Novo cálculo do IMC – O que muda? Entenda mais

Especialista:
atualizado em 17/11/2020

Ao subir numa balança comum, teremos um valor numérico que nos indicará o nosso peso, porém essa informação não é suficiente. Não sabemos quanto desse peso é gordura ou massa muscular, ou mesmo qual seria o peso ideal.

  Continua Depois da Publicidade  

Portanto, a balança nos diz apenas se estamos mais pesados ou mais leves, nada mais. E isso é pouco.

Por isso foi preciso que se desenvolvesse uma forma de se obter informações mais relevantes, algo que levasse em conta não apenas o peso, mas sim outros fatores, como a altura por exemplo. Assim, foi desenvolvido o cálculo de IMC, ou Índice de Massa Corporal.

Vamos entender um pouco mais sobre esse cálculo, como ele é feito e o que significa. Além disso, conheceremos uma nova proposta para se calcular o IMC, desenvolvida por pesquisadores da USP.

O que é IMC?

IMC é a sigla para Índice de Massa Corporal. Esse cálculo, que relaciona o peso corporal com a altura, tem o reconhecimento da Organização Mundial de Saúde, e seu valor é expresso em kg/m².

Mas, apesar de ser mundialmente aceito, hoje se mostra obsoleto, já que ele não analisa outras variáveis, como o percentual de gordura ou sua distribuição.

Fórmula atual do IMC

É bastante simples, bastando que se saiba o peso e a altura atuais. A fórmula para o cálculo do IMC é feita dividindo o valor do peso pelo quadrado da altura.

Ou seja, se a pessoa tem 90 kg e 1,75 m de altura, calcularemos o IMC da seguinte maneira:

90 / (1,75 x 1,75)

O resultado seria 29,387 kg/m²

  Continua Depois da Publicidade  

Mas o que esse resultado significa?

Como interpretar o resultado do IMC?

IMC (kg/)Resultado
abaixo de 18,5 A pessoa está abaixo do peso que seria indicado para a altura. Isso pode significar um quadro de desnutrição, que pode ser causado por vários problemas.
entre 18,5 a 24,9 Essa é a faixa de peso considerada normal para a altura da pessoa. E o indicado é se manter sempre nesse intervalo.
entre 25,0 a 29,9 Aqui já há a indicação de sobrepeso. É um sinal para começar a mudar hábitos, e avaliar o que deve ser mantido ou excluído da dieta, além, claro de incluir a prática de exercícios na rotina diária.
entre 30 a 34,9 Aqui já se pode dizer que a pessoa está com algum grau de obesidade. Nesse caso, considera-se a obesidade grau I, e o ideal é procurar algum profissional de saúde para orientar formas saudáveis de emagrecimento.
entre 35 a 39,9 Essa é faixa de obesidade grau II, já considerada preocupante. Nessa faixa de IMC já há uma preocupação maior com o aparecimento de problemas relacionadas à obesidade, como resistência à insulina e diabetes tipo 2.
acima de 40 Aqui já é considerado um quadro de obesidade grave. Nessa faixa, há grandes riscos para a saúde, e é comum estar associada a outros problemas médicos.
Tabela de IMC anterior
IMC indices
Ilustração do IMC anterior

Interpretação dos resultados de IMC

Apesar de o IMC ser uma boa ferramenta para calcular a faixa de peso ideal e classificar estados de desnutrição, sobrepeso e obesidade, ele falha em alguns aspectos. Isso ocorre principalmente por não levar em consideração o percentual de gordura corporal.

Novo cálculo de IMC

Levando em consideração os problemas do IMC clássico, pesquisadores da USP começaram a desenvolver um novo cálculo, que levasse em consideração a quantidade de gordura no corpo.

Na pesquisa foram sugeridas duas coisas:

1. Modificação dos valores do IMC clássico

Assim, a classificação de obesidade pelo IMC clássico passa a ser:

Faixa de obesidade anteriorFaixa de obesidade atual (novo IMC)
Para homens: a partir de 30 kg/m²Para homens: a partir de 28,38 kg/m²
Para mulheres: a partir de 30 kg/m²Para mulheres: a partir de 25,24 kg/m²

2. Novo cálculo, que levasse em conta o percentual de gordura corporal

novo IMC

E o novo cálculo, agora com três variáveis, passa a ser:

IMC (kg/m²)Resultado
Entre 1,35 e 1,65Subnutrição
Entre 1,65 e 2,0Peso normal
Acima de 2,0Obesidade

Como é visualmente o percentual de gordura do homem e da mulher?

Para você ter uma ideia de como se traduz um valor de percentual de gordura no corpo do homem e no da mulher.

percentual-de-gordura-corporal-corpos
Percentual de gordura em homens e mulheres visualmente

Veja também o artigo: Como identificar rapidamente seu percentual de gordura corporal

  Continua Depois da Publicidade  

Como saber com precisão o percentual de gordura?

Não encontraremos dificuldade em descobrir o nosso peso, nem a altura, o que torna fácil o cálculo do IMC clássico.

Mas, o problema desse novo método é a necessidade de calcular a quantidade de gordura corporal, que feito através da bioimpedanciometria.

Veja também:

O que é bioimpedanciometria?

Bioimpedanciometria é um exame realizado num aparelho semelhante a uma balança comum. Esse aparelho, além do peso, nos dará outros índices importantes. Entenda melhor como funciona no vídeo abaixo:

Considerações finais

Apesar de já ter sido demonstrado que o IMC não é o melhor cálculo para verificar o estado nutricional de alguém, ele ainda será utilizado por um bom tempo, já que é mais prático, podendo ser feito por qualquer pessoa.

Mas, é uma questão de tempo até eu novos cálculos de IMC passem a fazer parte de nosso dia a dia.

O que você achou do novo calculo do IMC? Você acha viável uma fórmula de calcular o IMC que necessita de percentual de gordura? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (9 votos, média: 4,22 de 5)
Loading...
Sobre Equipe Editorial MundoBoaForma

Quando o assunto é saúde, você tem que saber em quem confiar. Sua qualidade de vida e bem-estar devem ser uma prioridade para você. Por isso contamos com uma equipe profissional diversificada e altamente qualificada, composta por médicos, nutricionistas, educadores físicos. Nosso objetivo é garantir a qualidade do conteúdo que publicamos, que é também baseado nas mais confiáveis fontes de informação. Tudo isso para que você tenha confiança no MundoBoaForma e faça daqui sua fonte preferencial de consulta para assuntos relacionados à saúde, boa forma e qualidade de vida.

  Continua Depois da Publicidade  

Deixe um comentário