Sibutramina emagrece mesmo?

Especialista da área:
atualizado em 21/01/2021

Uma pergunta que ouvimos com frequência é “Sibutramina emagrece de verdade?”.

  Continua Depois da Publicidade  

Essa dúvida vem do fato de que existe uma infinidade de produtos que prometem um emagrecimento rápido e eficaz, mas que, na maioria das vezes, não funcionam.

Mas, com o aumento do número de casos de obesidade, os profissionais de saúde estão sempre prontos para indicar o melhor programa de redução de peso, por meio de dietas personalizadas, saudáveis e balanceadas e, quando necessário, medicamentos auxiliares.

Por isso, vamos conhecer mais a fundo como funciona esse medicamento, como usar e quais os riscos para a saúde.

O que é sibutramina?

A sibutramina foi criada inicialmente como antidepressivo, mas seu efeito como inibidor de apetite rapidamente chamou a atenção dos pesquisadores. A partir de então começou a ser utilizada para auxiliar no controle da obesidade.

A sibutramina é autorizada pela Anvisa?

A Anvisa proibiu a sibutramina no início de 2011, na época alegou que a droga não trazia resultados eficientes e que apresentava grande risco à saúde, principalmente problemas cardíacos e alterações no sistema nervoso.

Mas, alguns meses depois, a agência liberou a substância, entretanto sob algumas condições:

  • Os pacientes que a utilizem devem apresentar um sobrepeso significativo;
  • Paciente e médico devem assinar um termo de responsabilidade, devido aos riscos à saúde que o uso da substância pode apresentar;
  • Deve haver o controle da venda, através do receituário azul numerado e com a retenção da receita.

Em quais casos indica-se a a substância?

A sibutramina é indicada para o tratamento da obesidade, ou seja, para pessoas com um Índice De Massa Corporal (IMC) acima de 30 mg/m².

Mas existem casos nos quais se prescreva o medicamento para pessoas com o IMC abaixo de 30 mg/m², mas que precisem emagrecer por motivos de saúde, pacientes com diabetes, por exemplo.

Pessoa se pesando
A sibutramina é indicada para pessoas obesas, com IMC acima de 30 mg/m²

Sibutramina emagrece mesmo?

Sim, a sibutramina ajuda no processo de emagrecimento. Mas seu uso deve sempre estar associado à reeducação alimentar, para garantir que não ocorra o efeito sanfona ao final do tratamento.

  Continua Depois da Publicidade  

A perda de peso acontece porque a sibutramina age no sistema nervoso central, causando um efeito anorexígeno, ou seja, ela leva a uma redução do consumo de alimentos, através da inibição do apetite.

Pode emagrecer somente com o uso da sibutramina?

Embora o uso da sibutramina leve à inibição do apetite, ela deve estar sempre associada à uma alimentação saudável, de preferência com déficit calórico, e à prática de exercícios físicos.

Isso é necessário porque, caso não haja uma reeducação alimentar, o risco de recuperação do peso após o final do tratamento é grande. É o chamado efeito sanfona.

Quem já fez o tratamento com sibutramina pode fazer de novo?

Que já fez o tratamento e parou, pode usar o medicamento novamente, desde que seja recomendado e prescrito por um médico. Mas existe o risco de que o efeito do medicamento seja menor, uma vez que o corpo já pode ter se acostumado a ele.

Como usar a sibutramina?

A dose usual de sibutramina é de 1 cápsula de 10 ou 15 mg, 1 vez ao dia. Deve-se utilizá-la preferencialmente pela manhã, para que produza efeitos ao longo de todo o dia.

Efeitos colaterais e contraindicações

A sibutramina é um medicamento que pode causar muitos efeitos colaterais, alguns deles bastante graves. Por isso, seu uso deve ser feito sempre com acompanhamento médico.

Os efeitos colaterais mais comuns são:

  • Boca seca;
  • Constipação;
  • Insônia;
  • Aumento da frequência cardíaca;
  • Palpitação;
  • Aumento da pressão arterial;
  • Vertigem;
  • Ansiedade;
  • Dores de cabeça;
  • Alterações no paladar;
  • Sudorese.

Quanto às contraindicações, temos:

  Continua Depois da Publicidade  

  • Grávidas e mulheres que estejam amamentando.
  • Pessoas com histórico de doenças coronarianas;
  • Pessoas hipertensas;
  • Pessoas com histórico de transtornos alimentares, como anorexia e bulimia;
  • Pessoas em uso de alguns antidepressivos;
  • Pessoas maiores de 65 anos e menores de 18 anos.

Outras informações e alguns avisos:

  • A sibutramina é um medicamento usado como parte do tratamento em programa de gerenciamento de peso, então ela deve estar associada a uma alimentação saudável e à prática de exercícios;
  • Vários laboratórios fabricam a sibutramina, que pode ser encontrada com os seguintes nomes: Sibus, Biomag, Plenty e Reductil;
  • A sibutramina é vendida apenas com receita especial, que fica retida na farmácia;
  • Embora seja possível encontrar locais e sites que vendam a sibutramina de forma ilegal, sem receita, esse uso não é recomendável, uma vez é um medicamento que pode causar efeitos colaterais sérios.
1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (630 votos, média 3,87)
Loading...
Sobre Marcela Gottschald

Marcela Gottschald é Farmacêutica Clinica - CRF-BA 8022. Graduada em farmácia pela Universidade Federal da Bahia (UFBA) em 2013. Residência em Saúde mental pela Universidade do Estado da Bahia (UNEB). Experiência em pediatria e nefrologia, com ênfase em unidade de terapia intensiva. Ela faz parte da equipe de redatores do MundoBoaForma.

  Continua Depois da Publicidade  

Deixe um comentário