IMC: o que é, como calcular, tabela de resultados e nova fórmula

Especialista da área:
atualizado em 22/08/2021

Ao subir numa balança comum, teremos um valor numérico que nos indicará o nosso peso, porém essa informação não é suficiente. Não sabemos quanto desse peso é gordura ou massa muscular, ou mesmo qual seria o peso ideal. Portanto, a balança nos diz apenas se estamos mais pesados ou mais leves, nada mais. E isso é pouco.

  Continua Depois da Publicidade  

Por isso foi preciso que se desenvolvesse uma forma de se obter informações mais relevantes, algo que levasse em conta não apenas o peso, mas sim outros fatores, como a altura por exemplo. Assim, foi desenvolvido o cálculo de IMC, ou Índice de Massa Corporal.

Vamos entender um pouco mais sobre esse cálculo, como ele é feito e o que significa. Além disso, conheceremos uma nova proposta para se calcular o IMC, desenvolvida por pesquisadores da USP.

O que é IMC?

IMC é a sigla para Índice de Massa Corporal, também conhecido como BMI (Body Mass Index). Esse cálculo, que relaciona o peso corporal com a altura, tem o reconhecimento da Organização Mundial de Saúde (OMS), e seu valor é expresso em kg/m².

Mas, apesar de ser mundialmente aceito, não tem uma precisão tão grande, já que ele não analisa outras variáveis, como o percentual de gordura ou sua distribuição. Entretanto, a vantagem desse método é que ele é muito simples de usar.

Fórmula do IMC

É bastante simples, bastando que se saiba o peso e a altura atuais. A fórmula para o cálculo do IMC é feita dividindo o valor do peso pelo quadrado da altura.

Ou seja, se a pessoa tem 90 kg e 1,75 m de altura, calcularemos o IMC da seguinte maneira:

90 / (1,75 x 1,75)

O resultado seria 29,4 kg/m²

Como interpretar o resultado do IMC?

IMC (kg/)Resultado
abaixo de 18,5 A pessoa está abaixo do peso que seria indicado para a altura. Isso pode significar um quadro de desnutrição, que pode ser causado por vários problemas.
entre 18,5 a 24,9 Essa é a faixa de peso considerada normal para a altura da pessoa. E o indicado é se manter sempre nesse intervalo.
entre 25,0 a 29,9 Aqui já há a indicação de sobrepeso. É um sinal para começar a mudar hábitos, e avaliar o que deve ser mantido ou excluído da dieta, além, claro de incluir a prática de exercícios na rotina diária.
entre 30 a 39,9 Aqui já se pode dizer que a pessoa está com algum grau de obesidade. Nesse caso, considera-se a obesidade grau II, e nessa faixa de IMC já há uma preocupação maior com o aparecimento de problemas relacionadas à obesidade, como resistência à insulina e diabetes tipo 2.
acima de 40Aqui já é considerado um quadro de obesidade grave. Nessa faixa, há grandes riscos para a saúde, e é comum estar associada a outros problemas médicos.
Tabela de IMC padrão
escala IMC logo
Ilustração do IMC padrão

Apesar de o IMC ser uma boa ferramenta para calcular a faixa de peso ideal e classificar estados de desnutrição, sobrepeso e obesidade, ele falha em alguns aspectos. Isso ocorre principalmente por não levar em consideração o percentual de gordura corporal.

  Continua Depois da Publicidade  

Novo cálculo de IMC

Levando em consideração os problemas do IMC clássico, pesquisadores da USP começaram a desenvolver um novo cálculo, que levasse em consideração a quantidade de gordura no corpo. Na pesquisa foram sugeridas duas coisas:

1. Modificação dos valores do IMC clássico

Assim, a classificação de obesidade pelo IMC clássico passaria a ser:

Faixa de obesidade anteriorFaixa de obesidade atual (novo IMC)
Para homens: a partir de 30 kg/m²Para homens: a partir de 28,38 kg/m²
Para mulheres: a partir de 30 kg/m²Para mulheres: a partir de 25,24 kg/m²

2. Novo cálculo, que levasse em conta o percentual de gordura corporal

novo IMC

E o novo cálculo, agora com três variáveis, passaria a ser:

IMC (kg/m²)Resultado
Entre 1,35 e 1,65Subnutrição
Entre 1,65 e 2,0Peso normal
Acima de 2,0Obesidade

Como é visualmente o percentual de gordura do homem e da mulher?

Para você ter uma ideia de como se traduz um valor de percentual de gordura no corpo do homem e no da mulher.

percentual-de-gordura-corporal-corpos
Percentual de gordura em homens e mulheres visualmente

Veja também o artigo: Como identificar rapidamente seu percentual de gordura corporal

Como saber com precisão o percentual de gordura?

Não encontraremos dificuldade em descobrir o nosso peso, nem a altura, o que torna fácil o cálculo do IMC clássico.

Mas, o problema desse novo método é a necessidade de calcular a quantidade de gordura corporal, que feito através do exame de bioimpedância, também conhecido como bioimpedanciometria.

O exame de bioimpedância é uma análise da composição corporal que indica quanto do peso total é composto por massa magra, gordura e água. Esse exame pode ser feito em academias ou em consultórios médicos. Existem também alguns aparelhos caseiros de menor precisão.

  Continua Depois da Publicidade  

balança medidora de bioimpedância
Balança de bioimpedância

Veja também:

Considerações finais

Apesar de já ter sido demonstrado que o IMC não é o melhor cálculo para verificar o estado nutricional de alguém, ele ainda será utilizado por um bom tempo, já que é mais prático, podendo ser feito por qualquer pessoa.

Mas, é uma questão de tempo até eu novos cálculos de IMC passem a fazer parte de nosso dia a dia.

O que você achou do novo calculo do IMC? Você acha viável uma fórmula de calcular o IMC que necessita do percentual de gordura? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (10 votos, média 4,30)
Loading...
Sobre Equipe MundoBoaForma

Quando o assunto é saúde, você tem que saber em quem confiar. Sua qualidade de vida e bem-estar devem ser uma prioridade para você. Por isso contamos com uma equipe profissional diversificada e altamente qualificada, composta por médicos, nutricionistas, educadores físicos. Nosso objetivo é garantir a qualidade do conteúdo que publicamos, que é também baseado nas mais confiáveis fontes de informação. Tudo isso para que você tenha confiança no MundoBoaForma e faça daqui sua fonte preferencial de consulta para assuntos relacionados à saúde, boa forma e qualidade de vida.

  Continua Depois da Publicidade  

Deixe um comentário