Pistache Engorda ou Emagrece?

Especialista:
atualizado em 23/12/2019

É interessante conhecermos o máximo possível da composição e informações nutricionais dos alimentos, para consumirmos conscientes de estarmos fazendo bem ou não à nossa saúde e boa forma. Ciente disso, descubra agora se o pistache engorda ou emagrece, e conheça melhor como ele pode contribuir para saúde e perda de medidas.

Pistache Engorda? Composição nutricional

O pistache nada mais é que pequenas castanhas dentro de cascas. O sabor singular do alimento pode ser desfrutado junto com uma contribuição significativa de nutrientes.

Pode-se encontrar carboidratos, proteínas e fibras dietéticas no pistache. Cada unidade contém 4 calorias, ou seja, pode ser um excelente aliado para a sua dieta, desde que consumido em porções adequadas. O Cálcio, Cobre, Magnésio, Ferro, Fósforo, Manganês e Zinco também são nutrientes fornecidos por ele.

Consumido de forma moderada, não é correto afirmar que pistache engorda. Mas é preciso reconhecer que é difícil o consumo moderado. Pegar um pacote de pistache e comer assistindo televisão pode fazer você comer facilmente 100g do alimento ou mais, e dessa forma você estará adicionando muitas calorias ao seu dia.

Fazer isso eventualmente não é o fim do mundo, mas se isso for feito de forma frequente serão muitas calorias a mais na dieta, e pensando dessa forma, o consumo em excesso e frequente do pistache engorda, sim.

Como comer

Você pode encontrar o fruto de diferentes formas, com ou sem casca, assado, ou até mesmo com adição de sal. É importante que você escolha a forma mais natural, sem casca e cru, para que não haja comprometimento dos valores nutricionais.

Fuja dos frutos com cascas rachadas ou odor forte, pois são evidências de que ele não está completamente preservado e há algo adulterado. Para armazenar as porções, opte por recipientes com tampas, mantendo-os em locais refrigerados, ou até mesmo congelar.

Saúde

Um coração saudável garante um bom rendimento nas atividades físicas. O pistache possui gorduras insaturadas saudáveis que favorecem a proteção do coração. Ele pode auxiliar na redução dos níveis de colesterol.

Ainda foi comprovado que a L-arginina contida no fruto pode favorecer a flexibilidade das artérias, reduzindo a possibilidade de formação de coágulos na corrente sanguínea. Ele ainda contém vitamina E, fortalecendo essas artérias e auxiliando na proteção para que não “entupam”.

Controle de peso

Se você gosta de investir nos lanchinhos no cardápio de sua dieta, saiba que, se adequar porções saudáveis, o pistache pode ajudar a emagrecer. No entanto, como vimos acima, se exagerar, evidentemente que a sobrecarga de calorias confirmará a suspeita de que o pistache engorda.

Em estudos realizados por estudantes de nutrição, pode-se notar que o teor de fibras contido no pistache contribui para a sensação de saciedade, ou seja, induz você a comer menos nas refeições seguintes.

É importante alertar ainda que o seu consumo em excesso pode ocasionar efeitos colaterais como aumento de pressão arterial e consequências ao trato gastrointestinal.

Ele é fonte de proteínas e rico em gorduras boas, que portanto, não contribuem significativamente para o ganho de peso.

Um dos grandes problemas para quem luta contra a balança é a compulsão alimentar, e o pistache pode ser um aliado interessante no controle deste distúrbio. É indicado comer frutos secos como o pistache, pelo menos, 3 vezes por semana, reduzindo a probabilidade de síndromes metabólicas, obesidade, e até mesmo diabetes, já que o alimento pode apoiar o controle glicêmico.

Sabemos que o estresse também é um dos fatores negativos para quem está lutando contra a balança. O potássio e o magnésio presentes no pistache podem contribuir para a redução da pressão arterial e a frequência cardíaca em situações de estresse. O controle de impulsos nervosos é resultante da ação da vitamina B6 sobre aminoácidos, contida no fruto.

Retenção de líquidos

O pistache também pode auxiliar a diminuir a retenção de líquidos, pois ele é fonte de potássio, mineral bastante atuante no tratamento e redução de líquidos retidos.

Intestino

Eliminar as toxinas indesejáveis do organismo é muito importante para quem está no processo de perda de peso, por isso é interessante sabermos que o pistache pode auxiliar no funcionamento do trato intestinal. Comendo pistache, você poderá garantir uma boa quantidade de fibras.

Fonte de energia

É interessante inserir o pistache no lanche pré-treino, pois ele fornecerá energia e bem estar, apoiando um melhor rendimento de seu treino.

O fruto ainda pode auxiliar no fortalecimento dos ossos, aumentando a sua resistência física.

Antioxidantes

O pistache também é poderoso para o sistema imunológico. Os responsáveis por essa proteção são a vitamina E e os carotenos, que agem em contrapartida aos radicais livres.

Você já imaginava que o consumo em excesso de pistache engorda, diferente de seu consumo moderado? Como e quando você costuma comê-lo? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (13 votos, média: 3,54 de 5)
Loading...
Sobre Dra. Patricia Leite

Dra. Patricia é uma das nutricionistas mais conceituadas do país, sendo uma referência profissional em sua área e autora de artigos e vídeos de grande sucesso e reconhecimento. Tem pós-graduação em Nutrição pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, é especialista em Nutrição Esportiva pela Universidad Miguel de Cervantes (España) e é também membro da International Society of Sports Nutrition. É ainda a nutricionista com mais inscritos no YouTube em português. Dra. Patricia Leite é a revisora geral de todo conteúdo desenvolvido pela equipe de redatores especializados do Mundo Boa Forma.

Deixe um comentário