Proteína Seitan – O Que é, Propriedades, Como Fazer, Calorias e Dicas

Especialista:
atualizado em 23/12/2019

Ao contrário do que muitas pessoas acreditam atualmente, as carnes não são as únicas fontes de proteínas presentes na alimentação. Existem muitos alimentos de origem vegetal que, quando consumidos na quantidade correta e com a variedade necessária, são capazes de suprir todas as necessidades de nutrientes, e principalmente de proteínas do organismo humano.

Os estudos em torno das fontes de proteínas vegetais vêm aumentando nos últimos anos, pois muitas pessoas buscam alternativas para as proteínas animais que podem acarretar no aumento das doenças cardiovasculares devido aos altos teores de gorduras saturadas.

Vamos conhecer o que é a proteína seitan, saber mais sobre as propriedades desta proteína vegetal e conferir como fazer este alimento no seu dia a dia.

O que é a proteína seitan?

O seitan é bastante utilizado em refeições vegetarianas, sendo considerado um excelente substituto para a carne, possuindo características sensoriais muito parecidas com a mesma, incluindo textura, aspecto e sabor semelhantes. Seitan é também chamado de glúten de trigo temperado ou carne vegetal, tendo como principal elemento o glúten de trigo que é separado do amido e é preparado com temperos.

Nos países do ocidente, o seitan ficou bastante conhecido nos últimos anos, mas ele já era muito popular e tradicional em diversos países do oriente, entre eles a China, a Coreia, o Oriente Médio, a Rússia e o Japão, sendo muito usado em restaurantes e servindo como base para outros produtos, como as fatias de Tofurky e outros substitutos de carne vegetarianos. O seitan é um alimento da Antiguidade, assim como o tofu, e acredita-se que sua origem seja na Índia ou na China.

O seitan é um alimento de alto valor nutricional, com alto teor de proteínas e baixa quantidade de gorduras. Cada 100 g deste alimento contêm 19,6 g de proteínas, atendendo mais de 26% das necessidades diárias deste nutriente, e com baixa quantidade de calorias (90 calorias para cada 100 g).

Além disso, o seitan possui grande quantidade de aminoácidos, de vitaminas do completo B, vitamina C, além de muitos minerais, entre eles o ferro, o cálcio, o magnésio, o zinco e o potássio.

Quais as principais propriedades do seitan?

Por ter ótimo valor nutricional, a proteína seitan possui inúmeras propriedades, sendo um excelente alimento para quem busca ter mais saúde ou para quem deseja controlar o peso, seja para ganhar massa muscular ou reduzir gordura corporal.

Apesar de ser muito saudável e de possuir inúmeros benefícios, pessoas que tenham qualquer intolerância ou sensibilidade ao glúten não devem consumir este alimento.

Veja, a seguir, algumas das principais vantagens e benefícios de se utilizar este alimento no dia a dia:

– É um alimento de fácil digestão

O seitan pode ser usado por qualquer pessoa, sendo um alimento de ótima digestão, principalmente por não conter gorduras, e também podendo ser utilizado por pessoas que tenham problemas digestivos ou estomacais. Além disso, este alimento contém certa quantidade de fibras, que também podem contribuir para o bom funcionamento digestivo.

– Aumenta a massa muscular

Devido aos seus altos teores de proteínas, o seitan é um dos melhores alimentos para quem busca ganhar massa muscular, principalmente para atletas e praticantes de musculação. Além disso, ele contém o benefício de não ter gorduras em sua composição, o que melhora ainda mais suas características, podendo ser utilizado no lugar de proteínas animais, que são ricas neste nutriente.

Apesar dos altos teores de proteínas, é importante que se busque outras fontes proteicas, já que o seitan não possui todos os aminoácidos essenciais para o organismo.

– Evita o aumento do colesterol

As proteínas animais, principalmente as carnes bovinas e suínas, são ricas em gorduras saturadas que podem aumentar os níveis do colesterol ruim (LDL). O seitan, por sua vez, contém altos teores de proteínas, assim como as carnes, porém não possui gorduras, evitando, assim, o aumento das taxas de colesterol e ajudando na manutenção da boa saúde.

– Evita problemas cardíacos

Os altos teores de gorduras presentes nas proteínas animais também podem contribuir para o aumento do risco de doenças cardiovasculares. Além disso, o seitan caseiro possui baixa quantidade de sódio, prevenindo o desenvolvimento da hipertensão.

Apenas é importante que se verifique a rotulagem do seitan vendido de forma industrializada, pois este pode conter a presença de temperos e molhos com altos teores de gordura e de sódio na composição.

– Tem mais benefícios que outras proteínas vegetais

Dentre todas as fontes de proteínas vegetais, o seitan é o que contém maiores quantidades de proteínas. Isto é de grande importância, principalmente para vegetarianos e veganos que precisam aumentar de forma significativa a quantidade de proteínas ingeridas em suas refeições.

Além disso, o seitan apresenta uma textura final mais próxima da carne, diferentemente de outras proteínas vegetais como o tofu ou tempeh.

Como fazer o seitan?

Este é um alimento bastante fácil de ser produzido, feito a partir da preparação da farinha de trigo. Inicialmente, faz-se a massa para o pão com o uso dos ingredientes tradicionais. Esta massa, então, é lavada com água corrente, até que todo o amido seja removido. Neste processo, a massa perderá todos os carboidratos e também as gorduras, sobrando apenas a estrutura de glúten.

Em seguida, esta massa é cozinhada com temperos, principalmente o molho de soja, conhecido também como shoyu ou tamari, ganhando uma consistência mais dura. Ele também pode ser preparado com outros temperos como o curry, servindo para várias receitas. Posteriormente, esta massa é cortada em fatias finas e é vendida em lojas de produtos naturais como produto seco, em molhos ou como uma massa embalada a vácuo. Em geral, o período de validade desse produto é de 2 a 3 semanas, podendo também ser congelado.

O seitan também pode ser preparado de forma caseira, usando a farinha de trigo integral ou a farinha de glúten. Primeiramente, amasse a farinha de trigo com água, formando uma massa homogênea. Esta, então, é lavada até toda a retirada do amido, ficando apenas o glúten. Este produto final é depois levado ao fogo para ser cozido com temperos a gosto e estará pronto para uso. Em geral, cada quilo de farinha de trigo é necessário para produzir 250 g de seitan.

Além de ser bastante saudável, o seitan caseiro fica bem mais barato do que o industrializado, custando em torno de um terço do valor. Este produto pode ser conservado no próprio líquido em que foi cozido ou em embalagens próprias para congelamento, podendo ficar por 3 a 4 dias na geladeira ou por períodos maiores quando congelado adequadamente.

Este alimento pode ser usado na preparação de refeições salgadas como assado, em sanduíches e pizzas, e pode ser cozido como a carne, participando de muitas outras receitas.

Veja, a seguir, algumas receitas com a proteína seitan:

1. Seitan agridoce

Ingredientes:

  • 250 g de seitan;
  • ¼ de abacaxi;
  • 1 cebola grande;
  • 2 dentes de alho;
  • ½ pimentão vermelho;
  • ½ pimentão verde;
  • óleo de girassol;

Para o molho

  • ½ de abacaxi triturado até ficar a polpa;
  • 1/3 xícara açúcar mascavo;
  • ¼ xícara de vinagre de sidra;
  • 2 ½ colheres de sopa de molho de soja;
  • 2 colheres de sobremesa de amido de milho;

Preparo:

Coloque um fio de óleo na panela com alguns pedaços de seitan. Cozinhe até ficar ligeiramente dourados. Acrescente a cebola, o alho e os pimentões, mexendo até cozinharem. Em uma tigela misture o açúcar, o vinagre, o molho de soja e o amido de milho até homogeneizar. Misture esta preparação com a polpa do abacaxi e misture bem. Leve a preparação do seitan e o molho para a mesa.

2. Seitan acebolado

Ingredientes:

  • 500 g seitan cortado fino;
  • 2 cebolas grandes;
  • 2 pimentões vermelhos;
  • 2 colheres de sopa de polpa de tomate;
  • azeite;
  • sal;
  • alho em pó;
  • pimentão doce;
  • pimenta preta;
  • salsa picada.

Preparo:

Coloque um fio de azeite numa panela, junte as cebolas e os pimentões. Cozinhe em fogo brando, mexendo de vez em quando, até o líquido evaporar. Junte um copo de água, polpa de tomate e continue a cozinhar. Depois de 30 minutos, está pronto. Polvilhe com o alho em pó e cozinhe até evaporar a água. Numa frigideira, coloque um fio de azeite e junte os bifes seitan. Polvilhe cada um com o pimentão doce, o alho, a pimenta e o sal. Quando ficarem crocantes, vire e volte a temperar do outro lado. Polvilhe com salsa picada e acompanhe com a cebolada.

Conclusão

Nos países do ocidente, o seitan ficou bastante conhecido nos últimos anos e que é também popular e tradicional em diversos países do oriente, entre eles a China, a Coreia, o Oriente Médio, a Rússia e o Japão.

Ele é bastante utilizado em refeições vegetarianas, sendo considerado um excelente substituto para a carne, possuindo características sensoriais muito parecidas com a mesma, como textura, aspecto e sabor semelhantes. Este alimento contém muitas propriedades que podem auxiliar no controle de peso e também na melhoria de vários aspectos da saúde.

Vídeo:

Gostou das dicas?

Você já tinha ouvido falar ou já experimentou a proteína seitan? Segue uma dieta vegetariana, e por isso precisa buscar fontes alternativas de proteína? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (3 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...
Sobre Dra. Patricia Leite

Dra. Patricia é uma das nutricionistas mais conceituadas do país, sendo uma referência profissional em sua área e autora de artigos e vídeos de grande sucesso e reconhecimento. Tem pós-graduação em Nutrição pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, é especialista em Nutrição Esportiva pela Universidad Miguel de Cervantes (España) e é também membro da International Society of Sports Nutrition. É ainda a nutricionista com mais inscritos no YouTube em português. Dra. Patricia Leite é a revisora geral de todo conteúdo desenvolvido pela equipe de redatores especializados do Mundo Boa Forma.

Deixe um comentário

1 comentário em “Proteína Seitan – O Que é, Propriedades, Como Fazer, Calorias e Dicas”

  1. Sou vegetariana e consumo o seitan há bastante tempo e é delicioso. Gosto muito de fazer assado no forno ou cozinhá-lo no molho.