é justamente o aumento dos níveis de energia natural. Isso acontece porque ele enche o corpo de endorfinas, o que faz você se sentir bem. Ele também melhora a circulação do sangue e otimiza a respiração para que o corpo esteja funcionando em níveis máximos de desempenho, dando-lhe energia para as demais atividades na sua rotina.

6. Diminui o estresse

O pilates exige muito foco e concentração para controlar os movimentos corporais e garantir um fluxo de energia seguro e eficiente. Essa condição costuma afastar quaisquer outros pensamentos e preocupações, resultando em uma redução no nível de estresse. Além disso, os movimentos e o esforço do exercício podem contribuir com a desintoxicação do corpo e equilíbrio dos níveis de hormônios do estresse.

7. Melhoria cognitiva

A abordagem do movimento feito de forma consciente e focada pode aumentar a retenção de memória e desempenho cognitivo. Estudos cognitivos feitos após um exercício em que foram realizados movimentos conscientes mostraram que a função cerebral das pessoas era muito maior do que após um exercício anaeróbico comum como a musculação.

8. Aumenta a capacidade pulmonar e circulação

A respiração é um dos pilares dos movimentos lentos e medidos do pilates e é essencial para manter o corpo oxigenado para evitar cãibras nos músculos.

Dependendo da intensidade, o pilates pode ser um ótimo exercício aeróbico. Para se ter uma ideia, a maioria das aulas avançadas poderá aumentar sua frequência cardíaca para uma média de 120 a 130 batimentos por minuto. Com o tempo, isso pode aumentar sua resistência e capacidade pulmonar, além de estimular a circulação do sangue e manter o organismo operando plenamente.

9. Perda de peso

O pilates tem sido relacionado à perda de peso porque aumenta a queima de gordura. Ainda que os movimentos não pareçam tão intensos como exercícios tradicionais, podem aumentar o metabolismo e ser altamente eficaz para perder alguns quilos.

Para perder um quilo por semana, é preciso um déficit de 500 calorias por dia. Se você combinar uma alimentação equilibrada com a realização de pilates, ele pode ajudar. A queima calórica durante um treino de pilates varia de quatro a oito calorias por minuto, dependendo da sua intensidade, então fazer exercícios moderadamente intensos pelo menos quatro dias por semana, durante 45 a 60 minutos, excluindo as sessões de aquecimento e relaxamento, ajudará a perder muitas calorias. 

10. Ajuda a reduzir a dor nas costas

Um estudo publicado no Journal of Orthopaedic & Sports Physical Therapy evidenciou que pessoas com dor lombar sentiram-se bem mais aliviadas após a realização de pilates quatro dias na semana em um período de 12 meses.

Isso é possível porque ele fortalece o núcleo para apoiar as costas, corrige a postura e fornece alongamento suave para os músculos das costas. Também envolve desequilíbrios subjacentes que muitas vezes levam à má postura e dores nas costas.

11. Previne lesões

Como vimos, o pilates melhora a flexibilidade, força e equilíbrio e tudo isso ajuda a reduzir o risco de lesão. Os movimentos melhoram as ligações de força para melhorar o controle dinâmico do movimento, o que minimiza a lesão. Além disso, fornece consciência corporal para criar padrões de movimento eficientes, reduzindo assim o estresse nas articulações, tendões, músculos e ligamentos.

Dicas para iniciantes

O pilates pode parecer difícil e desconfortável, principalmente se você estiver praticando pela primeira vez em grupo. Então, agora que já vimos para que serve o pilates,tome nota de algumas dicas facilitar a sua adaptação ao método.

1. Encontre um instrutor de pilates

É maravilhoso quando encontramos alguém para nos ensinar algo que não sabemos e o melhor, ensinar da forma certa, pois reaprender pode ser muito difícil e a precisão nos movimentos do pilates é mandatória desde o início. Potencializar os resultados com o mínimo esforço é o resultado de movimentos feitos corretamente, então encontre alguém que conheça e que possa lhe ensinar da forma correta.

2. Torne o pilates parte da sua rotina

Seja persistente, pois incluir um hábito na sua rotina requer dedicação e certas mudanças. Programe-se para incluir a prática na sua rotina de modo que seja tão importante quanto ir ao trabalho ou almoçar. Procure um lugar com horários flexíveis, onde você tenha mais opções para conciliar com seus outros afazeres.

3. Comece devagar

Ele não é um exercício fácil e se você não começar devagar, pode reduzir a eficácia ou mesmo se machucar.

Tenha em mente que o pilates não é apenas um exercício físico, mas uma conexão entre a mente e o espírito, então vá com calma e aproveite o tempo para aprender tudo corretamente, trabalhe em tudo devagar e faça da forma certa.

4. Seja paciente

Dificilmente você fará tudo certo já na primeira vez, então seja paciente e não desista. O aspecto mental do pilates é sobre autoaperfeiçoamento e autoaceitação, então aproveite para apreciar tudo o que seu corpo, mente e espírito têm a oferecer.

5. Cuide da hidratação

A água mantém as articulações lubrificadas e os músculos funcionando de maneira ideal e é fundamental para um exercício com o pilates. Ainda que não exista uma transpiração excessiva, a falta de hidratação pode causar em tonturas, cãibras musculares e náuseas. O corpo usa água para remover toxinas e o pilates ajuda a desintoxicar o corpo.

6. Tenha foco

Talvez o mais difícil do pilates seja o aspecto mental. O foco é uma das partes mais importantes da prática, pois é preciso se concentrar nos elementos físicos, mas também deve se concentrar no seu interior e isso pode provocar uma frustração. A dica é já realizar esse exercício de foco desde o início e então você será capaz de ter uma prática mais benéfica e mais forte à medida que evolui.

7. Use uma roupa apropriada

A roupa certa potencializará as suas atividades, então escolha uma roupa solta e confortável para permitir a realização dos movimentos. Os pés geralmente ficam descalços para permitir o contato com o chão. Evite roupas muito apertadas ou curtas, pois elas farão você perder o foco do exercício.

Dicas para praticar com segurança

Se ver para que serve o pilates já servir para você decidir começar a praticá-lo veja estas dicas para fazer com segurança:

  1. Consulte seu médico: Pilates não é adequado para todos, então converse com seu médico sobre seu histórico e metas de condicionamento físico para tomar uma decisão consciente.
  2. Prepare-se: Além das roupas, você precisará de um grande tapete que não escorregue ao praticar. Pode ser um colchonete antiaderente ou esteiras, que também estão disponíveis com acolchoamento extra para indivíduos que têm problemas nas costas ou preferem mais amortecimento durante os exercícios de rolamento.
  3. Respire corretamente: A respiração é uma parte importante da prática. Procure inalar pelo nariz e soltar pela boca. As inalações e exalações completas são importantes porque ajudam no controle do movimento durante exercícios abdominais difíceis. Evite prender a respiração durante o treino.
    Inspire lentamente e permita que o ar encha a parte superior do tórax de suas costelas até a parte inferior das costas. Tome cuidado para inalar sem permitir que seu peito ou ombros subam. Ao expirar, solte a respiração com controle. Você também pode tentar praticar este exercício enquanto estiver dirigindo no trânsito, trabalhando ou levando o cachorro para passear.
  4. Mantenha a coluna no lugar: Tente manter a coluna neutra durante toda a sua prática, mas antes saiba qual é a posição natural da sua coluna. Ela pode ser encontrada deitando-se de costas com os joelhos flexionados e os pés apoiados no chão, com os braços ao lado do corpo. Inspire e, ao expirar, empurre a espinha dorsal para dentro do tapete. Inspire e exale e arqueie as costas, deixando espaço suficiente para colocar as mãos. Mais uma vez, expire e imprima cada osso no tapete. Inspire e arqueie as costas.
    Você encontrará a coluna neutra em algum lugar entre essas poses. Quando você está com a coluna neutra, haverá espaço suficiente para uma uva ou dois ou três dedos no espaço oco.
  5. A casa de força: São seus músculos posturais do núcleo, incluindo os abdominais e costas. Para encontrar deite de costas com os joelhos flexionados e os pés apoiados no chão, com os braços ao lado do corpo. Inspire e deixe seu umbigo cair em direção à sua coluna. Em seguida, puxe os músculos abdominais e respire normalmente. Sua casa de força deve sempre ser puxada para dentro e para cima, como se você estivesse tentando puxar um jeans apertado. Muitos exercícios precisam do seu núcleo de força e você precisa saber quais são.
  6. Controle a amplitude do movimento: Faça movimentos que você tenha condição de controlar e vá aumentando à medida que dominar o que está fazendo. Por exemplo, se achar que é difícil fazer círculos grandes durante uma determinada prática, tente desenhar pequenos círculos do tamanho de um prato no teto.
  7. Tensão ou dor são proibidas: Você não pode sentir dor anormal ou tensão durante os movimentos. Se perceber que um exercício é muito puxado para você, solicite ao seu instrutor uma modificação. Ela terá outras opções para uma prática segura e eficaz.

Se você nunca soube para que serve o pilates, saiba que, se seu objetivo é alongar, fortalecer e alinhar o seu corpo ao mesmo tempo, ele pode ser uma ótima opção. Sua prática irá preparar o seu corpo para se mover melhor em todos os sentidos e adicioná-lo à sua rotina ajudará você no levantamento de peso, corrida, natação e até a alcançar o equilíbrio entre o corpo e a mente.

Referência adicionais:

Você já sabia para que serve o pilates? O que achou dos benefícios da prática? Pretende experimentar para aproveitá-los? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (2 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...
Revisão Geral pela Dra. Patrícia Leite - (no G+)



ARTIGOS RELACIONADOS

Um comentário

  1. Iniciei as práticas de aeróbicos no solo e na piscina e não quis mais parar. hoje quero voltar a algumas delas. Gosto de Pilates.

Deixe uma resposta

Seu email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *

*