Suplemento de Dimetilglicina (DMG): Para Que Serve e Efeitos

Especialista:
atualizado em 23/03/2015

A busca pelo corpo perfeito cria um mercado consumidor onde centenas de produtos são oferecidos pela mídia, alguns deles com efeitos comprovados, outros não. Entre esses produtos, os que fazem mais sucesso são os suplementos. A dimetilglicina é um deles.

O que é Dimetilglicina?

A dimetilglicina, ou DMG, é um suplemento dietético, derivado de um aminoácido simples – a glicina.

Nosso corpo produz dimetilglicina em quantidades ínfimas, por esse motivo, algumas pessoas buscam o seu suplemento com a intenção de complementar a alimentação.

Para que Serve a Dimetilglicina?

Supostamente, a DMG melhora o desempenho físico, de um modo geral. Na grande maioria dos casos, é utilizada por quem necessita do aumento de algum nutriente, seja por alguma carência nutricional, seja por atletas de alta performance, que chegam a consumir 3000 calorias/dia durante os treinamentos.

Sempre que esse suplemento for de aminoácidos, estará ligado à formação de proteínas, e consequentemente auxiliará na construção das fibras musculares, fornecendo também energia para nossas essas células.

Simplificando: aminoácidos produzem proteínas que formarão músculos.

Obviamente, será necessário bastante exercício físico para que os músculos cresçam, e mais exercícios para que se mantenham.

Quando nosso organismo está com carência de aminoácidos pode ocorrer o catabolismo, que é a perda de massa muscular.

Benefícios da Dimetilglicina

Segundo alguns estudos, a DMG oferece alguns benefícios ao organismo, mas nem todos esses estudos comprovam a eficácia real da dimetilglicina, principalmente no que diz respeito aos seus efeitos promissores em relação ao autismo. Nesse caso, a dimetilglicina exige ainda muito mais estudos.

Alguns dos outros benefícios associados à DMG são:

  • Seu poder antioxidante;
  • Redução dos níveis de colesterol ruim;
  • Redução dos níveis de triglicérides;
  • Aumenta a disposição;
  • Melhor controle da pressão alta;
  • Diminuição do estresse;
  • Melhora quadros de alergia;
  • Estímulo da produção de anticorpos;
  • Melhora a forma como o organismo utiliza o oxigênio.

Quando o consumo do suplemento de dimetilglicina é feito por atletas ou pessoas que mantêm um estilo de vida muito ativo, há outros benefícios relatados:

  • Diminuição da produção de ácido lático nos tecidos;
  • Ganho de força muscular;
  • Reduz a sensação de fadiga muscular, síndrome de fadiga crônica (SFC);

Alguns estudos apresentam a dimetilglicina como um aliado ao tratamento dos autistas e de algumas doenças neurológicas, relatando alguns fatos. São eles:

  • A comunicação verbal de autistas pode melhorar;
  • A interatividade entre os autistas e as pessoas de sua convivência torna-se mais controlada emocionalmente;

Ainda encontramos alguns fatos relacionados a outros fatores:

  • As funções neurológicas melhoram, bem como os casos de déficit de atenção (TDAH);
  • Mal de Alzheimer;
  • Epilepsia;
  • Alcoolismo;

No entanto, essas informações fazem parte de alguma literatura médica, porém, em estudos iniciais. É necessário mais tempo e estudos para que a DMG passe a ser utilizada como medicamento ao invés de suplemento.

Efeitos Colaterais

Não se têm informações cientificamente comprovadas dos efeitos colaterais da dimetilglicina a longo prazo, mesmo porque é algo produzido por nosso organismo, não sendo uma substância estranha a ele.

Se ela pode ou não ser utilizada durante a gravidez e a amamentação, é uma questão que deverá ser discutida com seu médico.

Não há relatos de efeitos colaterais severos, no entanto, se ao consumir DMG notar sonolência, agitação, flatulência ou constipação instestinal, ou ainda alguma outra intercorrência, suspenda a ingestão imediatamente.

Doentes renais e hepáticos poderão ter seus problemas agravados com o uso indevido de suplemento de dimetilglicina.

Tomar um determinado tipo de suplemento à base de aminoácidos, por um período de tempo muito estendido, poderá causar um desequilíbrio em outros aminoácidos. A regra é: informe-se bem.

Desvantagens

O uso prolongado e contínuo de suplementos provoca uma sobrecarga no organismo, e na tentativa de eliminar todas essas substâncias, nossos rins podem estar sendo obrigados a trabalhar em demasia.

Esteja atento aos níveis de ácido úrico, que poderão se elevar com o consumo desequilibrado de suplementos à base de aminoácidos ou derivados dele.

Alimentos Naturais Que Contêm Dimetilglicina

Podemos encontrar a dimetilglicina em alguns alimentos, mas, em pequenas quantidades. São eles:

  • Fígado: Talvez seja essa a fonte natural mais elevada dessa substância, onde há maior quantidade de dimetilglicina, é justamente no fígado dos animais;
  • Arroz integral: Mesmo após seu cozimento, o arroz integral ainda oferece uma pequena quantidade de DMG;
  • Levedo de cerveja: Nas suas várias formas: em pó, em flocos, em tabletes. A apresentação em pó é a mais potente. Essa levedura contém uma boa quantidade de DMG.

Dosagens

  • Essa questão está diretamente ligada às condições de saúde, idade, se é praticante de exercícios de forma regular, entre outras condições.
  • Não se baseie nas indicações das embalagens. São informações genéricas, e não levam em conta vários fatores.
  • Instrutor de academia não é médico. Não saberá fazer as avaliações clínicas necessárias.
  • Converse com o seu médico.

Considerações Finais

Alimente-se bem, pratique exercícios, durma o suficiente, não fume, não beba, diminua o sal, o açúcar e as gorduras. Não existe mágica.

As vantagens oferecidas pelos grandes laboratórios jamais poderão ser comparadas aos benefícios de uma alimentação equilibrada e saudável.

Não é necessário chegar à ortorexia, mas não acredite em tudo que está escrito nos rótulos dos suplementos, nem no site dos fabricantes. Obviamente, nesses textos só haverá vantagens. Consulte um nutrólogo e procure se informar se o suplemento oferecido poderá realmente trazer os benefícios prometidos. No mais, cuide-se!

Você já experimentou algum suplemento de Dimetilglicina? Quais foram seus resultados obtidos? Se ainda não, tem vontade? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (11 votos, média: 3,73 de 5)
Loading...
Sobre Julio Bittar e Dra. Patricia Leite

Quando se trata de saúde, é muito importante poder contar com uma fonte confiável de informações. Afinal de contas sabemos que o sua qualidade de vida e bem-estar devem estar em primeiro lugar para você. Por isso contamos com uma equipe profissional diversificada, com redatores e editores que desenvolvem um conteúdo de qualidade, adaptando-o a uma linguagem de fácil compreensão para o público em geral, tendo por base as mais confiáveis fontes de informação. Depois disso todo artigo é revisado por profissional especialista da área, para garantir que as informações são verídicas, e só então ele é publicado no site. Tudo isso para que você tenha confiança no MundoBoaForma e faça daqui sua fonte preferencial de consulta para assuntos relacionados a saúde, boa forma e qualidade de vida. Conheça mais sobre os profissionais que contribuem para a qualidade editorial do portal.

Deixe um comentário

3 comentários em “Suplemento de Dimetilglicina (DMG): Para Que Serve e Efeitos”

  1. Estou utilizando para meu bebê de 2 anos autista e realmente faz muita diferença, na disposição, contato visual tudo!!! Estou maravilhada

    • Bom Dia,

      Paula Porta, tenho uma filha autista, como posso comprar o medicamento e realmente funciona ?

      No aguardo,

      Tiago.

      • Tiago, bom dia! Tem um site muito bom , o i herb. Lá tem todos os produtos de qualidade. Dimetilglicina, compro sempre. Vale a pena investir nos suplementos, porque eles resolvem mesmo. Meu filho Ravih, de 8 anos melhorou bastante: está mais tranquilo, concentrado e sociável. Eu também dou a ele o acetil l carnitina, que ajuda na concentração e o iodoral, iodo, pra aumentar o coeficiente de inteligência dele. Ele está muito melhor, em muitos aspectos.